• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Pim rev 220512
 

Pim rev 220512

on

  • 4,724 views

trabalho do 1º semestre

trabalho do 1º semestre

Statistics

Views

Total Views
4,724
Views on SlideShare
4,719
Embed Views
5

Actions

Likes
2
Downloads
44
Comments
0

1 Embed 5

http://www.slashdocs.com 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Pim rev 220512 Pim rev 220512 Document Transcript

    • UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR – PIM I AUTORES Débora Regina C. Freitas RA B45HBA-2 Edvaldo Viana RA B3014A-3 Jefferson William Costa RA B401GA-6 Samuel P. de Souza RA B4520C-9 Tales Macedo Barbosa RA B3300E-7DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE PRÁTICAS DE GESTÃO ORGANIZACIONAL METALÚRGICA ERNANDES LTDA SOROCABA 2012
    • AUTORESDébora Regina C. Freitas RA B45HBA-2Edvaldo Viana RA B3014A-3Jefferson William Costa RA B401GA-6Samuel P. de Souza RA B4520C-9Tales Macedo Barbos RA B3300E-7 METALÚRGICA ERNANDES LTDA Projeto apresentado ao Curso de Gestão da Qualidade Universidade Paulista – UNIP campus Sorocaba, como requisito para aprovação na disciplina Projeto Integrado Disciplinar - PIM. Orientador: Profº José Francisco Serpa Sorocaba 2012
    • UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR – PIM I E III Prof. Regis Bastida Profª. Lígia Bardou de Carvalho Prof. Gláucio Menoni Honorato Prof. Micaela PincinatoProfª. Sandra Quaresma de Jesus Prof. José Francisco Serpa Profª. Lisiane Paulon Prof. Anderson Machado Profº. Valmir Cunha Prof. Waldemar Bellia Júnior Prof. Roberto W. Cristiano Prof. José Geraldo GarciaProfº. Giovani de Arruda Campos Prof. Nilton José Pereira Prof. Mariana D. Martins Prof. Élcio Galioni Profª. Maria Elizabete Vergílio Profª. Alex Sandro Dias Prof. Walter César J. de Faria Prof. Paulo Talacchia Prof. Sandro Almeida Prof. Reverdan Sparinger Prof. Marcos Antonio Salmazi Prof. Marcos Lopes Profª. Renata São Leandro Prof. José Camargo Prof. Willian Pugliesi Prof. Ederson Bonfim Profª. Edmea M. Lavor Prof. Rodolfo Schaffer Prof. Richard J. S. Flink (Coord.) Sorocaba, 1º semestre de 2012
    • DEDICATÓRIA Dedicamos esse trabalho as nossas famílias, também a nossos mestres, e aonosso coordenador Professor José Francisco Serpa que estão sempre a disposiçãopara nos apoiar.
    • AGRADECIMENTOS Todos nós alunos que fazemos parte desse importante trabalho,agradecemos a Deus em primeiro lugar, que é nossa base; Ao nosso coordenador do PIM, professor José Francisco Serpa; Aos professores do curso, pelo incentivo e motivação; Ao Sr Ernandes Puertas, Diretor da empresa que nos forneceu asinformações necessárias, para realização desse trabalho.
    • RESUMOEsse trabalho foi elaborado com informações recebidas da Empresa MetalúrgicaErnandes Ltda, focado nos itens do tema Análise de Práticas de GestãoOrganizacional matéria abordada na sala de aula, referente ao Curso de Gestão daQualidade e Curso Gestão em Recursos Humanos. O motivo de termos escolhidosessa empresa, foi pelo fato de a conhecermos e termos acompanhado todo seuprogresso, também por ser uma empresa exemplar na gestão organizacional,estabilizada no mercado e certificada no Sistema da Gestão da Qualidade NBRI.S.O 9001/2008, e na qual nos servirá de modelo para nossas pesquisas nodecorrer do curso, e no apoio de nosso progresso profissional.Palavras-chave: Gestão organizacional. Gestão da qualidade.
    • ABSTRACTThis work was done with information received from Ernandes Merallurgical CompanyLtda, focused items in the theme Analysis of Management PracticesOrganizationalmatters addressed in the classroom, referring to the Course andCourse Quality Management in Human Resources Managemen. The reason wepicked this companywas because the terms together and know his skills, also to bean exemplary company inorganizational management, the market stabilized andcertified in Quality Management System ISO 9001/2008, and which will serve as amodel for our research during the course and in support of our advancement.Keywords: Organizaiional Managemente. Quality Management.
