Your SlideShare is downloading. ×
0
Expressão Oral e Escrita
Seção 1 – Linguagem,
Língua e Fala
Prof. Elisabete F C Yamazi
Objetivos:
O intuito desta primeira seção é levar aos
alunos o resultado dos progressos que os
modernos estudos de linguag...
Linguagem
O que é linguagem ?
Qual sua origem?
Para que serve?
Linguagem
A linguagem é a forma que têm todos os animais e
seres humanos para se comunicar uns com os outros, e
é diferent...
Linguagem
Se a linguagem é inerente aos animais e seres humanos
o que nos diferencia dos primeiros?
FALA e LÍNGUA (idioma)...
LINGUAGEM É...
... a atividade humana que, nas representações de
mundo que constrói, revela aspectos históricos,
sociais e...
Funções da Linguagem
Ao produzir uma enunciação qualquer a um receptor, o emissor
deseja transmitir uma mensagem e produzi...
Funções da Linguagem
• Funções como persuadir (função apelativa ou conativa)
• Palavra-chave: receptor
Seu objetivo é infl...
Funções da Linguagem
• Emocionar (emotiva ou expressiva)
• Palavra-chave: emissor
Reflete o estado de ânimo do emissor, os...
Funções da Linguagem
• Informar (referencial ou Denotativa)
• Palavra-chave: referente
Transmite uma informação objetiva s...
Funções da Linguagem
• Abrir o canal de comunicação (fática)
• Palavra-chave: canal
Tem por finalidade estabelecer, prolon...
Funções da Linguagem
• Explicar a própria linguagem (metalinguística)
• Palavra-chave: código
Esta função refere-se à meta...
Funções da Linguagem
• Recriar o próprio código (poética).
• Palavra-chave: mensagem
É aquela que põe em evidência a forma...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
01. Os textos I e II trazem
certa semelhança entre si. O
que há de semelhante nos
te...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
TEXTO I
Mulher Assassinada
Policiais que faziam a ronda no centro da cidade encontra...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
TEXTO II
Pequena Crônica Policial
Jazia no chão, sem vida,
E estava toda pintada!
Ne...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
01. Os textos I e II trazem
certa semelhança entre si. O
que há de semelhante nos
te...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
• 03. Leia o excerto abaixo extraído de uma suposta entrevista
com Riobaldo, de Gran...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
• 03. Leia o excerto abaixo extraído de uma suposta entrevista
com Riobaldo, de Gran...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
04. Assinale a alternativa que traz função fática:
a) "O homem letrado e a criança e...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
04. Assinale a alternativa que traz função fática:
a) "O homem letrado e a criança e...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
05. Leia a estrofe abaixo:
"Oh! ter vinte anos sem gozar
de leve
A ventura de uma al...
Exercícios sobre Funções da
Linguagem
05. Leia a estrofe abaixo:
"Oh! ter vinte anos sem gozar
de leve
A ventura de uma al...
TIPOS DE LINGUAGEM
1. VERBAL: aquela que utiliza a língua (oral ou
escrita), que tem a palavra, ou signos
linguísticos, po...
TIPOS DE LINGUAGEM
NÃO-VERBAL: aquela que utiliza qualquer código
que não seja a palavra, como a música, que tem o
som por...
Cartão vermelho – denúncia de falta grave no futebol.
Charge do autor Tacho – exemplo de linguagem verbal (óxente,
polo no...
LÍNGUA E CÓDIGO
• As articulações da Língua
– O ser humano comunica-se com seus semelhantes
por meio de mensagens de diver...
LÍNGUA E CÓDIGO
• Significante e significado
– Ao transmitir nossas ideias, utilizamo-nos de
combinações de palavras, cham...
LÍNGUA E CÓDIGO
• A primeira articulação da língua
– Para falar uma língua, não basta memorizar um
repertório de palavras....
LÍNGUA E CÓDIGO
• A primeira articulação da língua
Quando os signos linguísticos se relacionam
corretamente, formando uma ...
