O livro de kells

2,590 views
2,390 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,590
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
59
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O livro de kells

  1. 1. Página | 0
  2. 2. Página | 1“A versatilidade e o génio imaginativo dos ilustradores ultrapassam qualquercrença. Linhas divergem e convergem em sucessões infinitas, e as mais belas eluxuosas figuras e ornamentos são combinados e entrançados num desenhoharmonioso. Não existem palavras que descrevam a beleza e o extremo esplendordas maiúsculas ricamente coloridas, que estão mais profusas no Livro de Kells doque em qualquer outro manuscrito.”In Enciclopédia Católica
  3. 3. Página | 2ÍNDICE: Introdução...............................................................................................................................................................................Pág. 3 Contextualização Histórica e Geográfica ................................................................................................................................Pág. 3 Entrando no Livro de Kells......................................................................................................................................................Pág. 4 Ficha Técnica do Livro de Kells ..............................................................................................................................................Pág. 6 Análise ao Fólio 34 do Livro de Kells ......................................................................................................................................Pág. 6 Referências Bibliográficas.......................................................................................................................................................Pág. 8 Anexos....................................................................................................................................................................................Pág. 9 Anexo I – Imagens de Fólios do Livro de Kells.......................................................................................................Pág. 9
  4. 4. Página | 3INTRODUÇÃO:O livro de Kells apresenta-se como uma obra-prima da arte céltica, inigualável pela qualidade aprimorada da sua decoração, pelos seus trabalhados desenhose o seu conceito visionário. É visto como uma das maiores iluminuras da sua época com decorações tão surpreendentes e extravagantes que se pensou seremobra de anjos. Este livro acolhe os quatro evangelhos do Novo Testamento, que conta a história da vida de Cristo.CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA E GEOGRÁFICA:O Livro de Kells vê-se envolvido por mistério e maravilha. Ninguém tem a absoluta certeza de quando eonde foi escrito; isto, porque as páginas finais do livro, que deveriam indicar os autores e o local deescrita, estão perdidas. A teoria mais aceite defende que o livro data de 800 d.C. e que a sua escritacomeçou num mosteiro fundado por S. Columba, na ilha escocesa de Iona (ilha localizada entre a GrãBretanha e a Irlanda). Os factos apontam para que o mosteiro em questão se tornou num centro deaprendizagem e de cultura e que teve uma grande influência na difusão da palavra de Deus.Infelizmente, o facto de a ilha ser muito exposta rendeu-lhe o estatuto de “presa fácil” e quando osviquingues vieram saquear a ilha por volta de 806 d.C, os monges do mosteiro de S. Columba tiveramde se refugiar na Abadia de Kells, na Irlanda. Terá sido, então na abadia a que deve o seu nome – naAbadia de Kells – que o manuscrito terá sido terminado.Ilha IonaFig. 1 Localização da Ilha Iona
  5. 5. Página | 4Durante o século X, Kells foi repetidamente pilhada por viquingues dinamarqueses e noruegueses. Pensa-se que os monges da abadia tenham tidoesconderijos para o Livro de Kells dentro das paredes espessas de pedra do mosteiro. Em 1007, o manuscrito foi roubado, mas rapidamente encontrado algunsmeses depois, enterrado no solo. Durante esse último furto, a capa de ouro adornada com pedras preciosas do livro fora arrancada e, ainda hoje, o seuparadeiro resta desconhecido.O manuscrito permaneceu em Kells até 1654, ano em que o governador inglês Cromwell e a sua cavalaria tornaram Kells como o seu quartel. Assim, ogovernador decidiu por bem enviar o Livro de Kells para Dublin onde estaria mais protegido. Apesar de tudo, o Livro de Kells apenas perdeu 60 páginas dassuas 780 originais, tendo em conta os males que o têm assolado. O manuscrito tem estado em exposição na Biblioteca Velha do Trinity College, em Dublindesde 1840, sendo que em 1953 foi-lhe posta uma nova capa e viu-se dividido em quatro volumes, sendo que apenas dois estão em exposição ao público.ENTRANDO NO LIVRO DE KELLS:O Livro de Kells contém os quarto evangelhos de S. Mateus, S. Marco, S. Lucas e S. João. Os prefácios existentes no livro incluem a Breves Causae (Sumáriosdos evangelhos) e o Argumenta (pequenas biografias dos evangelistas). Os quatro evangelhos do