• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
DST
 

DST

on

  • 155,305 views

Causas, sintoma e imagens das principais DST, além de prevenção e como usar a camisinha.

Causas, sintoma e imagens das principais DST, além de prevenção e como usar a camisinha.

Statistics

Views

Total Views
155,305
Views on SlideShare
154,743
Embed Views
562

Actions

Likes
70
Downloads
4,811
Comments
8

8 Embeds 562

http://www.slideshare.net 381
http://escola-edwardscorrea.blogspot.com 165
http://www.escola-edwardscorrea.blogspot.com 4
http://colestsaojorge.blogspot.com 4
http://webcache.googleusercontent.com 3
http://www.colestsaojorge.blogspot.com 2
http://wildfire.gigya.com 2
http://www.facebook.com 1
More...

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

18 of 8 previous next Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    DST DST Presentation Transcript

    •  
    • A PARTE MAIS IMPORTANTE...
    •  
    • E SEM DST É SENSACIONAL!
    • O sexo é importante na nossa vida. Ele nos d á prazer e, à s vezes, filhos . Sexo é sinal de sa ú de, permite demonstrar carinho e confian ç a .
    • Existem inimigos da nossa sa ú de sexual. Temos que conhec ê -los para aprender a se defender deles e ter uma vida mais feliz .
    • Os principais inimigos da nossa sa ú de sexual s ã o invis í veis, entre eles est ã o os microorganismos que se aproveitam das rela çõ es sexuais para passarem de uma pessoa para outra, provocando doen ç as.
      • Geralmente são adquiridas através da relação sexual com parceiro(a) infectado(a).
      • Aparecem de três maneiras: na forma de corrimentos , de úlceras ou de verrugas .
      • A maioria tem cura fácil , desde que se procure tratamento médico logo no início. Mas, n ã o basta combat ê -los, temos que nos prevenir .
      • Muitas pessoas têm vergonha de procurar um médico ao contrair uma DST e acabam pedindo conselho a pessoa não habilitada, o que dificulta a cura.
    • Podem ser causadas por vírus , bactérias , fungos e protozoários . Transmitem-se, principalmente, nas relações sexuais .
    • As DST são um grave problema de saúde pública porque: - Facilitam a transmissão sexual do HIV (vírus da AIDS);
    • - Se não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem levar a complicações graves e até à morte; - Algumas, quando acometem gestantes, podem provocar o abortamento ou o nascimento com graves malformações.
    • - Podem provocar esterilidade no homem e na mulher; - Inflamação nos órgãos genitais do homem, podendo causar impotência;
    • - Inflamação no útero, nas trompas e ovários, podendo complicar para uma infecção em todo o corpo, o que pode causar a morte; - Mais chances de ter câncer no colo do útero e no pênis;
    • Quem pode pegar?
      • Quem tem relações sexuais sem camisinha;
      • Quem tem parceiro(a) que mantém relações sexuais com outras pessoas sem camisinha;
      • Pessoas que usam drogas injetáveis e compartilham seringas;
      • Pessoas que têm parceiros(as) que usem drogas injetáveis, compartilhando seringas;
      • Pessoas que recebem transfusão de sangue não testado;
      • Qualquer um - casados, solteiros, jovens, adultos, ricos ou pobres . ( se tiver comportamento de risco ).
    • LEMBRE-SE: “ Mais vale prevenir do que remediar”.
    • Principais sintomas?
      • Ardência ou coceira : mais sentidas ao urinar ou nas relações sexuais. Há pessoas que não sentem nada e, sem saber, transmitem DST para seus parceiros.
      • Dor e mal-estar : embaixo do umbigo, na parte baixa da barriga, ao urinar, ao evacuar ou nas relações sexuais.
    • COMO SE FAZ
      • ?
    • DST Sexo seguro é ter relações sexuais sem acontecer trocas de secreções (masculina e feminina). Ocorre com carícias e masturbação.
    • Sexo mais protegido é aquele no qual é diminuída a probabilidade de haver troca de secreções (esperma, secreção vaginal, sangue) como ocorre com o uso da camisinha masculina ou feminina.
