• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Jornal 49   3º período
 

Jornal 49 3º período

on

  • 1,581 views

O 3º número do Jornal Escolar "O Quarenta e Nove" - da EB1 Frei Luís de Sousa

O 3º número do Jornal Escolar "O Quarenta e Nove" - da EB1 Frei Luís de Sousa

Statistics

Views

Total Views
1,581
Views on SlideShare
1,570
Embed Views
11

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
0

3 Embeds 11

http://bloguedafreiluisdesousa.blogspot.com 8
http://www.blogger.com 2
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Jornal 49   3º período Jornal 49 3º período Document Transcript

    • Dia Mundial da Criança Editorial O ano está a acabar e não podia faltar mais um número do nosso Quarenta e Nove! Com este número vais poder recordar a escola durante as férias e descobrir o que andaram os colegas a fazer durante este último período! Para o próximo ano cá estaremos com mais novidades e notícias quentinhas! Boas Férias! No dia 1 de Junho toda a escola comemorou o Dia Mundial da Criança. Fizemos uma exposição com os trabalhos de todas as turmas e construímos um globo gigante com os bonecos de todas as turmas. A nossa turma ficou responsável pela pintura do Mundo. Adorámos pintar! Depois participámos numa actividade da Junta de Freguesia, ouvimos um recital de piano tocado pela filha da professora Ermelinda e ainda tivemos tempo para pintar um painel com giz colorido. Foi um dia espectacular ! 1ºC Ficha Técnica: Alunos das Turmas do 1º ano A, B e C; do 2º ano A e B; do 3º ano A, B e C e do 4º ano A, B e C / Professoras Regina, Ana Isabel, Filipa, Inácia, Ermelinda, Dulce, Ana Margarida, Rita, Helena e Sandra.
    • O Teatro da Mosca Fosca A turma do 1ºB fez um teatro sobre a casa da Mosca Fosca . Primeiro lemos o livro e como gostamos tanto, decidimos ser também amigos da Mosca Fosca. Fizemos rimas com os nossos nomes e preparamos tudo para o teatro, cenários, bolo e convites. Convidamos os nossos pais e toda a família para vir até à escola assistir A Joana e a Patrícia também ajudaram muito, elas eram as estagiárias da nossa sala. Foi uma tarde muito divertida e os nossos pais gostaram muito... Beatriz e Marta (com ajuda da turma) 1ºB
    • A dramatização do 4.º B A partir da história “A Feiticeira do Vale Perdido” que a Carolina nos leu na Hora do Conto, decidimos fazer uma dramatização para apresentar aos nossos pais. Em primeiro lugar escrevemos o reconto dos vários capítulos da história, a pares. Depois de termos o texto pronto fizemos um plano de trabalho que incluía os cenários, o guarda-roupa, a música, a publicidade (grátis) e os convites. Organizámo-nos em grupos e colocámos mãos à obra.
    • Entretanto resolvemos filmar a dramatização para podermos decorar as falas por partes e para, através de montagens, fazermos alguns truques de magia que decorriam ao longo da história. No dia vinte e três de Abril, à tarde, preparámos a nossa sala e recebemos os nossos pais. Projectámos o filme e assim começou a nossa sessão de cinema… Durante a apresentação ouvimos muitas gargalhadas, no final muitos aplausos e, antes de irmos embora, ainda houve tempo para muitas lágrimas porque era o último dia das estagiárias na nossa sala. 4.º B
    • A Visita ao Museu A Metade Na nossa sala estivemos a aprender Gulbenkian o que é a metade. Rasgámos papel ao A ida à Gulbenkian foi gira! meio, trabalhámos com os cubos Fizemos jogos, depois fomos ver os coloridos e pintámos metades num quadros. Eram muito giros! Nós vimos papel aos quadrados. No final fomos os quadros e fizemos uma dança apresentar o nosso trabalho ao A
