Língua Portuguesa para Concursos

  • 1,913 views
Uploaded on

Compre agora! …

Compre agora!
http://www.editorajuspodivm.com.br/produtos/duda-nogueira/lingua-portuguesa-para-concursos/1109

Aborda:

- Fonética
- Morfologia
- Sintaxe
- Coesão e coerência
- Tópico complementar
- Interpretação de texto
- Redação oficial

Inclui:

- Editais e plano de estudos
- Teoria
- Dicas
- Exercícios de fixação
- Questões comentadas
- Destaques nos trechos mais importantes com outra cor


O objetivo desta obra é facilitar o estudo e o emprego de nossa rica língua portuguesa em concursos públicos, já que é a matéria mais exigida na maioria das provas.

Por ministrar aulas presenciais para concursos há mais de 16 anos, o material foi elaborado aos poucos a fim de sanar as dúvidas dos candidatos e facilitar a didática. Se você seguir a ordem do livro, sentirá como se estivesse em sala de aula.

Na apresentação do livro, foi criado o perfil do concurseiro e na parte I, há editais e planos de estudos. Você saberá encontrar cada tópico do edital e poderá direcionar seu estudo.

O livro possui em cada capítulo: teoria, dicas, exercícios para fixar e questões comentadas - item a item - de provas 2013 a 2009. Totalizando 818 exercícios.

