Your SlideShare is downloading. ×
0
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Nutrição i   e-learning
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Nutrição i e-learning

666

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
666
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Nutrição e Dietética E-learningFormador: Rui Sousa Lopes Lisboa 2013
  • 2. Nutrição e Dietética E-learning1. Nutrição Contemporânea e atividade Física2. Bioenergética3. Nutrientes Energéticos e Não Energéticos4. Confeção Saudável de Alimentos5. Nutrição no Ciclo de Vida6. Nutrição e Patologias7. Nutrição Desportiva e Suplementação8. Avaliação do Estado Nutricional9. Nutrição e Emagrecimento10. Nutrição e Estética Corporal
  • 3. Alimentação…perspectiva históricaAtravés dos tempos o homem desenvolveu capacidades para procurar alimentos necessários para matar a fome.Pode-se afirmar que a FOME foi o estímulo indispensável ao desenvolvimento das capacidades cerebrais dos primeiros hominídeos que se distinguiam dos outros animais não só pela sua fragilidade física, mas também pela sua astúcia.-Fogo-Fabrico de pequenos utensílios-Caça-Agricultura – importância do setor primário (primeiras culturas: trigo, cevada e milho)-Domesticação de animais Com as primeiras viagens, começou o intercâmbio alimentar:
  • 4. Alimentação Ser vivo  Constituído por milhões de células Célula unidade básica da vida! Célula  Tecidos (grupo de células) – ex: Tecido muscular, tecido cardíaco, etc. Órgãos e Sistemas – ex: Pulmões, sistema sanguíneo, coração, etc.  Organismo
  • 5. AlimentaçãoAlimentaçãoAção de fornecer ao organismo os alimentos de quenecessita, sob a forma de produtos alimentares naturais outransformados, que contêm substâncias químicas e que sedenominam de nutrientes.
  • 6. AlimentaçãoAlimentoPor alimento entende-se todas as substâncias sólidas ouliquidas, naturais ou (transformadas), constituídas pornutrientes que após um contacto com o tubo digestivo(desde a boca até ao ânus) é utilizado para as maisdiferentes funções.
  • 7. AlimentaçãoNutrienteSubstância química que integra os alimentos.Podem ser energéticos: Proteínas, Hidratos de Carbono (Glúcidos, Glícidos ou Açúcares) Gorduras (ou Lípidos) ÁlcoolNão energéticos: Vitaminas Sais Minerais Água Fibras
  • 8. Necessidades Alimentares do OrganismoO organismo necessita diariamente de determinadasquantidades de nutrientes (dados pelos alimentos) queforam calculadas por meio de métodos científicos. Assimsendo existem Doses Diárias Recomendadas (DDR) emque todos os valores de nutrientes estão estipulados emtabelas.Todos os nutrientes devem estar presentes na nossadieta, mas em quantidade e qualidade adequada!
  • 9. Metabolismo Energético Cada ser humano tem uma determinada necessidade energética que depende de vários factores : Idade Peso Altura Sexo  atividade física Condições climatéricas Estado de saúde
  • 10. Metabolismo EnergéticoValor Energético de um alimento:Energia que nos é dada por um determinado alimento.É medido em calorias (cal), em alguns países utiliza-se outraunidade: o Joule.1 caloria é equivalente a 4,1868 joules.A energia é necessária para todos os processos. A quantidade deenergia pode ser medida pelo calor libertado. Existem duas unidadesusadas para medir energia.A caloria é a quantidade de calor necessária para elevar atemperatura de um litro de água em um grau centígrado.Uma kilocaloria representa mil calorias.
  • 11. Metabolismo EnergéticoQuantidade de energia presente nos diferentesnutrientes energéticos:  1 grama de Gorduras ---------------------- 9kcal  1 grama de Álcool --------------7kcal  1 grama de Glícidos ------------4kcal 1 grama de Proteínas ------------4kcal
  • 12. Necessidades energéticasNo ser humano a alimentação é o combustível usado paraassegurarmos a nossa sobrevivência.Para tal gastamos energia das três seguintes formas: 1- Metabolismo basal (M.B.) – Energia necessária para a correta manutenção de todas as funções orgânicas em repouso, sendo o principal contribuinte para os gastos energéticos diários que variam em média entre 60 a 75% do total . 2- Efeito térmico da alimentação (E.T.) – Energia que gastamos a fazer a digestão. 3- atividade física(A.F.) – Varia de pessoa para pessoa. É a atividade que fazemos diariamente (andar, correr, levantar pesos, mover o braço, etc) e que varia muito consoante o estilo de vida da pessoa.