 para cada quadro. No final fizemos quadro. Gostámos muito desta aula. uma dança grande com os movimentos todos. Depois saímos do museu e fomos ao jardim passear e acabar de lanchar. E foi assim a nossa visita. Alice, 1º C Uma experiência com cravos A nossa turma resolveu fazer uma experiência para comemorar o Dia da Liberdade. Resolvemos transformar cravos brancos em cravos vermelhos. Primeiro fizemos pares, depois cada par foi buscar um cravo e um copo com água até meio. Depois deixámos cair 4 gotas de corante alimentar vermelho. No primeiro dia escrevemos as nossas hipóteses. Durante 2 semanas observámos os nossos cravos e fomos registando as nossas observações no nosso livro de registo. No último dia de observações lemos as nossas hipóteses e verificámos se estavam correctas ou não. Após um debate com todos os grupos escrevemos as nossas conclusões. No final fizemos um cartaz com as conclusões e com os cravos vermelhos.
    • A Biblioteca Municipal de Telheiras A turma do 1º C resolveu ir conhecer melhor a Biblioteca Municipal da área da nossa escola. Vimos que a Biblioteca mais perto é a Biblioteca Orlando Ribeiro, em Telheiras. Na nossa primeira visita inventámos duas histórias muito divertidas. Escolhemos dois números num favo de mel e assim ficámos com o princípio e com o fim da história. Depois foi só inventar o meio. Na segunda vez fomos construir os nossos dois livros com as nossas histórias. Ilustrámos e lemos. Adorámos fazer os nossos livros. Ficaram muito bonitos! Dia Mundial do Livro No Dia Mundial do Livro a nossa turma decidiu ir à Biblioteca Municipal de Telheiras fazer a actividade Agarra o Teu Herói. Fomos conhecer o Homem-aranha, a Mulher-gato e a Mulher-maravilha. Vimos o Teatro com as personagens de Banda Desenhada e depois desenhámos os personagens em quadros. ! O mais divertido foi quando chegámos à escola. A nossa professora disse-nos para nos juntarmos em grupos de quatro. Depois recortámos os nossos desenhos e fizemos a nossa história de Banda Desenhada em cartolina. ! O nosso Dia Mundial do Livro foi muito divertido!! 1º ano C !
    • A Feira do Livro A nossa escola voltou a realizar, este ano, uma Feira do Livro fantástica. A Feira decorreu no Centro de Recursos de 23 a 30 de Abril. No dia 26 de Abril visitámos a Feira com a nossa professora para vermos os livros de que mais gostávamos, depois fomos com os nossos pais comprar esses livros. Depois, no dia 27 de Abril, à tarde, fomos com os meninos de todas as turmas da escola ao Centro Paroquial de São Domingos de Benfica assistir à audição de uma história contada pela Educadora Conceição Alfredo. Ela contou-nos uma história muito divertida de um “Pintainho e Três Bagos de Milho”. Esse dia foi muito especial para a nossa turma porque também recebemos a visita dos nossos correspondentes, que ficaram o dia todo connosco. Foi um dia espectacular! No dia seguinte, de manhã, o Grupo do Sótão veio contar-nos uma história sobre o 25 de Abril, que se chamava “O Tesouro”. Gostámos muito da semana da Feira do Livro e queríamos que os nossos professores a organizassem novamente no próximo ano lectivo.