LÍNGUA E CÓDIGO
• A segunda articulação
– Como identificar esses sons? Comparemos:
• Pato fato
• Ao pronunciar essas duas ...
LÍNGUA E CÓDIGO
• Em resumo, a língua é um sistema que possui duas
articulações: na primeira, os signos se combinam,
forma...
Linguagem e Comunicação
A comunicação estabelece-se mediante o uso da
linguagem, seja ela verbal (uso de palavras) ou
não ...
Tipos de Linguagem
Adequação da Linguagem
Frase de Evanildo Bechara:
“Como de manhã, a pessoa abre seu guarda-roupa
para escolher a roupa ade...
Adequação da Linguagem
A mensagem precisa estar adequada a quem vai
recebê-la. Para que quem a receba possa
compreendê-la ...
Língua Oral x Língua Escrita
Língua Oral Língua Escrita
Vocabulário restrito e repetições de
palavras
Vocabulário amplo e ...
Variantes Linguísticas
Uma língua nunca é falada da mesma forma,
sendo que ela estará sempre sujeita a variações,
como: di...
Exercício de aplicação
Faça um levantamento de regras de variação presentes na linguagem de amigos e
familiares observados...
Níveis da Linguagem
A comunicação concretiza-se quando o falante
(emissor) ajusta sua linguagem ao destinatário. A língua
...
Registros ou Níveis da Fala
Registros ou Níveis da Fala
Uma boa redação empresarial deve fazer uso
linguagem coloquial cuidada, ou semiformal.
A galer...
Registros ou Níveis da Fala
Uma boa redação empresarial deve fazer uso
linguagem coloquial cuidada, ou semiformal.
A galer...
Registros ou Níveis da Fala
Conclusão:
A Linguagem Popular Vulgar usa gírias exageradamente.
A Linguagem Popular Coloqui...
Exercícios
1. Reescreva as frases abaixo, mudando a linguagem coloquial para
formal:
a) Aí, tô dentro.
b) E aí, ela pirou....
Exercícios / Respostas
1. Reescreva as frases abaixo, mudando a linguagem coloquial para formal:
a) Olhem, eu aceito.
b) M...
Exercícios
6. Escolha a opção ideal, em termos de clareza, para completar cada
frase.
a)Marcamos um encontro com a intençã...
Exercícios
6. Escolha a opção ideal, em termos de clareza, para completar cada
frase.
a)Marcamos um encontro com a intençã...
Níveis de Linguagem
Para resolver essas chamadas questões de correções
de frase são aconselháveis tomar os seguintes
cuida...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Linguagem, Adequação da linguagem, língua e código

4,005

Published on

Alguns conceitos sobre linguagem, sua adequação. Língua e Código.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,005
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
158
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Linguagem, Adequação da linguagem, língua e código"

  1. 1. Expressão Oral e Escrita Seção 1 – Linguagem, Língua e Fala Prof. Elisabete F C Yamazi
  2. 2. Objetivos: O intuito desta primeira seção é levar aos alunos o resultado dos progressos que os modernos estudos de linguagem alcançaram no estrangeiro e em nosso país. Portanto, estudaremos alguns conceitos sobre linguagem, língua, e adequação da linguagem
  3. 3. Linguagem O que é linguagem ? Qual sua origem? Para que serve?
  4. 4. Linguagem A linguagem é a forma que têm todos os animais e seres humanos para se comunicar uns com os outros, e é diferente e única para cada espécie, podem ser escritas, orais, ou por meio de sinais, com a única condição que exista um indivíduo que se expresse através dessa linguagem, e um outro entenda o que a primeira tenta comunicar. Além disso, a linguagem para ser considerada como tal, deve ter uma estrutura e contexto na qual pode ser utilizada.
  5. 5. Linguagem Se a linguagem é inerente aos animais e seres humanos o que nos diferencia dos primeiros? FALA e LÍNGUA (idioma) Uma boa habilidade de se comunicar depende de muitos processos trabalhando dentro de nós. Precisamos usar a memória, nossos sentidos e termos controle motor de nossas bocas e línguas. A conclusão dos cientistas é a de Chomsky, linguística norte-americano, nós nascemos para falar, é inato do ser humano.
