Your SlideShare is downloading. ×
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Prova portugues com gabarito 2

4,506

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,506
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br b) O preconceito lingüístico, especificamente na região nordestina, perpassa de influências de Português comunidades homogêneas. c) Embora a língua brasileira seja plural,Texto I considerando suas variedades lingüísticas, percebe-se, ainda, um falar valorativo aos As crenças sobre a superioridade de um falar dominantes.sobre os demais é um dos mitos que se arraigaram na d) Existem critérios para se estabelecer qual doscultura brasileira. Toda variedade regional é, antes de dialetos é mais pertinente ou não, contudo, semtudo, um instrumento identitário, isto é, um recurso que relacionar poder e fala.confere identidade a um grupo social. Ser nordestino, ser e) A economia interfere, implicitamente, no campomineiro, ser carioca etc. é um motivo de orgulho para da linguagem mais favorecida, sendo esta,quem o é, e a forma de alimentar esse orgulho é usar o dominada pela minoria.linguajar da sua região e praticar seus hábitos culturais. Noentanto, verifica-se que alguns falares têm mais prestígio 02. Em relação ao texto I, analise as seguintesno Brasil como um todo que outros. Por que isso ocorre? considerações: Em toda comunidade de fala onde convivemfalantes de diversas variedades regionais, como é o caso 1. O autor ressalta a credibilidade de uma linguagemdas grandes metrópoles brasileiras, os falantes que são predominantemente culta, instigada, desde cedo, nadetentores de maior poder – e por isso gozam de mais escola.prestígio – transferem esse prestígio para a variedadelingüística que falam. Assim, as variedades faladas pelos 2. Existem vários elementos externos que interferemgrupos de maior poder político e econômico passam a ser diretamente na fala de uma comunidade, sendo essavistas como variedades mais bonitas e até mais corretas. provida ou não de recursos financeiros.Mas essas variedades nada têm de intrinsecamentesuperior às demais. O prestígio que adquirem é resultado 3. O autor faz uma analogia entre os dialetos usados nosde fatores políticos e econômicos. O dialeto falado em uma espaços interioranos e litorâneos.região pobre pode vir a ser considerado um dialeto “ruim”,enquanto o dialeto falado em uma região rica e poderosa 4. Há, segundo o texto, uma homogeneidade entre ospassa a ser visto como um “bom” dialeto. dialetos correntes numa língua, peculiarmente, Isso ocorre em todos os países. Na França, por interioranos.exemplo, o dialeto que adquiriu mais prestígio e que hojetem o status de língua nacional é o falado na região de Está (ao) correta (s):Paris, onde se estabeleceu primeiramente a corte francesae, depois da Revolução Francesa, a sede da República. a) 1 apenasQuando uma variedade regional é alçada à condição de b) 2 apenaslíngua nacional, em virtude de um processo sócio-histórico, c) 3 e 4 apenasela adquire maior prestígio em detrimento das demais. d) 2 e 3 apenasPorém, esses juízos de valor são ideologicamente e) 1 e 4 apenasmotivados e geram preconceitos que devemos combater. No Brasil, os falares das cidades litorâneas 03. Analise as relações morfossintáticas estabelecidas nossempre tiveram mais prestígio que os falares das trechos seguintes do texto I e assinale a alternativacomunidades interioranas. Isso se explica porque essas incorreta.cidades receberam um contingente muito grande deportugueses nos três primeiros séculos de colonização e a) Em: “Mas sabemos que esse preconceito édesenvolveram falares mais próximos dos falares perverso e deve ser seriamente combatido...”, olusitanos. Além disso, até 1960, a capital do Brasil se segmento grifado exerce a função desituava no litoral. É natural que a sede do governo tenha complemento do verbo ‘sabemos’.mais poder político e prestígio, e esse prestígio, como b) Em: “Então, são fatores históricos, políticos evimos, acaba por se transferir ao dialeto da região. No econômicos que conferem o prestígio a certosBrasil de hoje, os falares de maior prestígio são justamente dialetos ou variedades regionais...” o segmentoos usados nas regiões mais ricas. destacado completa o vocábulo ‘prestígio’. Então, são fatores históricos, políticos e c) Em: “O dialeto falado em uma região pobre podeeconômicos