Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be

on

  • 433 views

 

Statistics

Views

Total Views
433
Views on SlideShare
375
Embed Views
58

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 58

http://patriciasaeb23am.blogspot.com 26
http://patriciasaeb23am.blogspot.com.br 23
http://patriciasaeb23am.blogspot.pt 9

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be Presentation Transcript

  • METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (CONCLUSÃO)<br />Análise e comentário crítico <br />à presença de referências à BE nos relatórios de Avaliação Externa <br />de três escolas do concelho de Loures<br />Introdução<br />Para realizar esta análise e comentário, seleccionei três relatórios de avaliação externa de três agrupamentos de escolas do concelho de Loures:<br />Agrupamento de Escolas do Catujal-Unhos;<br />Agrupamento de Escolas João Villaret;<br />Agrupamento de Escolas de São João da Talha.<br />A avaliação das duas últimas escolas foi realizada no ano lectivo de 2009/2010, a avaliação da primeira no ano lectivo de 2007/2008. Embora a minha intenção fosse escolher escolas avaliadas recentemente, optei pela terceira por ser a escola onde lecciono. <br />Também foi uma opção todas as escolas pertencerem ao concelho de Loures pois considerei pertinente verificar se haveria diferenças significativas de funcionamento em três escolas que servem uma população relativamente semelhante.<br />Caracterização (muito rápida) dos Agrupamentos<br />Agrupamento de Escolas do Catujal-Unhos:<br />Constituído por quatro escolas (a escola sede, de segundo e terceiro ciclos, duas escolas básicas de primeiro ciclo e uma escola básica de primeiro ciclo com jardim de infância); tem 1353 alunos e 154 docentes.<br />“A EB1/JI de Unhos possui (…) uma Biblioteca…”<br />“A escola sede (…) beneficia (…) de uma Biblioteca integrada na rede Nacional de Bibliotecas Escolares…”<br />Agrupamento de Escolas João Villaret:<br />Constituído por nove escolas (a escola sede, de segundo e terceiro ciclos, três escolas básicas de primeiro ciclo e cinco escolas básicas de primeiro ciclo com jardim de infância); tem 1947 alunos e 165 docentes.<br />Agrupamento de Escolas de São João da Talha<br />Constituído por seis escolas (a escola sede, de segundo e terceiro ciclos, duas escolas básicas de primeiro ciclo, duas escolas básicas de primeiro ciclo com jardim de infância e um jardim de infância); tem 1418 alunos e 146 docentes.<br />Levantamento de referências à BE nos relatórios de Avaliação Externa <br />Domínios de referência da IGEAgrupamento de Escolas do Catujal-UnhosAgrupamento de São João da TalhaAgrupamento de Escolas João Villaret1. ResultadosSucesso educativo;Participação e desenvolvimento cívico;Comportamento e disciplina;Valorização e impacto das aprendizagens.1.1. “Ao nível da Língua Portuguesa as estratégias implementadas nos vários ciclos, como sejam o incentivo à frequência da Biblioteca, a promoção de actividades ligadas à Leitura (…) contribuíram para os resultados obtidos nesta disciplina.”Prestação de serviços educativosArticulação e sequencialidade;Acompanhamento da prática lectiva em sala de aula;Diferenciação e apoios;Abrangência do currículo e valorização dos saberes e da aprendizagem.2.4.” Verificou-se a participação do Agrupamento em diversos programas e projectos nacionais, como o Plano de Acção para a Matemática ou as Bibliotecas Escolares.”2.4. “O acesso dos alunos ás ferramentas informáticas está limitado a situações de sala de aula e à utilização do reduzido número de computadores existentes na Biblioteca.2.1.“De relevar também o papel das Bibliotecas Escolares /Centros de Recurso educativos que têm desenvolvido actividades de articulação interciclos, no âmbito da promoção da leitura, do livro e da escrita.”2.4.”A integração das Bibliotecas de duas escolas do Agrupamento na Rede das Bibliotecas Escolares possibilitou o desenvolvimento de um plano de intervenção articulado, com actividades diversificadas, constituindo-se as BE/CRE como espaços de aprendizagem para toda a comunidade escolar.”2.4. “A Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos desta escola é um dos espaços mais frequentados pelos alunos em função dos equipamentos informáticos, das actividades e do acervo bibliográfico que disponibiliza, assim como da diversidade de actividades que proporciona.Organização e gestão da escolaConcepção, planeamento e desenvolvimento da actividade;Gestão dos recursos humanos;Gestão dos recursos materiais e financeiros;Participação dos pais e outros elementos da comunidade educativa;Equidade e justiça.3.3.”Na escola sede e na EB1/JI a Biblioteca constitui um espaço agradável, recentemente renovado e apetrechado”3.3. “Por seu lado, o acesso às TIC está condicionado pela quantidade de equipamentos disponíveis e pelos espaços e tempos muito limitados como a sala de aula ou a Biblioteca.”3.2.”O pessoal não docente tem frequentado nos últimos anos acções de formação que têm contribuído para uma maior valorização profissional e reconhecimento pela atribuição de diversas responsabilidades entre as quais se destaca o trabalho ao nível das bibliotecas do Agrupamento (…).”3.3. “As BE/CRE estão bem organizadas, funcionam em rede e as actividades planificadas concretizam-se com êxito devido à efectiva partilha de livros e materiais de apoio que a Biblioteca da Escola-Sede disponibiliza a todo o Agrupamento:” 3. “(…) a integração de mais bibliotecas na Rede de Bibliotecas Escolares constitui também uma oportunidade de desenvolvimento.”3.2. “ As ausências dos docentes são prontamente colmatadas com diferentes actividades (…), nomeadamente (…) actividades na bibliotecas e outras.”3.3. “três das BE/CRE do Agrupamento estão integradas na Rede de Bibliotecas Escolares, aguardando-se a aprovação da candidatura de mais três, existindo ainda uma Biblioteca itinerante. As BE/CRE revelam uma notória organização e dinâmica com o desenvolvimento de actividades diversificadas.”LiderançaVisão e estratégia;Motivação e empenho;Abertura à inovação;Parcerias, protocolos e projectos.4.3. “O Agrupamento está aberto à inovação e mostra capacidade de mobilizar recursos humanos e materiais, o que se nota em projectos como a modernização e dinamização das bibliotecas escolares…”4.4. “O Agrupamento participa nalguns projectos nacionais como a Rede Nacional de Bibliotecas.” “A Biblioteca Municipal José Saramago é um recurso importante no que se refere ao PNL, na organização de candidaturas e na implementação das BE/CRE.”“Há cooperação com outras escolas (…) nas áreas (…) biblioteca (…)”Capacidade de auto-avaliaçãoAuto-avaliação;Sustentabilidade e progresso.5.1. “O Agrupamento tem já instituídas práticas de auto-avaliação e de reflexão sistemática em determinadas áreas”, entre as quais a biblioteca.Considerações FinaisPontos Fortes:“A organização e articulação entre as Bibliotecas / Centros de recurso bem como o trabalho desenvolvido no âmbito do apoio ao estudo, na organização da informação ou realização de trabalhos.”Oportunidade:“Integração de mais três bibliotecas na Rede de Bibliotecas Escolares.”<br />Comentário Crítico<br />Da análise comparativa dos três relatórios de avaliação externa pode-se deduzir que as Bibliotecas desempenham, nos três agrupamentos, um papel de algum destaque nos serviços educativos e que, de uma forma ou de outra, contribuem para o processo de ensino / aprendizagem.<br />Relativamente ao primeiro domínio, “Resultados”, apenas no Agrupamento de Escolas do Catujal-Unhos há uma referência ao papel da Biblioteca como um contributo para a melhoria dos resultados obtidos em Língua Portuguesa pelos alunos do 6º e 9º anos. No entanto, não há qualquer menção a um trabalho conjunto entre o Professor Bibliotecário e os docentes da disciplina, apenas se refere que os alunos são incentivados a frequentar a Biblioteca e que há actividades relacionadas com a leitura sem ser explícito o papel da Biblioteca.<br />Curiosamente, é nas outras escolas, em que não se faz, de forma explícita, uma ligação entre a Biblioteca e os resultados que parece haver uma maior acção da Biblioteca nas aprendizagens dos alunos. De facto, da leitura do segundo domínio, “prestação de serviços educativos”, concluímos que a Biblioteca do Agrupamento São João da Talha tem vindo a desenvolver diversas actividades de promoção da leitura, do livro e da escrita e que desempenha um papel importante na articulação entre os diversos ciclos. Pelo que se conclui do relatório do Agrupamento de escolas do Catujal, a Biblioteca está integrada na Rede das Bibliotecas Escolares, no entanto, o impacto da sua prestação de serviços é nulo ou mesmo negativo, pois apenas é referido o número reduzido de computadores existente na mesma como mais uma prova do limitado acesso dos alunos do agrupamento às ferramentas informáticas.<br />No que diz respeito à “organização e Gestão da escola”, terceiro domínio, são reforçados alguns aspectos importantes como a formação de pessoal não docente, essencial para o bom funcionamento da Biblioteca, o trabalho em rede das Bibliotecas do Agrupamento e o sucesso das actividades previstas no Plano Anual de Actividades. Mais uma vez, a referência à Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Catujal é mais pobre, referindo apenas o conforto do espaço.<br />Quanto ao domínio quatro, “Liderança” é mencionado a modernização das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas de Catujal Unhos e a parceria das Biblitoecas do agrupamento de Escolas João Villaret com outras escolas e com a Biblioteca Municipal José Saramago sem, no entanto, ficar explícito de que forma estas parcerias contribuem para a dinamização da Biblioteca ou para a sua influência nas aprendizagens dos alunos.<br />Finalmente, apenas o Agrupamento de Escolas João Villaret tem já instituída a prática da auto-avaliação da BE.<br />Concluindo, embora os três Relatórios de Avaliação Externa façam várias referências às Bibliotecas e ao seu papel na dinamização das actividades escolares, implementação das TIC e, num caso, influência nos resultados dos alunos, não é claro a forma como estas contribuem para o processo de ensino-aprendizagem nas escolas dos três agrupamentos, no entanto, é de salientar o seu dinamismo e o esforço para conseguir um trabalho em rede e em parceria com outras instituições. <br />