Design Emocional

  • 8,105 views
Uploaded on

Buscando uma correlação entre as visões de profissionais e estudiosos como Marc Gobé, Beatriz Russo, Paul Hekkert, Patrick Jordan, Bernard Löbach e Donald Normam, procuro mostrar qual a relação do …

Buscando uma correlação entre as visões de profissionais e estudiosos como Marc Gobé, Beatriz Russo, Paul Hekkert, Patrick Jordan, Bernard Löbach e Donald Normam, procuro mostrar qual a relação do design com o universo das emoções, e como podemos projetar produtos que reflitam boas emoções para os usuários mediante os sentimentos produzidos no seu contato inicial, na sua experiências de utilização e na sua projeção simbólica.

More in: Design
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
8,105
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7

Actions

Shares
Downloads
223
Comments
5
Likes
19

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. @eduagniDesign Emocional
  • 2. Edu AgniUX Designer, 29 anosTrabalha a 8 anos com projetos de Interface, Web Standards, Criação e Design FuncionalJá atendeu clientes como o Centro Cultural Ruth Cardoso, iG, Editora Abril, Volkswagen, Fecomercio, Dabliú Discos, Hotéis Accor, ABIMAQ, ABNT, S.E. Palmeiras e S.C. Corinthians.www.agni.art.br / @eduagni
  • 3. Três simples perguntas de UX Consigo usa-lo? Devo usa-lo? Desejo usa-lo?
  • 4. Três simples perguntas de UX Consigo usa-lo? Devo usa-lo? Desejo usa-lo?
  • 5. Penso, logo existo.
  • 6. Penso, logo existo.Sinto, logo existo.
  • 7. Kia Picanto:Simpático e AlegreÉ alto, estreito, tem faróis arredondadose paralelos ao chão, entrada de ar altafrisos laterais embutidos. Transmiteinfantilidade, feminilidade, submissãoe modéstia.
  • 8. Alpha Romeo 147:Poderoso e imponenteÉ baixo, largo, têm faróis estreitos e em ângulo,entrada de ar baixa e frisos laterais expostosque dão aspecto musculoso à lataria. Transmitematuridade, masculinidade, coragem e arrogância.
  • 9. Brandjam: O Design Emocional na Humanização das Marcas Marc Gobé, com prefácio de Yves BeharHá três áreas de oportunidade para o design que têm uma ressonância especial com respeito ao humanismo
  • 10. Design para os outros6 bilhões de pessoas
  • 11. Sustentabilidade
  • 12. Emoção
  • 13. Mundo dos Mundo do Negócios consumidorAnalise e previsão de tendencias Desejos subconscientes Avaliação do mercado Aspirações emocionais Pesquisas científicas Estímulos de design Auditorias Instinto visceralAvaliação e validação da marca Explorações sensoriais Estratégia da marca Ideias transformadas em vida
  • 14. Mundo dos Negócios Mundo do consumidor Lógica Emoção
  • 15. Design como ferramenta para avivar as marcasDesign como principal comunicador do produto O Design reestrutura as experiências
  • 16. Nike Better World
  • 17. Facebook Timeline
  • 18. Campanha de Barack Obama
  • 19. Inspirar confiança em um candidato praticamentedesconhecido e apelar para a emoção daEsperançaDiretor de Design: Scott ThomasCampanha de Barack Obama
  • 20. Compras coletivas
  • 21. *por Bernard de Luna
  • 22. O que é emoção?
  • 23. O que é emoção?Sensação e percepção (nível fisiológico)
  • 24. O que é emoção?Sensação e percepção (nível fisiológico)Cognição (Processamento da informação, compreensão)
  • 25. O que é emoção?Sensação e percepção (nível fisiológico)Cognição (Processamento da informação, compreensão)Afeto (inconsciente)
  • 26. O que é emoção?Sensação e percepção (nível fisiológico)Cognição (Processamento da informação, compreensão)Afeto (inconsciente)Emoção (foco definido)
  • 27. O que é emoção?Sensação e percepção (nível fisiológico)Cognição (Processamento da informação, compreensão)Afeto (inconsciente)Emoção (foco definido)Sentimento (pré-disposição de comportamento)
  • 28. Afetos negativosAumentam a capacidade de focar em um tópico específico Priorizam a identificação da solução Muito importante para a sobrevivência imediata
  • 29. Afetos positivosAumentam a receptividade a novos estímulos Ativam a curiosidade e criatividade Favorecem o aprendizado
  • 30. Intersecção de campos Design + Ergonomia Usabilidade MemóriaAntropologia e Sociologia de consumo Psicologia Comportamento do Consumidor