    • A nossa ida à Feira do Livro de Lisboa No dia 10 de Maio, a nossa turma foi à Feira do Livro de Lisboa porque, como sabem, participámos no Concurso “Uma Aventura… Literária 2010” e o nosso colega Gonçalo ficou em 2.º lugar na modalidade de Crítica. Quando lá chegámos, fomos para o local onde se iam entregar os prémios: um coreto junto ao Pavilhão Desportivo Carlos Lopes. Puseram música e dançámos e cantámos. A seguir, começou a cerimónia da entrega dos prémios. Quando chamaram o nosso amigo Gonçalo, ele subiu ao coreto e as autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada deram-lhe o prémio. Acabou a cerimónia, fomos lanchar sentados na relva perto do Parque Leya e o pai do Gonçalo tirou-nos muitas fotografias. Foi um dia inesquecível!!! Turma 4.º A Descobre o caminho que o Pedro tem de percorrer para chegar à Biblioteca. 
    • Projecto Pequenas Pegadas para Salvar o Planeta 1.º e 3.º A A s turmas do 1.º A e 3.º A O que plantámos No dia 18 de Maio plantámos estão a participar no Projecto algumas árvores com os alunos da Pequenas Pegadas para Delfim Santos. Plantámos sobreiros, um salvar o Planeta. Neste Projecto castanheiro e um pinheiro. fizemos muitas coisas. Lemos Os meninos da turma 3.ºA também plantaram. Vieram elementos da histórias, discutimos a floresta, equipa do Parque de Monsanto para apresentamos uma dança, fizemos nos falarem um pouco das árvores. diversas visitas e até plantamos João Pedrosa 1.º A árvores. Aqui estão alguns textos e fotografias que mostram o que fizemos. Também podem visitar o blogue da turma do 1.º A aturmadaprofessoraregina- fls.blogspot.com e ver mais trabalhos nossos. Lá O passeio à Gulbenkian esperamos os Nós fomos à Gulbenkian e lá vossos comentários. vimos alguns patos que estavam no lago. Lá havia muitas árvores. Também fizemos um jogo com a professora Vera. Eu gostei muito desta visita. Bárbara Costa 1.º A
    • A nossa floresta A nossa floresta tem árvores, erva, flores, água e animais. A floresta tem pinheiros e pássaros e também tem comida para os animais. No Outono as folhas caem das árvores e na Primavera nascem de novo. Miguel Santos e Sanda Josan 1.º A «O dia em que a mata Visita à Tapada de Mafra ardeu» Nós e a turma do 3.º A fomos à Tapada Nós fizemos uma dança a partir da de Mafra. Fomos no dia 26 de Abril e história «O dia em que a mata ardeu». fizemos a viagem de autocarro. Lá Apresentámos a dança aos colegas da vimos uma família de javalis e um Delfim Santos e aos nossos padrinhos e veado. Na Tapada de Mafra havia madrinhas do 3.º A. Nos representámos as muitas árvores. A personagens do livro que eram árvores e viagem foi maravilhosa. animais. Inês Silva e João Manuel 1.º A Daniela Brites e Beatriz Álvares 1.º A
    • FLORESTA- É um grande conjunto de árvores. Da floresta também fazem parte os arbustos, as flores as ervas, os cogumelos e muitas outras plantas. As florestas ocupam cerca de 30% de superfície terrestre. Benefícios da existência de floresta - A floresta é vital para a vida dos seres humanos devido a uma ser de factores. Fornece madeira, resina, celulose, cortiça, frutos e bagas. Serve de abrigo de caça. Protege o solo de erosão. Cria postos de trabalho. Serve para tornar o clima mais suave. Fornece materiais para exportação. Melhora a qualidade de vida. Produz oxigénio e consome dióxido de carbono. A floresta Amazónica produz cerca de 40% do oxigénio do mundo, chamando-se por isso Pulmão do Mundo. Danos ou consequências Incêndio florestal - É um incêndio Destruição da floresta. descontrolado em zonas naturais , Morte e ferimento