    • - Usando camisinha em todas as relações sexuais (lembre-se: camisinha ajuda a reduzir mas não elimina totalmente o risco do contágio sexual;
    • - Desconfie de qualquer secreção ou corrimento incomuns dos genitais; - Tome banho ou pelo menos lave os genitais com água e sabonete após o ato sexual;
    • - Evite múltiplos(as) parceiros(as);
    • CONSEQÜÊNCIAS DA FALTA DE PREVENÇÃO E/OU TRATAMENTO! VOCÊ QUER VER?
    • Doenças que causam corrimentos
    • Tricomoníase, Candidíase e Vaginose Bacteriana (vaginais) Gonorréia e Clamídia (cervicais)
      • Corrimento amarelado ou esverdeado;
      • Coceira;
      • Dor no ato sexual. Obs.: Os parceiros, mesmo não apresentando sintomas, necessitam também fazer o tratamento.
      Tricomoníase
    • Vaginose bacteriana
      • Corrimento branco-amarelado não muito intenso; com cheiro ruim (“peixe podre”), principalmente, depois do ato sexual ou no final da menstruação.
    • Candidíase
      • Corrimento de cor branca, tipo leite coalhado;
      • Coceira intensa;
      • Ardência durante o ato sexual;
      • Irritação nos órgãos genitais.
      • Obs.: Não é uma doença de transmissão exclusivamente sexual.
    • Corrimentos, quando não tratados, podem causar infecções nas tubas e ovários, causando o que se conhece por Doença Inflamatória Pélvica (DIP), um quadro muitas vezes grave, que pode causar esterilidade e até a morte.
    • A maioria das mulheres infectadas não apresenta sintomas, podendo ter corrimento sem cheiro e sem coceira. Nas gestantes, podem ser transmitidas no parto, causando cegueira no bebê.
    • Há uma umidade vaginal normal, que n ã o provoca coceira, n ã o tem cheiro, é transparente e em pequena quantidade. Esta pode aumentar, ou por excita çã o sexual ou no per í odo f é rtil. Esse corrimento n ã o é doen ç a.
      • Doenças que causam corrimentos do homem:
      • Gonorréia e Clamídia
    •                                                                                                                
    • No homem, manifesta-se com corrimento amarelado (gonorréia) ou esbranquiçado (clamídia) no canal da urina e ardência ao urinar. Obs.: tanto a gonorréia quanto a clamídia, quando não tratadas, podem causar esterilidade.
      • DST que causa verrugas:
      Condiloma Acuminado Verrugas não dolorosas, isoladas ou agrupadas, que aparecem nos órgãos genitais e/ou no ânus.
    • Crescem mais rapidamente durante a gravidez e em pacientes com imunidade deprimida. A falta de tratamento adequado pode predispor ao câncer do colo uterino ou do pênis.
    • Infecção causada por um grupo de vírus HPV. Está relacionado ao câncer do colo do útero e vulva e, mais raramente, câncer do pênis e também do ânus. Os tratamentos disponíveis são locais (cáusticos, quimioterápicos, cauterização etc.).
    • Algumas pessoas podem estar infectadas e não apresentarem as verrugas.
      • Condiloma
    •  
    • Doenças que causam feridas:
      • Herpes Genital;
      • Cancro Mole;
      • Linfogranuloma Venéreo;
      • Donovanose;
      • Sífilis Primária – 1.ª Fase (cancro duro).
    • Ardência e vermelhidão , seguidas de pequenas bolhas agrupadas que rompem e formam feridas dolorosas nos órgãos genitais. As feridas podem durar de 1 a 3 semanas e desaparecem, mesmo sem tratamento. Herpes genital
    • Mesmo após o desaparecimento das feridas, a pessoa continua infectada.
    •  
    • Feridas dolorosas e com pus nos órgãos genitais. Podem aparecer caroços na virilha, que rompem e soltam pus. É mais comum nos homens. É popularmente chamado Cavalo . Cancro Mole
    • Cancro Mole                                                                                                     
    • Linfogranuloma Venéreo Ferida nos órgãos genitais que muitas vezes não é percebida e desaparece sem tratamento. Depois surgem caroços na virilha, que se rompem e soltam pus. Causado pela bactéria Chlamydia trachomatis.
