• Save
Capitulo 02 - E-Business global e colaboração
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Capitulo 02 - E-Business global e colaboração

on

  • 1,640 views

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração

Statistics

Views

Total Views
1,640
Views on SlideShare
1,633
Embed Views
7

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 7

http://www.linkedin.com 5
http://everton.pro 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • Você pode iniciar a discussão da aula com uma pergunta que faça os alunos comentarem de que maneira utilizam o computador no trabalho. Se poucos deles tiverem experiências para relatar, pergunte de que maneira utilizam o computador na vida social ou estudantil. Eles conseguem imaginar a vida sem computadores ou sistemas?
  • Pergunte aos alunos qual seria a menor quantia em dinheiro que imaginam ser possível pagar por um carro. Eles se interessariam por um carro como o Tata Nano?
  • Dentre as vantagens que o Tata Motors obtém com o DELMIA estão a entrega mais rápida ao mercado de novos carros de passageiros (até seis meses mais rápido do que anteriormente), a fácil identificação de áreas nas quais ocorre sobrecarga de trabalho e a alocação mais eficiente de recursos, além da redução em 20% no custo de planejamento da manufatura.
  • Enfatize cada um dos elementos na definição de “empresa”. O que significa “empresa formal”? De que maneira as empresas podem ser diferentes em função do que oferecem (produtos versus serviços)? Qual o papel do lucro nas empresas?
  • Enfatize que cada uma das funções é crítica para qualquer empresa, e explique que o produto ou serviço está no centro do diagrama porque “direciona” o modo como cada empresa trata cada uma das quatro funções empresariais básicas.
  • Qualquer empresa pode ser descrita com base nesses cinco elementos.
  • Peça aos alunos que descrevam alguns exemplos de processos de negócios com base na experiência profissional que possuem. Os exemplos podem incluir montagem de produtos, identificação de clientes, pagamento de credores ou contratação de empregados.
  • Enfatize que cada retângulo representa uma parte de um processo de negócios maior de processamento de pedido. Observe que esse processo abrange mais de uma das áreas mencionadas no slide anterior.
  • Pergunte aos alunos quais tipos de informação são pertinentes para cada nível da hierarquia. A gerência sênior precisa de informações resumidas que possam lhes dar rapidamente um panorama do desempenho da empresa; a gerência média precisa de informações mais específicas sobre os resultados de áreas funcionais específicas; e assim por diante.
  • Ressalte para os alunos que diferentes sistemas de informação são utilizados nos diferentes níveis da pirâmide.
  • Peça aos alunos que deem exemplos, com base em suas experiências, da maneira como a política e as mudanças internacionais podem afetar as empresas.
  • Ressalte para os alunos que os círculos da extremidade representam os fatores que não fazem parte das empresas e organizações, mas, ainda assim, causam um impacto significativo na maneira como uma empresa é gerenciada e em quão bem ela funciona. É óbvio que a saúde da economia afeta as empresas. De que maneira o desenvolvimento da tecnologia e das ciências afeta as empresas?
  • Para alcançar esses objetivos, as empresas desenvolvem e utilizam sistemas de informação.
  • A perspectiva de públicos enfatiza quais grupos da empresa são atendidos por sistemas específicos.
  • Os sistemas de processamento de transações (SPT) são realmente o tipo mais básico de sistema em uma empresa e estão entre os primeiros a serem desenvolvidos. Uma empresa é, em grande parte, um conjunto de transações e controlá-las é o papel fundamental da gerência. Sem isso, a empresa não resistiria por muito tempo. Peça aos alunos que exemplifiquem as transações das empresas e certifique-se de que eles compreendam o papel fundamental que as mesmas exercem.
  • Um sistema de folha de pagamento envolve transações entre a empresa e os empregados. Sem ele, nenhum cheque de pagamento é gerado. É bastante básico!
  • Os sistemas de informação gerenciais (SIG) são utilizados pela gerência média e geral para resumir e controlar todas as transações importantes de uma empresa. De certa forma, ser gerente significa controlar transações. Nas empresas estrangeiras operando no Brasil é utilizado normalmente o termo original (MIS) em inglês.
