Criança, Família e Escola, Lurdes Serrano (FT1)

3,206 views
3,069 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,206
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
23
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Criança, Família e Escola, Lurdes Serrano (FT1)

  1. 1. Relacionamento e Educação na Infância Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves Ano Lectivo 2008/2009 <ul><li>Disciplina FT1 </li></ul><ul><li>Professora : </li></ul><ul><li>Isabel Almeida Santos </li></ul>
  2. 2. CRIANÇA, FAMÍLIA, ESCOLA, QUE RELAÇÃO? Todos os pais têm um projecto para os seus filhos, quando chega a altura de estes irem para a escola. Mas este projecto não é o mesmo em todas as famílias.
  3. 3. <ul><li>Os pais! </li></ul>Existem os pais familiarizados com a escola e suas práticas, estes pais têm imagens e projectos diversos. Desde logo, influencia as crianças a terem interesse, curiosidade, atitudes, objectivos a dominar e adquirir instrumentos culturais.  
  4. 4. Estes, mostram mais interesse no acompanhamento escolar e educação dos seus filhos Desde logo, influencia as crianças a terem interesse, curiosidade, atitudes, objectivos a dominar e adquirir instrumentos culturais. Acompanhamento dos pais
  5. 5. Os pais iletrados E existem os pais vítimas de iliteracia ou seja, pouco familiarizados com a escola e suas práticas, a esse respeito, vão ter imagens e projectos diferentes com os filhos.
  6. 6. E estes preconceitos sobre a escola exercem, desde logo, influência sobre as crianças, nas expectativas, interesses, curiosidade, atitudes, (imagens) sobre a escola. Criança família, que relação?
  7. 7. Os pais e a criança <ul><li>Os pais pouco familiarizados com a escola não têm a percepção da responsabilidade que estes podem adquirir e dominar com essa aprendizagem, por exemplo: </li></ul><ul><li>-Linguagem, capacidade de relacionamento, ou acções. </li></ul>Os pais da criança agem, falam jogam segundo os seus conhecimentos e aptidões em virtude de modelos culturais que os rodeiam .
  8. 8. Conclusão <ul><ul><ul><ul><li>Trabalho realizado: </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Formanda: </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Lurdes Serrano </li></ul></ul></ul></ul>Assim as crianças agem segundo os modelos culturais, não só pelo seu património genético mas sim os que escolhem ou lhe impõem, como a pobreza.

×