Asma na gestação<br />Élcio Guedes <br />
Epidemiologia<br />Doençacrônicamaisprevalentenainfância (13%). Emadultos, a prevalência  de 10%. E a mortalidadevemaument...
Definição<br />Doença inflamatória crônica caracterizada por :<br />Obstrução ao fluxo aéreo - reversível espontaneamente ...
DiferentesNomes– MesmoProblema<br />Estigma do nome “ASMA”<br />Como é denominada:<br />bronquiteasmática<br />bronquiteal...
AGUDA<br />Broncoconstricção<br />Dispnéia<br />Edema<br />Secreção<br />Tosse<br />Recrutamentocelular<br />DanoEpitelial...
Diagnóstico<br />Diagnóstico funcional: PFP e medidas de PFE<br />Obstrução de VA:  do VEF1 ( 80% do previsto) e da rela...
A inflamaçãonaasmaestápresentenasviasaéreas:<br /><ul><li>centrais(grandes VAs)  (> de 2 mm de diâmetro)
Periféricas (peq. VAs)(< de 2 mm de diâmetro)</li></ul>80%<br />
A InflamaçãonaAsma e naRiniteAlérgica<br />Tecido brônquico na asma<br />Esfregaço nasal na RA<br />Reimpresso com autoriz...
Complicações Materno fetais<br />Pré-eclampsia<br />Amniorrexe<br />Prematuridade<br />Baixo peso fetal<br />Taquipnéia tr...
NÃO MUDA<br />NÃO MUDA<br />
Na sala de parto: Fatores que podem desencadear uma crise<br />Gases inalatórios secos e frios;<br />Sala fria;<br />Manip...
Tipos de anestesias<br />Depender de vários fatores: Emergência, Hemorragias maternas, coagulopatias, CI ao bloqueios<br /...
Peridural simples ou contínuo</li></ul>Anestesia Geral<br />
Caráter eletivo<br />Risco morte <br />Geral > Bloqueio      <br />16,7 X maior nos EUA<br />Peridural contínua:  anestesi...
Nível do bloqueio desejado
Broncodilatação  – Efeito AL
Tecnicamente mais difícil e deve ser realizado por mãos experientes</li></li></ul><li>Caráter emergencial ou falha bloquei...
Vasc. mucosa = friável
Edema de orofaringe
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Asma na gestação

2,453 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,453
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,111
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Asma na gestação