  6. 6. LINGUAGEM É... ... a atividade humana que, nas representações de mundo que constrói, revela aspectos históricos, sociais e culturais. É por meio da linguagem que o ser humano organiza e dá forma às suas experiências. Seu uso ocorre na interação social e pressupõe a existência de interlocutores*. São exemplos de diferentes linguagens utilizadas pelo ser humano as línguas, a pintura, a dança, os logotipos, os quadrinhos, os sistemas gestuais, entre outros. * Interlocutor: cada um dos participantes de um diálogo.
  7. 7. Funções da Linguagem Ao produzir uma enunciação qualquer a um receptor, o emissor deseja transmitir uma mensagem e produzir uma recepção a ela. Em razão disso, pode-se afirmar que a linguagem, no processo comunicativo, apresenta algumas funções: •Funções como persuadir (função apelativa) •Emocionar (emotiva) •Informar (referencial) •Abrir o canal de comunicação (fática) •Explicar a própria linguagem (metalinguística), ou •Recriar o próprio código (poética).
  8. 8. Funções da Linguagem • Funções como persuadir (função apelativa ou conativa) • Palavra-chave: receptor Seu objetivo é influenciar o receptor ou destinatário, com a intenção de convencê-lo de algo ou dar-lhe ordens. Como o emissor se dirige ao receptor, é comum o uso de tu e você, ou o nome da pessoa, além dos vocativos e imperativo. É a linguagem usada nos discursos, sermões e propagandas que se dirigem diretamente ao consumidor. Exemplos: a) Você já tomou banho? b) Mãe, vem cá! c) Não perca esta promoção!
  9. 9. Funções da Linguagem • Emocionar (emotiva ou expressiva) • Palavra-chave: emissor Reflete o estado de ânimo do emissor, os seus sentimentos e emoções. Um dos indicadores da função emotiva num texto é a presença de interjeições e de alguns sinais de pontuação, como as reticências e o ponto de exclamação. Exemplos: a) Ah, que coisa boa! b) Tenho um pouco de medo... c) Nós te amamos!
  10. 10. Funções da Linguagem • Informar (referencial ou Denotativa) • Palavra-chave: referente Transmite uma informação objetiva sobre a realidade. Dá prioridade aos dados concretos, fatos e circunstâncias. É a linguagem característica das notícias de jornal, do discurso científico e de qualquer exposição de conceitos. Coloca em evidência o referente, ou seja, o assunto ao qual a mensagem se refere. Exemplo: Numa cesta de vime temos um cacho de uvas, uma  maçã, uma laranja, uma banana e um morango. (Este  texto informa o que há dentro da cesta, logo, há função  referencial). 
  11. 11. Funções da Linguagem • Abrir o canal de comunicação (fática) • Palavra-chave: canal Tem por finalidade estabelecer, prolongar ou interromper a comunicação. É aplicada em situações em que o mais importante não é o que se fala, nem como se fala, mas sim o contato entre o emissor e o receptor. Fática quer dizer "relativa ao fato", ao que está ocorrendo. Aparece geralmente nas fórmulas de cumprimento: Como vai, tudo  certo?; ou em expressões que confirmam que alguém está ouvindo ou está sendo ouvido: sim, claro, sem dúvida,  entende?, não é mesmo? É a linguagem das falas telefônicas, saudações e similares.
  12. 12. Funções da Linguagem • Explicar a própria linguagem (metalinguística) • Palavra-chave: código Esta função refere-se à metalinguagem, que ocorre quando o emissor explica um código usando o próprio código. É a poesia que fala da poesia, da sua função e do poeta, um texto que comenta outro texto. Exemplo: As gramáticas e os dicionários são exemplos de metalinguagem.