que conferem o prestígio a certos dialetos ou vir a ser considerado um dialeto “ruim”, enquantovariedades regionais e alimentam preconceito em relação o dialeto falado em uma região rica e poderosaa outros. Mas sabemos que esse preconceito é perverso e passa a ser visto como um “bom” dialeto.”, odeve ser seriamente combatido, começando na escola, termo sublinhado estabelece uma relação depois a pluralidade cultural e a rejeição aos preconceitos concomitância.lingüísticos são valores que precisam ser cultivados a d) Em: “... e a forma de alimentar esse orgulho épartir da educação infantil e do ensino fundamental. usar o linguajar da sua região e praticar seus hábitos culturais.”, as expressões destacadas são (Stella M. Bortoni-Ricardo. Educação em língua materna. São determinantes, respectivamente, de ‘orgulho’ e Paulo: Parábola, 2004, p. 34-36. Adaptado.) ‘linguajar’. e) Em: “Quando uma variedade regional é alçada à01. A partir da temática abordada pelo autor do texto, condição de língua nacional...”, a expressãoinfere-se que: grifada exerce função de complemento do vocábulo ‘alçada’. a) Há, em todas as línguas, diversidades de falas, consideradas relevantes para a ascendência social.Grupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 1 de 8
  • 2. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br04. No trecho: “No entanto, verifica-se que alguns falares interessante assinalar que muitos efeitos negativos dessastêm mais prestígio no Brasil como um todo que outros.”, o ‘terapias’ são desconhecidos do grande público. Háconectivo destacado indica uma relação semântica de: estudos, por exemplo, indicando que o bronzeamento artificial e a depilação definitiva a laser podem favorecer a a) conclusão ocorrência do câncer. b) hipótese Paradoxalmente, a mesma cultura do consumo c) explicação que proclama a magreza e incentiva diversas formas de d) causalidade remodelação corporal produz um exército de pessoas e) oposição obesas. Estimula-se, a todo o momento, o consumo de alimentos industrializados, compostos pelas mais diversas05. Acerca de elementos lingüísticos presentes no texto I, substâncias artificiais, sintéticas e gorduras saturadas.analise as afirmativas abaixo e indique a correta: Propagandas de cervejas, fast-foods, salgadinhos, biscoitos, refrigerantes, sorvetes e chocolates permeiam a) O segmento sublinhado no trecho: “Então, são nosso cotidiano por meio da televisão e, quase sempre, fatores históricos, políticos e econômicos que trazem esses alimentos associados a grandes prazeres, à conferem o prestígio a certos dialetos ou felicidade e à sensualidade, como é típico das campanhas variedades regionais e alimentam preconceito em publicitárias de cervejas e chocolates. Assim, a sociedade, relação a outros.”, indica uma alteração como lembrou o nutricionista Jean Trémolières, cria os argumentativa em relação ao explícito obesos e depois não os tolera. anteriormente. Desta forma, as relações que o mercado b) O conector sublinhado no trecho: “Porém, esses estabelece com a expectativa de corpo predominante são juízos de valor são ideologicamente motivados e múltiplas, criando sempre demandas corporais e novas geram preconceitos que devemos combater.”, exigências aos indivíduos. A ciência, assim como os meios indica uma adição, equivale a ‘mas’. de comunicação, por meio de sua suposta neutralidade e c) No trecho: “Mas sabemos que esse preconceito é objetividade, penetraram em todos os recantos da vida. perverso e deve ser seriamente combatido, Além da poderosa tarefa de esquadrinhar e normatizar o começando na escola, pois a pluralidade cultural corpo, oferecem os mais diversos meios para sua e a rejeição aos preconceitos lingüísticos são fabricação. valores...”, as expressões grifadas exercem a [...] mesma função sintática. d) O termo grifado no trecho: “Isso ocorre em todos (TRINCA, Tatiane Pacanaro. Sociologia ciência&vida, n. 4, 2007, os países.”, é um elemento coesivo, cuja função é p. 65–7.) retomar, em síntese, a idéia contida no parágrafo anterior. 