Ervas aromáticas

1,805 views
1,503 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,805
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ervas aromáticas

  1. 1. SEMANA DO AMBIENTE Plantas e ervas aromáticas RBES/ECO ESCOLAS
  2. 2. ERVAS AROMÁTICAS As ervas aromáticas transformam positivamente os alimentos, e algumas combinações parecem ter nascido para ser mesmo utilizadas: manjericão com tomate, estragão com frango, o tomilho e o alecrim com borrego, e os orégãos com queijo e ovos. As ervas aromáticas deverão ser utilizadas frescas, sempre que possível, sendo os orégãos a única exceção, visto que, por qualquer motivo, têm um aroma ainda melhor depois de secos. A maior parte das ervas pode ser facilmente cultivada.
  3. 3. O ROSMANINHO O Rosmaninho é confundido com o alecrim. Acham-se por quase todas as regiões do país. O Rosmaninho é uma das principais fontes de néctar por isso produz-se mel. O mel caracteriza- se por uma cor amarelo limão muito clara, aroma suave e sabor ácido. É também muito usado nos temperos de carnes de caça. É usado para aromatizar os grelhados. Combina bem com aves e carnes brancas, cordeiro, peixes, batatas, omeletes e molhos, carnes de caça, frutos do mar e pães.
  4. 4. LOURO• O loureiro ou louro tem origem no Sul daEuropa e era a árvore consagrada ao deus Apolo.Deve ser utilizado em pequenas quantidadespara molhos, sopas, feijão, marinadas de carnes,caldos de peixe, recheios, carnes de caça. Servepara aromatizar cremes de leite e ovos e pudinsde arroz.
  5. 5. TOMILHO Para os gregos o tomilho constituía um símbolo de graça e elegância e na Roma antiga, era usado como símbolo de valor e os soldados banhavam-se com ele para adquirir coragem. Aromatiza carnes e guisados, tempera alimentos cozidos com vinho, patês, molhos e pães. Vai bem com peixe e frango, usada moderadamente. Salienta o sabor da manteiga e tempera bem queijos. Excelente para molhos que acompanhem cenouras, beterrabas ou nabos é também ótimo tempero para carnes, principalmente as mais gordurosas, pois ajuda a fazer a digestão; dá sabor especial a caldos, sopas e marinadas.
  6. 6. COENTROS É provavelmente originária da bacia do Mediterrâneo onde os gregos e os romanos a utilizavam em pratos e bebidas. A folha do coentro combina com sopas, molhos, cereais, feijões, ensopados, carnes, embutidos e picles. As sementes são usadas para condimentar pães, bolos, licores, saladas e picles. O coentro moído é usado para temperar peixes, carnes, aves, molhos, sopas e legumes. Servem ainda para aromatizar vinagre e vários tipos de conservas como puré de tomate, pêras ou maçãs, salsichas ou patés.
  7. 7. HORTELÃ-PIMENTA A hortelã-pimenta é uma planta originária da Índia e dos países asiáticos, que parece ter sido introduzida na Europa, pelo norte de África, onde se tornou famosa pelas suas propriedades aromáticas. Atualmente, é cultivada em todo o mundo, e o seu óleo essencial é utilizado industrialmente na perfumaria, farmácia e na fabricação de bebidas e doces. Os gregos e os egípcios utilizavam-na como estimulante e tónico nervoso. Na culinária utiliza-se a Hortelã-pimenta para aromatizar sopas, saladas, geleias, doces e molhos
  8. 8.  O Molho de Hortelã-pimenta faz-se com um punhado de folhas de hortelã pimenta fresca picada, 3 colheres de azeite, 1 de vinagre de sidra, 1 colher de café de mel e 1 pitada de s Outra receita de Molho de Hortelã- pimenta: faz-se com um pouco de água onde se junta 2 colheres de sopa de açúcar. Deixa-se derreter ao lume, tira-se e junta-se folhas de Hortelã picadas e algumas gotas de vinagre ou limão. Estes molhos acompanham muito bem os cereais como arroz ou massas.

×