Your SlideShare is downloading. ×
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Inibidores do sglt 2 (hipoglicemiantes orais)

1,604

Published on

Revisão sistemática com meta-análise sobre os inibidores do co-transportador sódio-glicose 2 nos pacientes com diabetes melito tipo 2. Enfoque para os desfechos dessa nova classe de hipoglicemiantes …

Revisão sistemática com meta-análise sobre os inibidores do co-transportador sódio-glicose 2 nos pacientes com diabetes melito tipo 2. Enfoque para os desfechos dessa nova classe de hipoglicemiantes em comparação com o placebo e outros antidiabéticos orais.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,604
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
28
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Diferença de média ponderada na variação da HbA1c em relação à linha de base
  • Considerando que alguns estudos mostraram os valores absolutos e outros apenas o percentual.
  • Canagliflozina: a hazard ratio desfavorável não foi observada após o primeiro mês.
  • Transcript

    • 1. Eduardo Henrique Costa Tibali R3 nefrologia Sodium-glucose cotransporter 2 inhibitors for type 2 diabetes Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina - Disciplina de Nefrologia
    • 2. • SGLT2 – “Sodium-glucose cotransporter 2” – ↑ capacidade e ↓ afinidade – DM2: ↑ expressão e ↑ ativação – 80-90% da reabsorção renal da glicose • Inibidores do SGLT2: nova classe de antidiabéticos orais. – Ação no túbulo proximal – ↑ glicosúria – Representantes: dapagliflozina, canagliflozina, ipragliflozina entre outros. Introdução
    • 3. • Seleção dos estudos – Ensaios clínicos randomizados – A maioria exclui DRC avançada – Muitos com financiamento da indústria farmacêutica – Grande heterogeneidade dos estudos – Comparações • Inibidores do SGLT2 x Placebo • Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes orais • Não há conflitos de interesses • Obs: o risco de “bias” foi alto em todos os estudos considerados Métodos
    • 4. • 49 estudos primários e 9 extensões elegíveis • Redução na glicemia (HbA1c) – Inibidores do SGLT2 x Placebo • Redução da HbA1c • Dapagliflozina → -0,59% (-0,67% a -0,5%) • Canagliflozina → -0,78% (-0,90% a -0,66%) – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes (monoterapia ou terapia combinada) • Eficácia similar Resultados
    • 5. • Perda de peso – Inibidores do SGLT2 x Placebo • Absoluta: -1,74 kg (-2,03 a -1,45 kg) • Relativa: -2,37% (-2,73% a -2,02%) – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes • Absoluta: -1,8 kg (-3,5 a -0,11 kg) • Relativa: -2,14% (-3,02% a -1,25%) Resultados Obs: elevado risco de “bias”
    • 6. • Pressão arterial – Inibidores do SGLT2 x Placebo • PA sistólica: -3,77 mmHg (-4,65 a -2,9 mmHg) • PA diastólica: -1,75 mmHg (-2,27 a -1,23 mmHg) – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes • PA sistólica: -4,45 mmHg (-5,73 a -3,18 mmHg) • PA diastólica: -2,01 mmHg (-2,62 a -1,23 mmHg) Resultados Obs: elevado risco de “bias” tanto para PAS quanto para PAD.
    • 7. • Hipoglicemia – Baixa na maioria dos grupos de tratamento • Exceção: sulfonilureias. – Inibidores do SGLT2 x Placebo • OR: 1,28 (0,99 a 1,65) – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes • OR: 0,44 (0,35 a 0,54) – Atenção: exclusão das sulfonilureias + exclusão das heterogeneidades • OR: 1,01 (0,77 a 1,32) Resultados
    • 8. • Infecções do trato urinário – Inibidores do SGLT2 x Placebo • OR: 1,32 (1,03 a 1,74) – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes • OR: 1,42 (1,06 a 1,9) • Infecções do trato genital – Inibidores do SGLT2 x Placebo • OR: 3,5 (2,46 a 4,99) – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes • OR: 5,06 (3,44 a 7,45) Resultados
    • 9. • Hipotensão – Inibidores do SGLT2 x Outros hipoglicemiantes • OR: 2,68 (1,14 a 6,29) • Morte e eventos adversos de maior preocupação – Ausência de significância estatística • Uso de iSGLT2: 23 mortes (n=5771) • Placebo: 4 mortes (n=1738) • Outros hipoglicemiantes: 4 mortes (n=1251) • Outros eventos adversos (vs. Outros hipoglicemiantes) – OR: 0,9 (0,72 a 1,13) Resultados
    • 10. • Desfechos cardiovasculares – Morte de causa cardiovascular, IAM, AVE e hospitalização por angina instável. – Dapagliflozina (14 trials / n=6300) • OR: 0,73 (0,46 a 1,16) – Canagliflozina x Placebo / Outros hipoglicemiantes • OR: 0,95 (0,71 a 1,26) • Nos primeiros 30 dias de uso → HR: 6,5 (0,85 a 49,66) – Tendência a desfechos cardiovasculares desfavoráveis – Justificativa: depleção de volume. Resultados
    • 11. • Câncer de bexiga urinária – Dapagliflozina • n=5501 pacientes • Exposição: > 5000 pacientes-anos – Placebo / Outros hipoglicemiantes • n=3184 pacientes • Exposição: > 2350 pacientes-anos • Obs: população predominantemente masculina; tendência a aumento de risco, mas sem significância estatística. Resultados 9 casos de Ca mama 1 caso de Ca mama
    • 12. • Câncer de mama – Dapagliflozina • 9 casos – Placebo / Outros hipoglicemiantes • 1 caso – Canagliflozina • Poucos estudos • Sem significância estatística (Ca de mama e de bexiga) Resultados Ausência de significância estatística
    • 13. • Seguranças renal e óssea – Dapagliflozina e canagliflozina x Placebo • ↑ eventos adversos se disfunção renal moderada – Função renal normal ou disfunção leve • ↑ doses de canagliflozina (300 mg) = ↑ eventos adversos renais – Dapagliflozina x Placebo / Outros hipoglicemiantes • Não há ↑ incidência de fraturas • Se disfunção renal moderada – ↑ incidência de fraturas Resultados ↑
    • 14. • Seguranças renal e óssea – Canagliflozina x Placebo / Outros hipoglicemiantes • Não há ↑ incidência de fraturas • Toxicidade hepática – Inconclusivo, mas provavelmente as alterações hepáticas encontradas nos estudos não se devem aos inibidores do SGLT2. Resultados
    • 15. • Inibidores do SGLT2 → eficácia similar aos outros hipoglicemiantes orais para a redução da HbA1c • Efeito favorável na redução de peso e de PA • O risco de hipoglicemia é similar ao da metformina e da sitagliptina, mas é menor que o das sulfonilureias. • ↑ infecções urinárias e genitais (glicosúria) Discussão
    • 16. • Se disfunção renal moderada – Dapagliflozina ou ↑ doses de canagliflozina aumentam a incidência de eventos adversos renais • Dados de desfecho cardiovascular e de mortalidade são inconclusivos – Canagliflozina ↑ incidência de AVEs não letais? • ↑ casos de neoplasias de bexiga urinária e de mama – Diagnóstico precoce nos estudos? – Outras “bias” Discussão
    • 17. • Sem conclusões sobre os inibidores do SGLT2 individualmente • Conclusão – Melhora dos resultados a curto prazo – Inconclusão sobre os desfechos a longo prazo Discussão

    ×