Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Os filos dos invertebrados
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Os filos dos invertebrados

  • 12,722 views
Published

Aula de Ciências - Os Invertebrados …

Aula de Ciências - Os Invertebrados
E.M. Leire Pimentel

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
12,722
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
78
Comments
1
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ESCOLA LEIRE PIMENTEEL DE CARVALHO CORREA DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORA: SORAYA GÓES LEMOS PCTE: SILVIA ANIMAIS INVERTEBRADOS PRESSIONE F5
  • 2. 5. Complete os slides a seguir destinado 1 para cada filo dos invertebrados. Coloque figuras Nomeie os animais que estão sendo colocados Destaque as principais características de cada filo. Capriche no trabalho, valerá ponto de participação. (Clique sobre a figura para abrir a atividade)
  • 3.
    • Os invertebrados incluem todos os animais sem coluna vertebral. Dentre os invertebrados, os mais numerosos são os artrópodes (como insetos, aranhas, escorpiões e crustáceos) e os moluscos (como caracóis, lesmas, mariscos, lulas e polvos). Embora algumas espécies possam causar prejuízos ao ser humano, inclusive em termos de saúde pública, muitas são benéficas, direta ou indiretamente.
    Os invertebrados
  • 4. Os poríferos, ou esponjas, surgiram há cerca de 1 bilhão de anos e, provavelmente, se originaram de seres unicelulares e heterotróficos que se agruparam em colônias. Possuem tecidos, mas não apresentam órgãos nem sistemas; são animais exclusivamente aquáticos . Os poriíferos
  • 5.
    • O filo Cnidária (do grego knidos , irritante, e do latim ária , sufixo plural) são os animais aquáticos conhecidos popularmente como celenterados ou cnidários , de que fazem parte as hidras de água doce , medusas , alforrias ou águas-vivas, que são normalmente oceânicas , os corais , anémonas-do-mar e as caravelas.
    Os cnidários
  • 6.
    • Os platelmintos são animais que possuem o corpo alongado e achatado, com aspectos de fita .São conhecidos por'' vermes chatos'', ( plati = chato,  helmintos =vermes).
    Os platelmintos
  • 7.
    • Os nematelmintos (do grego nematos : 'filamento', e helmin : 'vermes') são vermes de corpo cilíndrico, afilado nas extremidades. Muitas espécies são de vida livre e vivem em ambiente aquático ou terrestre ; outras são parasitas de plantas e de animais, inclusive o ser humano. Há mais de 10 mil espécies desse tipo de vermes catalogadas, mas cálculos feitos indicam a existência de muitas outras espécies, ainda desconhecidas
    Os nematelmintos
  • 8.
    • A minhoca pertence ao filo dos anelídeos - nome que inclui vermes com o corpo segmentado, dividido em anéis. Os anelídeos compreendem cerca de 15 mil espécies, com representantes que vivem no solo úmido, na água doce e na água salgada. Podem ser parasitas ou de vida livre
    Anelideos
  • 9.
    • Os moluscos (do latim molluscus , mole) constituem um grande filo de animais invertebrados, marinhos, de água doce ou terrestres, que compreende seres vivos como os caramujos , as ostras e as lulas .
    Molusco
  • 10.
    • Muitas vezes, não percebemos a presença daqueles animais com corpos de formas estranhas e cores variadas, que vivem ao nosso redor, voam sobre nossas cabeças ou aqueles que se locomovem próximo dos nossos pés. A maioria desses seres é formada por animais artrópodes.
    Artropódes
  • 11.
    • Os equinodermos (do grego echinos: espinhos; derma: pele) constituem um grupo de animais exclusivamente marinhos, dotados de um endoesqueleto ( endo = dentro) calcário muitas vezes provido de espinhos salientes, que justificam o nome zoológico do grupo.
    Equinodermos
  • 12.