Conscientize-se de que deve ser prazerosa a trajetória para alcançar seu objetivo. Trata-se da língua que falamos, da língua com a qual nos comunicamos e através da qual nos expressamos. O segredo é este: fazer com que a nossa linguagem fique mais perto, mais palpável. Recheie com ingredientes teóricos e obtenha sucesso. Acredite: é possível.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,913
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
62
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 103 SEMÂNTICA Fonética CAPÍTULO 4 SEMÂNTICA SUMÁRIO 1. Introdução 2. Sinonímia 3. Antonímia 4. Homonímia 4.1. Homógrafas 4.2. Homófonas 4.3. Perfeitas – homófonas e homógrafas 5. Paronímia 5.1. Quadro resumo 7.1. Conotação 6.2. Denotação 7. Ambiguidade 6. Polissemia 9. Exercícios 7. Conotação e denotação 10. Questões comentadas de concursos 1. INTRODUÇÃO Semântica (do grego σημαντικός, sēmantiká, plural neutro de sēmantikós, derivado de sema, sinal), é o estudo do significado. Incide sobre a relação entre significantes, tais como palavras, frases, sinais e símbolos, e o que eles representam, a sua denotação. A semântica linguística estuda o significado usado por seres humanos para se expressar através da linguagem. Outras formas de semântica incluem a semântica nas linguagens de programação, lógica formal, e semiótica. A semântica contrapõe-se com frequência à sintaxe, caso em que a primeira se ocupa do que algo significa, enquanto a segunda se debruça sobre as estruturas ou padrões formais do modo como esse algo é expresso (por exemplo, escritos ou falados). Dependendo da concepção de significado que se tenha, têm-se diferentes semânticas. A semântica formal, a semântica da enunciação ou argumentativa e a semântica cognitiva, fenômeno, mas com conceitos e enfoques diferentes. 2. Sinonímia É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados iguais ou semelhantes, ou seja, os sinônimos. Exemplos: cômico – engraçado; débil – fraco, frágil; distante – afastado, remoto. 3. Antonímia É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados diferentes, contrários, isto é, os antônimos. Exemplos: economizar – gastar; bem – mal; bom – ruim. 4. Homonímia É a relação entre duas ou mais palavras que, apesar de possuírem significados diferentes, possuem a mesma estrutura fonológica, ou seja, os homônimos. As homônimas podem ser classificadas em:
  • 2. Fonética Duda Nogueira 104 4.1 Homógrafas Palavras iguais na escrita e diferentes na pronúncia. Exemplos: gosto (substantivo) – gosto (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo gostar); conserto (substantivo) – conserto (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo consertar). 4.2 Homófonas Palavras iguais na pronúncia e diferentes na escrita. Exemplos: cela (substantivo) – sela (verbo); cessão (substantivo) – sessão (substantivo); cerrar (verbo) – serrar (verbo). 4.3 Perfeitas – homófonas e homógrafas Palavras iguais na pronúncia e na escrita. Exemplos: cura (verbo) – cura (substantivo); verão (verbo) – verão (substantivo); cedo (verbo) – cedo (advérbio). 5. Paronímia É a relação que se estabelece entre duas ou mais palavras que possuem significados diferentes, mas são muito parecidas na pronúncia e na escrita, isto é, os parônimos. Exemplos: `` cavaleiro – cavalheiro (desacautelado) `` absolver – absorver `` geminada (duplicada) – germinada (que germinou) `` comprimento – cumprimento `` aura (atmosfera) – áurea (dourada) `` conjectura (suposição) – conjuntura (situação decorrente dos acontecimentos) `` descriminar (desculpabilizar) – discriminar (diferenciar) `` mugir (soltar mugidos) – mungir (ordenhar) `` percursor (que percorre) – precursor (que antecipa os outros) `` sobrescrever (endereçar) – subscrever (aprovar, assinar) `` veicular (transmitir) – vincular (ligar) `` desfolhar (tirar ou perder as folhas) – folhear (passar as folhas de uma publicação) `` descrição – discrição `` despercebido (não notado) – desapercebido `` onicolor – unicolor. 5.1 Quadro resumo Homógrafos Homófonos Homônimos Escrita igual diferente igual Semântica Pronúncia diferente igual igual Parônimos semelhante semelhante diferente Sinônimos Antônimos diferente diferente diferente diferente igual ou semelhante oposto Significação diferente diferente diferente