em animais. bosques, e lugares de abundante Destruição de bens (casas, armazéns, vegetação. etc). Causa de incêndios florestais: Destruição de ecossistema. Causa natural - relâmpagos e raios. Infertilidade dos solos, Descuidos humanos. empobrecimento dos solos. Queimadas e queimas de lixo. Perigo para as populações. Fósforos e cigarros mal apagados. Os incêndios florestais são das Quando circular de carro apague bem catástrofes naturais mais graves em o cigarro no cinzeiro, não o atire pela Portugal, não só pela elevada janela. frequência com que acontecem e Lançamento de foguetes. dimensão que alcançam, como pelos Não atirar lixo na floresta, porque o efeitos destruidores que causam. sol, com o efeito de lupa pode Em caso de incêndio ligar: provocar incêndios. -117 nº de emergência nacional para Turma 3ºA incêndios florestais; -112 nº de emergência.
    • Relato da visita dos correspondentes à nossa escola Na quarta-feira, dia dezanove de Maio, os correspondentes vieram visitar-nos. Chegaram às 10h, mostrámos-lhes a escola, a pares, cada um com o/a seu/sua correspondente. Chegámos à sala e apresentámos a peça de teatro “A Fada Oriana”. Quase no fim da peça aconteceu um acidente com a Fada Oriana: ela caiu e bateu com a cabeça no chão. Por isso não acabámos a peça. A seguir nós demos-lhes um marcador e eles deram-nos um livro e as cartas individuais. Às onze e meia saímos da escola com eles, a pares, para irmos fazer um piquenique no Jardim Zoológico. Brincámos nas casinhas durante algum tempo e depois fomos almoçar. A seguir eles apresentaram duas peças de teatro. Às treze horas despedimo-nos dos correspondentes e voltámos para a escola. Gostámos muito de receber os correspondentes. A turma do 2º A, a partir dos relatos individuais e a pares escritos logo que chegámos
    • As sopas na escola No dia 11 de Maio, pelas 10 horas, as turmas do 3ºB e do 4ºB foram até ao refeitório da nossa escola ver como se fazem as sopas de alho francês e caldo verde. Observámos a roda dos alimentos e aprendemos as diferenças entre sopas e caldos. Existem dois tipos de sopa: a sopa e a rica. A sopa é a cozedura de hortaliças e legumes, a sopa rica é sopa com carne, peixe ou ovos e um caldo não tem hortaliças nem legumes. Também estivemos a observar as nutricionistas, a enfermeira, a higienista oral e a médica a prepararem as sopas. As panelas com água foram postas ao lume. Enquanto a água aquecia, os ingredientes foram descascados, lavados e cortados em pedaços. Alguns alunos das turmas lavaram os alimentos. Quando a água já estava a ferver, os legumes foram postos dentro das panelas juntamente com sal. Esperámos algum tempo, fomos lanchar e brincar no recreio, enquanto as “cozinheiras” estavam a acabar de preparar as sopas. Quando as sopas já estavam prontas, levaram o tabuleiro às salas para os alunos provarem. Gostei mais do caldo verde. A actividade foi divertida! Catarina Ferreira 3ºB com a ajuda da turma na melhoria de texto
    • Era
 uma
 vez
 uma
 casa
 branca
 onde
 vivia
 um
 rapaz
que
passava
os
dias
na
praia.
 Um
dia,
o
rapaz
foi
à
praia
e
viu
uma
menina
 muito
pequenina,
um
polvo,
um
peixe
e
um
 caranguejo
a
brincar
numa
poça
de
água.
 O
rapaz,
entusiasmado
e
curioso,
pegou
na
 Menina
do
Mar.
Ela
ficou
muito
aflita
e
os
seus
 amigos
começaram
a
morder
o
rapaz.
 Depois
de
perceberem
que
o
rapaz
não
lhes
 iria
fazer
mal,
todos
se
apresentaram
a
 passaram
a
brincar
juntos.