    • SUMÁRIO1 INTRODUÇÃO ......................................................................................................... 92 DESCRIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO ........................................................................ 10 2.1 Denominação e forma de constituição......................................................... 10 2.2 Dados e fatos relevantes da origem da empresa ........................................ 10 2.3 Natureza e ramo de atuação.......................................................................... 10 2.4 Informações sobre o porte da empresa ....................................................... 11 2.5 Principais equipamentos ou máquinas ........................................................ 11 2.5 Principais equipamentos ou máquinas ........................................................ 12 2.6 Composição da força de trabalho ................................................................ 13 2.7 Principais Produtos ....................................................................................... 14 2.8 Principais Fornecedores ............................................................................... 15 2.9 Principais mercados ...................................................................................... 15 2.10 Clientes no âmbito Internacional ................................................................ 16 2.11 O Segmento de mercado do grupo no âmbito nacional ........................... 16 2.12 Principais concorrentes .............................................................................. 17 2.13 Organogramas por responsabilidades....................................................... 173 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL ......................................................................... 19 3.1 Elementos de comunicação na empresa ..................................................... 19 3.2 Elementos de comunicação externa ............................................................ 204 TÉCNICAS DE INFORMÁTICA ............................................................................. 21 4.1 Técnicas de informáticas utilizadas ............................................................. 215 RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS ........................................................ 22 5.1 Recursos Materiais e Patrimoniais da empresa .......................................... 226 FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO .............................................................. 24 6.1 Papel do administrador na organização ...................................................... 247 ECONOMIA DE MERCADO .................................................................................. 26 7.1 A Economia de Mercado no Brasil ............................................................... 26
    • 8 MATEMÁTICA APLICADA .................................................................................... 28 8.1 Matemática aplicada nos setor da Qualidade .............................................. 28 8.2 Fórmulas matemáticas utilizada na Carta de Controle Estatístico do Processo (C.E.P) .................................................................................................. 29 8.3 Cálculos para Capabilidade e Capacidade do Processo ............................ 29 8.4 MATEMÁTICA APLICADA NO SETOR FINANCEIRO ................................... 329 CONCLUSÃO ........................................................................................................ 34REFERÊNCIAS ......................................................................................................... 35
    • 91 INTRODUÇÃO Objetivo do trabalho é analisar a administração praticada dentro da empresaem pauta, e com isso aprender sobre o tema Descrição e Análise de Práticas deGestão Organizacional, conforme matérias ensinadas em sala de aula:Fundamentos da administração, Comunicação empresarial, Técnicas deInformáticas, Recursos Materiais e Patrimoniais, Economia e Mercado, e MatemáticaAplicada, dados fornecidos pela empresa, e os livros citados na referência.Empresa escolhida foi a Metalúrgica Ernandes Indústria e Comércio Ltda., por setratar de uma empresa sólida no mercado, com 33 anos de atuação no ramo deusinagem, sendo sua gestão muito organizada baseada em dados comprobatórios,e uma empresa que busca constantes parcerias com seus clientes, se preocupacom a melhoria contínua de seus processos, e tem uma excelente equipe decolaboradores treinados para a qualidade, e com a boa execução de suas tarefas,devido a tantos esforços e determinação conseguiram a certificação nas NormasNBR ISO 9001/2008, por isso hoje reconhecida no mercado de prestação deserviços em usinagem de peças em geral. No conteúdo textual do trabalhomostraremos como a empresa gerencia seus processos produtivos e seu sistema daqualidade, como são utilizadas as técnicas estatíticas na gestão de melhoriacontínua, bem como todos os métodos utilizados na comunicação com oscolaboradores internos e seus clientes externos e sua participação na economia demercado do Município. Esse trabalho será muito importante para nossodesenvolvimento intelectual dentro da universidade, baseado nele daremoscontinuidade em nossos estudos nos próximos semestres, onde abordaremosdiversos assuntos praticados dentro da empresa, e em paralelo as matériasaplicadas em classe, por isso o objetivo é manter em nossas pesquisas a mesmaempresa até concluirmos os dois anos letivos.