  • No sistema ilustrado nesse diagrama, três SPTs fornecem dados resumidos de transações ao sistema de relatórios do SIG após o término de um período determinado. Os gerentes têm acesso aos dados organizacionais por meio do SIG, que lhes disponibiliza os relatórios adequados.
  • Os relatórios de SIGs resumem o desempenho da empresa em um nível bastante concreto, produto a produto, região a região. Em geral, eles comparam o desempenho com os objetivos planejados; por exemplo, as vendas planejadas para limpadores de carpete no trimestre eram de 4,8 bilhões de dólares, mas as vendas reais alcançaram 4 bilhões de dólares. Essa disparidade deve servir para alertar aos gerentes quanto à necessidade de descobrirem por que a pequena diferença aconteceu. Atualmente, os relatórios de SIGs para a gerência média costumam ser distribuídos como resumos de operações on-line, e não em formato impresso. Cada vez mais, esses relatórios internos são disponibilizados em plataformas móveis, como smartphones .
  • Os sistemas de apoio à decisão (SAD) costumam ter o objetivo de resolver problemas específicos recorrentes, como o representado na ilustração, que, a partir de uma variedade de fatores, realiza o cálculo dos custos de transporte marítimo de uma empresa.
  • Os sistemas de apoio ao executivo (SAE) são sistemas de alto nível direcionado à gerência sênior e que resumem o desempenho da empresa ao longo de dimensões-chave, como vendas por região, vendas de produtos, custos dos insumos utilizados na produção, e resumos semanais de dados financeiros. Em geral, esses dados são apresentados em uma atrativa interface digital em formato de painel.
  • Você acredita que o restaurante Johnny’s Lunch conseguirá se expandir nacionalmente? Justifique.
  • Os sistemas de planejamento de recursos empresariais ( enterprise resource planning — ERP) integram processos de negócios de manufatura e produção, finanças e contabilidade, vendas e marketing, e recursos humanos em um único sistema. Os sistemas de gestão da cadeia de suprimentos ( supply chain management — SCM) ajudam as empresas a administrar suas relações com os fornecedores. Os sistemas de gestão do relacionamento com o cliente ( customer relationship management — CRM) ajudam as empresas a administrar suas relações com os clientes. Os sistemas de gestão do conhecimento ( knowledge management systems — KMS) permitem às organizações administrar melhor seus processos, a fim de capturar e aplicar conhecimentos e expertise.
  • Os sistemas integrados automatizam processos e níveis organizacionais. Parece um diagrama ou conceito complicado, mas a ideia é simples: agrupe todas as informações relevantes para a empresa em um único ambiente de banco de dados. Distribua-o livremente por todos os níveis e especialidades da empresa. No passado, onde cada segmento da empresa possuía seus próprios sistemas e bancos de dados, isso era impossível. Tudo o que o marketing “sabia” ficava restrito aos sistemas e bancos de dados de marketing.
  • Uma alternativa aos sistemas integrados são os sistemas departamentais. Qual o problema de cada departamento, os de marketing e contabilidade, por exemplo, possuírem seus próprios sistemas para atendimento de suas necessidades particulares?
  • Os alunos têm algum exemplo de cadeias de suprimentos que se baseie em experiências profissionais? Quais algumas das dificuldades que encontraram? Algumas respostas possíveis incluem atrasos ou erros na entrega, impossibilidade de entrega devido à falta de estoque, entrega em locais errados etc.
  • Os alunos já interagiram com um CRM? A maioria já, mas não se deu conta. A maioria deles já ligou para uma central de atendimentos. Qual foi a experiência deles nessa situação? Por que acham que a central de atendimentos é importante para uma empresa? Qual a pior experiência que já vivenciaram? Em geral, deve ter sido com uma empresa de serviços a cabo ou outro serviço qualquer. Por que eles acham que isso ocorre?