06. Em seu desenvolvimento global, o texto II tem a e) No fragmento: “... ela adquire maior prestígio em finalidade de: detrimento das demais. Porém, esses juízos de valor são ideologicamente motivados...”, os a) mostrar que a remodelação corporal em busca de vocábulos destacados são acentuados pela um padrão valorizado socialmente é regida pela mesma regra, segundo a norma culta. lógica de mercado. b) criticar a obesidade e implantar novos critérios para acelerar o mercado de cosméticos associadoTexto II à medicina estética. c) atenuar o investimento para uma boa forma Pesos e medidas corporal através de uma política de aparências. [...] d) reforçar o atual avanço tecnológico para controlar A concepção atual de corpo está diretamente o índice de obesos.ligada ao desenvolvimento da medicina que, desde o e) incentivar a reeducação alimentar evitandoséculo XIX, atribuiu conotações positivas à magreza, alimentos industrializados, compostos porcorrelacionando o excesso de peso a inúmeras doenças. diversas substâncias gordurosas.No entanto, mercados como o da publicidade, da estética,da moda são hoje os principais divulgadores de um corpo 07. No trecho: “A concepção atual de corpo estáideal. Procura-se, assim, instituir uma excelência corporal diretamente ligada ao desenvolvimento da medicina que,que constitui o resultado que deve ser atingido ou do qual desde o século XIX, atribuiu conotações positivas àse procura aproximação. magreza, correlacionando o excesso de peso a inúmeras Cuidar do corpo tendo em vista a melhor doenças.”, as vírgulas foram empregadas de acordo com aaparência vai se tornando, gradativamente, uma norma padrão. Essa mesma regra ocorre em:necessidade de aperfeiçoar o corpo, que é seguida eestimulada pela expansão de conhecimentos concernentes a) “Estimula-se, a todo o momento, o consumo deao corpo nas áreas de estética, alimentação, saúde e alimentos industrializados...”educação, além de técnicas e produtos que lhes b) “No entanto, mercados como o da publicidade, dacorrespondem. Estrutura-se, dessa forma, um mercado estética, da moda são hoje os principaisdas aparências, representado por inúmeros profissionais divulgadores de um corpo ideal.”especializados em tratamentos de pele, cabelo, gordura, c) “... que é seguida e estimulada pela expansão depêlos, unhas e instrumentos de atuação que se encontram conhecimentos concernentes ao corpo nas áreasem livre desenvolvimento (objetos e produtos para de estética, alimentação, saúde e educação...”modelar, colorir e alisar os cabelos, aparelhos de d) “Entretanto, é interessante assinalar que muitoseletrochoque para fortalecer o abdômen, raio laser para efeitos negativos dessas ‘terapias’ sãoremover pêlos, máquinas de bronzeamento, agulhas desconhecidos do grande público.”contra celulite, shakes para emagrecer, substâncias parasuavizar rugas, entre muitos outros). Entretanto, éGrupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 2 de 8
  • 3. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br e) “Procura-se, assim, instituir uma excelência a) No trecho: “... atribuiu conotações positivas à corporal que constitui o resultado que deve ser magreza, correlacionando o excesso de peso a atingido ou do qual se procura aproximação.” inúmeras doenças.”, a crase, em ambos os casos, é facultativa.08. Analise os trechos a seguir e assinale a alternativa b) Em: “Há estudos, por exemplo, indicando que oque atende corretamente ao padrão culto da concordância bronzeamento artificial e a depilação definitiva averbal. laser podem favorecer a ocorrência do câncer.”, o termo grifado indica uma síntese conclusiva a) Em: “A concepção atual de corpo está retomando a expressão anterior. diretamente ligada ao desenvolvimento da c) A expressão sublinhada: “Além da poderosa medicina que, desde o século XIX, atribuiu tarefa de esquadrinhar e normatizar o corpo, conotações positivas à magreza,”, o verbo está no oferecem os mais diversos meios para sua singular concordando com o agente verbal fabricação.”, indica, semanticamente, uma anteposto, porém também poderia ficar no plural relação de conseqüência. e concordar com ‘conotações positivas’. d) No trecho: “Estimula-se, a todo o momento, o b) Em: “Estrutura-se, dessa forma, um mercado das consumo de alimentos industrializados, aparências, representado por inúmeros compostos pelas mais diversas substâncias profissionais especializados em tratamentos...”, o artificiais, sintéticas e gorduras saturadas.”, os verbo encontra-se no singular concordando com o termos grifados possuem a mesma classe termo ‘forma’. gramatical, embora determinem termos c) Em: “Há estudos, por exemplo, indicando que o diferenciados. bronzeamento