Cuidados especiais para o projeto de questionários

1,536 views
1,414 views

Published on

Aula do curso de Pós-Graduação em Ergodesign de Interfaces: Usabilidade e Arquitetura de Informação da PUC-Rio. Mais informações em http://www.eduardobrandao.com/aulas/tecnicas-pesquisa/cuidados-especiais-para-o-projeto-de-questionarios/

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,536
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
43
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cuidados especiais para o projeto de questionários

  1. 1. cuidados especiaispara o projeto dequestionáriosEduardo Rangel Brandão, M.Sc.A reprodução, total ou parcial, dos textos e imagens deste documento só é permitida para fins não comerciais,sendo obrigatória a citação da fonte.
  2. 2. O conteúdo desta aula foi ministrado no Curso de Pós-Graduação em Ergodesign de Interfaces: Usabilidade e Arquitetura de Informação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  3. 3. cuidados especiaisO respondente é capaz de entender oque o pesquisador pergunta?É preciso atentar para a compreensão(pelos respondentes) da linguagem usadana formulação das questões.
  4. 4. cuidados especiaisDevem ser evitados:•  Abreviações.•  Gírias.•  Termos regionais.•  Termos não-compreensíveis.
  5. 5. * Imagem retirada da internet (através da busca por imagens do Google) cuidados especiais
  6. 6. cuidados especiaisÉ importante:•  Que as opções de resposta cubram toda•  a gama de possíveis respostas.•  Que as perguntas sejam facilmente•  entendidas pelos respondentes.•  Que uma linguagem complexa e•  desnecessária seja evitada.
  7. 7. * Imagem retirada da internet (através da busca por imagens do Google) cuidados especiais
  8. 8. cuidados especiaisAs perguntas devem ser formuladas demaneira coloquial.Mas, isto deve ser feito com moderação etestado através de avaliações piloto.Uma gramática pobre pode irritar algunsrespondentes, fazendo com que passema tratar toda a pesquisa com desprezo oudesdém.
  9. 9. * Imagem retirada da internet (através da busca por imagens do Google) cuidados especiais
  10. 10. cuidados especiaisDeve-se evitar possíveis falhas devido àinexistência de uma opção paraposicionamento intermediário, como:•  Não sei.•  Não se aplica.•  Sem resposta.
  11. 11. cuidados especiaisO pesquisador deve permitir apossibilidade do respondente não sabersobre o assunto apresentado.
  12. 12. cuidados especiaisDeve-se prestar atenção duplicada aosdetalhes:•  Layout da ferramenta (no caso de•  questionários impressos ou na web).•  Categorias de resposta onde é possível•  encontrar, por exemplo, “idade 25-30”•  e “idade 30-35”.
  13. 13. cuidados especiaisDeve-se prestar atenção duplicada aosdetalhes (continuação):•  Numeração das questões•  Fornecimento das instruções, ou•  esquecimento das mesmas. Por•  exemplo: caso a resposta “sim” seja•  escolhida, ela deve ser...
  14. 14. caso a resposta “sim” seja escolhida, ela deve ser...Circulada?Sublinhada?X Receber um “x” no lado esquerdo?Receber um “x” no lado direito? XReceber um “tick”?
  15. 15. * Imagem retirada da internet (através da busca por imagens do Google) caso a resposta “sim” seja escolhida, ela deve ser...
  16. 16. cuidados especiaisProblemas de:•  Consistência e layout.•  Apresentação.•  Instruções.Criam confusão para o respondente.
  17. 17. cuidados especiaisConfusões produzem falhas durante oestágio de processamento da informação.Consequentemente, essas confusõescausam a perda de dados.
  18. 18. * Imagem retirada da internet (através da busca por imagens do Google) confusões causam perda de dados
  19. 19. cuidados especiaisDeve-se considerar o propósito dapergunta, para evitar ambigüidadesdurante a formulação desta pergunta.O pesquisador precisa perguntar para simesmo o que ele está tentando descobrircom determinada questão (utilizando aspalavras/termos mais apropriados paraisso).
  20. 20. cuidados especiaisA escolha das palavras pode direcionaras respostas, causando viés ou ênfase.Por isso, deve-se evitar questõesconduzidas e frases ou palavrascarregadas.