  1. 1. Asma na gestação<br />Élcio Guedes <br />
  2. 2. Epidemiologia<br />Doençacrônicamaisprevalentenainfância (13%). Emadultos, a prevalência de 10%. E a mortalidadevemaumentando no mundo<br />É a quartacausa de hospitalizaçãopelo SUS<br />A maioria dos pacientesdesenvolveossintomas antes dos 5 anos de idade<br />Prevalênciaasmagestação 4-7%, sendomaiornasgestantesadolescentes<br />
  3. 3. Definição<br />Doença inflamatória crônica caracterizada por :<br />Obstrução ao fluxo aéreo - reversível espontaneamente ou c/ tratamento<br />Inflamação: mastócitos e eosinófilos<br />Hiperreatividadebrônquica<br />Episódios recorrentes de sibilância, dispnéia, aperto no peito; com piora à noite e pela manhã <br />Decorre da interação genética, <br />exposição ambiental e outros fatores <br />que levam ao desenvolvimento e <br />manutenção dos sintomas<br />
  4. 4. DiferentesNomes– MesmoProblema<br />Estigma do nome “ASMA”<br />Como é denominada:<br />bronquiteasmática<br />bronquitealérgica<br />hiperreatividadebrônquica<br />Independente de comosejadenominada, o importante é o reconhecimento da INFLAMAÇÃO CRÔNICA DAS VIAS AÉREAS<br />
  5. 5. AGUDA<br />Broncoconstricção<br />Dispnéia<br />Edema<br />Secreção<br />Tosse<br />Recrutamentocelular<br />DanoEpitelial<br />ModificaçõesEstruturaisPrecoces<br />ProliferaçãoCelular<br />Aumento da MatrizExtracelular<br />
  6. 6. Diagnóstico<br />Diagnóstico funcional: PFP e medidas de PFE<br />Obstrução de VA:  do VEF1 ( 80% do previsto) e da relação VEF1/CVF( 75% em crianças)<br />Obstrução que melhora c/ broncodilatador ( de 7% do basal ou de 200ml do absoluto pós broncodilatador)<br /> espontâneo do VEF1 c/ o tempo.<br />Avaliação do quadro alérgico: testes cutâneos de leitura imediata e dosagem de IgE específica ( RAST ).<br />
  7. 7.
  8. 8. A inflamaçãonaasmaestápresentenasviasaéreas:<br /><ul><li>centrais(grandes VAs) (> de 2 mm de diâmetro)
  9. 9. Periféricas (peq. VAs)(< de 2 mm de diâmetro)</li></ul>80%<br />
  10. 10. A InflamaçãonaAsma e naRiniteAlérgica<br />Tecido brônquico na asma<br />Esfregaço nasal na RA<br />Reimpresso com autorização do Dr. E. O. Meltzer.<br />Reimpresso com autorização do Dr. R Jaffe.<br />Oseosinófilosestãopresentesnasvias<br />aéreassuperiores e inferiores<br />Copyright 1996; Times Mirror International Publishers Limited, Atlas of Allergies.2nd ed. London, UK:Mosby-Wolfe.<br />
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13. Complicações Materno fetais<br />Pré-eclampsia<br />Amniorrexe<br />Prematuridade<br />Baixo peso fetal<br />Taquipnéia transitória RN<br />Hemorragias pré e pós parto<br />Mortalidade neonatal<br />Incidência de cesarianas<br />
  14. 14. NÃO MUDA<br />NÃO MUDA<br />
  15. 15. Na sala de parto: Fatores que podem desencadear uma crise<br />Gases inalatórios secos e frios;<br />Sala fria;<br />Manipulação VA, IOT;<br />Drogas: ergot, prostaglandinas F2 alfa, AINH, β-bloq, morfina, meperidina, ranitidina, atracúrio, etc;<br />“Bloq. Extensos – musc. Acessória”;<br />Imunoglobulina X reflexos adrenérgicos<br />
  16. 16. Tipos de anestesias<br />Depender de vários fatores: Emergência, Hemorragias maternas, coagulopatias, CI ao bloqueios<br />Bloqueio espinhal<br /><ul><li>Subaracnóideo
  17. 17. Peridural simples ou contínuo</li></ul>Anestesia Geral<br />
  18. 18. Caráter eletivo<br />Risco morte <br />Geral > Bloqueio <br />16,7 X maior nos EUA<br />Peridural contínua: anestesia eleição<br /><ul><li>Bloqueio simpático lento
  19. 19. Nível do bloqueio desejado
  20. 20. Broncodilatação – Efeito AL
  21. 21. Tecnicamente mais difícil e deve ser realizado por mãos experientes</li></li></ul><li>Caráter emergencial ou falha bloqueio <br />Calma<br />Anestesia Geral<br /><ul><li>VAD
  22. 22. Vasc. mucosa = friável
  23. 23. Edema de orofaringe
  24. 24. Tamanho das mamas
  25. 25. Diametro tórax
  26. 26. CO2 expiratório
  27. 27. Fechamento alveolar
  28. 28. CI , CRI
  29. 29. Demanda O2
  30. 30. Resíduo gástrico
  31. 31. CRF , VR , VRE , CPT , CPT , CT
  32. 32. PH gástrico
  33. 33. Esvaziamento gástrico</li></li></ul><li>
  34. 34. Medidas antes da geral se possível<br />O2 suplementar;<br />β2 agonista inalatório ( salbutamol mais potente);<br />Metilxantinas (cautela – risco de arritmia );<br />Corticóides nos casos moderados a graves;<br />Metoclopramina VO;<br />Citrato de Na;<br />Lidocaína 1,5mg/kg antes da intubação e extubação;<br />
  35. 35. Anestesia Geral<br />Desnitrogenização de 3-5 minutos antes de IOT; <br />Tubo mais fino n° 7,0 c/cuff, em sequencial rápido, com manobra de Sellick;<br />Evitar drogas de ação longa, e que liberem histamina;<br />Halogenados podem ser usados devido a broncodilatação, evitar excesso, pois promove relaxamento uterino ( preferência pelo sevorane), CAM ↓; <br />Desflurane esta contraindicado;<br />Cetamina é uma bom hipnótico pra gestante asmática, pois é broncodilatador, excelente analgésico, liberador catecolaminas;<br />RM : preferência pela succinil colina, roncurônio, vencurônio – não liberam histamina<br />
  36. 36. Ventilação mecânica<br />PEEP<br />Volume corrente reduzido - ajustado a pressão<br />Relação I:E aumentado<br />FR baixa modulada pela PCO2<br />FiO2 ajustada a deixar PO2 > 60 mmHg<br />Gasometria arterial;<br />Extubação plano superficial (lidocaína 1,5mg/kg EV 1-3min antes extubação);<br />
  37. 37.
  38. 38. Grato<br />Aula disponível<br />www.anestesiahga.blogspot.com<br />

×