  13. 13. Funções da Linguagem • Recriar o próprio código (poética). • Palavra-chave: mensagem É aquela que põe em evidência a forma da mensagem, ou seja, que se preocupa mais em como dizer do que com o que dizer. O escritor, por exemplo, procura fugir das formas habituais e expressão, buscando deixar mais bonito o seu texto, surpreender, fugir da lógica ou provocar um efeito humorístico. Embora seja própria da obra literária, a função poética não é exclusiva da poesia nem da literatura em geral, pois se encontra com frequência nas expressões cotidianas de valor metafórico e na publicidade. Exemplos: a) “... a lua era um desparrame de prata”. (Jorge Amado) b) Em tempos de turbulência, voe com fundos de renda fixa. (Texto publicitário)
  14. 14. Exercícios sobre Funções da Linguagem 01. Os textos I e II trazem certa semelhança entre si. O que há de semelhante nos textos abaixo? a)A temática. b)A organização da linguagem. c)A forma de abordagem ao tema. d) A intenção discursiva. e)O posicionamento do narrador diante a matéria narrada. 02. Que aspectos distinguem os textos I e II, a partir da análise dos mesmos, considerando sua linguagem? a)denotação – função referencial (texto II). b)função poética – ênfase no assunto (texto II). c)criatividade linguística – função poética (texto II). d)ênfase na mensagem – função referencial (texto I). e)texto jornalístico – Ênfase no leitor (texto I).
  15. 15. Exercícios sobre Funções da Linguagem TEXTO I Mulher Assassinada Policiais que faziam a ronda no centro da cidade encontraram, na madrugada de ontem, perto da Praça da Sé, o corpo de uma mulher aparentando 30 anos de idade. Segundo depoimento de pessoas que trabalham em bares próximos, trata-se de uma prostituta conhecida como Poe Nenê. Ela foi assassinada a golpes de faca. A polícia descarta a hipótese de assalto, pois sua bolsa, com a carteira de dinheiro, foi encontrada junto ao corpo. O caso está sendo investigado pelo delegado do 2º distrito policial. Fonte: Jornal da Cidade, 10 set. 2004
  16. 16. Exercícios sobre Funções da Linguagem TEXTO II Pequena Crônica Policial Jazia no chão, sem vida, E estava toda pintada! Nem a morte lhe emprestava A sua grave beleza... Com fria curiosidade, Vinha gente a espiar-lhe a cara, As fundas marcas da idade, Das canseiras, da bebida... [...] Sem nada saber da vida, De vícios ou de perigos, Sem nada saber de nada... Com sua trança comprida, Os seus sonhos de menina, Os seus sapatos antigos! Fonte: Mário Quintana – Prosa & Verso
  17. 17. Exercícios sobre Funções da Linguagem 01. Os textos I e II trazem certa semelhança entre si. O que há de semelhante nos textos acima? a)A temática. b)A organização da linguagem. c)A forma de abordagem ao tema. d) A intenção discursiva. e)O posicionamento do narrador diante a matéria narrada. 02. Que aspectos distinguem os textos I e II, a partir da análise dos mesmos, considerando sua linguagem? a)denotação – função referencial (texto II). b)função poética – ênfase no assunto (texto II). c)criatividade linguística – função poética (texto II). d)ênfase na mensagem – função referencial (texto I). e)texto jornalístico – Ênfase no leitor (texto I).
  18. 18. Exercícios sobre Funções da Linguagem • 03. Leia o excerto abaixo extraído de uma suposta entrevista com Riobaldo, de Grande sertão: veredas. “Mire e veja o leitor e a leitora: se não houvesse Brasil, não haveria ‘Grande sertão: veredas’, não haveria Riobaldo. Deviam ter pensado que pelo menos para isso serviu. E o resto é silêncio. Ou melhor, mais uma pergunta senhor Riobaldo. O que é silêncio? O senhor sabe o que o silêncio é? É a gente mesmo, demais.” Alberto Pompeu de Toledo, Veja. Acima, predominam as seguintes funções da linguagem: a)Poética e fática. b)Conativa e metalinguística. c)Referencial e expressiva. d)Metalinguística e emotiva. e)Emotiva e poética.
