Your SlideShare is downloading. ×
Revolucão Industrial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Revolucão Industrial

798
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
798
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Era das Revoluções I – A Revolução Industrial
  • 2. Definição  Conjunto de transformações técnicas, econômicas e sociais caracterizadas pela substituição da energia física pela mecânica, da ferramenta pela máquina e da manufatura pela fábrica.
  • 3. Definição  Conjunto de mudanças tecnológicas profundas na economia, que transformaram a humanidade a partir do século XVIII, prolongando-se pelo XIX. A partir desse momento, a máquina foi suplantando o trabalho humano e uma nova relação entre o trabalho e o capital se impôs.
  • 4. Etapas do desenvolvimento da produção ARTESANATO MANUFATURA PRODUÇÃO INDUSTRIAL TRABALHO INDIVIDUAL DIVISÃO DO TRABALHO FERRA- MENTAS MANUAIS FERRAMENTAS MECÂNICAS
  • 5. Fases ou Revoluções 1ª Revolução (1760 – 1860)  Pioneirismo Inglês: – Acúmulo de capitais: Atos de Navegação (Revolução Inglesa); sistema de créditos financeiros bem desenvolvido. – Controle Capitalista do Campo: enclosures, melhoria dos métodos de produção e aumento de produtividade; liberação de mão-de-obra. – Crescimento populacional: o aumento da produção de alimentos e os progressos da medicina no combate às epidemias.
  • 6. 1ª Revolução (1760 – 1860) – Posição geográfica: próxima das colônias e dos países europeus. – Matéria-Prima: reservas de carvão mineral e ferro; algodão das colônias. – Burguesia no poder (Revolução Gloriosa 1688). – Ética protestante (estímulo ao lucro).
  • 7. Fases ou Revoluções 1ª Revolução (1760 – 1860)  Inovações técnicas: utilização do ferro; máquina à vapor.  Fonte de energia: carvão.
  • 8. Fases ou Revoluções TEAR MECÂNICO
  • 9. Fases ou Revoluções MÁQUINA À VAPOR
  • 10. Fases ou Revoluções 2ª Revolução (1860 – 1940)  Expansão: Europa central e oriental (Bélgica, França, Alemanha, Itália e Rússia), EUA e Japão.  Imperialismo: disputa por mercado consumidor.  Mobilização operária contra a exploração do proletário.  Inovações técnicas: a utilização do aço; motor a explosão; produtos químicos  Fontes de energia: elétrica e combustíveis petrolíferos.
  • 11. Fases ou Revoluções 3ª Revolução (1940 – hoje)  Expansão: Terceiro mundo (multinacionais; transferência de tecnologia atrasada).  Globalização: estabelecimento do livre comércio; formação de blocos econômicos.  Inovações técnicas: informática; automação da linha de montagem.  Fontes de energia: atômica, geotérmica, eólica, solar.
  • 12. Fases ou Revoluções 4ª Revolução?  Países ou regiões?  Tecnologias?  Fontes de energia?
  • 13. Conseqüências da Revolução  Consolidação do capitalismo e do poder da burguesia  Desenvolvimento dos transportes (barco a vapor, locomotiva) e das comunicações (telégrafo e posteriormente o telefone).  Aumento da produtividade (redução de preços).  Esgotamento de recursos naturais.
  • 14. Conseqüências da Revolução  Aprimoramento da produção em série: FORDISMO, TAYLORISMO  Expansão do Imperialismo: – Busca de matéria-prima e mercados consumidores fora da Europa, desencadeando um processo de conquista e partilha de vastas áreas territoriais entre as potências européias industrializadas.
  • 15. Conseqüências da Revolução  Primeira explosão demográfica da história (1750 e 1850): queda brusca das taxas de mortalidades;  Urbanização intensa.  Formação de duas novas classes: a burguesia industrial e o proletariado.  Surgimento do CAPITALISMO FINANCEIRO – grandes bancos controlando indústrias por meio de compra de ações ou dependência financeira (empréstimos).
  • 16. Conseqüências da Revolução  A exploração do trabalhador – altas jornadas de trabalho – baixos salários – exploração do trabalho infantil e feminino, – péssimas instalações (doenças e acidentes) – inexistência de férias ou descanso semanal – ausência de legislação trabalhista
  • 17. Conseqüências da Revolução  Movimentos operários – Desemprego (“exército industrial de reserva”) – Ludismo (1811 – 1818) – Cartismo (1832 – 1848) –reivindicações trabalhistas ao parlamento britânico. Obteve alguns benefícios como a redução da jornada de trabalho para 10 horas e regulamentação do trabalho infantil e feminino. – Trade Unions – deram origem aos sindicatos.