• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
121
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
12
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. www.rnp.br1 IV Seminário de Inovação em Governo Eletrônico Painel -"Infraestrutura para expandir os serviços públicos ao cidadão – Infovias Estaduais". Porto Alegre, 07 de Agosto de 2013 Eduardo Grizendi - DEO/RNP1
  • 2. Dimensões da Rede Ipê I. “Backbone” – Infraestrutura de comunicação, interligando os 27 Pontos de Presença – PoPs da RNP. II. Circuitos internacionais – Interconectam a rede Ipê a outras redes de pesquisa avançadas nas América do Sul, América do Norte e Europa, – Faz troca de tráfego com Internet comercial mundial. III. Pontos de Troca de Tráfego (PTTs) com a Internet comercial brasileira e Serviço de Conteúdo – Em especial, aqueles do Programa PTT-Metro do NIC.br, – Internalização de conteúdo dentro da própria rede Ipê,(Akamai e Google) IV. Acessos de instituições usuárias – Malha de ramificação regional a partir dos PoPs interligando as instituições usuárias
  • 3. Backbone
  • 4. Circuitos internacionais
  • 5. Acessos às instituições usuárias • Através de circuitos de dados aprovisionados por parceiros & contratados de operadoras de serviços de telecomunicações. – ~ 500 circuitos contratados de operadoras & provedores de Internet – Iniciativa Veredas Novas • Através de Redes Comunitárias de Ensino e Pesquisa (Redecomeps) da RNP. – 27 em operação plena (25 capitais, Campina Grande, Ouro Preto, Diamantina e São Carlos) – 2 em Início de operação (Rio de Janeiro e Maceió) – 8 em construção (Campinas, Petrolina e Juazeiro, Niterói, João Pessoa, Altamira, Castanhal, Marabá e Santarém) – 5 planejadas (Itajubá, Uberaba, Uberlândia, Petrópolis e Porto Velho) – 3 em expansão na região metropolitana • Brasília • Salvador • Vitória • [Natal]
  • 6. Iniciativa Veredas Novas • Objetivo: – Interligar, até 2014, todas as instituições usuárias da RNP no interior, • Campi,em 100 Mb/s. e • Sedes, em 1 Gb/s. • Parceiros atuais – Minicom – Cidades Digitais – TELEBRAS - Telecomunicações Brasileiras S.A. – Vivo/Telefonica / ANATEL – Empresa de Tecnologia da Informação do Estado do Ceará (ETICE) – Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (PRODEST) – Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (PRODEPA) – Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (PRODAP) – Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul PROCERGS) – ... Sertão é onde o pensamento da gente se forma mais forte do que o poder do lugar Grande Sertão: Veredas, João Guimarães Rosa
  • 7. RS • Acordo de cooperação RNP- PROCERGS – Construção conjunta dos anéis metropolitanos em Bagé, Pelotas e Santa Maria – Transporte de Porto Alegre a Pelotas e Bagé: PROCERGS – Transporte de Porto Alegre a Santa Maria: RNP – Construção da rota Bagé - Livramento • Complementação à Telebrás & Parceria RNP PROCERGS – Licitação com preço máximo fixado (já licitado) – Participação especialmente dos potenciais parceiros provedores,
  • 8. 1 Rede Óptica Metropolitana de Pelotas-RS • Em implantação, • Previsão de ativação 1 S 2014
  • 9. 1 Rede Óptica Metropolitana de Santa Maria • Em negociação, • Previsão de ativação em 2 S 2014
  • 10. 10 Hidrelétrica Itaúba Canel a Osório Quinta PelotasTerm. P. Médici Bagé Livramento Alegrete Maçambar á São Borja Santo Ângelo Santa Rosa Cruz Alta Hidrelétrica Passo Real Santa MariaSão Vicen te Passo Fundo Erechi m V Aires Sta cruz Candiot a Atlântid a Gravat aí Frederico Westphalen Rio Grande Camaq uã Rota Porto Alegre – Pelotas – Bagé (PROCERGS)
  • 11. Rota Porto Alegre – Argentina (RNP) • Conexão com Argentina – Rota Porto Alegre – Buenos Aires – Parceria com a Level 3 – 10 G + 10 G (8 x 1 G)
  • 12. 12 Hidrelétrica Itaúba Canel a Osório Quinta PelotasTerm. P. Médici Bagé Livramento Alegrete Maçambar á São Borja Santo Ângelo Santa Rosa Cruz Alta Hidrelétrica Passo Real Santa MariaSão Vicen te Passo Fundo Erechi m V Aires Sta cruz Candiot a Atlântid a Gravat aí Frederico Westphalen Rio Grande Camaq uã Fibra Existente Fibra Futura Rota Bagé - Livramento
  • 13. 1 Parceria RNP - PROCERGS • Contribui também para a integração Transfronteiriço com Mercosul – Chegada a Uruguaiana • Potencial para construção de outras Redes Ópticas Metropolitanas – Rio Grande – Alegrete – Uruguaiana
  • 14. 14 Fronteira com o Uruguai
  • 15. Conclusões • Parceria RNP – PROCERGS – Boa para as instituições usuárias da RNP no RS – Boa para a RNP – Boa para a PROCERGS – Boa para o RS
  • 16. Eduardo Grizendi – DEO/RNP eduardo.grizendi@rnp.br OBRIGADO