  21. 21. cuidados especiais•  Questões conduzidas: expressas de•  uma forma que sugerem que a resposta•  indica o ponto de vista do pesquisador.•  Frases ou palavras carregadas:•  contém um apelo emocional e sugerem•  um sentimento automático de aprovação•  ou desaprovação.
  22. 22. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim questões conduzidas e frases ou palavras carregadas“ Você não esqueceu de Esta pergunta assume que todos os participantes engraxar seus engraxam seus sapatos todos os dias e que hoje, especificamente, esta ação sapatos hoje, foi esquecida. esqueceu? ”
  23. 23. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim questões conduzidas e frases ou palavras carregadas“ Qual a última vez que você alugou Esta pergunta assume que todos os participantes possuem acesso à um aparelho de vídeo- cassete e que, geralmente, uma fita de vídeo? ” alugam filmes.
  24. 24. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim questões conduzidas e frases ou palavras carregadas“ Quantos problemas o O pesquisador assume que o participante já enfrentou problemas por causa de chicletes. chiclete já causou Esta atitude conduz a pergunta durante toda a sua e falha ao deixar de indicar uma ” resposta negativa ou alternativa vida? neutra.
  25. 25. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim questões conduzidas e frases ou palavras carregadas Mas, se 4 alternativas de resposta forem apresentadas junto da pergunta?“ Quantos problemas o ( ) Muitos problemas ( ) Alguns problemas chiclete já causou ( ) Poucos problemas durante toda a sua ( ) Nenhum problema vida? ” Uma resposta negativa pode ser aceitável para alguns participantes, reduzindo os efeitos de condução da questão.
  26. 26. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim questões conduzidas e frases ou palavras carregadas Evitar 2 perguntas em uma mesma sentença“ Você é dono de uma bicicleta ou Caso o participante queira dizer “sim” para uma parte da questão e “não” para a outra parte, o pesquisador não sabe uma moto? ” se o participante está referindo- se para ambas as perguntas ou para apenas uma (neste último caso, qual das duas?).
  27. 27. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim cuidados especiais“ Cremar o corpo de um morto não Evitar duplas-negativas deveria ser A opção “não-concordo” cria dificuldades para os permitido: participantes, porque estes sujeitos terão que escolher uma dupla-negativa. ( ) Concordo As questões sempre devem ser formuladas em tom positivo. ( ) Não-concordo ”
  28. 28. * Fonte: livro “Questionnaire design, interviewing and attitude measurement”, de A. N. Oppenheim cuidados especiais O verbo “leu” pode ser um sinônimo para “comprou”? Muitas definições podem ser apropriadas: •  Quais revistas você comprou •  e leu ... ? •  Quais revistas você pegou“ Quais revistas você leu nos •  emprestado e leu ... ? •  Quais revistas você pegou •  emprestado e folheou ... ? últimos 7 dias? ” •  Pegou numa sala de espera? •  Pegou emprestado para ler •  apenas um artigo? •  Apenas olhou as figuras? •  Trocou com um amigo por •  uma outra revista?
  29. 29. cuidados especiaisDeve-se evitar:•  Humilhar ou mandar nos respondentes.•  Confundir os respondentes com•  terminologias.•  Fazer os respondentes sentirem-se•  errados.
  30. 30. * Imagem retirada da internet (através da busca por imagens do Google) cuidados especiais
  31. 31. cuidados especiaisDeve-se manter o sentimento geral deque os respondentes serão tratados comrespeito e consideração.O pesquisador não deve esquecer deescrever ou falar:•  Por favor.•  Você se incomoda?
  32. 32. cuidados especiaisAlém disso, deve-se maximizar asrecompensas pela participação de cadapessoa:•  Demonstrando consideração.•  Oferecendo apreciação verbal.
  33. 33. cuidados especiaisTambém recomenda-se que os testes pilotonunca sejam deixados de lado, pois sãofundamentais para validar o questionário(assim como qualquer outra ferramenta paracoleta de dados).A análise dos dados evidenciará possíveisfalhas. Após verificar essas falhas, deve-sereformular o questionário, conservando,modificando, ampliando ou eliminando itens.
