Ap

431 views
383 views

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
431
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ap

  1. 1.
  2. 2. Escola EB 2,3/S Vieira de Araújo<br />Área de Projecto<br />Docente: Prof. Miguel Costa<br />Discentes: David Oliveira nº 5; Juliana Abreu nº 12; Sofia Rodrigues nº 19; Tânia Barbosa nº 20<br />Vieira do Minho<br />2009/2010<br />www.area-projecto12.blogspot.com<br />
  3. 3. Introdução<br />Este estudo teve como base a resposta por escrito a um inquérito por questionário distribuído aos estudantes do Ensino Secundário da Escola EB 2,3/S Vieira de Araújo.<br />
  4. 4. Hipóteses<br />Será que os alunos gastam mais dinheiro do que podem?<br />Será que os alunos sabem gerir o dinheiro que lhes é dado?<br />Será que os alunos têm dinheiro suficiente para os gastos escolares?<br />Será que os alunos trazem para a escola mais dinheiro do que deviam?<br />Será que os jovens estão preparados para as questões económicas e monetárias?<br />
  5. 5. Caracterização da amostra<br /><ul><li> Gráfico 1</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 3
  6. 6. Gráfico 2</li></li></ul><li>Apresentação e discussão de resultados<br /><ul><li> Os pais revelam ter um papel activo na socialização económica dos jovens na aprendizagem de comportamentos.
  7. 7. Gráfico 4</li></ul> Esta prática é de extrema importância em termos da aprendizagem de comportamentos de gestão do orçamento que têm disponível.<br />
  8. 8. Os alunos do 12º ano recebem, em geral, mais dinheiro que os restantes, pelo que se seguem, com uma diferença mínima dos outros, os alunos do 10º ano de escolaridade. <br /><ul><li> Gráfico 5</li></ul> A quantidade de dinheiro dada pelos pais depende, como é evidente, da regularidade a que é dado, pelo que os alunos que recebem dinheiro sempre que pedem ou diariamente recebem, em média, menos do que aqueles que recebem mensalmente.<br />
  9. 9. <ul><li> Tendência para a realização de poupanças
  10. 10. Gráfico 6</li></ul> A principal conclusão foi a de que os alunos costumam poupar somente às vezes o dinheiro que têm disponível: 48% poupam às vezes, 40% poupam frequentemente, 7% raramente poupam e apenas 5% dos inquiridos nunca poupa o dinheiro que lhe é dado.<br />
  11. 11. <ul><li> Gráfico 7</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 8</li></ul> De acordo com os resultados obtidos ,pode aferir-se que para a maioria dos alunos o dinheiro disponível é suficiente para as suas despesas, e apenas para 11% dos inquiridos o dinheiro não lhes é suficiente.<br />
  12. 12. <ul><li> Gráfico 9</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 10</li></ul> A principal conclusão relativa a esta questão foi a de que a realização de despesas desnecessárias não é uma prática muito frequente, isto porque a maioria dos alunos (53%) somente às vezes as realiza.<br />
  13. 13. <ul><li> Gráfico 11</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 12</li></ul> A maioria dos alunos (43%) costumam almoçar na cantina quando têm aulas durante todo o dia, cerca de 28% dos inquiridos vão almoçar a casa, 16% almoçam no restaurante e, 13% dos inquiridos assinalou as opção outras, sendo que aqui a maior parte deles referiram o café.<br />
  14. 14. <ul><li> Gráfico 13</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 14</li></ul> A maioria dos alunos almoçam acompanhados com os amigos ou os pais ou outros familiares, apenas uma percentagem de 11% dos inquiridos almoçam sozinhos.<br />
  15. 15. <ul><li> Gráfico 15</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 16</li></ul> A maioria dos alunos gasta menos de 5€ por dia (82%). Entre 5 e 10€ por dia, gastam cerca de 15% dos inquiridos. Uma percentagem ínfima de 2% gasta mais de 15€ por dia, além desta, apenas 1% gasta entre 10 e 15€.<br />
  16. 16. <ul><li> Gráfico 17</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 18</li></ul> A maioria dos alunos do Ensino Secundário beneficiam de apoio social escolar (59%), e uma percentagem minoritária de 41% dos inquiridos afirmam não ter.<br />
  17. 17. <ul><li> Gráfico 19</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 20</li></ul> A maior parte dos alunos utiliza frequentemente a senha do subsídio para comer na escola (47%), enquanto que apenas 8% dos alunos nunca costuma tirar a senha.<br />
  18. 18. <ul><li> Gráfico 21</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 22</li></ul> Cerca de 72% dos alunos subsidiado não têm por hábito dar a senha a outras pessoas que não sejam, ao contrário de 28% desses alunos que costumam dá-la a quem não tem subsídio.<br />
  19. 19. <ul><li> Gráfico 23</li></li></ul><li><ul><li> Dependência financeira em relação aos pais
  20. 20. Gráfico 24</li></ul> A maioria dos inquiridos ainda é economicamente dependente dos pais, sendo que cerca de 80% não têm ainda outras fontes de rendimento para além do dinheiro que por eles lhes é dado.<br />
  21. 21. <ul><li> Gráfico 25</li></li></ul><li><ul><li> Gráfico 26</li></ul> Nas situações em que há outras fontes de rendimento, o trabalho é o mais frequente (59%), seguido dos clubes de futebol (5%), e em menor percentagem tem-se a banda filarmónica e a bolsa de mérito (ambos com 3%).<br />
  22. 22. <ul><li> Gráfico 27</li></ul> Para a maioria dos alunos inquiridos o dinheiro desempenha um papel importante naquilo que mais valorizam na vida (aproximadamente 55%).<br />
  23. 23. <ul><li> Os pais demonstram ter um papel activo na socialização financeira dos jovens na aprendizagem de conhecimentos.
  24. 24. Gráfico 28</li></ul> Durante a adolescência dos inquiridos, os respectivos pais abordam questões importantes para a obtenção de orçamentos. Em maior percentagem, a abordar frequentemente esse assunto, temos os pais dos alunos do 11º e 12º ano de escolaridade.<br />
  25. 25. <ul><li> Gráfico 29</li></ul> De forma mais acentuada, os pais também se preocupam em ilucidar os filhos sobre como é que estes podem poupar dinheiro, sendo que a abordá-los em maior percentagem temos os pais respectivos dos alunos do 12º ano.<br />
  26. 26. <ul><li> Gráfico 30</li></ul> A questão das razões para que os jovens poupem dinheiro também é , em geral, frequentemente abordada pelos pais dos respectivos alunos , pelo que em todos os anos de escolaridade a maioria dos inquiridos ouve dos pais este tema frequentemente.<br />
  27. 27. <ul><li> Gráfico 31</li></ul> Cerca de 79% dos alunos inquiridos afirmam que estes assuntos não são abordados na escola pelos professores.<br />
  28. 28. <ul><li> Gráfico 32</li></ul> Dos alunos que referem que estes assuntos são abordados nas aulas pelos professores mencionam numa percentagem maioritária de 20% ser nas aulas de moral.<br />
  29. 29. Conclusão<br />É possível concluir que este foi um trabalho bastante proveitoso para a nossa formação enquanto estudantes, pelo que fez com que entrássemos em contacto com um tipo de técnica de investigação a que ainda não tínhamos tido acesso.<br />O que faríamos...<br />O que faremos...?<br />

×