Agrupamento de escolas  Dr. Azevedo Neves  2008/2009 Formação Tecnológica 1 Formadora: Isabel Almeida Santos
<ul><li>Técnicas e Procedimentos  </li></ul><ul><li>na Observação e Conhecimento Individualizados  </li></ul><ul><li>das C...
1- Educação e Adaptação <ul><li>Adaptação de uma Criança de 2 a 3 anos a uma Escola :   </li></ul><ul><li>- Depende sobret...
Como Ajudar a Criança que sente Medo de ir à Escola? <ul><li>Devemos ajudá-la com calma  </li></ul><ul><li>e muita tranqui...
O que podemos fazer ? <ul><li>- Efectivamente, para o(s) Encarregado(s) de Educação, é muito difícil fazer frente a este p...
A) Vantagens do Bilinguismo na Criança <ul><li>- Algum(ns) Encarregado(s) de Educação consideram que a aprendizagem de um ...
B) Desenho Infantil <ul><li>O desenho evolui paralelamente com o desenvolvimento da criança </li></ul>- Deve-se estimular ...
Como Interpretar os Desenhos das Crianças? <ul><li>O desenho na infância pode ser  </li></ul><ul><li>um canal de comunicaç...
C) Estímulo Musical para Bebés e Crianças  <ul><li>- A iniciação musical deveria começar  no seio da família.  </li></ul><...
D) Como escolher a(s) Actividade(s) Extra-Escolar(es) mais adequada para o educando? <ul><li>Áreas e Desportos:  </li></ul...
Questões <ul><li>Considera importante que a criança desenvolva a competência  bilinguística ? </li></ul><ul><li>b)  A expo...
WEBGRAFIA <ul><li>http://br.guiainfantil.com/adaptacao-escola/78-adaptacao-de-criancas-com-2-e-3-anos-.html </li></ul><ul>...
<ul><li>Trabalho realizado por: </li></ul><ul><li>Formanda Clara Amorim  </li></ul><ul><li>e  </li></ul><ul><li>Formanda M...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Educação, Adaptação e Aprendizagem, Mónica Almeida e Clara Amorim (FT1)

2,698 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,698
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
23
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Educação, Adaptação e Aprendizagem, Mónica Almeida e Clara Amorim (FT1)

