• Save
Ache a Sua agulha no palheiro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Ache a Sua agulha no palheiro

on

  • 870 views

Tecnologia e varejo.

Tecnologia e varejo.

Statistics

Views

Total Views
870
Views on SlideShare
870
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Ache a Sua agulha no palheiro Ache a Sua agulha no palheiro Presentation Transcript

  • Ache a sua agulha no palheiro! Marcos Nannetti
    • Soluções em TI para o varejo
    • - Software gestão comercial
    • - 20 anos de mercado
    • - 5.000 licenças de uso
    • - Longevidade, economia e segurança.
    • - Aderência total ao varejo.
    • - Foco exclusivo no comércio varejista.
  •  
  • A realidade hoje da TI no Varejo no mundo Destaques TI apresentados na NRF 2011 www. eacsoftware .com.br
  • Neste novo contexto Varejo e Tecnologia são inseparáveis: Como conhecer a fundo e se relacionar com milhares de clientes
  • Como facilitar, oferecer comodidade aos clientes
  •  
  • Como impactar e diferenciar dos concorrentes
  •  
  • Como gerir e manter coesa toda a estratégia
  •  
  • Como reduzir custos e otimizar processos
  • RFID (Etiqueta de rádio frequência) Apesar de ainda não ter sido adotada pelo varejo americano, espera-se que em breve se torne popular por lá! Esta tecnologia apoiada por uso intensivo dos bancos de dados sobre produtos e clientes promete revolucionar a maneira como o varejo trabalha.
  •  
  • Realidade Aumentada (Augmented Reality) A conjugação das imagens, da localização GPS e dos bancos de dados sobre o lugar que você está promete um mundo novo de opções de serviços, propaganda e entretenimento. Entenda melhor a seguir.
  •  
  • In-Memory Data Base (Banco de dados em memória) Com a redução do preço das memórias RAM, agora passa a ser possível tratar um grande volume de dados nas memórias dos computadores o que torna as consultas a banco de dados instantâneas. A SAP demostrou alguns usos desta solução, ainda é caro para o padrão do varejo brasileiro, mas pode ser uma solução razoável no médio prazo.
  • Business Intelligence (Inteligência de negócios) Uso cada vez mais relevante dos diversos banco de dados disponíveis. Vimos aplicações fantásticas de análise preditiva de demanda e planejamento de compras, ou seja, uso intensivo dos dados para auxiliar a tomada de decisão e facilitar a gestão das loja.
  • Digital Signage (Sinalização Digital) Uso intensivo de sinalização digital através de LCD interativos, touchscreen, fazendo o cliente ficar informado e ser parte da loja. Muito boa oportunidade de ganhar dinheiro através de veiculação de propaganda de fornecedores dentro da loja.
  •  
  • Celulares Smartphones (Mobile) Esta foi a grande sensação da feira, tudo girou em torno das novas possibilidade que se abriram com grande parte da população americana conectada através dos telefones celulares com acesso a banda larga. As aplicações de celulares se dividiram em 03 (três) grandes blocos:
  • M-site Sites especificamente desenhados para acesso através de telefones smartphones.
  • M-commerce Site de comércio eletrônico especialmente desenhados para smartphones, inclusive com pagamento através de celular.
  • M-apps Aplicativos específicos que possam auxiliar o cliente a escolher o melhor produto para o seu caso, ou a guiá-lo em uma grande loja, ou dar cupons de desconto ou promoções específicas, basicamente feitas nas plataformas do I-phone da Apple ou do Android da Google.
  •  
    • Realidade brasileira
    • 194 milhões de linhas de celulares ativas 2010;
    • 30 milhões de acesso a banda larga em 2010 (fixo e móvel ).
    • Previsão de 160 milhões de brasileiros conectados a banda larga em 2018.
    • Fonte: Anatel.
    • Realidade americana
    • Venda de Mobile em 2010: 2,2 bilhões
    • 50% desejam comprar um smartphone para o Natal de 2011
    • 51% da população compra em canais virtuais mas 4,8% do comércio tem este canal adequado
    • Fonte: NRF.
    REALIDADES...
  • Para que medir ?
    • O que não é medido, não é gerenciado
    • O que não se gerencia, não pode ser cobrado
    • O que não pode ser cobrado, dificilmente é aprimorado
  • Para que medir ? Então se você espera progresso em alguma área - Meça a evolução - Cobre o responsável - Premie os melhores resultados
  • Em tese tudo pode ser medido... Cada caso e um caso, e cada empresa deve ter os seus indicadores O segredo aqui e alinhar os objetivos do Planejamento Estrategico aos Indicadores Setoriais O que medir ?
  • Importante ressaltar: As medidas afetam e muito as atitudes dos gerentes e empregados. Ou seja, os indicadores irão levar inevitavelmente a empresa na direção dos resultados almejados. O que medir?
    • Um bom exemplo como criar um indicador de vendas ?
    • - Vendas
    • - Margem de contribuição
    • - Fluxo de caixa
    • - ROI
    • Cada gestor deve ter
    • entre 3 e 7 indicadores
    • sobre sua responsabilidade
    O que medir?
    • De maneira simplista:
    Tratamos os dados Processamos os dados Geramos informação Tratamos os dados Processamos os dados O que a TI faz?
    • No final o que todos querem é a sistematização do conhecimento !
    DADOS: Elementos brutos sem significado INFORMAÇÃO: Conjunto de dados com significado, relevância e propósito. CONHECIMENTO: Dotar a informação de um contexto, de um significado, de uma interpretação Porque fazemos?
  • Mao na massa! Caso concreto
  • Perguntas?
  • OBRIGADO! Marcos Nannetti [email_address]
  •