    • 102 DESCRIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO Segundo Srour (1998), “As organizações podem ser definidas comocoletividades especializadas na produção de um determinado bem ou serviço”.2.1 Denominação e forma de constituição A empresa foi fundada em 1975 contando com apenas cinco Funcionários(Torneiros e Fresadores) e algumas máquinas num pequeno galpão, é constituídade formação familiar, o que não interfere no profissionalismo e desenvoltura que éadministrada. A Metalúrgica Ernandes exerce trabalhos de melhoria contínua,treinamentos e qualificações do seu quadro de colaboradores.2.2 Dados e fatos relevantes da origem da empresa Ao longo desses anos foi se aperfeiçoando e investindo em tecnologia equalidade. Atualmente conta com 37 funcionários, máquinas modernas e umaestrutura capaz de prestar serviços de usinagem e fabricação de peças industriaispara empresas nacionais e multinacionais. Devido à experiência de estar atuandocom qualidade há 30 anos no mercado, fez da Metalúrgica Ernandes uma empresade grande credibilidade junto a seus Clientes e Fornecedores.2.3 Natureza e ramo de atuação A Metalúrgica Ernandes, a mais de 30 anos se instalou em Sorocaba, naépoca uma pequena oficina com dois tornos, uma fresadora e uma furadeira de
    • 11bancada, para prestar serviços de usinagens para as Indústrias, mas com o passardo tempo a oficina se expandiu no ramo e conseguiu novos clientes no mercado,com isso houve a necessidade de aquisição de mais máquinas para atender seusclientes.2.4 Informações sobre o porte da empresa Atualmente a empresa está ampliada em outro endereço, com uma área de1000 metros quadrado, sendo 600 metros quadrado de área construída, e comporta37funcionários, com 25 máquinas, sala de metrologia com equipamentos modernospara atender a qualidade de seus serviços, amplo escritório com departamentos deRH, Custos, Contabilidade, Setor Engenharia e Vendas.2.5 Principais equipamentos ou máquinasFigura 1- Máquina CNC.Fonte: “<http://www.metalurgicaernandes.com.br/maquinas.html>” 01/04/2012.
    • 12 Máquinas Convencionais: Quantidade Características 04 Tornos Convencionais marca Romi 04 Tornos CNC 03 Fresadoras Romi 02 Fresadora Cnc vertical 02 Centro de Usinagem Horizontal Heller 02 Centro de Usinagem Vertical Polaris 01 Centro de Usinagem Discovery 4022 Romi 01 Centro de Usinagem Feeler Retificadoras 01 Retifica Universal Vigorelli 01 Retífica p/ Furo e face Jotes 01 Retífica Plana Zema 01 Retífica Universal Toyoda Máquinas de Solda:Quantidade Características 01 Soldarc 01 Conjunto Oxi-Acetileno2.5 Principais equipamentos ou máquinas Máquina Tridimensional Brm 507 Mitutoyo Paquímetros Capacidade até 1000 mm Paquímetro para medir profundidade Micrômetros externos capacidade de 0 a 800 mm Micrômetros para medir profundidade
    • 13 Micrômetros para medir rosca Comparadores para medir diâmetros Internocapacidade 6 a 450mm Micrômetros interno tubular capacidade de 0 a 600 mm Figura 2 – Sala de Metrologia. Fonte: “<http://www.metalurgicaernandes.com.br/maquinas.html>”.2.6 Composição da força de trabalho Segundo Kall Marx, (1860) “A força de trabalho importante nos sistemasprodutivos. A força de trabalho é à base do capitalismo industrial”. Na empresa Metalúrgica Ernandes, tem 37 colaboradores, conforme descritosnos gráficos e tabela abaixo: Figura 3 – Força de trabalho por grau de escolaridade. Fonte: Gráfico de dados da empresa.
    • 14 Tabela 1 – Grau de Escolaridade por função. Fonte : Elaborado pelo próprios autores (01/04/2012). Gráfico – Força de trabalho por função. Fonte: Elaborado pelos próprios autores em (01/04/2012).2.7 Principais Produtos Segundo Mariclara (2008), “Os produtos ou serviços geram bonsrecursos,mas para continuar brilhando é necessário um investimento contínuo porparte da empresa”. Os produtos produzidos na empresa Metalúrgica Ernandes, são peças demateriais ferrosos (aços, ferros fundidos), usinados conforme projetos eespecificações de seus clientes.