  • Muitos alunos podem nunca ter ouvido falar de um sistema de gestão do conhecimento. De certa forma, ele é simplesmente uma biblioteca corporativa que contém documentos que podem ser livros, relatórios, slides em PowerPoint, planilhas; enfim, uma coleção de tudo o que a empresa (seus empregados) sabe sobre o negócio. Todos sabem o que é uma biblioteca. Outra maneira de pensar em gestão do conhecimento é considerar o Google como uma coleção de partes do que é conhecido ou que se pensa existir no mundo. Um bom sistema de gestão do conhecimento deve permitir que os empregados realizem consultas em um banco de dados corporativo, como pesquisar no Google.
  • Ainda é comum a distinção entre intranets e extranets. Contudo, muitas empresas falam simplesmente de seus “sites” e das diversas áreas dos mesmos nas quais o acesso é restrito a determinados grupos. As áreas restritas do site estão disponíveis para os empregados (intranets). Outras áreas estão disponíveis a fornecedores ou clientes externos (extranets). O importante é saber que, independente de como se referem aos fenômenos, as empresas usam seus sites (muitas possuem mais de um site — alguns para uso estritamente interno e outros para uso por pessoas externas) para distribuir serviços e informações para todos os grupos em seu sistema de valor empresarial, desde fornecedores até consumidores.
  • Uma série de fatores está levando a uma ênfase crescente da colaboração na empresa. O trabalho está mudando, exigindo mais cooperação e coordenação. Mais do que nunca, as profissões exercem um papel fundamental nas empresas, que se tornaram planificadas e têm muitas de suas decisões tomadas em níveis mais baixos da hierarquia. As empresas estão muito mais espalhadas pelo globo, em diferentes localidades. Há uma ênfase na descoberta e no compartilhamento de ideias que demandam colaboração. Por fim, ser um “bom” empregado hoje em dia significa, em parte, ser capaz de trabalhar com os outros e colaborar de maneira eficiente. A cultura do trabalho mudou.
  • Alguns dos benefícios da colaboração e do trabalho em equipe incluem maior produtividade, reação mais rápida aos eventos do mercado, mais inovação e tempos de implementação mais rápidos do que os alcançados sem a colaboração (modelo de comando e controle). Pergunte aos alunos sobre suas experiências no trabalho colaborativo e em equipe. Algum deles já trabalhou em uma empresa mais tradicional e que seguisse o modelo de comando e controle?
  • O principal argumento da literatura moderna sobre empresas diz que aquelas que apoiam a colaboração, e a implementam de fato, tendem a apresentar melhor desempenho. Os alunos também acreditam nisso? Quais as possíveis desvantagens da colaboração?
  • Por que as pessoas viajam para reuniões e conferências de trabalho? Por que não assistem essas reuniões do próprio escritório?
  • Há uma explosão de ferramentas e ambiente de colaboração. Somente agora as empresas começam a aprender a utilizá-los.
  • Aqui, a ideia básica é identificar os tipos de problemas que se tem e adotar as tecnologias adequadas. Os principais problemas são tempo e localização. Em geral, ninguém dispõe de tempo suficiente e as pessoas mais importantes não costumam estar nos locais adequados. A parte difícil é como vencer esses desafios contendo os custos.
  • Você pode utilizar essa matriz para identificar soluções para os problemas de tempo/localização vivenciados pela empresa e escolher tecnologias de colaboração específicas.
  • Embora nas empresas muito pequenas o departamento de SI seja representado por somente um indivíduo que faz tudo, à medida que a empresa cresce ela normalmente desenvolve uma unidade, divisão ou departamento especializado que gerencia todas as áreas de SI e TI da empresa. Essas unidades são compostas por gerentes seniores (CIOs), gerente médios e empregados de nível técnico — como administradores de rede e programadores. Os usuários finais também costumam ser representados nos níveis administrativos dessas unidades, e os consultores também podem exercer um papel importante no departamento de SI ao apresentarem necessidades básicas em caráter específico.
  • Os departamentos de SI distribuem serviços especializados para a maioria das outras unidades da empresa e também fornecem a infraestrutura computacional geral para a empresa.