  • 3. 105 SEMÂNTICA Fonética 6. Polissemia É a propriedade que uma mesma palavra tem de apresentar vários significados. Exemplos: Ele ocupa um alto posto na empresa. Abasteci meu carro no posto da esquina. Os convites eram de graça. Os fiéis agradecem a graça recebida. 7. CONOTAÇÃO E DENOTAÇÃO 7.1 Conotação É o uso da palavra com um significado diferente do original, criado pelo contexto. Exemplo: Você tem um coração de pedra. 7.2 Denotação é o uso da palavra com o seu sentido original. Exemplos: Pedra é um corpo duro e sólido, da natureza das rochas. A construção de um muro de pedras. Capa da Revista Veja: 7. Ambiguidade À duplicidade de sentido, seja de uma palavra ou de uma expressão, dá-se o nome de ambiguidade. Ocorre, geralmente, nos seguintes casos: Casos Exemplos Ambiguidade Má colocação do Adjunto Adverbial Crianças que recebem leite materno f re q u e nte m e nte são mais sadias. As crianças são mais sadias porque recebem leite frequentemente ou são frequentemente mais sadias porque recebem leite? Eliminando a ambiguidade Crianças que recebem frequentemente leite materno são mais sadias. Crianças que recebem leite materno são frequentemente mais sadias.
  • 4. Fonética Casos Duda Nogueira Exemplos Ambiguidade 106 Eliminando a ambiguidade Gabriela pegou o estojo vazio da aliança de diamantes a qual estava sobre a cama. Uso Incorreto do Pronome Relativo Má Colocação de Pronomes, Termos, Orações ou Frases Gabriela pegou o estojo vazio da aliança de diamantes que estava sobre a cama. O que estava sobre a cama: o estojo vazio ou a aliança de diamantes? Aquela velha senhora encontrou o garotinho em seu quarto. O garotinho estava no quarto dele ou da senhora? Sentado na varanda, o menino avistou um mendigo. Quem estava sentado na varanda: o menino ou o mendigo? Exemplo em “tirinha” Gabriela pegou o estojo vazio da aliança de diamantes o qual estava sobre a cama. Observação: Neste exemplo, pelo fato de os substantivos estojo e aliança pertencerem a gêneros diferentes, resolveu-se o problema substituindo os substantivos por o qual/a qual. Se pertencessem ao mesmo gênero, haveria necessidade de uma reestruturação diferente. Aquela velha senhora encontrou o garotinho no quarto dela. Aquela velha senhora encontrou o garotinho no quarto dele. O menino avistou um mendigo que estava sentado na varanda. O menino que estava sentado na varanda avistou o mendigo.
  • 5. 107 9. EXERCÍCIOS Por haver poucas questões de concursos deste tópico, foram inseridos vários exercícios para treino. 01. Encontre as ambiguidades nas frases abaixo: a) Comprou o carro rápido. b) Vi o livro e a autora de que gosto. c) Tenho um trabalho para entregar ao professor, que me deixa preocupado. d) Estou fazendo um livro para a editora, que me ocupa o dia todo. e) Há um ano comprei uma casa com um vistoso portão, que venderei agora. f) Falo de Pedro, filho de nosso vizinho, que você conhece. g) Comi um churrasco num restaurante que era gostoso. h) O pai proibiu o filho de sair em sua motocicleta. 02. Em todas as frases as lacunas preenchem com a primeira das palavras indicadas entre os parênteses. Assinale a que só admite a segunda possibilidade: a) O diretor da escola________ o requerimento do aluno. (deferiu, diferiu) b) Álvares de Azevedo foi um ________ (eminente, iminente) c) Embora dono de um vasto conhecimento na sua especialidade, o profissional era ______ para aquele trabalho. (insipiente, incipiente) d) Certos políticos cumprem um ______ de quatro anos. (mandato, mandado) e) Estando enfermo, o médico houve por bem __________-lhe alguns medicamentos. (prescrever, proscrever) 03. Assinale o item em que houve erro no emprego de SOB / SOBRE: a) Diariamente conversamos sobre assuntos diferentes. b) Ele conversou com os amigos sob minha orientação. SEMÂNTICA Fonética c) Sempre lhe pesaram sob os ombros a:. responsabilidades da casa. d) Encontramos sobre o guarda-roupa a jóia sumida. e) Foi intimado a se desculpar sob pena de ser castigado. 04. Assinale a frase que deve ser completada com a primeira das palavras: a) Foi intimado ____________ pena de multa (sobre/sob). b) Estava ________ custódia (sob / sobre) c) Pesavam-se ____________ os ombros responsabilidades (sob / sobre). d) Este livro é agradável ________ ser útil (sob/sobre). e) Não tratei do assunto __________ este aspecto (sobre / sob). 05. Assinale o item que deve ser completado com o primeiro vocábulo do par entre parênteses: a) Quando cheguei ao cinema, já havia começado a ____________ das cinco. (seção /sessão) b) Rui Barbosa foi um estadista. (eminente / iminente) c) O Governador iniciou o seu _________ a 31 de março. (mandado / mandato) d) Espero que você guarde ________ sobre o que nós conversamos. (descrição / discrição) e) Se você __________ a lei, poderá ser punido. (infligir/infringir) 06. Assinale o item em que o espaço deve ser completado com a primeira palavra dos parênteses: a) O criminoso foi preso em (fragrante / flagrante). b) A moça sempre agiu com muita (descrição / discrição). c) O juiz ordenou que o acusado fosse recolhido, expedindo um (mandato / mandado) d) Todos abandonaram o prédio, cujo desabamento era (iminente / eminente). e) O motorista foi multado por (infligir / infringir) a lei do trânsito.