    • 15 2.8 Principais Fornecedores Segundo Erick Figueiredo (2009), “É aquele que fornece mercadorias ou serviços ao consumidor. Fornecedores de matérias primas: peças fundidas e forjadas, lingotes e barras de aço e chapas, materiais não ferrosos. Serviços: Calibração e manutenção de instrumentos de medição, manutenção de máquinas, e serviços de informática (softwares) tratamento térmico etc.Empresa Tipo de Serviço/MateriaisAços Sachelli Aço CarbonoAços Rodman Aço Carbono / Aço InoxAços Radial Aços CarbonoJati Serviços Aço InoxShock Metais Materiais não ferrososAçotubo Tubos diversosThermix- Tratamento TémicoSorogalvo Tratamento SuperficialServicos Tratamento Térmico, Calibração de Instrumentos, InformáticaRebrac Consertos e Calibração de Instrumentos de mediçãoInfortron Serviços de InformáticaKalunga Materiais para escritório e Informática 2.9 Principais mercados Segundo Kotler & Fox (1994), “Definem mercado como o conjunto de consumidores reais e potenciais de uma oferta de mercado”.
    • 16 A Metalúrgica Ernandes presta serviços de usinagem para as fábricas deautopeças, e montadora de máquinas, embalagens, que estão situadasprincipalmente no Estado de São Paulo, na região de Sorocaba, e seus principaisclientes em potencial são: Alstom, Metso, Andrew, Emerson Process, Voith Siemens,ZF do Brasil, FB Bombas, Grupo Schaeffler - Luk Embreagens, Hartman Mapol.2.10 Clientes no âmbito Internacional Segundo Travessos Azambuja (2005), “Um cliente (também conhecido como um comprador) é geralmente usado para se referir a um atual ou potencial comprador ou usuário dos produtos de um indivíduo ou organização, chamado o fornecedor ou vendedor”. Apesar de não ter clientes no âmbito internacional, a empresa fornece peçasque indiretamente serve ao mercado internacional através das Máquinas eEquipamentos exportados por seus clientes.2.11 O Segmento de mercado do grupo no âmbito nacional Segundo Paulo Nunes (2007), “A segmentação do mercado é a análise eidentificação de grupos de clientes com necessidade e preferências homogêneas oucom algum grau de homogeneidade”. O negócio surgiu a partir das ideias de dois irmãos que vieram da cidade deSanta Barbara do Oeste, Estado de São Paulo, e compraram dois tornos, umafuradeira, algumas ferramentas, alugaram um pequeno salão comercial ecomeçaram a vender serviços de usinagens, na época para um pequeno numero declientes, na cidade de Sorocaba/SP. Demonstrando muita motivação, conseguiram ampliar o negócio, nos moldesatuais. Hoje uma empresa bem situada no Mercado, gerando mão de obra, eparticipando do progresso da cidade.
    • 17 Uma empresa que preza pela qualidade dos produtos fornecidos, para tantoinvestiu e máquinas e equipamentos de alta tecnologia, e hoje conseguiu formaruma carteira de clientes fiéis no mercado nacional.2.12 Principais concorrentes Segundo Paulo Nunes (2008), “O termo concorrência é geralmente utilizado para designar o grau de competitividade entre empresas ou outras entidades que oferecem produtos ou serviços semelhantes e que competem entre si pelos mesmos mercados”. Os concorrentes são muitos no ramo de usinagem, pois o parque industrial nacidade é muito diversificado; são milhares de empresas instaladas na região deSorocaba. Podemos citar algumas empresa em Sorocaba que trabalham no mesmoramo: Usinafer, Usitec, Usimetal, Prestec usinagem e ferramentaria, Difran, Metaltecetc.2.13 Organogramas por responsabilidades Segundo Helio Valim (2005), “Organograma é um gráfico que representa a estrutura formal de uma organização.Credita-se a criação dos primeiros organogramas ao norte-americano Daniel C. McCallum, administrador de ferrovias, no ano de 1856. Os organogramas mostram como estão dispostas unidades funcionais, a hierarquia e as relações de comunicação existentes entre estes”. Conforme Organograma abaixo as, as responsabilidades desde a AltaDireção, aos elementos da estrutura organizacional.
    • 18Figura 5 – Organograma por setor e responsabilidades.Fonte - Empresa Metalúrgica Ernandes , (01/04/2012).
