Uploaded on

 

More in: Sports , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
28,832
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
411
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Moto-serra
  • 2.
    • Introdução.
    • Princípio de funcionamento.
    • Partes da moto-serra.
    • Partes da corrente.
    • Ligando a moto-serra.
    Moto-serra
  • 3.
    • Colocação e Retirada do Sabre
    • Problemas.
    • Manutenção
    • Tipos de Corte
    • Táticas de corte
    Moto-serra
  • 4.
    • Motor a dois tempos.
    • Combustível:
      • Mistura  Gasolina + Óleo (Super TT)
      • 1:25  Óleo:Gasolina.
      • 1:40  Óleo:Gasolina.
    • Alta rotação.
    Princípio de funcionamento SAE- 30
  • 5.
    • Lubrificação da corrente:
      • Óleo Biodegradável.
      • Monoviscoso HD  SAE-40.
      • Não usar óleo usado  Cancerígeno
    Princípio de Funcionamento
  • 6.
    • Reservatório de combustível.
    • Reservatório de óleo lubrificante da corrente.
    • Afogador.
    • Punho.
    Partes da Moto-serra
  • 7. Reservatório de combustível
  • 8. Óleo lubrificante da corrente
  • 9. Afogador Shock Start
  • 10. Afogado Start Carburador
  • 11. Punho
  • 12.
    • Carcaça.
    • Sabre.
    • Pinhão.
    Partes da Moto-serra
  • 13. Carcaça
  • 14. Sabre
  • 15. Canaleta do Sabre Sabre
  • 16. Sabre Orifício de Lubrificação
  • 17. Pinhão
  • 18. Pinhão Lubrificante da Corrente
  • 19.
    • Corrente
    • Manopla
    • Acelerador
    • Filtro de ar
    • Garras
    • Trava Acelerador
    Partes da Moto-serra
  • 20.
    • Elo de Ligação.
    • Elo de Tração.
    • Dente de Corte esquerdo.
    • Dente de Corte Direito.
    • Rebite.
    Partes da Corrente
  • 21. Dente de Corete esquerdo Dente de corte direito
  • 22. Elo de ligação Elo de tração
  • 23. Rebite
  • 24. Corrente
  • 25. Manopla
  • 26. Filtro de ar
  • 27. Garras
  • 28. Acelerador
  • 29. Trava do Acelerador
  • 30. Retém do Acelerador
  • 31.
    • Porcas Flangeadas.
    • Parafusos Prisioneiros.
    • Parafuso Tensor.
    • Pino Tensor.
    • Furo de Entrada do óleo.
    Partes da Moto-serra
  • 32. Porcas Flangeadas
  • 33. Parafusos Prisioneiros Pino Tensor
  • 34. Parafuso Tensor
  • 35.
    • 015-L  3,7 KG
    • 020-AV  4,4 KG
    • 08-S  8,3 KG
    • 038-S  6,6 KG
    • 051-AV  11,8 KG
    • 075-AV  14,7 KG
    Peso da Moto-serra
  • 36.
    • Passagem de serviço.
    • Reservatório de combustível.
    • Reservatório de óleo.
    • Aperto da corrente.
    • Manopla.
    Verficação Preliminar
  • 37.
    • Afogador.
    • Vela e cachimbo  Conectados.
    • Óleo e Mistura  Sobressalente.
    • Lubrificação da corrente.
    • Efetuar um pequeno corte .
    Verficação Preliminar
  • 38.
    • Colocá-la no chão.
    • Colocar em Meia aceleração:
      • Trava do Acelerador.
      • Retém do Acelerador.
      • Acelerador.
    Ligando a Moto-serra
  • 39. Ligando a Moto-serra
  • 40. Ligando a Moto-serra Start ON
  • 41.
    • Afogador:
      • Shock  Motor Frio.
      • Start  Motor Quente.
    • Pressionar o punho .
    Ligando a Moto-serra
  • 42. Ligando a Moto-serra ON Shock
  • 43. Ligando a Moto-serra
  • 44.
    • Pisar na base.
    • Tirar a folga da manopla.
    • Puxar a manopla.
    Ligando a Moto-serra
  • 45. Ligando a Moto-serra
  • 46.
    • Ligada:
      • Destravar meia aceleração.
      • Verificar Lubrificação da corrente.
      • Evitar imprimir alta rotação logo no início.
    Ligando a Moto-serra
  • 47. Ligando a Moto-serra Lubrificação da corrente
  • 48.
    • Afrouxar o parafuso tensor.
    • Afrouxar as porcas flangeadas.
    • Soltar as porcas flangeadas.
    • Retirar a carcaça.
    Retirada do Sabre
  • 49. Retirada do Sabre
  • 50. Retirada do Sabre
  • 51. Retirada do Sabre
  • 52.
    • Liberar o parafuso tensor.
    • Retirar o sabre do pinhão.
    • Retirar a corrente do sabre.
    Retirada do Sabre
  • 53. Retirada do Sabre
  • 54. Retirada do Sabre
  • 55. Retirada do Sabre
  • 56.
    • Colocar a corrente no sabre.
    • Colocar o sabre no pinhão.
    • Apertar o parafuso tensor.
    • Colocar a carcaça.
    • Colocar as porcas flangeadas.
    Colocando o Sabre
  • 57. Colocando o Sabre Corrente no sabre
  • 58. Colocando o Sabre Pinhão
  • 59. Colocando o Sabre Aperto Pino tensor
  • 60. Colocando o Sabre Carcaça
  • 61.