    •                                                                       
    • Donovanose Começa com caroço, em seguida forma uma ferida que cresce em volume e extensão. Não dói e não tem íngua. Se não tratada pode causar deformidades genitais.
    • A transmissão sexual é a mais conhecida.                                                                           
    • Sífilis Evolui de forma lenta e tem períodos de manifestação aguda e períodos sem manifestação. Pode comprometer vários órgãos (pele, olhos, ossos, sistema cardiovascular, sistema nervoso).
    • De acordo com algumas características de sua evolução a sífilis divide-se em Primária , Secundária e Terciária .
    • A lesão é a porta de entrada do agente. Em geral, é uma ferida indolor, que apresenta secreção líquida e transparente que pode ocorrer nos grandes lábios, vagina, clitóris, períneo e colo do útero.
    • E no homem, na glande e prepúcio, mas pode também ser encontrada nos dedos, lábios, mamilos e conjuntivas.
    • Quando a Sífilis é transmitida da mãe para o feto é chamada de Sífilis Congênita.
    • Complicações Aborto espontâneo, natimorto, parto prematuro, baixo peso. Se o bebê for contaminado, poderá ter problemas como: pneumonia, problemas ósseos, feridas no corpo, cegueira, dentes deformados, surdez e até retardamento mental.
    • Sífilis congênita                                           
    • Sífilis
    • Sífilis secundária Roséolas na boca e face, palmares e plantares e na pele do tronco .
    • Sífilis terciária
    • Relação sexual, antes de ser uma transa , deve ser um momento de carinho , de respeito e não de passar uma doença. IMPORTANTE!
    • ASSIM, para evitar as DST deve-se tomar os mesmos cuidados da AIDS. É importante ter sempre à mão um preservativo, além de evitar a multiplicidade de parceiros.
    • Além disso, deve-se procurar o serviço médico toda vez que surgir algum problema, como ferida, íngua ou corrimento genital e mesmo para exames médicos periódicos.
    • 10 MOTIVOS PARA USAR CAMISINHA
    • 01 - A camisinha é prática e barata. E permite que você esteja no comando da situação: sem ela, não rola. 02 - Alguns vírus e bactérias podem ficar mais de dez anos no corpo sem se  manifestar.
    • 03 - O HPV pode ser contraído numa transa, num amasso e até compartilhando toalha de banho ou sabonete infectados. 04 - A AIDS é uma doença que não tem cura. Não é nada inteligente manter uma prática sexual de risco.
    • 05 - Os dados oficiais sobra DST não deixam dúvidas: são dois casos de aids em garotas jovens para cada caso em meninos. 06 - Ejacular na virilha ou na coxa é arriscado: o sêmen pode escorrer para o canal vaginal e há risco de gravidez.
    • 07 - Retirar o pênis da vagina antes da ejaculação não garante nada: já durante um amasso, o pênis pode liberar gotas de líquido seminal que contém espermatozóide.
    • 08 - Tabelinha é roubada. O ciclo menstrual em jovens é bem irregular. Impossível saber o dia certo da ovulação.
    • 09 - Camisinha têm boa eficácia se utilizada corretamente ( gravidez não é o fim do mundo, mas o legal é ter um filho na hora certa). 10 - É muito fácil de colocar!
    •  
    • “ A criança e o adolescente têm o direito de serem atendidos, bem informados sobre cuidados com seu corpo, as transformações que vão acontecendo, sem tabus , preconceitos ou medos ,
    • sobre drogas e doenças, o que resultará em escolhas mais sensatas sabendo o que querem para si, aumentando as chances de terem uma vida mais saudável e de melhor qualidade ”.
    • EVITAR OU NÃO! AGORA... A DECISÃO É SUA!
    • ENDEREÇOS VISITADOS www.aids.gov.br www.dst.com.br www.uff.br/dst cadernodigital.uol.com.br/guiadosexo/dst
    • www.wcarreira.hpg.ig.com.br www.dstfacil.hpg.ig.com.br www.giv.org.br/dstaids.htm www.animalhome.hpg.ig.com.br
    • Realização Produção e organização PROFESSOR EDSON BENAZET STE