Reuniao Gestores Comunicacao Maranhao

654 views
524 views

Published on

Published in: Technology, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
654
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
24
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Reuniao Gestores Comunicacao Maranhao

  1. 1. Reunião com Gestores das Unidades de Marketing e Comunicação do Sistema Sebrae<br />“TECNOLOGIA DA <br />INFORMAÇÃO, AJUDA OU ATRAPALHA?”<br />06 de agosto de 2009<br />Hotel BrisaMar– São Luís / MA<br />
  2. 2.
  3. 3. Unidade de Tecnologia da Informação<br />Missão: “Atuar de forma integrada às estratégias do SEBRAE/AC e em sintonia com o mercado de tecnologia visando contribuir com os resultados da organização através de produtos e serviços de informática que maximizem a sua capacidade de atuação e a amplitude de suas ações”.<br />Fonte: Plano Estratégico de Tecnologia da Informação. Pág. 4.<br />
  4. 4. Unidade de Tecnologia da Informação<br />Como fazer para alcançar?<br />Estabelece padrões, recomendações e políticas aplicáveis aos recursos de tecnologia da informação do SEBRAE. <br />Através de que?<br />NBR ISO/IEC 17799:2001; <br />BS 7799-1:1999; <br />NBR ISO/IEC 27001:2007;<br />Legislação Vigente no Brasil.<br />
  5. 5.
  6. 6. Unidade de Marketing e Comunicação<br />Missão: “Promover e divulgar a atuação do Sistema SEBRAE e a cultura do empreendorismo.”<br />Fonte: Diretrizes para a atuação do Sistema SEBRAE em Marketing e Comunicação. Pág. 17.<br />
  7. 7. Unidade de TI +Marketing Comunicação<br />Quais os principais problemas?<br />Quais as principais reclamações?<br /><ul><li>Como fazer para dar certo?
  8. 8. Como compartilhar as responsabilidades?</li></li></ul><li>Desafios do armazenamento em disco<br />Gerenciamento de requisitos complexos e crescentes para armazenamento de dados<br />Para expansão de armazenamento de disco de servidor, um gabinete externo de armazenamento em disco é um enfoque direto para expandir a capacidade em um servidor único ou em um par de servidores em cluster. <br />Dificuldades no aumento de desempenho à medida que aumentam os aplicativos e a demanda por capacidade<br />Softwares de gerenciamento de dispositivos e de gerenciamento de infra-estrutura ajudam os administradores a identificar gargalos de desempenho e permitem que o desempenho seja ajustado para atender aos requisitos de nível de serviço.<br />
  9. 9. Desafios do armazenamento em disco<br />Gerenciamento demorado de arquivos no nível do usuário em compartilhamentos públicos<br />Software de gerenciamento de recursos de armazenamento fornecem funcionalidades poderosas para aliviar os desafios de gerenciamento de arquivos no nível do usuário, permitindo que os administradores definam quotas de usuário e detectem quais são os usuários que armazenam mais arquivos.<br />Problemas em otimizar a capacidade <br />Consolidação de armazenamento e arquivamento de dados podem ajudar as organizações a obterem mais de seus investimentos em armazenamento em disco.<br />
  10. 10. REDES EM TODO LUGAR <br />Malhas rodoviária e ferroviária;<br />Sistema de energia elétrica;<br />Sistemas de água e esgoto;<br />Postos de saúde;<br />Cadeias de lojas e franquias;<br />Redes de computadores;<br />Internet <br />
  11. 11. Internet<br />Criada com objetivos militares para garantir a comunicação em caso de ataques.<br />Nos anos 70 e 80 foi um importante meio de comunicação acadêmico.<br />Nos anos 90 começou a alcançar a população nos EUA. (www - Tim Bernes Lee)<br />No Brasil, a FAPESP no ano de 1987 se ligou a rede (Internet) nos EUA. Depois foi a vez das maiores universidades do País.<br />No ano de 95 ficou disponível a população em geral.<br />
  12. 12.
  13. 13. Mapa da Internet<br />
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17. Desafios de acesso a Internet<br />
  18. 18. Desafios de acesso a Internet<br />
  19. 19. Rede Social<br />
  20. 20. Rede Social<br />&quot;O que é novo no trabalho em redes de conexões é sua promessa como uma forma global de organização com raízes na participação individual. Uma forma que reconhece a independência enquanto apóia a interdependência. O trabalho em redes de conexões pode conduzir a uma perspectiva global baseada na experiência pessoal&quot; (Lipnack & Stamps, 1992).<br />“Uma rede não se reduz a uma simples soma de relações, e a sua forma exerce uma influência sobre cada relação”. (Degenne & Forse, 1994)<br />“Redes Sociais são redes de comunicação que envolvem a linguagem simbólica, os limites culturais e as relações de poder&quot;. (Fritjof Capra, 2000)<br />
  21. 21. Rede Social<br />É uma das formas de representação dos relacionamentos afetivos ou profissionais dos seres entre si ou entre seus agrupamentos de interesses mútuos.<br />É responsável pelo compartilhamento de idéias entre pessoas que possuem interesses e objetivo em comum e também valores a serem compartilhados.<br />
  22. 22. Ferramentas e dados<br />
  23. 23.
  24. 24. Ferramentas e dados<br />
  25. 25.
  26. 26. Ferramentas e dados<br />
  27. 27. Ferramentas e dados<br />
  28. 28. Ferramentas e dados<br />
  29. 29. Ferramentas e dados<br />
  30. 30. Ferramentas e dados<br />
  31. 31. Ferramentas e dados<br />
  32. 32. Ferramentas e dados<br />
  33. 33. Ferramentas e dados<br />165<br />
  34. 34.
  35. 35.
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38. Então, porque as Redes Sociais são tão grandes? <br />Fácil de usar.<br />Rompe barreiras de entradas.<br />Satisfaz emocional quem precisa ser ouvido.<br />Dá a capacidade de se conectar com outras pessoas.<br />Nos permite promover as coisas e as pessoas que amamos.<br />Tecnologia.<br />
  39. 39. “Nãohá nada constante, excetoa mudança.“<br />Heráclito, 600 AC<br />“Não é o mais forte da espécie que sobrevive, nem o mais inteligente; mas sim, o que melhor se adapta às mudanças.” <br />Charles Darwin, Séc. XIX<br />“A mudançachegou à America.”<br />Obama, Séc. XXI<br />
  40. 40. Download<br />http://www.youtube.com/ecaniso<br />http://www.viagemdoacreano.com<br />

×