Cursos EFA: Nível Básico Ano Letivo 2011/2012
Não quero que minha casa seja cercada por muros de todos oslados e que as minhas janelas estejam tapadas.Quero que as cult...
VOLUNTARIADOO voluntariado é uma atividade inerente ao exercício decidadania que se traduz numa relação solidária para com...
ORGANIZAÇÕES PROMOTORASSão entidades que integram voluntários, desenvolvematividades de voluntariado e que se integrem num...
PRINCÍPIOS ENQUADRADORES DO                        VOLUNTARIADOO voluntariado obedece aos princípios:      da solidariedad...
DIREITOS DO VOLUNTÁRIODesenvolver um trabalho de acordocom            os              seusconhecimentos,    experiências  ...
DEVERES DO VOLUNTÁRIOObservar e respeitar as normas e princípioséticos da organização promotora;Efetuar algum tipo de form...
Entidade Promotora do Voluntariado            em Estudo
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME  Os Bancos Alimentares, são uma emanação da sociedade civil  e devem ser por ela, alimentado...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                O Banco Alimentar Contra a Fome é uma                resposta necessária mas ...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                               Objetivo           O objectivo principal do Banco           Al...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME             Federação Portuguesa dos     Bancos Alimentares Contra a Fome               A Fe...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOMEEstá prevista a participação das instituições?                        As instituições podem c...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                     Abastecimento             O Banco Alimentar recebe toda a             qu...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                     Abastecimento             Os Bancos Alimentares possuem uma             ...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                            Abastecimento                                Os Bancos Alimentare...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                            DistribuiçãoOs Bancos Alimentares recolhem e dist...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                    FuncionamentoOs Bancos Alimentares, estão organizados em ...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME         Despesas de Funcionamento CorrenteAs despesas de funcionamento inevitáveis, são supo...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                 Estatísticas                          Só em 2011 o conjunto ...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                     Estatísticas: Setúbal     Toneladas de Alimentos Recebid...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                     Estatísticas: Setúbal             Instituições Apoiadas ...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                         Estatísticas: Setúbal                 Pessoas Assist...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                     Estatísticas: A Nível Nacional                Produtos Recebidos por Ano...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                              Estatísticas: A Nível Nacional                     Instituições...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                           Estatísticas: A Nível Nacional             Nº de Pessoas Assistida...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                         NotíciasMuseu do Pão entrega 25 toneladas de pão a B...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                      Notícias Campanha "Papel por Alimentos" Esta ação vai s...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                                            NotíciasCampanha "Papel por Alimentos"A campanha ...
BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME                          Notícias                   E para chegar aos mais                  ...
A NOSSA EXPERIÊNCIA COMO VOLUNTÁRIOS                   ARMAZÉM DO BANCO ALIMENTAR                     CONTRA A FOME DE SET...
A NOSSA EXPERIÊNCIA COMO VOLUNTÁRIOS                         Na campanha realizada em                         Novembro de ...
A NOSSA EXPERIÊNCIA COMO VOLUNTÁRIOS                       Iremos estar como voluntários                       num hiperme...