Capitulo 02 - E-Business global e colaboração Capitulo 02 - E-Business global e colaboração Presentation Transcript

  • Capítulo 2 E-Business global e colaboração2.1
  • Objetivos de estudo • Quais as principais características de um negócio que são relevantes para a compreensão do papel dos sistemas de informação? • Como os sistemas atendem aos diversos níveis de gerência em um negócio?2.2
  • Objetivos de estudo • Como os aplicativos integrados e as intranets melhoram o desempenho organizacional? • Por que os sistemas para colaboração e trabalho em equipe são tão importantes? Quais tecnologias eles utilizam? • Qual a função de sistemas de informação em uma empresa?2.3
  • O Tata Nano faz história utilizando a manufatura digital • Problema: criar um carro que custe 2.500 dólares sem sacrificar sua segurança ou seu valor. • Soluções: implantar manufatura digital que automatize processos relacionados ao projeto do produto e ao planejamento da engenharia de produção.2.4
  • O Tata Nano faz história utilizando a manufatura digital • O Digital Enterprise Lean Manufacturing Interactive Application (DELMIA), da Dassault Systèmes, também simula os movimentos de trabalhos para planejar processos de trabalho mais eficientes. • Demonstra o papel da TI na centralização de dados, melhoria dos processos de produção e estimula o crescimento e a lucratividade. • Ilustra a importância da automação dos processos de negócios na redução de cargas de trabalho e no aumento da produtividade.2.5
  • O Tata Nano faz história utilizando a manufatura digital2.6
  • Componentes de uma empresa Empresa: organização formal cujo objetivo é produzir produtos ou prestar serviços a fim de gerar lucro Organizando uma empresa: funções empresariais básicas • Quatro funções empresariais básicas • Manufatura e produção • Vendas e marketing • Finanças e contabilidade • Recursos humanos2.7
  • Componentes de uma empresa As quatro funções básicas de uma empresa Qualquer empresa, independentemente de seu tamanho, precisa desempenhar quatro funções para ter sucesso. Precisa produzir o produto ou serviço; fazer o marketing desse produto e vendê-lo; monitorar as transações financeiras e contábeis; e executar tarefas básicas de recursos humanos, tais como contratar e reter funcionários. Figura 2.12.8
  • Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas • Cinco entidades básicas da empresa: • Fornecedores • Clientes • Empregados • Faturas/salários • Produtos e serviços2.9
  • Componentes de uma empresa Processos de negócios • Logicamente relacionados a um conjunto de tarefas que definem de que maneira tarefas empresariais específicas são executadas • As tarefas executadas pelos empregados, sua ordem e agendamento • Exemplo: etapas da contratação de um funcionário • Alguns processos estão atrelados a uma área funcional • Vendas e marketing: identificação de clientes • Alguns processos são interdepartamentais • Processamento de pedidos de clientes2.10
  • Componentes de uma empresa Processamento do pedido Processar um pedido do cliente envolve um complexo conjunto de passos que exigem a estreita coordenação entre as funções de vendas, contabilidade e produção. Figura 2.22.11
  • Componentes de uma empresa Administrando uma empresa e suas hierarquias • As empresas organizam o trabalho dos funcionários desenvolvendo uma hierarquia em que a autoridade está concentrada no topo  Gerência sênior  Gerência média  Gerência operacional  Trabalhadores do conhecimento  Trabalhadores de dados  Trabalhadores dos serviços ou da produção • Cada grupo tem diferentes necessidades de informação2.12
  • Componentes de uma empresa Níveis de uma empresa As organizações empresariais são hierarquias compostas por três níveis principais: gerência sênior, gerência média e gerência operacional. As três são auxiliadas pelos sistemas de informação. Os trabalhadores do conhecimento e os cientistas normalmente trabalham com a gerência média. Figura 2.32.13
  • Componentes de uma empresa O ambiente de negócios • Fatores ambientais globais • Fatores ambientais imediatos • Tecnologia e ciência • Clientes • Economia • Fornecedores • Política • Concorrentes • Mudanças internacionais • Órgãos reguladores • Acionistas2.14