  • 31. Combinação detécnicas de investigação Grupos de foco Entrevistas Questionários e escalas Observações de uso Expressões Faciais
  • 32. Sobre amar um produto:Princípios Fundamentais Beatriz Russo e Paul Hekkert Três níveis de experiências: Estética Significado Emocional
  • 33. experiência afetiva?
  • 34. Como projetar umaexperiência afetiva?
  • 35. Interação fluida1º princípio fundamental da experiência afetiva com produtos
  • 36. Lembrança de memória afetiva2º princípio fundamental da experiência afetiva com produtos
  • 37. Significado simbólico (social)3º princípio fundamental da experiência afetiva com produtos
  • 38. Compartilhamento de valores morais4º princípio fundamental da experiência afetiva com produtos
  • 39. Interação física prazerosa5º princípio fundamental da experiência afetiva com produtos
  • 40. The four pleasures: Human Factor forbody, mind and soul Patrick Jordan Tipos de prazer: Fisiológico Social Auto-realização Intelectual
  • 41. Prazer Fisiológico (physio-pleasure)Tipos de Prazer
  • 42. Prazer Social (socio-pleasure)Tipos de Prazer
  • 43. Prazer de Auto-realização (psycho-pleasure) Tipos de Prazer
  • 44. Prazer Intelectual(ideo-pleasure)Tipos de Prazer
  • 45. Toyota - Window to the WorldDesenhos em movimento; Ampliação em momentoscapturados no tempo; Tradução do mundo em umidioma local; Distâncias; Constelações virtuais
  • 46. Design do Objeto: Bases conceituaisJoão Gomes Filho, citando Bernard Löbach Funções básicas do produto: Estética Prática Simbólica
  • 47. Função EstéticaFunções Básicas dos Produtos
  • 48. Função PráticaFunções Básicas dos Produtos
  • 49. Função SimbólicaFunções Básicas dos Produtos
  • 50. Design Emocional - Por queadoramos (ou detestamos) os Objetos do Dia-a-Dia Donald A. Normam Três níveis de design: Visceral Comportamental Reflexivo
  • 51. Design Visceral 1º Nível de Design
  • 52. Design Comportamental2º Nível de Design
  • 53. Design Simbólico3º Nível de Design
  • 54. Patrick Bernard Donald Jordan Löbach Normam Fisiológico Estética VisceralAuto-realização Prática Comportamental Intelectual Simbólica Reflexivo e Social
  • 55. Patrick Bernard Donald Jordan Löbach Normam Fisiológico Estética VisceralAuto-realização Prática Comportamental Intelectual Simbólica Reflexivo e Social
  • 56. Design VisceralSimples, brilhante, liso, firme, resistente,atrativo, elegante
  • 57. Design VisceralSimples, brilhante, liso, firme, resistente,atrativo, eleganteDesign ComportamentalBoa usabilidade, várias funções,boa performance, conectividade
  • 58. Design VisceralSimples, brilhante, liso, firme, resistente,atrativo, eleganteDesign ComportamentalBoa usabilidade, várias funções,boa performance, conectividadeDesign ReflexivoInteligência, diferente da média,cool, status social, think different.
  • 59. Design VisceralSimetria, cores brilhantes, design elegante,beleza chama a atenção.
  • 60. Design VisceralSimetria, cores brilhantes, design elegante,beleza chama a atenção.Design ComportamentalDifícil de entrar e sair, apenas para duas pessoas,sem porta-copos (performance compensa?)
  • 61. Design VisceralSimetria, cores brilhantes, design elegante,beleza chama a atenção.Design ComportamentalDifícil de entrar e sair, apenas para duas pessoas,sem porta-copos (performance compensa?)Design ReflexivoChama a atenção, reflete bom gosto,e é caro (demonstra status social)
  • 62. Design VisceralDeslumbrante, fino e elegante,emocionalmente atraente
  • 63. Design VisceralDeslumbrante, fino e elegante,emocionalmente atraenteDesign ComportamentalFlexível e adaptável para diversas situações,fácil portabilidade, boa performance e usabilidade
  • 64. Design VisceralDeslumbrante, fino e elegante,emocionalmente atraenteDesign ComportamentalFlexível e adaptável para diversas situações,fácil portabilidade, boa performance e usabilidadeDesign ReflexivoÚltima geração, modernidade,símbolo de status.
  • 65. Comunicação Commodities
  • 66. Comunicação Commodities Emoção Inspiração
  • 67. Obrigado ;) Edu Agniwww.agni.art.br / @eduagni