Fichamento

6,789 views
6,615 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,789
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fichamento

  1. 1. 1 “Oficinas de Produção de Textos II”: Fichamento- É uma das fases da Pesquisa Bibliográfica, seu objetivo é facilitar o desenvolvimento das atividadesacadêmicas e profissionais.Pode ser utilizado para:- Identificar as obras.- Conhecer seu conteúdo.- Fazer citações.- Analisar o material.- Elaborar a crítica.- Auxiliar a produção de textos. Classificação de Fichamento Fichamento Textual: É o que capta a estrutura do texto, percorrendo a seqüência do pensamento doautor e destacando: idéias principais e secundárias; argumentos, justificações, exemplos, fatos etc.,ligados às idéias principais.Fichamento Temático: Reúne elementos relevantes (conceitos, fatos, idéias, informações) doconteúdo de um tema ou de uma área de estudo, com título e subtítulos destacados. Consiste natranscrição de trechos de texto estudado ou no seu resumo, ou, ainda, no registro de idéias, segundo avisão do leitor. As transcrições literais devem vir entre aspas e com indicação completa da fonte (autor,título da obra, cidade, editora, data, página).Fichamento Bibliográfico: Consiste em resenha ou comentário que dê idéia do que trata a obra,sempre com indicação completa da fonte. Pode ser feito também a respeito de artigos ou capítulosisolados, a arquivado segundo o tema ou a área de estudo. O Fichamento bibliográfico completa adocumentação textual e temática e representa um importante auxiliar do trabalho de estudantes eprofessores.Para fazer o fichamento de uma obra ou texto você poderá:1. Ler o texto inteiro uma vez ininterruptamente.2. Ler o texto novamente, grifando, fazendo anotações e procurando entender o que o autor quer dizerem cada parágrafo.3. Fazer o fichamento.O fichamento pode conter:- Indicação da referência bibliográfica.- Resumo do texto.- Registro de comentários e críticas ao texto.- Registro de idéias que tivemos a partir do texto.A referência bibliográfica é o conjunto de elementos que identificam um texto.Autoria do texto, título, edição, local da editora, editora, ano de publicação, gênero (artigo de revista,de jornal, atas de congresso texto) e o suporte (meio convencional – papel- ou meio eletrônico).
  2. 2. 2A transcrição para citaçãoPodemos fazer citações literais, não-literais (conceituais ou paráfrases) ou mistas.Procedimentos padronizados para a transcrição:a) Supressões: [...]b) Interpolações, acréscimos ou comentários: [ ]c) Ênfase ou destaque: grifo, negrito ou itálico.Citação literal: A transcrição literal é a transcrição de expressão, frase ou parágrafo tal qual está notexto que estamos lendo. As transcrições literais são também chamadas transcrições formais (Cervo;Bervian, 1983, p. 142).Exemplo: Para Morais (2000, p. 8), o critério de comprometimento visa analisar qual o grau deenvolvimento do autor de um texto com o seu discurso e isso não é difícil de ser realizado dado que“[ou] não é dificil para o leitor ou leitora de algum recurso intelectual distinguir o que vem do cemevivo de convicções do que vem de encarceramentos doutrinários”.Citação não literal, citação conceitual ou paráfrase: Quando queremos usar apenas a idéia ou oconceito desenvolvido por um autor.Exemplo: Um texto deve ser entendido também por aquilo que ele oculta, mascara. Neste sentido,explicitar a intenção subjacente do autor é uma das tarefas da crítica (MORAIS, 2000, p.7).Citações mistas: Aquelas que inserem na síntese de um texto alguns termos ou expressões textuaistirados dos documentos. Nesse caso, os termos textuais são transcritos entre aspas.Exemplo: Morais em seu texto “Acriticida” da como fundamento do humano e mostra a importânciada crítica para o abandono da postura passiva do leitor, postura paradoxalmente encontrada por séculosnas escolas, ao assumirem como verdade inquestionável as falas dos autores admitidos como guiasintelectuais e até morais dessas mesmas escolas, ensejando, assim, um “sonambulismo estéril” (2000,p. 2).Fontes:http://www.fichamento.com.br/comofazer.htmlhttp://ajtrabalhos.blogspot.com/2008/03/aprenda-fazer-fichamento.html

×