Seminário: Informática e Sociedade TURMA:RO03IS GRUPO:B Mediadora: Ana Paula 1- Componentes: Roseli Guzen-Coordenadora Ros...
Elaboração da apresentação <ul><li>Tema: Informática e Sociedade </li></ul><ul><li>Formular coletivamente e apresentar um ...
Base para apresentação <ul><li>Os Saberes </li></ul><ul><li>1. Ensinar a condição humana </li></ul><ul><li>2. Enfrentar as...
Edgar Morin <ul><li>Sociólogo francês e pesquisador emérito do CNRS (Centre National de La Recherche Scientifique). Formad...
<ul><li>Ligado no princípio da sua carreira ao sindicalismo cristão, em 1974 aderiu ao Partido Socialista Francês. Depois ...
Os 4 pilares da educação <ul><li>Aprender a conhecer  – É necessário tornar prazeroso o ato de compreender, descobrir, con...
Os 7 saberes da educação <ul><li>ENSINAR A CONDIÇÃO HUMANA </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>A condição humana deve se...
Os 7 saberes da educação <ul><li>ENSINAR A COMPREENSÃO </li></ul><ul><li>A compreensão é o meio e fim da comunicação human...
Alguns procedimentos didáticos para uma educação fundamentada nos 4 pilares   <ul><li>· Relacionar o tema com experiência ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Seminário grupo b

631

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
631
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário grupo b