    • 193 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Segundo Roger Cahen (2012), “A Comunicação Empresarial é uma atividade sistêmica, e caráter estratégico, ligada aos mais altos escalões da empresa e que tem por objetivos: Criar – onde ainda não existir ou for neutra -, manter– onde já existir – a imagem da Empresa junto a seus públicos prioritários”.3.1 Elementos de comunicação na empresa Na Empresa Metalúrgica Ernandes, a comunicação interna é feita através dereuniões semanais de melhorias contínuas, via internet (e-mails), quadros de avisose quadro de gestão a vista, quanto as comunicação técnica ligada ao produto, usam-se software para mapeamento do processo, folhas de processo detalhado para cadaproduto. E na área da Qualidade os procedimento e as instruções de controle, bemcomo o software para gerenciamento dos instrumentos de medição e seus referidoscertificados, na inspeção do produto, planos de controle, PPAP, Fmea, relatórios denão conformidades, instruções de trabalho, e procedimentos conforme requisitos daGestão da Qualidade Sistema NBR I.S. O 9001/2008. Figura 6: Quadro de Gestão a Vista. Fonte - Empresa Metalúrgica Ernandes LTDA , (01/04/2012).
    • 203.2 Elementos de comunicação externa Segundo José Claudio Terra (2011), “Comunicação Externa é a troca de informações de uma organização e outras organizações, grupos ou indivíduos fora de sua estrutura formal. O objetivo da comunicação externa é a facilitar a cooperação e colaboração com as outras partes interessadas a apresentar uma imagem favorável da empresa para a sociedade como um todo. Pode ser feita através de uma variedade de canais, reuniões, mídia impressa, e principalmente mídia eletrônica”. A preocupação permanente na Satisfação do Cliente é a razão pela qual aIndústria Metalúrgica Ernandes emprega seu esforço e criatividade. Comunicação com os clientes através de site da empresa, telefones,relatórios de satisfação do cliente, e visitas periódicas pós-vendas, de forma quefacilite a venda do produto e o contato com o consumidor. formulário de satisfaçãodo cliente que é enviado após a entrega do serviço ou produtos, tem outrossistemas para ouvir os clientes, como serviço de atendimento do consumidor nopróprio site da empresa, reuniões periódicas com clientes para tratar dos projetosnovos ou ate mesmo os que estão em andamento, para efeito de melhorias.
    • 214 TÉCNICAS DE INFORMÁTICA Segundo Emerson Alecrim (2011), “A Tecnologia da Informação (TI) pode ser definida como o conjunto de todas as atividades e soluções providas por recursos de computação que visam permitir o armazenamento, o acesso e o uso das informações”. Para garantir maior agilidade na prestação de serviços e um controleintegrado entre a produção e a administração, a Metalúrgica Ernandes adquiriu umsoftware desenvolvido para a área de usinagem, podendo assim, obter,instantaneamente, informações atualizadas de todas as áreas da empresa. OSoftware UFT WIN, é um software de gerenciamento industrial que coleta dados,gera indicadores, cria metas, elabora plano de ação e monitora resultados, em todoprocesso de fabricação (apontamentos e custos no processo), bem como todaadministração financeira (emissão de notas fiscais e controle de fluxo de caixa).4.1 Técnicas de informáticas utilizadas Todos os acompanhamentos dos processos dos produtos sãoinformatizados, bem como os recursos para elaboração de relatórios de controle, ea comunicação com clientes e fornecedores (via e-mail), utiliza-se também técnicasestatísticas informatizadas para cálculos de C.e.p (Controle Estatístico doprocesso), M.s.a (Análise dos Sistemas de Medição), F.m.e.a (Software Minitab).
    • 225 RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS Segundo Martins (2000), “Recursos Materiais são os itens ou componentes que uma empresa utiliza nas suas operações diárias, para construção do seu produto final. Recursos Patrimoniais: é o conjunto de riqueza da empresa, são as instalações, os prédios, equipamentos e veículos da empresa etc”.5.1 Recursos Materiais e Patrimoniais da empresa Na empresa Metalúrgica Ernandes, são explorados todos os recursosmateriais e patrimoniais como, Máquinas Operatrizes, Prédio e Terreno, Veículos,Móveis e Utensílios para escritórios, Informática etc. A empresa não faz estoques; as matérias primas brutas são fornecidas pelosclientes, são industrializadas e devolvidas. Mas existe um controle rigoroso de acompanhamento do processo e nosmateriais recebidos do cliente. Figura 7 - Organograma dos Recursos. Fonte: Material de estudo em classe pela Professora Sandra Luísa (UNIP).