  • 6. Fonética Duda Nogueira 07. Assinale o item que deve ser preenchido com o vocábulo à direita: a) Era intenso o _______ de veículos na Avenida 13 de maio. (tráfego) b) Os estrangeiros que vêm para o nosso país são __________, de acordo com as nossas leis. (emigrantes) c) Aquela pesquisa detalhada não irá ____ ______ efeito positivo. (sortir) d) Por lutar corajosamente com o animal, ele foi considerado um elemento ________ (intemerato) e) Todos saíram da ________ de cinema às sete horas. (cessão) 08. Pela ordem em que ocorrem as frases abaixo, devemos preenchê-las, respectivamente, com os vocábulos. I. O ____________ musical foi excelente. II. Todos o __________ pela vitória. III. Ele sempre trabalhou na __________ dos imóveis aos verdadeiros donos. IV. Pelos modos como age, trata-se de um ____________ a) concerto, comprimentaram, cessão, cavalheiro; b) concerto, cumprimentaram, cessão, cavalheiro; c) conserto, compnmentaram, seção, cavaleiro; d) conserto, cumpnmentaram, sessão, cavaleiro; e) concerto, cumprimentaram, sessão, cavalheiro. 108 10. Marque o item cuja lacuna se preenche com 1º elemento entre os parênteses: a) Para não permanecer com o erro, o funcionário __________.(retiflcou-o / ratificou-o) b) O prefeito não __________ o requerimento. (diferiu / deferiu) c) Ele ficará preso para __________ sua culpa. (espiar / expiar) d) Por sua conduta, ele sempre revelou um bom _______. (censo / senso) e) As autoridades tentam combater o ____ ______ de tóxico. (tráfego / tráfico) 11. Todas as palavras sublinhadas abaixo estão empregadas erradamente, menos na frase: a) Aonde você morou durante os dois últimos anos? b) Aquele político teve seus direitos caçados. c) O médico escutou o peito da criança para ver se havia problemas. d) Certas pessoas interferem negativamente num meio social. e) Era preciso arrear as malas, pois estavam muito pesadas. 12. Marque a única frase que se preenche adequadamente com a primeira das opções colocadas entre os parênteses: 09. Está mal empregado o elemento sublinhado no item: a) Medicina e Odontologia são duas carreiras afins. b) Viemos a São Paulo a fim de conseguirmos emprego. c) Os motivos por que não voltei à terra natal já foram esclarecidos. d) Não gosto de entrar no mar porque é muito perigoso. a) Durante as atividades, o trabalhador mostrou-se (indefeso, indefesso) realizando tudo a contento. e) A cerca de poluição ninguém quis falar durante os debates. e) Todos os condôminos pagarão uma (tacha, taxa) extra neste mês. b) O motorista foi preso por cometer uma (infração, inflação). c) Todos farão suas tarefas, (se não, senão) o pagamento será suspenso. d) Houve muito (reboliço, rebuliço) durante o acidente de trânsito.
  • 7. 109 13. Marque o item em que se classificou erradamente o par de exemplos: a) SESSÃO / SEÇÃO = homônimos homófonos SEMÂNTICA Fonética 17. Marque a alternativa cuja frase apresenta palavra(s) empregada(s) em sentido figurado: b) EFÊMERO / BREVE = sinônimos a) O homem procura novos caminhos na tentativa de fixar suas raízes. c) RETIFICAR / RATIFICAR = homônimos homógrafos b) “Mas lá, no ano dois mil, tudo pode acontecer. Hoje, não.” d) CALMO / AGITADO = antônimos c) “... os planejadores fizeram dele a meta e o ponto de partida.” e) INFLIGIR / INFRINGIR = parônimos 14. Assinale o segmento em que NÃO foram usadas palavras em sentido figurado: a) Lendo o futuro no passado dos políticos (...) b) As fontes é que iam beber em seus ouvidos. c) Eram 75 linhas que jorravam na máquina de escrever com regularidade mecânica. d) Antes do meio-dia, a coluna estava pronta. e) (...) capaz de cortar com a elegância de um golpe de florete. 15. Assinale a alternativa cujo termo grifado NÃO é linguagem conotativa: a) “... mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço ” b) “Acresce que chovia – peneirava – uma chuvinha miúda, triste” c) “A natureza parece estar chorando a perda irreparável. ..” d) “... no discurso que proferiu à beira da minha cova.” d) “Pode estabelecer regras que conduzam a um viver tranquilo. ..” e) “Evidentemente, (...) as transformações serão mais rápidas.” 18. Assinale a alternativa em que NÃO há palavra empregada em sentido figurado: a) “O estrangeiro ainda tropeça com muita frequência na incompreensão das sociedades por onde passa.” b) “Quando a luz estender a roupa nos telhados, seremos, na manhã, duas máscaras calmas.”