    • A
 Menina
 do
 Mar
 explicou
 a
 função
 de
 cada
amigo
e
disse
que
quem
mandava
no
 mar
era
a
Grande
Raia.

 A
Menina,
os
seus
amigos
e
o
rapaz
diverGam‐ se
muito.
Por
isso,
a
Menina
pediu
ao
rapaz
 que
lhe
mostrasse
coisas
da
terra.
 O
rapaz
deu‐lhe
uma
rosa.
A
Menina
do
Mar
 cheirou‐a,
mas
senGu‐se
alegre
e
tonta.
 Numa
das
suas
visitas,
o
rapaz
levou
um
 fósforo
e
explicou
à
Menina
o
que
é
o
 fogo.
 Mais
tarde,
numa
outra
visita,
o
rapaz
levou
 um
copo
de
vinho.
A
Menina
do
Mar
bebeu
e
 senGu
uma
grande
alegria.

    • O
rapaz
tentou
levar
a
Menina
do
mar
para
a
 terra
dentro
de
um
balde,
mas
não
conseguiu
 porque
foi
atacado
por
muitos
polvos.
 O
 rapaz
 regressou
 muitas
 vezes
 à
 praia,
 mas
 nunca
viu
a
Menina
do
mar,
nem
nenhum
dos
 seus
amigos.
 Uma
gaivota
deu
ao
rapaz
suco
de
anémonas.
Ele
bebeu
e
ficou
como
a
menina
do
mar.

 Um
golfinho
levou
o
rapaz
até
á
gruta
onde
vivia
a
Menina
do
mar,
o
polvo,
o
peixe
e
o
caranguejo.

 Quando
os
cinco
amigos
se
encontraram
ficaram
muito
felizes
e
foram
mostrar
ao
rapaz
a
beleza
do
fundo
 do
mar.
Passado
algum
tempo,
o
Rei
do
Mar
organizou
uma
festa
onde
a
Menina
do
Mar
dançou.