    • 23 A utilização do (diagrama de pareto ou curva abc) é aplicado na área daqualidade, como coleta de dados para solução de problemas: Tabela 2 - Dados coletados conforme relatórios da qualidade, mensal Fonte: Controle de qualidade da Empresa Metalúrgica Ernandes. Gráfico: Pareto. Fonte: Controle de qualidade da Empresa Metalúrgica Ernandes.
    • 246 FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Segundo Antônio Cezar Maximiniano (2004), “Administração é o processo detomar e colocar em prática decisões sobre objetivos e utilizações de recursos”. Segundo Peter Drucker (2006), “Administração é a prática especifica queconverte uma multidão em um grupo eficiente, orientado para certas metas”.6.1 Papel do administrador na organização Segundo Chiaveneto (2004), “A palavra administração tem sua origem nolatim: ad (direção) + minister (obediência ou subordinação), ou seja, administrar é teruma função abaixo de alguém e dar a direção”. A tarefa da Administração é a de interpretar os objetivos propostos pelaorganização e transforma-los em ação organizacional por meio de planejamento,organização, direção e controle de todos os esforços realizados em todas as áreas eem todos os níveis da organização, a fim de alcançar tais objetivos da maneira maisadequada à situação. “Assim, a Administração é o processo de planejar, organizar,dirigir e controlar o uso de recursos a fim de alcançar objetivos”. Não podemos esquecer que o processo de administração pode ser aplicadoem qualquer tipo de organização, tenha ela o tamanho que tiver; estamos falandoaqui de um supermercado, um hospital, uma universidade, indústrias, clubes,agremiações, prestadoras de serviço, etc. É absolutamente necessária grande habilidade interpessoal porque oadministrador irá lidar com pessoas. Conhecimentos em Tecnologia da Informaçãosão fundamentais porque ela impacta fortemente no ambiente organizacional além éclaro, de uma capacidade técnica e instrumental que irá propiciar a pesquisa,seleção e análise das informações que advém do mercado e da própria empresa. O que não podemos esquecer é que conhecer internamente a empresa, seusprocessos, estruturas e clima organizacional trará uma visão mais nítida e detalhada
    • 25que deverá nortear as decisões estratégicas. As organizações devem buscar ajustaro ambiente de negócio, suas estratégias e os principais componentes da gestão –pessoas, arquitetura, rotinas e cultura – como forma de obter melhor desempenhoou mesmo sobreviver no mercado. Na empresa Metalúrgica Ernandes, a administração é levada a sério, esse omotivo da empresa crescer a cada ano, e sempre procurar novas tecnologias(Software UFT WIN de gerenciamento total da empresa), Esse Software controlatodas informações gerais da empresa em uma única base de dados, evitandodiversos controles em planilhas para cada área, com rapidez e eficiência, evitaprocedimentos duplicados, é versatil nas alterações de processos e roteiros, eotimiza no planejamento da empresa através do Manufacturing Resource Planning(MRP II, em português: Planejamento dos recursos de manufatura) é definidotambém por (Carga e Capacidade) e com isso acompanha a modernidade atual nosprocessos administrativos eficientes. E assim procura se adequar a uma administração eficaz e moderna,utilizando novos recursos administrativos, bem diferente das administrações dopassado que era antiquada e desorganizada.
    • 267 ECONOMIA DE MERCADO Segundo Vasconcelhos e Garcia (2004), “A Economia é a ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bem e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as necessidades humanas”.7.1 A Economia de Mercado no Brasil A economia brasileira poderá, nos próximos meses, ganhar impulso com essaqueda dos juros; um pouco de impulso adicional ela pode ganhar, sem dúvida, doponto de vista político-eleitoral, o governo melhorou o seu ativo. Então, concluindo, ogrande e festejado acontecimento econômico-financeiro da última semana, no curtoe nos médios prazos teve ou terá efeito positivo também para os atuais governantes(do ponto de vista político-eleitoral) e para a população (do ponto de vistaeconômico), o que nem sempre acontece – na verdade, raramente acontece.Podemos, pois, garantir que o magno problema do desenvolvimento sustentável daeconomia brasileira em longo prazo está resolvido, portanto, os pais e mães cujosfilhos estão nascendo hoje podem esperar que, nos próximos 30 anos, eles estarãovivendo num país que lhes ofereça – e, então, aos seus familiares – perspectivasmais seguras e promissoras do que as que são oferecidas hoje. Falamos não só de bons empregos e melhores salários, mas também demelhor convívio; maior segurança nas ruas; melhores condições para planejar a vidade uma família; de ambiente social e urbano menos agressivo, com maior adesão àsnormas de civilidade e urbanidade; de melhor formação educacional, cultural etécnica; de menores interferências arbitrárias dos governos na vida e nos bolsos daspessoas; de menos desfaçatez, corrupção e esbórnia entre os quadros políticos. Enfim, de tudo aquilo que é imperativo para o verdadeiro desenvolvimentofuturo do País, infelizmente, a tais quesitos não podemos dar respostas afirmativas,isentas de dúvidas, pelo menos por enquanto.