artificial e a depilação definitiva a e) No trecho: “Assim, a sociedade, como lembrou o laser podem favorecer a ocorrência do câncer.”, o nutricionista Jean Trémolières, cria os obesos e verbo, nesse caso, poderia também ficar no depois não os tolera.”, os termos em destaque plural, concordando com ‘estudos’. pertencem a mesma classe morfológica. d) Em: “Propagandas de cervejas, fast-foods, salgadinhos, biscoitos, refrigerantes, sorvetes e chocolates permeiam nosso cotidiano por meio da televisão e, quase sempre, trazem esses Conhecimentos Pedagógicos alimentos associados a grandes prazeres...”, o verbo está no plural concordando com ‘esses alimentos’, que também se encontra pluralizado. 11. Com relação ao Fracasso Escolar julgue os itens a e) Em: “Entretanto, é interessante assinalar que seguir: muitos efeitos negativos dessas ‘terapias’ são desconhecidos do grande público...”, o verbo I. Pelo fato de a aprendizagem ser um processo flexiona-se no singular, já que o seu sujeito é que ocorre entre subjetividades, nunca uma única oracional. pessoa pode ser culpada pelo fracasso escolar. II. A busca incansável e imediata pela perfeição leva09. No trecho seguinte: “A ciência, assim como os meios à rotulação daqueles alunos que não se encaixamde comunicação, por meio de sua suposta neutralidade e nos parâmetros impostos.objetividade, penetraram em todos os recantos da vida.”, III. É preciso distinguir aquilo que é próprio dahá o emprego adequado da regência verbal para criança, em termos de dificuldades, daquilo queestabelecer a coerência sintática. Assinale a alternativa em ela reflete em termos do sistema em que seque a regência dos verbos atende à norma culta. insere. IV. Aprender passa pela observação do objeto, pela a) A ciência, assim como os meios de comunicação, ação sobre ele, pelo desejo. por meio de sua suposta neutralidade e objetividade, aludiram por todos os recantos da Podemos afirmar que: vida. b) A ciência, assim como os meios de comunicação, a) Há apenas uma afirmativa correta. por meio de sua suposta neutralidade e b) Há apenas duas afirmativas corretas. objetividade, referiram-se em todos os recantos c) Há apenas três afirmativas corretas. da vida. d) Há quatro afirmativas corretas. c) A ciência, assim como os meios de comunicação, e) Não há afirmativa correta. por meio de sua suposta neutralidade e objetividade, vincularam-se de todos os recantos 12. Sobre o processo Didático julgue os itens a seguir: da vida. d) A ciência, assim como os meios de comunicação, por meio de sua suposta neutralidade e I. Não implica vincular as relações professor e aluno. objetividade, não se opuseram a todos os II. No processo didático que engloba as conexões recantos da vida. professor/aluno/aprendizagem não é exigido um alto e) A ciência, assim como os meios de comunicação, grau de coerência, possibilitando a fragmentação por meio de sua suposta neutralidade e dessa conexão. objetividade, acostumaram-se a todos os recantos III. Desenvolve-se mediante a ação recíproca e da vida. interdependente das dimensões fundamentais, integram-se e são complementares.10. Ainda sobre o texto II, analise as expressões e oscomentários a seguir e indique a alternativa correta. Podemos afirmar que:Grupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 3 de 8
  • 4. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br a) Apenas a afirmativa I está correta. a) A ação de avaliar deve ser sempre diagnóstica e b) Apenas a afirmativa II está correta. processual. c) Apenas a afirmativa III está correta. b) A ação de avaliar deve ser sempre classificatória. d) Apenas as afirmativas I e II estão corretas. c) A avaliação deve ocorrer para decidir quanto à e) Não há afirmativa correta. aprovação ou reprovação do aluno, no final do período letivo.13. Quanto à Avaliação Escolar assinale V para afirmativa d) Somente os alunos devem ser avaliados.verdadeira e F para falsa: e) N.d.a.( ) A função de controle refere-se aos meios e à 16. O Art. 37. da Lei de Diretrizes e Bases da Educaçãofreqüência das verificações e qualificações dos resultados Nacional refere-se à Educação de Jovens e Adultos,escolares, possibilitando o diagnóstico das situações destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidadedidáticas. de estudos no ensino fundamental e médio, na idade( ) A função pedagógico-didática da avaliação refere-se à própria. É incorreto afirmar que os exames, a que se refereverificação sistemática dos resultados do processo de esse artigo:ensino em termos de objetivos gerais e específicos.