  19. 19. Exercícios sobre Funções da Linguagem • 03. Leia o excerto abaixo extraído de uma suposta entrevista com Riobaldo, de Grande sertão: veredas. “Mire e veja o leitor e a leitora: se não houvesse Brasil, não haveria ‘Grande sertão: veredas’, não haveria Riobaldo. Deviam ter pensado que pelo menos para isso serviu. E o resto é silêncio. Ou melhor, mais uma pergunta senhor Riobaldo. O que é silêncio? O senhor sabe o que o silêncio é? É a gente mesmo, demais.” Alberto Pompeu de Toledo, Veja. Acima, predominam as seguintes funções da linguagem: a)Poética e fática. b)Conativa e metalinguística. c)Referencial e expressiva. d)Metalinguística e emotiva. e)Emotiva e poética.
  20. 20. Exercícios sobre Funções da Linguagem 04. Assinale a alternativa que traz função fática: a) "O homem letrado e a criança eletrônica não mais têm linguagem comum." (Rose-Marie Muraro) b) "O discurso comporta duas partes, pois necessariamente importa indicar o assunto de que se trata, e em seguida a demonstração. (...) A primeira destas operações é a exposição; a segunda, a prova." (Aristóteles) c) "Amigo Americano é um filme que conta a história de um casal que vive feliz com o seu filho até o dia em que o marido suspeita estar sofrendo de câncer." d) "Se um dia você for embora Ria se teu coração pedir Chore se teu coração mandar." (Danilo Caymmi & Ana Terra) e) "Olá, como vai? Eu vou indo e você, tudo bem? Tudo bem, eu vou indo em pegar um lugar no futuro e você? Tudo bem, eu vou indo em busca de um sono tranquilo..." (Paulinho da Viola)
  21. 21. Exercícios sobre Funções da Linguagem 04. Assinale a alternativa que traz função fática: a) "O homem letrado e a criança eletrônica não mais têm linguagem comum." (Rose-Marie Muraro) b) "O discurso comporta duas partes, pois necessariamente importa indicar o assunto de que se trata, e em seguida a demonstração. (...) A primeira destas operações é a exposição; a segunda, a prova." (Aristóteles) c) "Amigo Americano é um filme que conta a história de um casal que vive feliz com o seu filho até o dia em que o marido suspeita estar sofrendo de câncer." d) "Se um dia você for embora Ria se teu coração pedir Chore se teu coração mandar." (Danilo Caymmi & Ana Terra) e) "Olá, como vai? Eu vou indo e você, tudo bem? Tudo bem, eu vou indo em pegar um lugar no futuro e você? Tudo bem, eu vou indo em busca de um sono tranquilo..." (Paulinho da Viola)
  22. 22. Exercícios sobre Funções da Linguagem 05. Leia a estrofe abaixo: "Oh! ter vinte anos sem gozar de leve A ventura de uma alma de donzela! E sem na vida ter sentido nunca Na suave atração de um róseo corpo Meus olhos turvos se fechar de gozo! Álvares de Azevedo A presença da interjeição, as exclamações e a 1ª pessoa gramatical identificam no texto a função da linguagem: a) Poética. b) Conativa. c) Referencial. d) Metalinguística. e) Emotiva.
  23. 23. Exercícios sobre Funções da Linguagem 05. Leia a estrofe abaixo: "Oh! ter vinte anos sem gozar de leve A ventura de uma alma de donzela! E sem na vida ter sentido nunca Na suave atração de um róseo corpo Meus olhos turvos se fechar de gozo! Álvares de Azevedo A presença da interjeição, as exclamações e a 1ª pessoa gramatical identificam no texto a função da linguagem: a) Poética. b) Conativa. c) Referencial. d) Metalinguística. e) Emotiva.