  • 13. Necessidades energéticasFórmula de Harris-Benedict (Metabolismo Basal)Homens66 + (13,7 x Peso) + (5,0 x Altura) - (6,8 x Idade)Mulheres655 + (9,6 x Peso) + (1,8 x Altura) - (4,7 x Idade)
  • 14. Necessidades energéticasApós termos calculado o metabolismo basal , passamos à 2º fase que é o cálculo do Valor Energético Total ( V.E.T. ) que segue a seguinte fórmula : V.E.T. = T.M.B. x Coeficiente de Atividade .Para que se use esta fórmula , as atividades são classificadas pela OMS/FAO de acordo com os seguintes índices :Atividade Leve Moderada IntensaHomens 1,55 1,78 2,10Mulheres 1,56 1,64 1,82Paciente acamado = 1,27AtividadeLeve = executivo , professores , profissionais liberais , dona de casaModerada = trabalho em indústria leve , Motoristas , estudantes .Intensa = agricultor (trabalho não motorizado), soldado, atletas .
  • 15. Função Digestiva«Nenhum sistema vivo pode permanecer por muito tempo sem algum tipo de alimento. Os alimentos são, pois, fonte de vida.»É no aparelho digestivo que os alimentos são transformados antes deserem levados até às células e aí garantirem a sobrevivência doorganismo. Morfologia/Fisiologia do Aparelho DigestivoO aparelho digestivo do homem consta de uma série de órgãos tubulares compreendidos entre duas aberturas (boca e ânus) e que constituem o Tubo Digestivo.Além disso, pertencem ainda a este aparelho, outros orgãos que embora não fazendo parte do tubo, têm uma importante função digestiva, são os chamados Órgãos Anexos.
  • 16. Nutrientes VCT – Valor Calórico Total diárioProteínas – 10% a 15% do VCTLípidos – 20% a 30% do VCTHidratos de carbono – 55% a 60% do VCTO álcool nunca deverá entrar para esta soma!
  • 17. ÁlcoolO álcool é dos nutrientes mais energéticos, porém o seu consumo é de todo desaconselhado.Fornece 7 Kcal por grama, porém o seu valor energético é vazio. Não tem valor nutritivo.O seu consumo é responsável por doenças crónicas e agudas.
  • 18. Proteínas Fornecem 4kcal por grama.Constituição As proteínas são constituídas por unidades mais simples: os aminoácidos (a.a.).Alguns desses o organismo não tem capacidade de produzir e por isso têm de ser obtidos através da dieta – são os chamados aminoácidos essenciais.
  • 19. Proteínas Aminoácidos ExemplosEssenciais – não sintetizados Isoleucina Metioninapelo organismo, obtidos através Leucina Fenilalaninada alimentação Lisina Treonina Triptofano ValinaSemi-essenciais-sintetizados no Cisteínanosso organismo a partir de 2essenciais fenilalanina e TirosinametioninaNão Essenciais – sintetizados Cistina Serina Glutaminano nosso organismo Glicina Alanina Prolina Arginina
  • 20. ProteínasClassificaçãoAs proteínas podem ser consideradas completas (dito alto valor biológico) ou incompletas, dependendo do tipo e nº de aminoácidos que as constituem.a) Proteínas completas – Fornecem todos os aminoácidos essenciais ao organismo a1) Proteínas equilibradas – São as que têm os aminoácidos essenciais na quantidade e na proporção necessárias ao organismo a2) Proteínas desequilibradas – Fornecem os aminoácidos essenciais, mas em quantidades desadequadas.b) Proteínas incompletas – Faltam alguns aminoácidos essenciais.
  • 21. ProteínasFunçãoConstrução e renovação dos tecidosSistema ImunitárioCrescimentoPrincipais Fontes Alimentares:Leite, carne, peixe e ovos.Leguminosas.
  • 22. Hidratos de Carbono (Glúcidos, Glícidos, ou Açúcares)Cada grama de glúcidos fornece 4 kcal.Cerca de 60% da energia que necessitamos deverá vir dos açúcares.ConstituiçãoOs hidratos de carbono podem ser constituídos por moléculas simples que se podem ligar entre si formando compostos simples ou compostos mais complexos.