Efa voluntariado
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Efa voluntariado

1,252 views
1,143 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,252
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
855
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Efa voluntariado

  1. 1. Cursos EFA: Nível Básico Ano Letivo 2011/2012
  2. 2. Não quero que minha casa seja cercada por muros de todos oslados e que as minhas janelas estejam tapadas.Quero que as culturas de todos os povos andem pela minhacasa com o máximo de liberdade possível. Mahatma Gandhi
  3. 3. VOLUNTARIADOO voluntariado é uma atividade inerente ao exercício decidadania que se traduz numa relação solidária para como próximo.Corresponde a uma decisão livre e voluntária apoiadaem motivações e opções pessoais que caracterizam ovoluntário. Fonte: Pedro Dias, Centro Social e Paroquial de Pinhal Novo
  4. 4. ORGANIZAÇÕES PROMOTORASSão entidades que integram voluntários, desenvolvematividades de voluntariado e que se integrem numa dasseguintes categorias: Pessoas coletivas de direito público de âmbito nacional, regional ou local; Pessoas coletivas de utilidade pública administrativa; Pessoas coletivas de utilidade pública, incluindo as instituições particulares de solidariedade social. Fonte: Pedro Dias, Centro Social e Paroquial de Pinhal Novo
  5. 5. PRINCÍPIOS ENQUADRADORES DO VOLUNTARIADOO voluntariado obedece aos princípios: da solidariedade da participação da cooperação da complementaridade da gratuitidade da responsabilidade da convergência Fonte: Pedro Dias, Centro Social e Paroquial de Pinhal Novo
  6. 6. DIREITOS DO VOLUNTÁRIODesenvolver um trabalho de acordocom os seusconhecimentos, experiências emotivações;Ter acesso a programas de formaçãoinicial e contínua;Receber apoio no desempenho do seutrabalho;Ter ambiente de trabalho favorável eem condições de higiene e segurança;Ser reconhecido pelo trabalho quedesenvolve. Pedro Dias, Centro Social e Paroquial de Pinhal Novo Fonte:
  7. 7. DEVERES DO VOLUNTÁRIOObservar e respeitar as normas e princípioséticos da organização promotora;Efetuar algum tipo de formação para ummelhor desenvolvimento das atividadesrealizadas;Respeitar as opções e orientações dosprofissionais das organizações promotoras;Utilizar, durante as atividades, a suaidentificação como voluntário e nuncaassumir o papel de representante daorganização promotora. Fonte: Pedro Dias, Centro Social e Paroquial de Pinhal Novo
  8. 8. Entidade Promotora do Voluntariado em Estudo
  9. 9. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Os Bancos Alimentares, são uma emanação da sociedade civil e devem ser por ela, alimentados com trabalho voluntário, produtos e fundos. Não se pretende uma caridade condescendente: a resposta dos dadores deve ser um gesto consciente, uma opção de cidadania que vai contribuir para criar mais justiça e mais equidade. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  10. 10. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME O Banco Alimentar Contra a Fome é uma resposta necessária mas provisória porque "toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente que lhe assegure e à sua família a saúde e o bem- estar, principalmente quanto à alimentação, ao vestuário, ao alojamento, à assistência médica e ainda aos serviços sociais necessários“. (Excerto do artigo 25º da Declaração Universal dos Direitos do Homem). Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  11. 11. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Objetivo O objectivo principal do Banco Alimentar, é a luta contra o desperdício. Até porque vivemos numa economia de mercado que gera excedentes alimentares em perfeitas condições de consumo, mas que por razões diversas não são comercializáveis. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  12. 12. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome A Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, coordena a ação dos Bancos associados, representa- os junto dos poderes públicos, das empresas de âmbito nacional e de organizações internacionais, gere a rede disponibilizando informação e meios materiais. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  13. 13. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOMEEstá prevista a participação das instituições? As instituições podem contribuir para o Banco Alimentar, mas a sua participação não deve ser financeira; deve revestir outras formas como a participação de pessoas na vida diária do Banco, a cedência de viaturas para as campanhas, etc. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  14. 14. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Abastecimento O Banco Alimentar recebe toda a qualidade de géneros alimentares, ofertas de empresas e particulares, em muitos casos excedentes de produção da indústria agro-alimentar, produtos com embalagens deterioradas, géneros com prazos de validade em vias de expiração, excedentes agrícolas e da grande distribuição, e ainda produtos de intervenção da União Europeia. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  15. 15. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Abastecimento Os Bancos Alimentares possuem uma organização logística profissional para: a recolha e o encaminhamento de produtos alimentares; a sua triagem e armazenagem; o controlo de qualidade; o armazenamento em frio. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  16. 16. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Abastecimento Os Bancos Alimentares apenas distribuem aquilo que possuem. Não são supermercados mas partilham a totalidade das dádivas que recebem. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  17. 17. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME DistribuiçãoOs Bancos Alimentares recolhem e distribuem localmente váriasmilhares de toneladas de produtos e apoiam ao longo de todo o ano aação de muitas instituições em Portugal. Por sua vez, estasdistribuem refeições confecionadas e cabazes de alimentos apessoas comprovadamente carenciadas.Os Bancos Alimentares não distribuem diretamente às pessoascarenciadas mas passam obrigatoriamente pelo canal de instituiçõeslocais, grupos ou comunidades que conhecem e apoiam as pessoasem situação de pobreza. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  18. 18. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME FuncionamentoOs Bancos Alimentares, estão organizados em seis comissões: Comissão de Abastecimento Comissão de Voluntários Comissão de Distribuição Comissão Administrativa e Financeira Comissão Técnica Comissão de Imagem e Relações Públicas Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  19. 19. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Despesas de Funcionamento CorrenteAs despesas de funcionamento inevitáveis, são suportadas por: dádivas de materiais e equipamento; assunção das despesas de exploração por terceiros; donativos e subsídios; quotas de associados. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  20. 20. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas Só em 2011 o conjunto dos 19 Bancos Alimentares existentes em Portugal e ilhas, recebeu mais de 30 mil toneladas de bens alimentares e apoiou 2.100 instituições que por sua vez assistiram cerca de 320.000 pessoas carenciadas. Fonte: http://www.bancoalimentar.pt
  21. 21. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas: Setúbal Toneladas de Alimentos Recebidas por Ano em SetúbalAno 2010 3789Ano 2009 3675Ano 2008 2176Ano 2007 2835Ano 2006 2337Ano 2005 2600Ano 2004 1649Ano 2003 1361Ano 2002 1027Ano 2001 725 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 4000
  22. 22. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas: Setúbal Instituições Apoiadas por Ano em Setúbal140120100 80 140 136 136 136 136 60 105 40 65 68 55 20 34 0 Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  23. 23. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas: Setúbal Pessoas Assistidas por Ano em Setúbal30000 25690 24752 2544225000 22439 22500 2287720000 1478915000 12769 11750 9500100005000 0 Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  24. 24. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas: A Nível Nacional Produtos Recebidos por Ano no País Ano 2010 26542 Ano 2009 23086 Ano 2008 17406 Ano 2007 19919 Ano 2006 17926 Ano 2005 17704 Ano 2004 13790 Ano 2003 12221 Ano 2002 10967 Ano 2001 10156 0 5000 10000 15000 20000 25000 30000
  25. 25. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas: A Nível Nacional Instituições Apoiadas por Ano no País 197320001800 1699 1542 152816001400 1239 1148 11731200 1032 9471000 826800600400200 0 Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  26. 26. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Estatísticas: A Nível Nacional Nº de Pessoas Assistidas por Ano a Nível Nacional350000 297946300000 260855 249593250000 232754 216409 209445 200407 203075200000 183270 19193515000010000050000 0 Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  27. 27. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME NotíciasMuseu do Pão entrega 25 toneladas de pão a Bancos AlimentaresA ação “Pão para um milhão” estende-se até ao final do mês demaio de 2012 e vai entregar 25 toneladas de Pão São a cinco BancosAlimentares localizados em: Lisboa (11 toneladas), Porto (6 toneladas), Aveiro (2 toneladas), Setúbal (4 toneladas) e Faro (2 toneladas).
  28. 28. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Notícias Campanha "Papel por Alimentos" Esta ação vai ser desenvolvida em parceria com a Quima, empresa de recolha e recuperação de desperdícios, que por cada tonelada de papel recolhido vai entregar o equivalente a 100 euros em alimentos, indicados pela Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares.
  29. 29. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME NotíciasCampanha "Papel por Alimentos"A campanha tem também uma ambição de mudança dementalidades e atitudes. Para o efeito foram produzidos pelaCopidata toalhetes de refeição, através dos quais se pretendedifundir a ideia de que é possível ser solidário se se tiver atenção àpossibilidade de doar ou reciclar bens que, à primeiravista, parecem não ter valor (neste caso o papel).
  30. 30. BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME Notícias E para chegar aos mais jovens, serão colocados toalhetes de refeição precisamente com esta mensagem em cantinas de universidades e escolas.
  31. 31. A NOSSA EXPERIÊNCIA COMO VOLUNTÁRIOS ARMAZÉM DO BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME DE SETÚBAL
  32. 32. A NOSSA EXPERIÊNCIA COMO VOLUNTÁRIOS Na campanha realizada em Novembro de 2011 estivemos num dos armazéns do Banco Alimentar, situado em Setúbal.
  33. 33. A NOSSA EXPERIÊNCIA COMO VOLUNTÁRIOS Iremos estar como voluntários num hipermercado do concelho de Palmela na próxima recolha de alimentos do banco alimentar contra a fome, a decorrer de 26 a 27 de maio.

×