  24. 24. TIPOS DE LINGUAGEM 1. VERBAL: aquela que utiliza a língua (oral ou escrita), que tem a palavra, ou signos linguísticos, por sinal. As diferentes linguagens representam uma dada realidade por meio de signos, isto é, de sinais que significam. Assim, dependendo dos sinais utilizados, pode-se falar em duas formas de linguagem:
  25. 25. TIPOS DE LINGUAGEM NÃO-VERBAL: aquela que utiliza qualquer código que não seja a palavra, como a música, que tem o som por sinal, a dança, que tem o movimento por sinal, a mímica, que tem o gesto por sinal, a pintura, a fotografia e a escultura, que têm a imagem por sinal etc. ““A leitura não-verbal é uma maneira peculiar de ler: visão/leitura, espécie de olhar tátil, multissensível (...). Não se ensina como ler o não-verbal: exige uma leitura, se não desorganizada, pelo menos sem ordem estabelecida, convencional ou sistematizada.” Ferrara (1996, p. 19.)
  26. 26. Cartão vermelho – denúncia de falta grave no futebol. Charge do autor Tacho – exemplo de linguagem verbal (óxente, polo norte 2100) e não verbal (imagem: sol, cactus, pinguim). Placas de trânsito – à frente “proibido andar de bicicleta”, atrás “quebra-molas”. Símbolo que se coloca na porta para indicar “sanitário masculino”. Imagem indicativa de “silêncio”.
  27. 27. LÍNGUA E CÓDIGO • As articulações da Língua – O ser humano comunica-se com seus semelhantes por meio de mensagens de diversos tipos: visuais (imagens, pinturas, filmes, etc.), auditivas (música, ruídos, etc.), gestuais (gesticulação, dança). Contudo, a comunicação só se completa plenamente com a utilização da língua. Comunicar, portanto, é a função principal de determinado sistema linguístico.
  28. 28. LÍNGUA E CÓDIGO • Significante e significado – Ao transmitir nossas ideias, utilizamo-nos de combinações de palavras, chamadas signos linguísticos. Estes apresentam sempre dois elementos inseparáveis: os sons que os compõem e a ideia que transportam. – Observemos, por exemplo, a palavra gato. A sucessão de sons, representados entre barras oblíquas (/g/ /a/ /t/ /o/), produz uma imagem sonora em nosso cérebro. É o significante. A ideia que associamos a esse signo (animal doméstico, pertencente à família dos felinos) constitui o significado da palavra.
  29. 29. LÍNGUA E CÓDIGO • A primeira articulação da língua – Para falar uma língua, não basta memorizar um repertório de palavras. É necessário saber combiná-las. Assim, na língua portuguesa, por exemplo, não é suficiente apenas relacionar uma série de vocábulos para formular um pensamento. – Observe: Cidade neste moro. Os signos são conhecidos, porém não se combinam porque não há uma relação lógica entre eles. O relacionamento correto das palavras resulta em: Moro nesta cidade.
  30. 30. LÍNGUA E CÓDIGO • A primeira articulação da língua Quando os signos linguísticos se relacionam corretamente, formando uma sequência lógica, temos a primeira articulação da língua. • A segunda articulação –A segunda articulação da língua é exatamente a combinação de fonemas dentro de cada signo. –A mensagem oral implica a emissão de certos sons pelo chamado aparelho fonador (cordas vocais, cavidade bucal, fossas nasais, língua, etc.)
  31. 31. LÍNGUA E CÓDIGO • A segunda articulação – Como identificar esses sons? Comparemos: • Pato fato • Ao pronunciar essas duas palavras, notamos que existe uma diferença de significado entre elas. Do ponto de vista dos significantes, a única distinção está no /p/ e no /f/: unidades de som capazes de produzir uma mudança de significado pela simples troca de uma pela outra. Essas unidades recebem o nome de fonemas. • Fonemas são, portanto, as unidades fônicas distintas da palavra.
  32. 32. LÍNGUA E CÓDIGO • Em resumo, a língua é um sistema que possui duas articulações: na primeira, os signos se combinam, formando sequências lógicas; na segunda, os fonemas se associam, formando signos. – O número de signos de uma língua é ilimitado. A cada instante, dependendo da situação, podem criar novos vocábulos. – O número de fonemas, por sua vez, é limitado dentro de uma sistemas linguístico. Entretanto, com poucos fonemas podemos formar grande quantidade de signos, simplesmente comutando um por outro. Assim: lata, mata, pata, data, etc.