  • 23. Hidratos de Carbono Monossacáridos. Glucose ou dextrose. Frutose. Galactose (faz parte da lactose – leite) Dissacáridos. Sacarose (glucose+frutose) – açúcar de cana, beterraba e mel. Lactose (glucose + galactose) – leite. Maltose (glucose+glucose)- malte e cereais
  • 24. Hidratos de Carbono Polissacáridos (3 ou mais monossacáridos) Polissacáridos Vegetais:a) Amido – Presente nos cereais e derivados (pão, flocos, massas) ervilhas, favas, feijão, batata e outros legumes.b) Celulose – Não absorvida a nível intestinal – rica em fibras (trânsito intestinal) Polissacáridos Animais: . Glicogénio - formado por uma cadeia da várias moléculas de glucose e existente em todos os produtos animais
  • 25. Hidratos de CarbonoPrincipais fontes alimentares Pão, arroz, massas, leguminosas secas (grão, feijão, etc), legumes, frutas.FunçõesSão os mais importantes fornecedores de energiaAjudam a formar alguns tecidosReservas energéticasAjudam a utilizar as proteínas e os lípidosAjudam ao bom funcionamento intestinal (celulose)Ajudam a excretar substâncias tóxicasAlimento directo para o cérebro
  • 26. Gorduras (Lípidos)São também designados por gorduras. Têm a particularidade de serem insolúveis em águaCada grama deste nutriente contém 9kcal.ConstituiçãoOs lípidos são constituídos por ácidos gordos.
  • 27. LípidosÁcidos Gordos Características Exemplos Origem animal : Consumo excessivo Leite, manteiga, Saturados pode contribuir para natas, queijo, carne a ateroesclerose e ovos Origem vegetal: Chocolate, côco Origem animal: Consumo contribui Peixes Insaturados para prevenção das Origem Vegetal: doenças Azeite, óleos, cardiovasculares margarinas polinsaturadas
  • 28. LípidosPrincipais Fontes alimentaresAzeite, óleos vegetais, manteiga, banha, toucinho, carne, peixe, ovos, queijosFunçõesSão os maiores fornecedores de energiaMantêm a temperatura corporalProtegem os tecidos e asseguram o seu posicionamentoConstituem um depósito de energiaTransportam e ajudam na absorção de vitaminas (A,D,E,K)
  • 29. Nutrientes não Energéticos  Água  Vitaminas  Sais Minerais  Fibras
  • 30. ÁguaÉ o maior constituinte do nosso organismo, cerca de 65% a 70%.Funções da águaÉ o elemento mais importante do nosso corpoServe de palco a inúmeras reações químicas indispensáveis à vidaPrincipal constituinte do sangue e outros fluidosPrevine doençasRegula a temperatura corporalActua na digestão, absorção e utilização dos nutrientesParticipa na excreção de substâncias tóxicas a eliminar pelo organismoServe de meio de transporte de quase todas as substâncias corporaisMantém o equilíbrio físico e químico do organismoLubrificação e hidratação de múltiplas estruturas
  • 31. VitaminasVitaminas Lipossolúveis: Vitamina A Vitamina D Vitamina E Vitamina KVitaminas Hidrossolúveis: Vitamina C Vitaminas do Complexo B
  • 32. Sais MineraisOs sais minerais encontram-se no organismo em quantidades muito variadas, alguns em proporção elevada: sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, ferro. Outros são necessários em quantidades muito pequenas: flúor, iodo, zinco, selénio, entre outros.
  • 33. Fibras AlimentaresAs fibras alimentares também chamadas de complantix, caracterizam- se por serem um conjunto de substâncias existentes nos alimentos de origem vegetal, que o organismo não pode digerir e que portanto não são absorvidas.As fibras dietéticas classificam-se de acordo com a sua capacidade para se dissolver em água.Fibras solúveis: Pectinas, gomas e mucilagens, e algumas hemiceluloses.Principais fontes – Frutas, verduras, aveia, cevada, leguminosas (feijão, lentilha, soja, grão de bico)Fibras insolúveis: celulose, a maioria das hemiceluloses e a lenhina. Principais fontes – Verduras, farelo de trigo, cereais integrais (arroz, pão, torrada).

×