  1. 1. Seminário: Informática e Sociedade TURMA:RO03IS GRUPO:B Mediadora: Ana Paula 1- Componentes: Roseli Guzen-Coordenadora Rosimar Felberg Costa Silva(auxiliar) Leiva Custódio Pereira Locimar Malassai Lourdes de Fátima Franciscone Mara Divina Maciel Chiullo Marlene das Dores Milke Sara Dalva de Oliveira Santiago Silvane Rodrigues Fernandes
  2. 2. Elaboração da apresentação <ul><li>Tema: Informática e Sociedade </li></ul><ul><li>Formular coletivamente e apresentar um documento-proposta que surgira ações estratégicas e políticas públicas que, minimamente, fortaleçam o papel do professor em um mundo globalizado e complexo mediado pelas tecnologias. </li></ul><ul><li>A base para apresentação serão os 7 saberes de Morim e os 4 pilares de Delors; </li></ul>
  3. 3. Base para apresentação <ul><li>Os Saberes </li></ul><ul><li>1. Ensinar a condição humana </li></ul><ul><li>2. Enfrentar as incertezas 3. Ensinar a compreensão 4. A ética do gênero humano </li></ul><ul><li>Os Pilares </li></ul><ul><li>1. Aprender a ser 2. Aprender a conhecer 3. Aprendendo a fazer </li></ul><ul><li>4. Aprendendo a viver juntos </li></ul>
  4. 4. Edgar Morin <ul><li>Sociólogo francês e pesquisador emérito do CNRS (Centre National de La Recherche Scientifique). Formado em Direito, História e Geografia, adentrou na Filosofia, na Sociologia e na Epistemologia. É autor de mais de 30 livros, entre eles: O método; Introdução ao pensamento complexo; Ciência com consciência; e Os sete saberes necessários para a Educação do futuro. </li></ul><ul><li>Durante a Segunda Guerra Mundial, participou da Resistência Francesa. É considerado um dos pensadores mais importantes do século XX. Entre suas obras, destacam-se Cultura de Massas no Século XX e Para sair do século XX. </li></ul><ul><li>É considerado um dos maiores intelectuais da atualidade. Propõe, em seus estudos, o desenvolvimento do pensamento complexo, uma reforma do pensamento por meio do ensino transdisciplinar, capaz de formar cidadãos planetários, solidários e aptos a enfrentrar os desafios dos tempos atuais. </li></ul><ul><li>Fonte: Wikipedia.org e &quot;Coleção grandes educadores&quot; - coletânea em VHS da Editora Paulus. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Ligado no princípio da sua carreira ao sindicalismo cristão, em 1974 aderiu ao Partido Socialista Francês. Depois de ter sido nomeado Ministro das Finanças do seu país em 1981, foi eleito para dirigir a Comissão Europeia em 1985, cargo em que se manteve durante três mandatos até 1994. </li></ul><ul><li>O seu trabalho envolveu um profundo relançamento da construção europeia. Foi ele quem propôs o “objectivo 1992” (supressão das fronteiras aduaneiras e fiscais entre os estados membros). Principal inspirador do Acto Único (1986), presidiu ao Comité encarregado de estudar o projecto para uma União Económica e Monetária (1988-1989). Os trabalhos deste “Comité Delors) são em grande medida a base dos êxitos económicos e monetários do Tratado de Maastricht e do nascimento da moeda única europeia. </li></ul><ul><li>Foi também o iniciador das políticas estruturais da União “Pacote Delors”, da Carta Social Europeia e do programa educativo Erasmus. </li></ul><ul><li>Enfrentando durante grande parte do seu mandato na Comissão as posições “eurocépticas” e ultraliberais da primeiro ministro britânica Margaret Thatcher, a seguinte frase resume bastante bem a sua contribuição para a construção europeia: </li></ul>DELORS, JACQUES
  6. 6. Os 4 pilares da educação <ul><li>Aprender a conhecer – É necessário tornar prazeroso o ato de compreender, descobrir, construir e reconstruir o conhecimento para que não seja efêmero, para que se mantenha ao longo do tempo e para que valorize a curiosidade, a autonomia e a atenção permanentemente. É preciso também pensar o novo, reconstruir o velho e reinventar o pensar. </li></ul><ul><li>Aprender a fazer – Não basta preparar-se com cuidados para inserir-se no setor do trabalho. A rápida evolução por que passam as profissões pede que o indivíduo esteja apto a enfrentar novas situações de emprego e a trabalhar em equipe, desenvolvendo espírito cooperativo e de humildade na reelaboração conceitual e nas trocas, valores necessários ao trabalho coletivo. Ter iniciativa e intuição, gostar de certa dose de risco, saber comunicar-se e resolver conflitos e ser flexível. Aprender a fazer envolve uma série de técnicas a serem trabalhadas. </li></ul><ul><li>Aprender a conviver – No mundo atual, este é um importantíssimo aprendizado por ser valorizado quem aprende a viver com os outros, a compreendê-los, a desenvolver a percepção de interdependência, a administrar conflitos, a participar de projetos comuns, a ter prazer no esforço comum. </li></ul><ul><li>Aprender a ser – É importante desenvolver sensibilidade, sentido ético e estético, responsabilidade pessoal, pensamento autônomo e crítico, imaginação, criatividade, iniciativa e crescimento integral da pessoa em relação à inteligência. A aprendizagem precisa ser integral, não negligenciando nenhuma das potencialidades de cada indivíduo. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  7. 7. Os 7 saberes da educação <ul><li>ENSINAR A CONDIÇÃO HUMANA </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>A condição humana deve ser o objeto essencial de todo o ensino. O ser humano precisa ser visto como um só: físico, biológico, psíquico, cultural, social, histórico, e não desintegrado por meio das disciplinas, ficando impossível aprender o que é ser humano. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>ENFRENTAR AS INCERTEZAS </li></ul><ul><li>É preciso ensinar a enfrentar os imprevistos, o inesperado e a incerteza, e modificar seu desenvolvimento, em virtude das informações adquiridas ao longo do tempo, incluindo o ensino das incertezas que surgiram nas ciências físicas, nas ciências da evolução biológica e nas ciências históricas. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  8. 8. Os 7 saberes da educação <ul><li>ENSINAR A COMPREENSÃO </li></ul><ul><li>A compreensão é o meio e fim da comunicação humana, mas essa educação está ausente do ensino. </li></ul><ul><li>Mutuamente, a compreensão é importante para que as relações humanas saiam de seu estado bárbaro de incompreensão e passem a serem estudadas não os sintomas, mas as causas do racismo, da xenofobia, do desprezo. </li></ul><ul><li>A ÉTICA DO GÊNERO HUMANO </li></ul><ul><li>A educação deve contribuir não somente para a tomada </li></ul><ul><li>de consciência de nossa Terra-Pátria, mas também permitir que esta consciência se traduza em vontade de realizar a cidadania terrena levando em conta o caráter ternário da condição humana, que é ser ao mesmo tempo indivíduo/sociedade/espécie. </li></ul><ul><li>A ética não pode ser ensinada por meio de lições de moral, mas formar mentes com base na consciência de que o humano é, ao mesmo tempo, indivíduo, parte da sociedade, parte da espécie. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  9. 9. Alguns procedimentos didáticos para uma educação fundamentada nos 4 pilares <ul><li>· Relacionar o tema com experiência do estudante e de outros personagens do contexto social; </li></ul><ul><li>· Desenvolver a pedagogia da pergunta; </li></ul><ul><li>· Proporcionar uma relação dialógica com o estudante; </li></ul><ul><li>· Envolver o estudante num processo que conduz o resultado, conclusões ou compromissos com a prática; </li></ul><ul><li>· Oferecer um processo de auto-aprendizagem e co-responsabilidade no processo de aprendizagem; </li></ul><ul><li>·Utilizar o jogo pedagógico com o princípio de construir o texto. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×