  • Componentes de uma empresa O ambiente de negócios Para ser bem-sucedida, uma organização precisa constantemente monitorar as transformações em seu ambiente e responder a elas — ou, até mesmo, antecipá-las. O ambiente de uma empresa inclui grupos específicos com os quais ela precisa lidar diretamente, como clientes, fornecedores e concorrentes, e também grupos gerais, que incluem tendências socioeconômicas, condições políticas, inovações tecnológicas e eventos globais. Figura 2.42.15
  • Componentes de uma empresa O papel de sistemas de informação em uma empresa • As empresas investem em sistemas de informação para: • Atingir a excelência operacional • Desenvolver novos produtos e serviços • Estreitar o relacionamento com o cliente e atendê-lo melhor • Melhorar a tomada de decisão • Promover vantagem competitiva • Assegurar a sobrevivência2.16
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Sistemas para diferentes níveis de gerência • Sistemas de processamento de transações: • Monitoram as transações e as atividades básicas da organização (como vendas, recebimentos, entradas de dinheiro, folhas de pagamento, decisões de crédito ou fluxo de materiais em uma fábrica) • Sistemas de informações gerenciais e sistemas de apoio à decisão: • Auxiliam na monitoração, no controle, na tomada de decisão e nas atividades administrativas • Sistemas de apoio ao executivo: • Ajudam a tratar questões estratégicas e tendências de longo prazo tanto na empresa quanto no ambiente externo2.17
  • Tipos de sistemas de informação empresariais • Sistemas de processamento de transações: • Atendem aos gerentes operacionais • O objetivo principal é responder perguntas rotineiras e controlar o fluxo de transações na empresa • Exemplo: questões relacionadas ao estoque, concessão de crédito ao cliente • Monitorar o andamento das operações internas e das relações da empresa com o ambiente externo • Principais fontes de informação para outros sistemas • São críticos para as operações empresariais e para o funcionamento2.18
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Exemplo de SPT de folha de pagamento Um SPT de folha de pagamento captura dados sobre a transação de pagamento do empregado (como um cartão de ponto). As saídas do sistema incluem relatórios on- line e impressos para a gerência sobre os cheques de pagamento dos empregados. Figura 2.52.19
  • Tipos de sistemas de informação empresariais • Sistemas de informação gerenciais: • Fornecem à gerência média relatórios sobre o desempenho da empresa • Monitoram a empresa e ajudam a prever o desempenho futuro • Resumem e relatam operações básicas utilizando os dados do SPT • Fornecem resultados semanais, mensais e anuais, mas podem permitir o detalhamento a nível de dias ou horas • Costumam ser pouco flexíveis, com poucos recursos analíticos2.20
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Como os sistemas de informações gerenciais adquirem seus dados do SPT da empresa Figura 2.62.21
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Exemplo de relatório de um SIGEste relatóriomostra dadosresumidossobre vendasanuais epoderia serproduzidopelo SIG daFigura 2.6. Figura 2.62.22
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Sistema de apoio à decisão para cálculo de transporteEste SAD opera emPCs de grandecapacidade. É usadodiariamente pelosgerentes que precisamdesenvolver propostaspara contratos defretamento de navios. Figura 2.82.23
  • Tipos de sistemas de informação empresariais • Sistemas de apoio ao executivo (SAE): • Atendem a gerência sênior. • Tratam questões estratégicas e tendências no longo prazo. • Exemplo: quais produtos deverão ser produzidos dentro de cinco anos? • Ajudam na tomada de decisão não rotineira. • Oferecem recursos computacionais gerais que podem ser aplicados a uma variedade de problemas. • Obtém informações resumidas de SIG, SAD e dados de eventos externos. • Costumam usar portais com interfaces na Web para apresentação de seu conteúdo.2.24