  33. 33. Linguagem e Comunicação A comunicação estabelece-se mediante o uso da linguagem, seja ela verbal (uso de palavras) ou não verbal (sinais, imagens, expressão corporal, mímica). É, portanto, a linguagem uma faculdade que possibilita ao homem exprimir estados mentais.
  34. 34. Tipos de Linguagem
  35. 35. Adequação da Linguagem Frase de Evanildo Bechara: “Como de manhã, a pessoa abre seu guarda-roupa para escolher a roupa adequada para os momentos sociais que ela enfrentará durante o dia, assim também deve existir na educação linguística, um guarda-roupa linguístico, em que o aluno saiba escolher as modalidades adequadas a falar com gíria, falar popularmente, a saber e poder entender um colega que veio do Norte ou Sul com seus falares locais. E, ainda saiba usar de forma solene essa Língua exemplar que é o patrimônio de nossa cultura.”
  36. 36. Adequação da Linguagem A mensagem precisa estar adequada a quem vai recebê-la. Para que quem a receba possa compreendê-la de forma correta.
  37. 37. Língua Oral x Língua Escrita Língua Oral Língua Escrita Vocabulário restrito e repetições de palavras Vocabulário amplo e variado Emprego de gíria Emprego de termos técnicos Uso de onomatopéias Uso de vocabulário eruditos e abstratos Empregos restritos de certos tempos verbais Emprego do mais-que-perfeito, subjuntivo, futuro do pretérito Ausência de rigor na colocação pronominal Rigor na colocação pronominal Supressão de pronomes relativos, como cujo Emprego de pronomes relativos Frases feitas, clichês, chavões, provérbios Uso criativo de frases Frases inacabadas Frases construídas com rigor gramatical
  38. 38. Variantes Linguísticas Uma língua nunca é falada da mesma forma, sendo que ela estará sempre sujeita a variações, como: diferença de épocas (o português falado hoje é diferente do português de 50 anos atrás), regionalidade (diferentes lugares, diferentes falas), grupo social (uso de “etiqueta”, assim como gírias por determinadas “tribos”) e ainda as diferentes situações (fala formal e informal).
  39. 39. Exercício de aplicação Faça um levantamento de regras de variação presentes na linguagem de amigos e familiares observados durante vários tipos de interação
  40. 40. Níveis da Linguagem A comunicação concretiza-se quando o falante (emissor) ajusta sua linguagem ao destinatário. A língua oferece uma multiplicidade de possibilidades de usos que são atualizados conforme as exigências do momento da comunicação. Assim, o emissor utiliza uma variante mais elaborada da língua portuguesa se o texto que escreve se destina a pessoas de grau elevado de instrução; se se dirige a um público de grau de escolarização reduzido, faz uso de uma variante mais adequada a esse nível.
  41. 41. Registros ou Níveis da Fala
  42. 42. Registros ou Níveis da Fala Uma boa redação empresarial deve fazer uso linguagem coloquial cuidada, ou semiformal. A galera deu a maior força pro gerentão. O pessoal deu força pro gerente. O pessoal apoiou o gerente.
  43. 43. Registros ou Níveis da Fala Uma boa redação empresarial deve fazer uso linguagem coloquial cuidada, ou semiformal. A galera deu a maior força pro gerentão. Exemplifica a linguagem popular devido ao excessivo uso de gíria O pessoal deu força pro gerente. Exemplifica a linguagem popular coloquial, pois utiliza menos gíria. O pessoal apoiou o gerente. Exemplifica a linguagem culta ou formal, porque não se utiliza de gírias.
  44. 44. Registros ou Níveis da Fala Conclusão: A Linguagem Popular Vulgar usa gírias exageradamente. A Linguagem Popular Coloquial usa gírias moderadamente. A Linguagem Culta ou formal não usa gírias.