    • 27 Porém, podemos chegar lá. E para isso, baixar os juros, igualando-os ao nívelinternacional, é apenas um passinho miúdo. A economia brasileira é a sexta domundo, como vem sendo largamente proclamado. Mas atenção: é a sexta do mundono tamanho, porque o país é grande; não na qualidade e muito menos nos serviçosque presta à população em geral. É muitíssimo maior do que a economia da Suíça,por exemplo. Sorocaba participa desse crescimento com a vinda de novas empresas emnosso parque industrial, e a empresa Metalúrgica Ernandes também participa nocrescimento da economia no município, em extensão do estado e do país, cujoscolaboradores tem essa visão de colocar em prática os objetivos da empresa e sãobeneficiados, pois o Diretor reconhece os esforços e a participação de todos.Sabemos que o Brasil esta passando por uma fase de estabilidade e crescimentoeconômico que beneficiará as empresas num futuro próximo.
    • 288 MATEMÁTICA APLICADA Segundo Marco Cabral (2011), “A matemática aplicada é um ramo da matemática que trata do conhecimento matemático a outros domínios. Tais aplicaçõe matemática voltada a engenharia, programação linear, otimização, modelagem contínua, biomatemática e bioinformática, teoria da informação, teoria dos jogos, probabilidade e estatística”.8.1 Matemática aplicada nos setor da Qualidade Segundo Robert Wayne, (2004), “Em 1924, o matemático Walter Shewhartintroduziu o controle estatístico da qualidade”. A Matemática está em todos os setores da empresa, desde o setor Controlede Qualidade, Almoxarifado, no controle de estoque, onde um software UFT WINgerencia toda movimentação de materiais e valores do produto em cada processo. Na empresa Metalúrgica Ernandes, a Matemática é utilizada no Controle deQualidade, quando se aplica a Estatística no C.e.p (Controle Estatístico doProcesso) e no M.s.a (Análise do Sistema de Medição), para medir as capabilidadedas máquinas na produção, e no sistema de medição, utiliza-se o software MINITAB.(Vera nexo, Relatório de Cálculo Estatístico do MSA, e Carta C.e.p).
    • 298.2 Fórmulas matemáticas utilizada na Carta de Controle Estatístico doProcesso (C.E.P) Figura 8 – Fórmula Matemática utilizada para C.E.P.8.3 Cálculos para Capabilidade e Capacidade do Processo A fórmula do índice Capabilidade (Cp) é dada por: Na fórmula,percebemos, como foi escrito anteriormente, que este índice desconsidera a médiado processo, retratando apenas sua variação. O cálculo deste índice em nossoexemplo é dado por: Avaliação do cálculo do índice Processo incapaz: Cp < 1 Processo aceitável: 1 ≤ Cp ≤ 1,33Processo capaz: Cp ≥ 1,33.
