• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Espaço rural 2011
 

Espaço rural 2011

on

  • 12,603 views

 

Statistics

Views

Total Views
12,603
Views on SlideShare
12,352
Embed Views
251

Actions

Likes
6
Downloads
607
Comments
2

6 Embeds 251

http://geobarreiros.blogspot.com.br 128
http://geobarreiros.blogspot.com 111
http://geobarreiros.blogspot.pt 5
http://www.geobarreiros.blogspot.com 4
http://geobarreiros.blogspot.fr 2
http://geobarreiros.blogspot.kr 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

12 of 2 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • bommmm
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • ótimo resumo
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Espaço rural 2011 Espaço rural 2011 Presentation Transcript

    • ESPAÇO RURAL
    • ESPAÇO RURAL
      • AGRICULTURA – Origem aproximada na Pré-História, Neolítico (10.000 a 4.000 a.C.);
      • Primeiras comunidades se desenvolvem perto de rios (Egito, Mesopotâmia, Ganges, Indo e Yang-tsé-Kiang);
      • Criação de excedentes incentiva o comércio;
      • Crescimento populacional e queda de fertilidade do solo no continente europeu incentiva a rotação de culturas, associação com pecuária – Primeira revolução agrícola (XV a XIX)
    •  
    • ESPAÇO RURAL
      • Na Segunda Revolução Industrial, (a partir de 1890 até 1950) uma série de descobertas científicas e tecnógicas, tais como fertilizantes químicos, melhoramento genético, máquinas, equipamentos e motores a explosão incentiva a especialização agrícola e pecuária
    • ESPAÇO RURAL
      • Após a Segunda Guerra Mundial, em especial nas décadas de 1960 e 1970, ocorreu a chamada Revolução Verde , com o uso intensivo de defensivos agrícolas, melhoramento genético alcançando grande produtividade, suficiente para alimentar toda a humanidade.
      • As multinacionais passam a investir nos países subdesenvolvidos, adquirindo terras e investindo para exportação, o que gerou grande concentração de terras e de capital.
    •  
    • ESPAÇO RURAL
      • Atualmente com a biotecnologia, nanotecnologia e principalmente os OGM (transgênicos) o mundo dá um novo salto em produtividade, sem contudo, resolver o problema da fome planetária.
      • Os trangênicos entram na pauta das discussões no mundo e Brasil sobre modificação genética e suas consequências para o ser humano, expansão deste organismos, o domínio de multinacionais (ramo químico) sobre as sementes e pagamentos de royalties.
      • Aplicações: alimentos, remédios e nutrientes, locais de difícil produção. Resolver a fome no mundo?
      • Você consome transgênicos?
    •  
    • ESPAÇO RURAL SISTEMAS AGRÍCOLAS
      • Extensivo - Agricultura e pecuária tradicionais, emprego de técnicas e instrumentos arcaicos, intenso trabalho braçal e baixa produtividade.
      • Intensivo - Utilização de modernas técnicas no preparo do solo, no cultivo e na colheita alcançando elevados índices de produtividade. (tecnologia, biotecnologia, insumos químicos e maquinário moderno)
    •  
    •  
    • AGRICULTURA PAÍSES DO SUL
      • Agricultura de subsistência – produção com mão-de-obra familiar, técnicas tradicionais e rudimentares, voltada para a sobrevivência da família. Ausência de conservação do solo, assistência técnica ou seleção de sementes, baixa produtividade (queimadas)
    • AGRICULTURA PAÍSES DO SUL
      • Agricultura de Jardinagem – Típica de solos inundáveis do leste, sul e do sudeste asiático é praticada em pequenas e médias propriedades, mão-de-obra familiar e técnicas aprimoradas por milênios. Melhores cuidados com o solo e cultivo, seleção de sementes, adubação e irrigação. (terreceamento)
    • AGRICULTURA PAÍSES DO SUL
      • Plantation – Remota aos tempos coloniais introduzida pelos europeus em colônias tropicais (América Latina, África e Ásia). Utiliza latifúndios monocultores para exportação. Responsável por grande concentração fundiária.
    • CONTRADIÇÕES DO ESPAÇO AGRÁRIO SUBDESENVOLVIDO