( ) A função de diagnóstico da avaliação escolar permite a) Serão realizados no nível de conclusão do ensinoverificar os progressos e dificuldades dos alunos, tanto fundamental, para os maiores de dezoito anos.através de provas escritas dissertativas, como pela b) Serão realizados no nível de conclusão do ensinoatuação do professor, que por sua vez não determinará as fundamental, para os maiores de quinze anos.modificações no processo de ensino. c) Serão realizados no nível de conclusão do ensino médio, para os maiores de dezoito anos.A seqüência correta, de cima para baixo, é: d) Terão os conhecimentos e habilidades adquiridos pelos educandos por meios informais aferidos e a) V–F–F reconhecidos. b) F–F–F e) N.d.a. c) V–F–V d) F–F–V 17. Segundo o art. 5 da LDB, zelar pela freqüência do e) V–V–F aluno do Ensino Fundamental à escola compete:14. Quanto à participação na elaboração do Projeto a) Aos pais ou responsáveis e aos órgãos auxiliaresPolítico Pedagógico, construção coletiva, considerando os da escola.Artigos 12, 13 e 14, podemos afirmar que: b) Aos pais ou responsáveis e às entidades particulares. I. Os docentes incumbir-se-ão de participar da c) Ao Poder Público juntamente aos pais ou elaboração da proposta pedagógica do responsáveis. estabelecimento de ensino e de cumprir o plano d) Aos pais ou responsáveis e às associações de trabalho, segundo a proposta pedagógica do comerciais. estabelecimento de ensino. e) Exclusivamente aos pais ou responsáveis. II. Os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do sistema de ensino, terão 18. Com relação aos Recursos Financeiros para a a incumbência de informar os pais sobre a educação, o artigo 69 da LDB determina que a União execução de sua proposta pedagógica. aplicará, anualmente, nunca menos de ____, e os Estados, III. Os sistemas de ensino definirão as normas da o Distrito Federal e os Municípios, ____ , ou o que consta gestão democrática do ensino público, na nas respectivas Constituições ou Leis Orgânicas, da educação básica, de acordo com suas receita resultante de impostos, compreendidas as peculiaridades, incluindo a participação dos transferências constitucionais, na manutenção e profissionais das comunidades escolar e local em desenvolvimento do ensino público. conselhos escolares equivalentes. IV. Os sistemas de ensino definirão as normas da a) 18% – 10% gestão democrática do ensino público, na b) 10% – 18% educação básica, de acordo com os princípios c) 15% – 20% estabelecidos nacionalmente, de modo a manter d) 18% – 25% uma unidade curricular e a evitar o pluralismo de e) 10% – 20% concepções pedagógicas. 19. A lei 9.394/96 em seu artigo 26, determina que os a) Somente a afirmativa II está correta. currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma b) Somente as afirmativas I, II e III estão base nacional comum, a ser complementada, em cada corretas. sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma c) Somente as afirmativas II e IV estão corretas. parte diversificada, exigida pelas características regionais d) Somente as afirmativas I e II estão corretas. e locais da sociedade, da cultura e: e) Todas as afirmativas estão corretas. a) Da economia e da clientela.15. A visão histórico-cultural da aprendizagem classifica a b) Do poder público e dos docentes.avaliação como fonte de informação para novos c) Dos docentes e da clientelacomportamentos a serem tomados a cada instante, no d) Da clientela e do poder públicoprocesso educacional. e) Dos docentes e da economiaIsso implica na seguinte afirmação:Grupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 4 de 8
