Período Joanino, Independência e I Reinado

  • 1,128 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,128
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
21
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Período Joanino, Processo deIndependência e I Reinado. Prof.° Wendell Guedes.
  • 2. Napoleão Bonaparte, responsável peloDecreto de Berlim, que traz as cláusulas do Bloqueio Continental (1806).
  • 3. Fuga da Família Real para o Brasil;
  • 4. Chegada da Corte em Salvador. Acordos efetuados com a Inglaterra: • Abertura dos Portos (1808); • Alvará de liberdade industrial; • Tratado de Aliança e Amizade e o de Comércio e Navegação: •Ingleses seriam julgados por juízes que escolhessem; •Livre comércio para os ingleses na Colônia; •Liberdade de culto; •Abolição gradativa da escravidão.
  • 5. Transformações na Colônia: Banco do Brasil, Escola Médico- Cirúrgica de Salvador, Real Junta de Comércio, Jardim Botânico... Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.Política Externa:Invasão da Guiana Francesa e da Banda Oriental (atual Uruguai).
  • 6. Insurreição Pernambucana (1817):Motivos: Seca de 1816; Transferência da capital parao Rio de Janeiro (1763); e, sobretudo, os altosimpostos para o sustento do luxo da nobreza noBrasil.Foram reprimidos violentamente.
  • 7. Revolução Liberal do Porto (1820):Ideias liberais “contaminaram” Portugal ameaçandocolocar fim ao absolutismo dos Braganças, elaborar umaconstituição para Portugal e exigindo o imediato retornode D. João IV.D. Pedro fica como Príncipe Regente no Brasil.
  • 8. Processo de Independência (1822):Intensa pressão da Coroa portuguesasobre D. Pedro:Cumprir as ordens vindas de Portugal,exército como unidade militar, e seu retornoimediato;Clube da Resistência: “Dia do Fico”“Cumpra-se”, Defensor Perpétuo doBrasil; Convocação de AssembleiaConstituinte.
  • 9. A Proclamação e as Guerras de Independência:
  • 10. I Reinado (1822-1831)• Tropas mercenárias contra as Provínciasrevoltosas: Pará, Bahia, Maranhão eCisplatina.• Reconhecimento da Independência pelosEUA (Doutrina Monroe), de Portugal(mediante indenização de 2 milhões delibras) e demais países.
  • 11. À esquerda: Parlamentaresreunidos para a elaboração daConstituinte da Mandioca(1823).Abaixo: “Noite da Agonia”: ofechamento do AssembleiaConstituinte.
  • 12. Carta Outorgada de 1824:Monarquia Constitucional Hereditária;Religião oficial católica com liberdade de culto domésticopara outras religiões;Quatro poderes: Executivo, Legislativo, Judiciário eModerador;Voto indireto e censitário.
  • 13. Bandeira daRepública daConfederaçãodo Equador(1824)
  • 14. Confederação do Equador (1824):Motivos:Autoritarismo do Imperador;Decadência das Províncias do Norte;A imposição da carta constitucional.Resultados:Proclamação da República da Confederação do Equador que usariaprovisoriamente a Constituição da Grã-Colômbia.Repressão violenta com fuzilamento dos principais líderes. Guerra Cisplatina:O recrutamento forçado, os altos custos, mortes e a não necessidade daGuerra gerou descontentamento geral; Questão Sucessória portuguesa (1826-1831):Disputa pelo trono entre D. Pedro I e seu irmão D. Miguel.
  • 15. Abdicação:• Assassinato de Líbero Badaró;• Conflitos entre o “partido português” eo “partido brasileiro”: “Noites dasGarrafadas”.• Jornada dos Tolos.