  34. 34. cuidados especiaisO teste piloto pode ser aplicado mais deuma vez, tendo em vista o aprimoramentoe o aumento da validez do questionário.O teste piloto também serve para verificarse o questionário apresenta 3 importanteselementos...
  35. 35. cuidados especiais•  Fidedignidade: qualquer pessoa que o•  aplique obterá sempre os mesmos•  resultados.•  Validade: os dados recolhidos são•  necessários à pesquisa.•  Operacionalidade: vocabulário•  acessível e significado claro.
  36. 36. cuidados especiaisApesar de todas essas recomendações,deve-se atentar para o fato de que cadapesquisa é única e produz seus própriosproblemas. Este fato, por si só, já tornadifícil oferecer qualquer tipo de regra ouprincípio geral.Além disso, não é possível determinar oscritérios que são válidos em qualquercircunstância.
  37. 37. cuidados especiaisPode-se afirmar apenas que é precisotentar:•  Não colocar idéias na mente dos•  respondentes.•  Sugerir que eles devem possuir alguma•  atitude sobre um tópico, quando na•  verdade não têm.
  38. 38. cuidados especiaisPode-se afirmar apenas que é precisotentar (continuação):•  Fazer com que a pesquisa pareça•  breve.•  Reduzir esforços físico e mental•  requeridos.
  39. 39. cuidados especiaisPode-se afirmar apenas que é precisotentar (continuação):•  Eliminar a possibilidade de embaraços.•  Eliminar qualquer implicação de•  subordinação.•  Eliminar qualquer custo financeiro para•  os respondentes.
  40. 40. cuidados especiais para o projeto de questionários: referências bibliográficas
  41. 41. referências bibliográficas: livros
  42. 42. referências bibliográficas: livros •  Questionnaire design, interviewing •  and attitude measurement •  A. N. Oppenheim
  43. 43. referências bibliográficas: livros •  An introduction to usability •  Patrick W. Jordan
  44. 44. referências bibliográficas: artigos
  45. 45. referências bibliográficas: artigos•  Como elaborar um questionário•  Hartmut Gunther•  http://www.unb.br/ip/lpa/pdf/01Questionario.pdf
  46. 46. cuidados especiais para o projeto de questionários: sobre o professor
  47. 47. sobre o professor Eduardo Rangel Brandão atua desde 1995 na criação de produtos digitais. É gestor da equipe de UX (User eXperience) na área de novas mídias da Globosat, onde desenvolve projetos de sites e aplicativos (smartphones, tablets, smart-TVs, set-top boxes, consoles de games, etc.) para canais de televisão como GNT, SporTV, Multishow, Viva, Gloob, Telecine, Universal Channel, GloboNews, Canal Brasil, MegaPix, SyFy, Futura, PremiereFC, Combate, Sexy-Hot, Off, Muu, Philos, entre outros. É professor em cursos de pós-graduação, em disciplinas correlatas a arquitetura de informação, design de interfaces, usabilidade, interação humano-computador e metodologia de pesquisa. Participa do comitê organizador e do comitê técnico científico de congressos internacionais nas áreas de ergonomia, usabilidade, design de interfaces e interação humano-computador. Trabalhou como arquiteto de informação na Globo.com e como designer de interfaces nas empresas Agência Click, Starmedia, Cadê?, MTEC Informática e Rio Datacentro. Atuou em projetos para Amil, Banco do Brasil, Brasil Telecom, Oi, Petrobras, White Martins, Fundação Planetário, Museu Villa-Lobos, Projeto Portinari, Plaza Shopping Niterói, Pinto de Almeida Engenharia, Decta Engenharia, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e Programa de Despoluição da Baía de Guanabara. Publicou diversos trabalhos (entre capítulos de livros, monografias, dissertações e artigos em congressos), concluiu 7 orientações e 38 co-orientações de monografias de alunos de pós-graduação lato sensu e participou de 44 bancas examinadoras em cursos de pós-graduação lato sensu. TITULAÇÃO: mestre em interação humano-computador, especialista em ergonomia e usabilidade e bacharel em desenho industrial, nas habilitações de comunicação visual e projeto de produto.
  48. 48. fim :-)Eduardo Rangel Brandão, M.Sc.brandaoedu@gmail.comwww.eduardobrandao.com

×