  • 5. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br20. A Educação Popular é um fenômeno de produção e nossas eleições (suspiros de alívio ou de decepção àapropriação dos produtos culturais, expresso por um vontade), ou os eleitores declarados do Lula estãosistema aberto de ensino e aprendizagem, constituído de sabendo distinguir o moralismo de ocasião, cujo objetivo éuma teoria de conhecimento referenciada na realidade, tudo menos a moralidade, do moralismo legítimo. Ou,com metodologias (pedagogia) incentivadoras à claro, estão votando contra a imoralidade maior.participação e ao empoderamento das pessoas, comconteúdos e técnicas de avaliação processuais, permeado (VERISSIMO.Luís Antônio. O Estado de S.por uma base política estimuladora de transformações Paulo, 07/09/2006)sociais e orientado por anseios humanos de liberdade,justiça e igualdade. Trata-se de uma expressão derivada 21. O texto acima aborda, dentro de um tema bastanteda pedagogia proposta por: amplo e atual, diferentes assuntos. Analise as afirmações a seguir: a) Piaget b) Paulo Freire 1. Dentro de um comportamento moral esperado há c) Vygosky espaço para pequenas mentiras, ou “mentiras sociais”. d) Vasconcellos 2. “Moral” e “moralismo” são conceitualmente diferentes, e) John Dewey mas igualmente relativos. 3. “Moralismo” pode ser entendido como um uso social, por vezes equivocado, que se faz do conceito de “moral”. 4. Não é esperada de um país que se reconheça na Conhecimentos Específicos “malandragem” e no “jeitinho” a presença do “bom moralismo”. 5. A “moralidade” esteve presente em muitos momentosTEXTO I da história brasileira, como nas eleições de Jânio Quadros e Collor.DOS USOS DO MORALISMO Estão corretas: Espera-se honestidade e ética de qualquergovernante ou pessoa pública — ou motorista, médico ou a) 1, 2 e 3manicure. Um comportamento moral generalizado é um b) 1,2, 3 e 4.requisito mínimo para a convivência, com ligeiros ajustes c) 1, 3 e 5.para a hipocrisia e a mentira social. Mas, como tudo na d) 2, 3 e 4.vida, o conceito de moral é relativo. Uma questão de e) 2, 3, 4 e 5.perspectiva. Você pode viver no país mais imoral domundo, nascer e viver em meio à injustiça mais obscena e 22. Levando em consideração o último parágrafo do texto,à miséria mais pornográfica, sem se dar conta disso — e considere os seguintes comentários:se escandalizar com cenas de sexo na TV. A imoralidadeendêmica brasileira nem exige que a gente viva em 1. Pode-se entender que os eleitores partidários de Lulapermanente estado de indignação, o que até não são influenciáveis pelo “mau moralismo”.impossibilitaria a vida, nem absolve imoralidades menores 2. “Bom moralismo” e “mau moralismo” são responsáveisa ponto de nada nos indignar. Mas é um pano de fundo pelos “suspiros de alívio” e “de decepção”,contra o qual se estudam os usos e desusos, entre nós, do respectivamente.moralismo, essa outra coisa relativa que depende da 3. Os eleitores partidários de Lula, ao elegerem-noperspectiva. governante, podem representar a “imoralidade maior”. O objetivo do moralismo não é, necessariamente, 4. Pode-se inferir que os partidários de Lula julgam asa moralidade. Como o colesterol, existe moralismo ruim e denúncias de corrupção a seu governo frutos do “maumoralismo bom, com efeitos diferentes no organismo moralismo”.nacional, com perdão da metáfora médica prolongada. O 5. O fato de os partidários de Lula votarem contra amoralismo pode ser um mau conselheiro político. Já foi em “imoralidade maior” não assegura a eleição damuitos momentos da nossa história. Ajudou a eleger o “moralidade”.Jânio Quadros, que iria varrer toda a sujeira deixada pelogoverno do Juscelino, e cuja renúncia inaugurou um dos Está (ão) incorreto (s):piores períodos da nossa vida institucional, culminandocom o golpe militar de 64, que também nasceu do a) 1 e 2 apenas.moralismo, ou da cooptação de valores cristãos b) 2 apenas.ameaçados pelo demônio vermelho. Foi o moralismo que c) 3 apenas.elegeu o Collor, para acabar com a pouca vergonha dos d) 4 e 5 apenas.marajás do serviço público. O moralismo mal usado tem e) 3 e 5 apenas.um prontuário quase maior do que o da corrupção naHistória destes últimos 60 anos. 23. O texto I expressa sentidos e intenções comunicativas O bom moralismo é um traço reincidente e que nos levam a reconhecer certos elementos de suasurpreendente no eleitorado de um país que gosta de se composição e construção textual.autocaracterizar como a terra do jeitinho e damalandragem. O pior moralismo é o oportunista, para uso 1. A forma de composição do texto I e as funçõesde acordo com a conveniência política. O fato de as comunicativas previstas para ele constituem indicação dedenúncias de corrupção do governo Lula não estarem, que se trata de um texto do tipo expositivo-opinativo.aparentemente, afetando o julgamento da maioria dos 2. Predomina, no texto I, a função referencial, mesmo queeleitores, sugere uma de duas coisas, dois pontos. Ou o se perceba a presença de elementos da linguagemmoralismo já não tem o poder político que tinha nas expressiva e metalingüística. O uso de pronomes de 1ªGrupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 5 de 8