    • Apertar as porcas flangeadas.
    • Regular o aperto:
      • Porcas flangeadas.
      • Parafuso tensor.
    • Ajuste da corrente:
      • Correndo.
      • Distância  0,5cm.
    Colocando o Sabre
  • 62. Colocando o Sabre
  • 63. Colocando o Sabre
  • 64.
    • Tenha plena certeza:
      • Das perfeitas condições de todo o equipamento a ser utilizado durante a operação.
      • Do domínio técnico-profissional do operador do equipamento.
      • Se todos os elementos do sistema suportarão a carga de trabalho.
    Segurança - Operações
  • 65.
    • Usar EPI:
      • Óculos de Proteção.
      • Perneira.
      • Luva.
      • Capacete.
      • Protetor auricular.
    Segurança - Operações
  • 66.
    • Ligar a moto-serra no chão.
    • Isolar o local de corte.
    • Somente um operador.
    • Nunca usar a moto-serra num plano superior ao tronco do operador.
    Segurança - Operações
  • 67.
    • Segurar a moto-serra sempre com as duas mãos.
    • Não trabalhar c/ as costas demasiadamente voltada para frente.
    • Em barrancos permanecer acima ou ao lado do tronco ou árvore.
    Segurança - Operações
  • 68.
    • Trabalhos em alturas
      • Moto-serra  Ancorada
      • Bombeiro  Ancorado
      • Ancoragem  Ponto mais alto do que o de corte
    Segurança - Operações
  • 69.
    • Observar sempre a ponta do sabre.
    • Trabalhar de forma calma.
    • Firmar as garras antes de cortar.
    Segurança - Operações
  • 70.
    • Escalar um militar somente para ser o “Segurança” , tendo como função avaliar e fiscalizar as condições de segurança em toda a operação, bem como corrigir as condições de insegurança e os atos inseguros.
    Segurança - Operações
  • 71.
    • Desligar a Moto-serra:
      • Abastecimento.
      • Aperto da corrente.
      • Vela de Ignição.
      • Transporte.
      • Deslocamento.
    Segurança - Operações
  • 72.
    • Lado esquerdo na linha da cintura com o sabre voltado para trás.
    • Ombro esquerdo:
      • Sabre voltado para frente.
      • Moto-serra fria.
      • Gola da gandola  Elevado.
      • Calçado de luva.
    Transportando
  • 73. Transportando
  • 74. Transportando
  • 75.
    • Afogada.
    • Motor não liga.
    • Muita Fumaça.
    • Poucas Lascas de Madeiras.
    Problemas
  • 76.
    • Acelerador  Stop.
    • Retirar o Cachimbo.
    • Retirar a Vela.
    • Puxar a manopla 5 vezes.
    Afogada
  • 77.
    • Queimar os pólos da vela.
    • Lixar os pólos.
    • Distanciar os pólos:
      • Espessura de uma gilete.
    • Recolocar a vela.
    Afogada
  • 78.
    • Motor seco.
      • Falta de gasolina no carburador.
    • Vela de ignição oxidada.
      • Trocar a vela.
      • Queimar, lixar e recolocar no lugar.
    • Cachimbo desconectado  Recolocar.
    Motor não Liga
  • 79.
    • Retirar o Filtro de Ar.
    • Colocar um pouco que combustível no carburador.
    • Coloque o afogador em Shock.
    • Tire a folga da Manopla e de partida.
    Motor Seco
  • 80.
    • Corrente apertada demais.
    • Falta de óleo lubrificante.
    • Problema no sistema de lubrificação
    Muita Fumaça
  • 81.
    • Corrente ao contrário.
    • Corrente cega:
      • Poucas lascas.
      • Madeira encharcada de óleo.
    Poucas Lascas de Madeiras
  • 82.
    • A Manutenção é dividida em:
      • Primeiro escalão.
      • Segundo escalão.
      • Terceiro escalão.
    • Mantenha em dia uma ficha de manutenção do equipamento.
    Manutenção
  • 83.
    • Checar na passagem de serviço, bem como após o término de cada operação.
      • Reservatório de Combustível.
      • Reservatório de óleo lubrificante.
      • Aperto da corrente .
    Primeira Escalão
  • 84.
    • Passagem de serviço:
      • Ligar e operar o equipamento
      • Verificar a lubrificação da corrente (marca no chão)
      • Desmontagem do sabre e limpeza do equipamento após o uso
      • Acondicionar o equipamento corretamente
    Primeira Escalão
  • 85.
    • Realizada pelo pessoal da Seção de Material Operacional, bem como pelo CSMMop.
    • Deverão ser respeitados os prazos de trocas de peças do equipamento, bem como as aferições e ajustes preconizados pelo fabricante.
    • Estando material acondicionado na Seção, o mesmo deverá ser operador pelo menos uma vez por semana.
    Segundo Escalão
  • 86.
    • Troca de velas  2 anos.
    • Limpeza do filtro de ar  mensal.
    • Troca do filtro de ar  semestral.
    • Troca do filtro de combustível  anualmente.
    • Amolar a corrente.
  • 87.
    • Manutenção realizada na revendedora do equipamento, requer mão de obra especializada.
    • Troca de Pinhão, pistão, embolo etc.
    • A cada três trocas de corrente, deve-se trocar o pinhão.
    Terceiro Escalão
  • 88.
    • “ Por mais que os fatores externos limitem nossa missão no desempenho técnico, jamais devemos permitir que estes fatores, nos limitem no desempenho técnico.”
    • Paulo Freire
    Reflexão