      • Agricultura moderna de exportação versus agricultura de subsistência.
      • Melhores terras para agricultura de exportação. Incentivos governamentais, domínio de multinacionais;
      • Populações com problemas de desnutrição e subnutrição.
      • Nos países subdesenvolvidos existe um número maior de pessoas nas atividades primárias pela falta de tecnologia.
      • Pecuária extensiva, ocupando grandes extensões de terras.
    • AGROPECUÁRIA NOS PAÍSES DO NORTE
      • Agricultura e pecuária no sistema intensivo.
      • Tecnologias como maquinário, sementes melhoradas, adubos, defensivos, sementes transgênicas.
      • Grandes consumidores e exportadores de produtos agropecuários.
    • AGROPECUÁRIA NOS PAÍSES DO NORTE
      • Empresas Agrícolas – São propriedades de médio e grande porte que funcionam como empresas, com alta produtividade graças as mais modernas tecnologias.
    • CONTRADIÇÕES DO ESPAÇO AGRÁRIO DESENVOLVIDO
      • Para poder competir com países subdesenvolvidos, os paíse ricos que possuem custos mais altos para produzir utilizam;
      • Subsídios – incentivos fiscais, pagamento de safra com preço fixo – independente do mercado; pagamento para o agricultor não produzir, empréstimos com juros abaixo do mercado e de longa duração.
      • Proibição ou aumento extorsivo das tarifas agrícolas de importação (impostos)
    • ESPAÇO AGRÁRIO BRASILEIRO
      • Até a década de 30 o Brasil era um país exclusivamente agrário-exportador (cana-de-açúcar, café, cacau, etc.)
      • A industrialização brasileira incentiva a modernização do campo, gerando êxodo rural, além da busca de novas oportunidades que a cidade proporcionava.
      • O Brasil possui um significativo mercado interno, sendo também grande exportador mundial de produtos agropecuários.
    • ESPAÇO AGRÁRIO BRASILEIRO
      • O Brasil caracteriza-se pelo Agrobusiness ou agronegócio que é o conjunto de atividades que engloba desde o fornecimento de insumos e bens até a produção agropecuária, o processamento e a transformação das matérias-primas, destinados à distribuição e ao consumo interno e externo.
      • A expansão das grandes áreas agrícolas modernas com objetivo de exportação, aumentou a concentração fundiária, expulsando pequenos proprietários que produzem para o mercado interno.
      • O Brasil apresenta contrastes como a agricultura moderna e de subsistência, latifúndios improdutivos e pequenas propriedades, pecuária moderna e tradicional.
    •  
    • Brasil - regiões
      • Nordeste – Cana-de-açúcar, banana, uva, frutas tropicais, produção de mel e caprinos; sofre escassez de chuvas;
      • Sudeste – Café, Cana-de-açúcar, laranja e frutas, cinturão verde (grandes cidades), bovinos e avicultura. Agricultura moderna.
      • Centro-Oeste – Soja, algodão, milho, sorgo e cana-de-açúcar. Fronteira em expansão, problemas ambientais (Cerrado, Amazônia)
      • Sul – arroz, milho, feijão, trigo, tabaco, avicultura e pecuária; quase metade dos grãos brasileiros
      • Norte – cacau, mandioca, bovino – questões ambientais
    • ESTRUTURA FUNDIÁRIA
      • Entrega de grandes quantidades de terra no período colonial;
      • Lei de Terras – 1850;
      • Estatuto da Terra – 1964;
      • Movimentos Sociais – MST, Associações de Agricultura Familiar, Pequenos Produtores, Atingidos por Barragens, Quilombolas, etc.
    • ESTRUTURA FUNDIÁRIA
    • ESTÃO NO CAMPO
      • Bóia-fria – trabalhador temporário do campo que habita a periferia das cidades, ocupando-se das atividades agrícolas, principalmente no período das colheitas;
      • Arrendatário – lavrador que aluga a terra para produzir. O arrendatário vende sua produção e paga ao proprietário o aluguel da terra;
      • Meeiro – trabalhador que oferece sua mão-de-obra para trabalhar a terra de alguém, dividindo parte da sua produção com o proprietário;
      • Posseiro – aquele que se ocupa de terras devolutas ou particulares, (usucapião)
      • Grileiro – aquele que se apropria da terra com a falsificação de documentos;
    •