Novo Testamento são baseados na Vulgate (versão latina daBíblia supervisionada por S. Jerônimo no século IV d.C. e utilizada como a versão autorizada pela Igreja Católica Romana); no entanto não contém uma réplicaexata da Vulgata – existem acrescentos e substituições ao texto original. O texto do manuscrito foi escrito com maiúsculas insulares (sistema de escritamedieval próprio da Irlanda) e acompanhado por elaboradas ilustrações. O livro é composto por 340 fólios, que fazem parte de uma folha maior – bifólio – que,quando dobrada a meio forma dois fólios. O manuscrito foi concebido para que cada um dos quatro evangelhos tivesse um fólio introdutório adornado debelíssimas iluminuras. Por outro lado, as palavras que introduzem cada evangelho estão de tal forma elaboradas que se tornam quase inteligíveis. As bordasdas páginas, assim como as próprias letras eram adornadas com espirais elaboradas e figuras zoomórficas. Uma particularidade do Livro de Kells é a sua vastagama de cores que passam pelo lilás, o roxo, o vermelho, o cor-de-rosa, o verde e o amarelo e é de realçar que todos os pigmentos eram naturais: porexemplo, o amarelo era obtido de um mineral do solo irlandês e o vermelho a partir de um inseto.
  6. 6. Página | 5Duas das mais célebres ilustrações do Livro de Kellssão a ilustração Chi-Rho (fólio 34) e a imagem daVirgem e Cristo bebé (fólio 7). Acredita-se que ailustração da Virgem terá sido a primeira ilustraçãoem manuscritos ocidentais.As iluminuras detalhadas do Livro de Kells vestemtodas as páginas deste tesouro à exceção de duas.O texto é todo ele ornamentado com iniciaisdesenhadas e pequenos animais e formas humanasretorcidas espelhando um trabalho delicado e muitotécnico.. Fig. 2 Fólio 34 recto do Livro de KellsChi-RhoFig. 3 Fólio 7 verso do Livro de KellsA Virgem e Cristo Bebé
  7. 7. Página | 6FICHA TÉCNICA DO LIVRO DE KELLS:O Livro de Kells está escrito em folhas de velino (couro de bezerro) na proporção de 35cm x 25cm e terão sido necessários 185 bezerros para produzir um livrocom tal magnificência. A sua capa era originalmente feita de ouro e acabada com pedras preciosas. O livro é composto por 340 fólios dos quais apenas doisnão contêm ilustrações.ANÁLISE AO FÓLIO 34 RECTO DO LIVRO DE KELLS:A página Chi-Rho (fólio 34 recto) não é exclusiva do Livro de Kells; na verdade muitos evangelhos insulares iluminados possuíam essa mesma página, masnenhuma comparável ao magnífico caos que aqui se encontra. Esse monograma de Cristo introduz o Evangelho de São Mateus que principia por expor agenealogia de Jesus.É composto por duas letras gregas, χ (chi) e ρ (rho) – “Cristo” em grego. O monograma de Cristo, no Livro de Kells, é decorado com muitos ornamentosretirados de um repertório de origem celta, algumas vezes abstratos, outras, figurativos, que resultaram numa profusão labiríntica de formas que escondem, àsvezes, minúsculas figuras de gatos, ratos, peixes, borboletas, anjos, pavões, figuras humanas, a Hóstia Sagrada e também a face de Cristo. O ícone bizantino,no Livro de Kells, esconde-se nas vísceras das letras.
  8. 8. Página | 7Destacam-se quatro detalhes do fólio 34 do Livro de Kells:1. Borboletas e Crisálidas: perto do topo da página encontram-se duas mariposas, ao lado de umacrisálida. Estes são considerados símbolos religiosos pouco convencionais e referem-se ao tema donascimento e da renovação. A palavra generatio no pé da página significa “o nascimento”.2. Três anjos: ao lado direito do monograma aparecem três anjos. A dupla que se encontra abaixoposa longitudinalmente, enquanto o terceiro deles segura dois instrumentos usados para afastarinsetos da Eucaristia e do Sacerdote.3. Cabeça de homem: cabeças humanas estilizadas eram geralmente usadas por artesãos celtaspara decorar objetos preciosos. Algumas teorias sugerem que a cabeça mostrada na obra é umareferência a Cristo.4. Gatos e ratos: dois gatos agarram os rabos de dois roedores que roubam a hóstia. Os felinostambém têm as orelhas mordiscadas por um par de ratos. Os desenhos podem ser alguns dossímbolos da eucaristia espalhados pelo mundo ou apenas um exemplo do bom humor pelo qual aarte insular é conhecida.Fig. 2 Fólio 34 recto do Livro de KellsChi-Rho
  9. 9. Página | 8REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: http://tesourobibliografico.wordpress.com/2012/05/10/livro-de-kells/ http://tipografos.net/livros-antigos/kells.html http://angels.about.com/od/MiraclesReligiousTexts/a/Learning-Triumphs-The-Miraculous-Story-Of-The-Book-Of-Kells.htm http://www.myguideireland.com/book-of-kells http://encyclopedia2.thefreedictionary.com/The+Book+of+Kells http://cheeseweb.eu/2011/10/visiting-book-kells-trinity-college-library-dublin/ http://faerytalebook.blogspot.pt/2012/11/inside-book-of-kells.html http://www.tcd.ie/Library/manuscripts/book-of-kells.php DE PAULA, Marcus Vinicius, A luz e a sombra da iluminura [PDF]
  10. 10. Página | 9ANEXO I – IMAGENS DE FÓLIOS DO LIVRO DE KELLS:
  11. 11. Página | 10ANEXO I – IMAGENS DE FÓLIOS DO LIVRO DE KELLS:

×