  • 6. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.brpessoa do plural indica essa expressividade – a inclusão d) O ensino, com que simpatizam os estudiosos dado autor. língua, alude às investigações lingüísticas.3. No segundo parágrafo, o autor usa o recurso da e) As variedades lingüísticas, a que nos referimos,analogia como estratégia para reforçar a tese defendida. implicam no conhecimento múltiplo da própria4. As alusões históricas a diferentes épocas da política língua.nacional acarretam no recurso da intertextualidade, já queretomam dados de outras fontes. 29. No período: “Apesar de tudo isso o show dos5. O recurso lingüístico destacado em “... e cuja renúncia Detonadores foi bastante animado”, a palavra destacadainaugurou um dos piores períodos da nossa vida veicula uma idéia de:institucional...” reforça a argumentação do autor. a) conseqüênciaEstá (ao) correto (s) o (s) item (ns): b) modo c) companhia a) 1 e 2 apenas. d) comparação b) 1, 2 e 3 apenas. e) concessão c) 3, 4 e 5 apenas. d) 2, 3 e 5 apenas. 30.A palavra que deve ser acentuada pela mesma razão e) 1, 2, 3 e 4 apenas. de também é:24. Assinale a série em que todas as palavras estão a) faráacentuadas corretamente: b) útil c) caráter a) juri, vírus, órfã, fórum d) chá b) cáries, Ângelo, física, martir e) jóquei c) saída, paletó, subsidiária, balaústre d) ítens, parabéns, táxi, vôo e) prototipo, préconceituosa, ritmo, biótipo Os animais pensam como nós?25. Indique a alternativa em que haja palavras grafadas Será que o homem é realmente tão mais inteligente do queerroneamente: as outras espécies? a) extra-ordinário, infraestrutura, contra-regra Por Rodrigo Cavalcante b) auto-escola, sobre-humano, inter-racial c) pré-história, pós-operatório, neo-republicano Nenhum pesquisador duvida que o pensamento d) coabitar, colateral, bem-estar abstrato do Homo sapiens é um feito inédito no mundo e) extra-oficial, anti-séptico, ultra-som animal. Mas, quanto mais os cientistas sabem sobre espécies como chimpanzés, gorilas, orangotangos, baleias26. Assinale a alternativa em que a regência verbal esteja e golfinhos, mais eles chegam à conclusão de que aincorreta: barreira intelectual que separa os homens desses animais é bem menor do que se imaginava. a) Deus perdoa aos pecados ao pecador. b) Chamei todos os sócios, para participarem da Dois estudos pioneiros, nas décadas de 1950 e 1960, reunião. foram fundamentais para diminuir essa distância. O c) Sua irresponsabilidade custou sofrimento a primeiro, realizado na ilha de Koshima, no Japão, detectou toda a família. que os macacos da região eram capazes de aprender d) Implicaram o advogado em negócios ilícitos. novas técnicas para se alimentar a partir da mudança do e) Ela namorava o filho do prefeito. hábito de um dos seus pares. A pesquisa revelou que um jovem macaco provocara uma pequena revolução na ilha27. Os superlativos absolutos sintéticos das palavras doce, ao passar a lavar a batata-doce num pequeno braçoincrível e voraz, são respectivamente: d’água antes de comê-la, ato que passou a ser repetido por três quartos de todos os macacos jovens da ilha. A a) amabilíssimo, incredibilíssimo, voracíssimo. descoberta provou que o homem não era o único a b) amabilérrimo, incredibilérrimo, voracentésimo. transmitir um comportamento socialmente adquirido – não c) amabilérrimo, incredibilérrimo, vorabilíssimo. transmitido geneticamente nem aprendido individualmente. d) amabilíssimo, incredibilíssimo, voracérrimo. e) amabilíssimo, incredibilícissimo, voracíssimo. O segundo estudo foi o da inglesa Jane Goodall que,28. Considerando-se o emprego de regência e crase, ao conviver com chimpanzés na Tanzânia, provou queassinale a alternativa que apresenta a norma padrão: esses primatas tinham uma complexa vida social, uma linguagem primitiva com mais de 20 sons e a capacidade a) É mais preferível o estudo das variedades de usar diversas ferramentas para obter alimento – algo lingüísticas que ditar o ‘certo’ ou o ‘errado’. considerado exclusivo da nossa espécie. Além disso, os b) Já perguntaram à todo professor de Língua pesquisadores sabem que mamíferos como baleias, Portuguesa se é relevante o ensino das golfinhos e elefantes conseguem aprender e ensinar. variedades lingüística na escola. c) O atual ensino de língua Portuguesa, de que se opõem os lingüistas, refere-se, primordialmente, à gramática.Grupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 6 de 8