(Mário Quintana) c) “Vejo que o amor que te dedico aumenta seguindo a trilha de meu próprio espanto.” d) Não, eu te peço, não te ausentes / Porque a dor que agora sentes / Só se esquece no perdão.” e) “Sinto que o tempo sobre mim abate sua mão pesada.” (Carlos Drummond de Andrade) GABARITO A o carro é rápido, ou a compra foi rápida? B gosto do livro ou da autora? C o que me deixa preocupado? O trabalho ou o professor? D o livro ou a editora me ocupa o dia inteiro? E venderei a casa ou o portão? F você conhece o Pedro ou o vizinho? d) “...a indústria disparou gordos investimentos.” G o restaurante ou o churrasco que era gostoso? e) “Colheu uma revelação surpreendente:...” H de quem é a motocicleta? 16. O item em que o termo sublinhado está empregado no sentido denotativo é: a) “Além dos ganhos econômicos, a nova realidade rendeu frutos políticos.” b) “...com percentuais capazes de causar inveja ao presidente.” c) “Os genéricos estão abrindo as portas do mercado...” 1
  • 8. Fonética 3 Duda Nogueira GABARITO 4 B 5 2 C 7 A 8 B 9 E 10 12 17 B A 13 18 C D 14 D 15 C 6 D A 11 D D 16 B B 10. QUESTÕES COMENTADAS DE CONCURSOS A semântica é ligada à coerência textual. As questões comentadas de concursos, além das aqui selecionadas, foram inseridas na parte V, capítulo I, em coesão e coerência. Não há necessidade de fazê-las agora, mesmo porque precisaremos de outras teorias. Siga a ordem didática do livro. Com relação a aspectos linguísticos do trecho, julgue o item a seguir. Para além desse anedotário há, de fato, muito que refletirmos. Afinal, os mais diversos povos indígenas estão lidando com as grandes instituições da sociedade branca e com processos políticos pertencentes a uma gramática social e simbólica que lhes é absolutamente estranha, ao menos na maneira como estamos acostumados a pensar. 01. (UNB/CESPE – Poder Judiciário – TRE / ES/2012) O vocábulo “gramática”, no texto, é empregado com o sentido de sistema. ( ) Certo ( ) Errado Comentários Resposta correta: (C) – Questão que desconsidera o uso de dicionário, já que a dica está no próprio trecho. Ao mencionar, anteriormente, as grandes instituições da sociedade branca e os processos políticos, conclui-se que o termo gramática é empregado no sentido de sistema. 02. (FCC– Analista Judiciário – Área Administrativa – TRF – 4ª Região/2010) NÃO haverá prejuízo para a correção e o sentido do segmento do texto com a substituição do elemento sublinhado pelo indicado entre parênteses em: 110 a) (...) inserindo-se no cotidiano da vida pública e privada (...) (emergindo no dia a dia) b) (...) nos ajuda a entender (...) a configuração da subjetividade contemporânea. (formação da veleidade íntima) c) Algumas vezes nos perguntamos como sobrevivíamos antes da internet (...). (Ocorre-nos, por vezes, indagar) d) Lembremos que essas tecnologias (...) são aquisições recentíssimas da humanidade. (conquistas açodadas) e) (...) agiram como se estivessem na iminência de um ataque catastrófico. (tal fosse prestes a sofrerem) Comentários Resposta correta: (D) – Em questões assim, veja o significado das palavras separadamente, e não da expressão toda. Facilita e diminui o risco de erro. Erros: Alternativa "a": Emergir: é manifestar-se, aparecer, surgir. Inserir: Introduzir, fazer entrar; colocar no meio de outros. Alternativa "b": Veleidade: Intenção pouco firme, ou dificilmente realizável. Alternativa "c": O sentido é alterado: no primeiro trecho perguntamos a nós mesmos; no segundo, ocorre a nós indagar, ou seja, retira a informação de quem indagar. Alternativa "e": Iminência: qualidade do que está iminente; AMEAÇA; PROXIMIDADE. Não há relação com o verbo sofrerem. 03. (FCC– Analista Judiciário – Área Judiciária – TRE /RS/2010) A frase em que a palavra destacada está empregada de modo equivocado é: a) Inerme diante da ofensiva tão violenta, não lhe restou nada a fazer senão render-se. b) Há quem proscreva construções linguísticas de cunho popular. c) Fui informado do diferimento da reunião em que o fato seria analisado. d) A descriminalização de algumas drogas é questão polêmica. e) A flagrância do perfume inebriava a todos os convidados.