    • 30 Cpk Considera a centralização do processo; É o ajuste do índice Cp para uma distribuição não-centrada entre os limites deespecificação; É sensível aos deslocamentos (causas especiais) dos dados; Cálculo do índice Os índices de Capacidade do processo utilizam o desvio-padrão estimado(clique aqui para aprender a calculá-lo). Considerando os dados utilizados no informativo do mês anterior (clique aquipara acessá-lo), temos: LSE (Limite Superior de Especificação) = 2.5. LIE (Limite Inferior de Especificação) = 0.05. (Média do processo) = 1.025 (Desvio-padrão estimado) = 0.5385. A fórmula do índice Cpk é dada por . O cálculo deste índice em nosso exemplo é dado por:
    • 31 Avaliação do cálculo do índice : Processo incapaz: Cpk< 1 Processo aceitável: 1 ≤ Cpk ≤ 1,33Processo capaz: Cpk ≥ 1,33. (Desvio-padrão estimado) = 0.5385Desvio padrão amostral Se uma variável aleatória toma os valores , então o desviopadrão para esta amostra de números (ou desvio padrão amostral) pode sercalculado da seguinte forma. Primeiro calcula-se a média de , , através de:
    • 32Figura 9 - Modelo de carta C.e.p (Fonte acervo pessoal).............................................................Fonte: Elaborada pelo grupo.8.4 MATEMÁTICA APLICADA NO SETOR FINANCEIRO Segundo Paulo Marques (2009), “A matemática financeira utiliza uma série de conceitos matemáticos aplicados à análise de dados financeiros em geral. Os problemas clássicos de matemática financeira são ligados a questão do valor do dinheiro no tempo (juro e inflação) e como isso é aplicado a empréstimos, investimentos e avaliação financeira de projetos”.
    • 33 Em geral, os problemas tratados pela matemática financeira consideram oregime de juros compostos ao invés de juros simples. Nesse regime, a fórmulausada é:ou, invertendo os termos,onde, Valor Futuro (do inglês Future Value); Valor Presente (do inglês Present Value); Taxa de juros (do inglês Interest Rate); Número de períodos. Na Metalúrgica Ernandes , no setor financeiro é utilizado o Software UFT WINpara fluxo de caixa, e controle de custos final de serviços nos produtos fabricados., eo mesmo software é utilizado para emissão de Notas Fiscais e duplicatas decobrança.
    • 349 CONCLUSÃO O objetivo desse trabalho foi mostrar de forma simples e direta como sãorealizadas as práticas de gestão organizacional dentro da empresa MetalúrgicaErnandes Ltda, baseada nas matérias apresentada em classe referente aosassuntos do tema abordado. E ao visitarmos a empresa podemos notar que emtodos seus processos, seja ele administrativo, produtivo, e no seu sistema decontrole de qualidade, as práticas abordadas são uma constante, que são levadas asério por seus colaboradores em todos os níveis da hierarquia da empresa, seusfuncionários são treinados a conhecer de forma clara toda política da qualidade ,bem como os procedimentos de cada área envolvidos em seus trabalhos, sãoguiados por instruções de trabalho e especificações de projetos, conforme oprocesso escrito para cada produto manufaturado dentro da empresa. Tratam assim esse tema, pois são cientes que, vivemos em um mundocompetitivo, com muitas mudanças nos sistemas administrativos, e na área degestão da qualidade, e a empresa que não acompanhar toda evolução tecnológicaficara fora do mercado. E nos alunos fazemos parte de toda essa evolução, porlevarmos mais conhecimentos para as empresas e também aprendermos com elastodos os processos na prática, e no decorrer de nossos estudos na universidadetemos que nos aperfeiçoar cada vez mais, e estar sempre atualizados no que dizrespeito às novas tecnologias, e nas inovações de como administrar uma empresa. Em matéria de inovações tecnológicas o Brasil está passando por uma fasemuito boa, e em algumas regiões ainda deixa a desejar, pois precisa formar maismão de obra especializada. Alguns educadores dizem que “o Brasil é um giganteadormecido”, e nos precisamos acordá-lo, por levar mais educação e conhecimentonessas regiões menos favorecidas. “O Brasil é um gigante adormecido, vamos todos juntos acordá-lo”.
    • 35 REFERÊNCIASMAXIMIANO, A. C, Teoria Geral da Administração. 4ª edição. Editora Atlas. 2004;MITTAG, H. J E RINNE, H. Statistical Methods of Quality Assurance. Chapman &Hall First Edition p.478, 1993;MONTGOMERY, D. C. – Introduction to Statistical Quality Control. 3rd edition. NewYork: John Wiley &Sons, 1997;ROCHA, M. – A economia no Brasil; Jornal O Estado de S. Paulo. 23/04/2012;SHEWHART, W. Statistical method: from the viewpoint of quality control.Washington: Dover, 1986;VIEIRA, S. – Estatística para a Qualidade. Editora Campus, 1999;WESTERN ELECTRIC COMPANY, – Inc. Statistical Quality Control Handbook. NewYork: Mac Printing Company, 1956;MARICLARA, Produto Principal - http://www.proz.com/kudoz/french_to_portuguese/retail/2552455-produits_phare.html#5702042.