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Modelo de um sistema de apoio ao executivo típico Este sistema reúne dados de diversas fontes internas e externas e os apresenta aos executivos em um formato de fácil utilização. Figura 2.92.25
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Seção interativa: Tecnologia “Fresco, quente, rápido” — Os sistemas de informação podem ajudar o Johnny’s Lunch a se tornar nacional? • Leia a Seção Interativa e discuta as seguintes questões: • Descreva o modelo e a estratégia de negócios do Johnny’s Lunch. Quais são os desafios enfrentados pelo restaurante à medida que ele começa a se expandir? • Quais sistemas a empresa utilizou, ou planeja utilizar, para superar os desafios? Que tipos de sistema são esses? Qual papel cada um terá na ajuda para que o Johnny’s Lunch supere os desafios? • Quais outros tipos de sistema descritos neste capítulo poderiam ajudar o Johnny’s Lunch durante sua expansão?2.26
  • Tipos de sistemas de informação empresariais Sistemas que abrangem toda a empresa • Aplicativos integrados • Sistemas que abrangem todas as áreas funcionais, executam processos de negócios que permeiam toda a empresa e incluem todos os níveis de gerência • Sistemas integrados • Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos • Sistemas de gestão do relacionamento com o cliente • Sistemas de gestão do conhecimento2.27
  • Sistemas que englobam toda a empresa Arquitetura de um aplicativo integrado Os aplicativos integrados automatizam processos que abrangem várias funções e níveis organizacionais e podem até se estender para fora da empresa. Figura 2.142.28
  • Sistemas que englobam toda a empresa Sistemas integrados • Integram dados de processos essenciais em um único sistema. • Aceleram a distribuição da informação na empresa. • Permitem maior flexibilidade na resposta às solicitações dos clientes e maior precisão no atendimento aos pedidos. • Ajuda os administradores de grandes empresas a obterem uma visão geral das operações. • A Alcoa usou sistemas ERP para eliminar redundâncias e ineficiências em seus sistemas díspares.2.29
  • Sistemas que englobam toda a empresa Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos • Gerenciam o relacionamento com fornecedores, varejistas, distribuidores e empresas de logística. • Gerenciam informações compartilhadas sobre pedidos, produção, níveis de estoque etc. • O objetivo é movimentar a quantidade correta de produtos de um recurso até um ponto de consumo da forma mais rápida possível e ao menor custo. • Tipo de sistema interorganizacional: • Automatiza o fluxo de informações através das fronteiras organizacionais.2.30
  • Sistemas que englobam toda a empresa Sistemas de gestão do relacionamento com o cliente • Ajudam a gerenciar o relacionamento com os clientes. • Coordenam processos de negócios que envolvem clientes de modo a otimizar a receita e a satisfação do cliente e aumentar as vendas. • Combinam registros de dados de vendas, marketing e serviços oriundos de diferentes canais de comunicação para fornecer uma visão unificada dos consumidores, eliminando a duplicidade de esforços. • Exemplo: as aplicações CRM da Saab para obter um panorama completo dos clientes resultaram no melhor acompanhamento das perspectivas de venda e aumentaram a satisfação dos clientes.2.31
  • Sistemas que englobam toda a empresa Sistemas de gestão do conhecimento • Ativos intangíveis do conhecimento • Conhecimento sobre produção e distribuição de produtos • Fonte de valor e vantagens para as empresas. • Sistemas de gestão do conhecimento: • Ajudar a captar, armazenar, distribuir e aplicar conhecimento de modo que o mesmo possa ser aproveitado para benefícios estratégicos. • Incluem sistemas para: • Gerenciamento e distribuição de documentos, gráficos e outros objetos digitais do conhecimento. • Criação de diretórios de conhecimento com informações sobre empregados especializados e seu expertise. • Distribuição de conhecimento.2.32
  • Sistemas que englobam toda a empresa Intranets e Extranets • Plataformas de tecnologia que aumentam a integração e agilizam o fluxo de informações. • Intranets: • Redes internas baseadas nos padrões da Internet. • Normalmente utilizam um portal. • Extranets: • Intranets estendidas que permitem o acesso fora da empresa a parceiros e clientes. • Facilitam a colaboração.2.33