  1. 1. Agrupamento de escolas Dr. Azevedo Neves 2008/2009 Formação Tecnológica 1 Formadora: Isabel Almeida Santos
  2. 2. <ul><li>Técnicas e Procedimentos </li></ul><ul><li>na Observação e Conhecimento Individualizados </li></ul><ul><li>das Crianças </li></ul>
  3. 3. 1- Educação e Adaptação <ul><li>Adaptação de uma Criança de 2 a 3 anos a uma Escola : </li></ul><ul><li>- Depende sobretudo da atitude da Educadora e da Técnica de Acção Educativa, e menos da criança. </li></ul><ul><li>- De facto, ela não sabe que vai à escola, mas os funcionários da Escola (pessoal docente e não docente) devem estar preparados para recebê-la. </li></ul><ul><li>- Este trabalho de preparação deverá ser compartilhado com o(s) Encarregado(s) de Educação. </li></ul>
  4. 4. Como Ajudar a Criança que sente Medo de ir à Escola? <ul><li>Devemos ajudá-la com calma </li></ul><ul><li>e muita tranquilidade. </li></ul><ul><li>- Em geral, dirigir-se à Escola, é um evento agradável para as crianças pequenas. </li></ul><ul><li>- Infelizmente, para outras, ir para a Escola leva a estados de pânico. </li></ul><ul><li>- Assim, O(s) Encarregado(s) de Educação têm motivos suficientes de preocupação quando a criança adoece devido à tensão: existem crianças que fingem estar doentes ou exageram os sintomas físicos para ficarem em casa e não ir à Escola. </li></ul><ul><li>- A criança entre cinco e dez anos de idade, que se comporta desta maneira, está a sofrer por ter de deixar a segurança da família e da casa. </li></ul>
  5. 5. O que podemos fazer ? <ul><li>- Efectivamente, para o(s) Encarregado(s) de Educação, é muito difícil fazer frente a este pânico infantil. </li></ul><ul><li>- Contudo, esses “medos” podem tratar-se com êxito, com ou sem ajuda profissional: tudo dependerá do grau de temor que a criança tenha. </li></ul><ul><li>- Se os pais notam que pode ser algo passageiro, é questão de insistir em levá-lo para a Escola e tudo deverá passar num curto espaço de tempo. </li></ul>
  6. 6. A) Vantagens do Bilinguismo na Criança <ul><li>- Algum(ns) Encarregado(s) de Educação consideram que a aprendizagem de um segundo idioma pode representar um freio e inclusive um atraso no desenvolvimento linguístico da criança, ainda que não existam provas concretas a respeito. </li></ul><ul><li>- Uma vez ou outra, a criança poderá confundir alguma palavra entre os dois idiomas, mas esses casos são normais a princípio, principalmente quando os idiomas apresentam palavras semelhantes. No entanto, essas pequenas falhas podem desaparecer com o tempo. </li></ul><ul><li>- Assim a criança, até aos 7 anos de idade, pode ser exposta a diferentes línguas, de raiz etimológica similar, sem que tal seja prejudicial para um correcto desenvolvimento cognitivo. </li></ul>2- Educação e Aprendizagem
  7. 7. B) Desenho Infantil <ul><li>O desenho evolui paralelamente com o desenvolvimento da criança </li></ul>- Deve-se estimular um bebé de um ano e meio, por exemplo, deixando-o ter contacto com material de pintura, adequado à sua idade (por exemplo, os lápis de cera, que têm a ponta arredondada, são mais grossos e fáceis de manusear por crianças numa fase importante do desenvolvimento da motricidade). De facto, nessa idade, muitas crianças já poderão segurar um lápis e fazer seus primeiros rabiscos. - De igual modo, deverá oferecer-se estímulos de ordem visual, por forma a potenciar a criatividade na criança.
  8. 8. Como Interpretar os Desenhos das Crianças? <ul><li>O desenho na infância pode ser </li></ul><ul><li>um canal de comunicação com o mundo exterior. </li></ul><ul><li>-Segundo os psicólogos da Universidade de Desenvolvimento Psicológico e Educativo de San Salvador , no Brasil, só uma pessoa especializada -como os técnicos especializados na área da Pedopsiquiatria- pode interpretar os desenhos, seguindo protocolos estabelecidos para esse fim. Esta convicção releva de questões éticas, reconhecidas pela comunidade científica. </li></ul>
  9. 9. C) Estímulo Musical para Bebés e Crianças <ul><li>- A iniciação musical deveria começar no seio da família. </li></ul><ul><li>- O(s) Encarregado(s) devem introduzir nos bebés, desde os seus primeiros passos, os prazeres do ritmo e dos sons, pois estes: </li></ul><ul><li>* gostam muito de dançar e bater palmas; </li></ul><ul><li>* ficam serenos se lhes cantam canções com suavidade. </li></ul>
  10. 10. D) Como escolher a(s) Actividade(s) Extra-Escolar(es) mais adequada para o educando? <ul><li>Áreas e Desportos: </li></ul><ul><li>representação, música, pintura, patinagem, ténis, natação, ballet, computador, línguas… </li></ul><ul><li>- A oferta de actividades extra-escolares é cada dia mais diversificada, o que permite encontrar aquela(s) mais adequada(s) às necessidades do(a) bebé/criança. </li></ul><ul><li>- Inversamente, esta variedade pode apresentar dificuldades a(os) Encarregado(s) de Educação, menos informados. Como tal, deve(m) recorrer aos Técnicos (por exemplo: Centro de Saúde e da Escola). </li></ul><ul><li>- A maioria das escolas e ATL’s já oferecem uma vasta gama de actividades, devidamente orientadas, evitando assim incómodos na organização “logística” da familiar, bem como na deslocação desnecessária do educando. </li></ul>
  11. 11. Questões <ul><li>Considera importante que a criança desenvolva a competência bilinguística ? </li></ul><ul><li>b) A exposição à música é pertinente , logo nos primeiros meses de vida do bebé? </li></ul><ul><li>Quando as crianças não querem ir à Escola, deve-se </li></ul><ul><li>recorrer à ajuda de terceiros para que a adaptação seja mais célere? </li></ul>
  12. 12. WEBGRAFIA <ul><li>http://br.guiainfantil.com/adaptacao-escola/78-adaptacao-de-criancas-com-2-e-3-anos-.html </li></ul><ul><li>http://static.blogstorage.hi-pi.com/bloguedobebe.com/p/pa/pati/images/mn/1191842430.jpg </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Trabalho realizado por: </li></ul><ul><li>Formanda Clara Amorim </li></ul><ul><li>e </li></ul><ul><li>Formanda Mónica Almeida </li></ul>

×