  • 7. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br Como até a ONU já reconheceu que não dá mais para 35.Concluindo o texto podemos dizer que, relativamentetratar os grandes primatas como animais comuns (o aos animais citados no primeiro parágrafo,:secretário-geral da ONU Kofi Annan escreveu que, “assimcomo nós, eles têm autoconsciência, cultura própria, a) têm capacidade intelectual semelhante à do serferramentas e habilidades políticas”), é bem possível que, humano.no futuro, o homem venha a descobrir que se comportoudiante dessas espécies com a mesma arrogância das b) têm capacidade intelectual igual à do ser humano.velhas teorias de superioridade racial. c) não há como comparar a capacidade intelectual desses animais com a do ser humano.31.Observando as expressões “... quanto mais os d) estudos mostram que o ser humano devecientistas sabem ...” “... mais eles chegam à conclusão ...”, modificar o conceito relativo à relação decontidas no texto, no 1º parágrafo, estabelecem entre si comparação entre a nossa capacidade intelectualuma relação de : e a dos referidos animais. a) conclusão e) têm capacidade intelectual muito inferior à do ser b) proporção humano. c) justificativa d) causa 36.De “A descoberta provou ...” até “... individualmente.” (2º parágrafo), a soma de todos os adjuntos adnominais e) definição resulta em:32.“Mas, quanto mais os cientistas ...” A palavra destacada a) 3indica que: b) 4 c) 5 a) Há uma exceção em relação ao pensamento exposto anteriormente a ela. d) 6 b) Não há uma exceção em relação ao pensamento e) 7 exposto anteriormente a ela. c) Há uma confirmação em relação ao pensamento 37.Indique a alternativa incorreta quanto à norma culta exposto anteriormente a ela. vigente: d) O pensamento imediatamente posterior a ela não mantém relação com o pensamento anterior a ela. a) Quais de nós passaremos na prova? e) O pensamento imediatamente posterior a ela b) Quais de nós passarão na prova? mantém relação com o pensamento anterior a ela. c) O café com leite daquela padaria é muito bom.33.“... mais eles chegam à conclusão ...” A expressão d) Muita cautela foi precisa.retirada do texto quer dizer que: e) Eles fizeram o trabalho por si só. a) Cada vez que estudam os referidos animais, os 38.Marque a assertiva que não é escorreita quanto aos pesquisadores chegam a uma nova conclusão. padrões exigidos pela norma culta: b) Reforçam mais ainda uma conclusão já analisada. c) Modificam uma conclusão anteriormente a) Quero aos meus filhos. analisada. b) Quero os meus filhos. d) Outras conclusões surgem, modificando a anterior. c) Se eu paguei o livro ao livreiro? Sim. Paguei-lhe. e) Não precisam mais analisar o assunto objeto de d) Informei-lhe tudo. estudo. e) Informei-o de tudo.34.Tendo como base a seqüência natural e progressiva do 39.As almas boas, anjos da noite, pareciam espreitar-nostexto, ... barreira intelectual ... (1º parágrafo), no texto, tem dos túmulos.o mesmo valor semântico, também no texto, que: Todas as alternativas, menos uma, mostram perfeita a) ... essa distância ... (2º parágrafo) análise sintática de algum ponto do texto. Marque a análise incorreta: b) ... que separa ... (1º parágrafo) c) ... é bem menor ... (1º parágrafo) a) anjos da noite = aposto comparativo d) ... pequena revolução ... (2º parágrafo) b) da noite = adjunto adnominal de anjos e) ... duvida ... c) pareciam espreitar-nos dos túmulos = predicado verbal d) espreitar = verbo transitivo direto e) adjunto adnominal de túmulos = dosGrupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 7 de 8
  • 8. Prefeitura Municipal de Lagoa Grande - PEConcurso Público 2007 – http://www.asperhs.com.br40.Indique a alternativa gramaticalmente incorreta: a) Ojeriza é assim que se escreve. b) Voz passiva: Nossos direitos vão ser recuperados./Voz ativa: Vão recuperar nossos direitos. c) Antifrase está conforme o padrão culto. d) Como saísse cedo, não se atrasou. A palavra sublinhada é conjunção causal. e) Ele já se não basta. FIM DO CADERNOGrupo 03 - Cargo 13 – Professor de Português Página 8 de 8

×