  45. 45. Exercícios 1. Reescreva as frases abaixo, mudando a linguagem coloquial para formal: a) Aí, tô dentro. b) E aí, ela pirou. c) O cara tá ligadão... d) O goleiro levou um frangaço. e) Tô te filmando, pessoa. f) O bandido dançou. g) Vai lá: é 0800! 2. Determine se a construção é formal ou informal e reescreva estas, tornando-as coerentes com textos empresariais: a) A gente sabe fazer tudo isso. b) Nós podemos receber esse apoio de vocês. c) A menina encontrou ele na praia. d) Os americanos se tornaram menos mal vistos com a eleição de Obama. e) Trouxeram dois livros para mim ler. f) Espere aí, quero falar consigo. g) Toma o seu casaco e vá embora!
  46. 46. Exercícios / Respostas 1. Reescreva as frases abaixo, mudando a linguagem coloquial para formal: a) Olhem, eu aceito. b) Meu amigo, ela enlouqueceu. c) O moço está atento demais (ou drogado). d) O goleiro sofreu um gol defensável. e) Rapaz, estou observando você. f) O marginal foi apanhado (ou preso, ou morto). g) Vá, lá: é gratuito! 2. Determine se a construção é formal ou informal e reescreva estas, tornando- as coerentes com textos empresariais: a) A gente sabe fazer tudo isso. Informal; formal: Nós sabemos.... b) Nós podemos receber esse apoio de vocês. Formal c) A menina encontrou ele na praia. Informal; formal: A menina encontrou-o (ou o encontrou).... d) Os americanos se tornaram menos mal vistos com a eleição de Obama. Formal. e) Trouxeram dois livros para mim ler. Informal; formal:....para eu ler. f) Espere aí, quero falar consigo. Informal; forma:.....quero falar com você. g) Toma o seu casaco e vá embora! Informal; formal: Tome seu casaco e vá embora ou Toma o teu casaco e vai embora.
  47. 47. Exercícios 6. Escolha a opção ideal, em termos de clareza, para completar cada frase. a)Marcamos um encontro com a intenção de__________.(acertarmos os ponteiros / chegarmos a um acordo) b)O clube declarou que o complexo esportivo de Paranaguá estava_______________.(a nosso inteiro dispor / disponível para nós) c)A atuação do time, no jogo de sábado, foi uma_________________. (agradável surpresa / surpresa positiva) d)A crise econômica exigia que todos__________________. (apertassem os cintos / fossem comedidos) e)A escolha do vice-governador para Secretário de Obras_____________.(caiu como uma luva / foi acertadíssima) f)Parece mesmo que o atacante paranaense é a ________________. (melhor indicação / bola da vez) g)Fazia, naquele verão, um _______________. (calor insuportável / calor senegalesco) h)Parece que nossa tentativa de explicação foi__________.(chover no molhado / inútil)
  48. 48. Exercícios 6. Escolha a opção ideal, em termos de clareza, para completar cada frase. a)Marcamos um encontro com a intenção de__________.(acertarmos os ponteiros / chegarmos a um acordo) b)O clube declarou que o complexo esportivo de Paranaguá estava_______________.(a nosso inteiro dispor / disponível para nós) c)A atuação do time, no jogo de sábado, foi uma_________________. (agradável surpresa / surpresa positiva) d)A crise econômica exigia que todos__________________. (apertassem os cintos / fossem comedidos) e)A escolha do vice-governador para Secretário de Obras_____________.(caiu como uma luva / foi acertadíssima) f)Parece mesmo que o atacante paranaense é a ________________. (melhor indicação / bola da vez) g)Fazia, naquele verão, um _______________. (calor insuportável / calor senegalesco) h)Parece que nossa tentativa de explicação foi__________.(chover no molhado / inútil)
  49. 49. Níveis de Linguagem Para resolver essas chamadas questões de correções de frase são aconselháveis tomar os seguintes cuidados: •checar problemas de acentuação, crase e grafias problemáticos; •observar o verbo (conjugação, concordância, regência); •observar os pronomes (colocação, função sintática); •observar se as palavras estão sendo utilizadas em sua forma e sentido correto.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×