  • Sistemas que englobam toda a empresa E-Business, E-Commerce e E-Government • E-business: • Usa tecnologia digital e Internet para realizar os principais processos de negócios. • E-commerce: • Subconjunto do e-business. • Compra e venda de bens e serviços pela Internet. • E-government: • Usa tecnologia de Internet para distribuir informações e serviços a cidadãos, empregados e empresas.2.34
  • Sistemas de colaboração e trabalho em equipe O que é colaboração? • Crescente importância da colaboração: • Natureza mutável do trabalho • Organização mutável da empresa • Escopo mutável da empresa • Ênfase na inovação • Cultura mutável do trabalho2.35
  • Sistemas de colaboração e trabalho em equipe Benefícios empresariais da colaboração e do trabalho em equipe • Grandes empresas: organizações que “comandam e controlam”, nas quais a gerência superior cria a estratégia e a gerência média executa as ordens. • Atualmente, as empresas se baseiam na cultura colaborativa. • Equipes de empregados responsáveis pela criação e construção.2.36
  • Sistemas de colaboração e trabalho em equipe Requisitos para a colaboração A colaboração bem-sucedida requer cultura e organização empresariais adequadas, bem como tecnologia de colaboração apropriada. Figura 2.112.37
  • Componentes de uma empresa Seção interativa: Tecnologia Encontros virtuais: gestão inteligente • Leia a Seção interativa e discuta as seguintes questões: • A conferência por vídeo e Web irá acabar com as viagens a trabalho? Você concorda? • Qual a diferença entre videoconferência e telepresença? • De que maneira a videoconferência agrega valor aos negócios? Você a considera uma gestão inteligente? Explique. • Se você fosse responsável por um negócio pequeno, escolheria implantar a videoconferência? Quais fatores consideraria em sua decisão?2.38
  • Sistemas de colaboração e trabalho em equipe Ferramentas e tecnologias para colaboração e trabalho em equipe • E-mail e mensagens instantâneas • Redes sociais • Wikis • Mundos virtuais • Ambientes de colaboração baseados na Internet • Sistemas de encontros virtuais (telepresença) • Google Apps/Google sites • Microsoft SharePoint • Lotus Notes2.39
  • Sistemas de colaboração e trabalho em equipe Avaliando e selecionando ferramentas de colaboração • Quais são os desafios da colaboração enfrentados pela empresa? • Quais tipos de solução estão disponíveis? • Analise cada produto disponível em termos de custos e benefícios para a empresa. • Avalie os riscos de segurança. • Consulte os usuários sobre as questões implantação e treinamento. • Avalie os fornecedores dos produtos.2.40
  • Sistemas de colaboração e trabalho em equipe Matriz de colaboração tempo/espaço As tecnologias de colaboração podem ser classificadas em termos do suporte que oferecem a interações realizadas ao mesmo tempo e no mesmo lugar, ou em tempo e lugar diferentes, e se essas interações são remotas ou colocalizadas. Figura 2.122.41
  • A função de sistemas de informação na empresa A função de sistemas de informação na empresa • Programadores • Analistas de sistemas • Principais elos com o restante da organização. • Gerentes de sistemas de informação • Líderes das equipes de programadores e analistas, os gerentes de projeto, os gerentes das instalações físicas, os gerentes de telecomunicações ou os especialistas em banco de dados; eles também gerenciam o pessoal de operações de computadores e de entrada de dados. • Gerentes sêniores: CIO, CSO, CKO • Usuários finais • Especialistas externos2.42
  • A função de sistemas de informação na empresa Serviços de sistemas de informação • Entre os serviços prestados pelo departamento de sistemas de informação, destacamos: • Serviços de computação e telecomunicações • Serviços de gestão de dados • Serviços ASP (Application Software Provider) • Serviços de gestão das instalações físicas • Serviços de gestão de TI • Serviços de padrões de TI • Serviços educacionais de TI • Serviços de pesquisa e desenvolvimento de TI2.43