  • 9. 111 SEMÂNTICA Comentários Resposta correta: (E) – A fragrância: qualidade do que é fragrante; cheiro, perfume suave, aroma, odor. Como as palavras, às vezes, são repetidas em algumas provas, reforce os significados: Inerme: que não tem armas ou meios de defesa. Proscrever: banir, exilar, degredar. Prescrever: Ordenar; regular; comandar; estabelecer; preceituar; receitar; recomendar; fixar; limitar. Diferimento: Ato ou efeito de diferir; adiamento: o tribunal pronunciou-se pelo diferimento da causa. Descriminalização: ação ou efeito de revogar ou invalidar a criminalidade de um fato. Atenção! O texto abaixo refere-se à questão seguinte. Brinkmanship Em 1964, o cineasta Stanley Kubrick lançava o filme Dr. Strangelove. Nele, um oficial norte-americano ordena um bombardeio nuclear à União Soviética e comete suicídio em seguida, levando consigo o código para cancelar o bombardeio. O presidente norte-americano busca o governo soviético na esperança de convencê-lo de que o evento foi um acidente e, por isso, não deveria haver retaliação. É, então, informado de que os soviéticos implementaram uma arma de fim do mundo (uma rede de bombas nucleares subterrâneas), que funcionaria automaticamente quando o país fosse atacado ou quando alguém tentasse desacioná-la. (...) Fabio Zugman.Teoria dos jogos. Internet: <www.iced.org.br> (com adaptações). Fonética 04. (Delegado de Polícia – RN/ 2008 – CESPE) No 1º parágrafo, o verbo implementar, na forma verbal “implementaram”, está sendo usado no sentido de a) suprir de implementos. b) solucionar. c) demarcar. d) distribuir estruturas em determinada área. e) desenvolver ou produzir. Comentários Resposta correta: (E) – Implementaram uma arma de fim do mundo = desenvolveram ou produziram uma arma. Alternativa "a": suprir: completar, fornecer o que é preciso, preencher, inteirar. Alternativa "b": solucionar: resolver, dar solução a. Alternativa "c": demarcar: delimitar, fixar limites, definir. Alternativa "d": distribuir: espalhar, dividir, ordenar, repartir. 05 (Procurador do Município – Prefeitura Cuiabá-MT/2007 – UFMT) Assinale o trecho em que há exemplo de conotação. a) uma equipe que analisou centena de milhares de textos literários ocidentais b) reassuma sua estatuesca e inimitável majestade de Vênus tropical c) Ninguém gosta de saber desses acontecimentos tristes d) a maioria concordaria em que mulher tem que ter cintura e) elas procuram sempre posar curvando os quadris para um lado Comentários Resposta correta: (B) – sua estatuesca e inimitável majestade de Vênus tropical: sentido conotativo com uma carga afetiva de admiração pela mulher brasileira.
  • 10. Fonética Duda Nogueira Alternativa "a": “ centenas de milhares de textos. ..”: sentido próprio – denotativo. Alternativa "c": “ acontecimentos tristes”: sentido próprio – denotativo. Alternativa "d": sentido próprio- denotativo. Alternativa "e": sentido próprio- denotativo. 06. (Procurador do Município – Prefeitura Cuiabá-MT/2007 – UFMT) Assinale a alternativa em que mesmo possui sentido semelhante ao que revela no trecho: mesmo as descinturadas por uma malhação perversa. a) Sinto o mesmo que você. b) Mesmo que seja convidado, não irei. c) Qualquer um pode se candidatar, mesmo eu ou você. d) E que padrão de beleza é esse, será mesmo “natural”? e) Seria bom que todas as escolas tivessem o mesmo nível de qualidade. Comentários Resposta correta: (C) – mesmo eu ou você: até, ainda, também. Alternativa "a": o mesmo que: sentido de igualdade- conjunção comparativa. Alternativa "b": mesmo que seja: ainda que seja- sentido oposto a ser convidadoconjunção concessiva Alternativa "d": será mesmo “natural”?: realmente – sentido de dúvida marcada pela interrogação. Alternativa "e": o mesmo nível de qualidade: sentido de igualdade. 112 Atenção! O texto abaixo refere-se à questão seguinte. Poderíamos definir o amazonismo como um conjunto de idéias e de discursos, produzidos pelo imaginário ocidental sobre a Amazônia e as populações nativas, destinado a viabilizar interesses políticos e econômicos. Como espaço imaginado pelo Ocidente, o amazonismo partilha muitas características com o orientalismo. Todavia, enquanto Said nos apresenta um Oriente construído de maneira negativa por um Ocidente hegemônico, o amazonismo constitui um campo ambíguo, catalisador de imagens e de discursos contraditórios, que podem ser mobilizados para servir a interesses muito divergentes. (...) José Pimenta. Internet: <ambienteacreano.blogspot.com> (com adaptações). 07. (Procurador do Município – Prefeitura Rio Branco-AC/2007 – CESPE) A respeito da or- ganização das estruturas linguísticas e das ideias do trecho, julgue o item a seguir. – O termo “catalisador” está sendo empregado no mesmo sentido que tem na seguinte frase: O mito é catalisador de sentimentos e fantasias em relação ao universo amazônico. ( ) Certo ( ) Errado Comentários Resposta correta: (CERTO) – O termo catalisador, no texto, está empregado no sentido de modificador dos sentimentos que estimulam a fantasia conforme interesses vários.