    • . MÃE Mãe, se fosses um nome Serias Madalena, Mãe, se fosses uma cor Serias Augusta, Serias vermelha como uma rosa, Serias Vanessa. Serias azul como céu, Serias branca como a neve. Mãe, se fosses um perfume Serias intensa como o cravo, Mãe, se fosses um fruto Serias uma rosa, Serias uma laranja sumarenta, Serias perfumada como uma violeta. Serias uma ameixa doce, Serias uma cereja vermelha. Mãe, se fosses vida Serias o ar que eu respiro, Mãe, se fosses um nome Serias o alimento que me faz crescer, Serias o Sol que me ilumina, Serias a minha vida. Serias uma flor que passa pela minha Dinis Rocha janela, MÃE Serias um anjo que me protege todos os dias. Mãe, se fosses uma cor Mãe, se fosses um perfume Serias cor-de-rosa como as rosas do jardim, Serias a essência do mar, Serias amarela como o Sol que brilha, Serias suave como as pétalas de uma rosa, Serias azul como a chuva que cai. Serias o cheiro da relva molhada. Mãe, se fosses um fruto Mãe, se fosses vida Serias saborosa como a melancia, Serias o vento que bate na minha cara, Serias doce como a laranja, Serias o calor, que me faz ir à praia, Serias mais doce do que o morango. Serias um coração muito grande. Beatriz Coutinho Mãe, se fosses um nome Serias aconchegada como a almofada, MÃE Serias uma flor em crescimento, Serias uma pérola reluzente. Mãe, se fosses uma cor Serias verde como a relva, Mãe, se fosses um perfume Serias azul como o céu, Serias bem cheirosa como as rosas, Serias cor de pele, a cor do nosso corpo. Serias grande como os girassóis, Serias pequena como as papoilas. Mãe, se fosses um fruto Serias saborosa como a amora, Mãe, se fosses vida Serias saborosa como a manga, Serias a alma que me consola, Serias saborosa como a laranja. Serias a água que bebo, Tu para mim és tudo. Turma 3ºA Rita
    • CAMINHADA Sugerimos-te uma caminhada até ao Bairro do Calhau. Passa a ponte pedonal. Logo a seguir, verás um campo coberto de flores muito coloridas. Continua a caminhar e observa as casinhas antigas. Perto, há um parque muito giro para as crianças. Os pais ou as escolas também FILME podem visitar este sítio. A caminhada Vai ao cinema ver o filme “Shrek não é difícil e é lindíssima! Para Sempre – 3 D”. As personagens principais são um ogre chamado Shrek, a sua mulher Fiona e os seus amigos Burro e Gato das Botas. Nesta história, o LIVRO Shrek é transferido para outro Sabias que há um novo livro da mundo, onde ninguém o conhece, colecção “Uma Aventura”? Desta vez, nem mesmo os seus amigos ou a os cinco amigos inseparáveis – Chico, sua mulher. Depois, muita coisa vai Pedro, João e gémeas Teresa e Luísa – acontecer… e os seus cães, vão até ao Pulo do Lobo, onde terão de descobrir o antigo enigma da Princesa das Minas de São Domingos. Leiam este livro porque é muito TEATRO interessante. Aconselhamos-te a ir ver a peça “O Corcunda de Notre-Dame”. Poderás vê-la no Teatro Infantil de Lisboa, junto à Casa do Artista. MÚSICA A história passa-se há muito Recomendamos-te o novo CD da tempo, na cidade de Paris, em Miley Cirus. É muito inspirador ouvir a França. Lá vivia um corcunda. música dela. Faz-nos ficar mais alegres Toda a sua vida tinha tocado os e cheios de ideias. As músicas são sinos da catedral. Até que, um dia, muito giras e a capa original. conhece uma cigana que lhe Esperamos que gostem deste CD de desperta vários sentimentos… música Pop-Rock. Turma 4.º A
    • 3º B Sopa de letras Para resolver e pintar. Tema: plantas Diverte-te! Código: 25 – verde; 50 – amarelo; 100 - azul F
 C
 E
 N
 O
 U
 R
 A
 T
 F
 R
 T
 R
 F
 A
 L
 F
 A
 C
 E
 U
 O
 V
 O
 L
 A
 A
 S
 U
 I
 T
 M I
 L
 H
 O
 V
 R
 A
 J
 O
 A
 L
 H
 O
 I
 A
 A
 F
 Ã
 E
 T
 H
 A
 I
 T
 R
 I
 G
 O
 C
 E
 A
 S
 T
 I
 A
 Z
 O
 U
 C
 A
 U
 L
 E
 X
 F
 L
 O
 R
 3º B Consegues resolver? A que classe pertencem estes animais? Horizontais 3º B 1- Têm pele húmida e nua. Nadam ou andam, comem insectos e nascem de ovos. 2- Têm o corpo coberto de escamas, usam barbatanas para nadar, nascem de ovos e respiram por guelras. 3- Têm o corpo coberto de escamas. Rastejam, nadam ou andam para se deslocarem. Comem insectos, nascem de ovos e respiram por pulmões. Verticais 1- Têm o corpo coberto de pêlos. Nascem do ventre da mãe e alimentam-se de leite em pequenos. Respiram por pulmões. 2- Não têm esqueleto. Têm três pares de patas e duas antenas. Andam e/ou voam para se deslocarem. Nascem de ovos. 3- Têm o corpo coberto de penas e asas para voar. Em vez de boca, têm um bico. Nascem de ovos e respiram por pulmões.
    • Boas Férias! Personaliza o teu Jornal! Faz um mapa mental com o que pretendes fazer nas tuas férias. Completa ao teu gosto. Acrescenta mais balões e desenhos.  Preenche, recorta pelo picotado e coloca na caixa do correio do Jornal . A tua opinião é importante para nós. Gostaste deste número do Jornal O Quarenta e Nove ? Do que gostaste mais? ____________________________________________________ _____________________________________________________________________ O que te interessou menos? ________________________________________________ _____________________________________________________________________ Pinta a imagem que mais se aproxima do que sentes em relação ao teu Jornal Escolar.                   