Your SlideShare is downloading. ×

Programa Bandeirantes de Juquiá

204

Published on

Programa do Governo do Estado de São Paulo, realizado no município de Juquiá, pela Prefeitura local juntamente com o Departamento Social.

Programa do Governo do Estado de São Paulo, realizado no município de Juquiá, pela Prefeitura local juntamente com o Departamento Social.

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
204
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PROGRAMA BANDEIRANTES Conhecendo o Programa Bandeirantes Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 2. PROGRAMA BANDEIRANTES • Estratégia do Governo de São Paulo para superar a extrema pobreza e garantir aO mobilidade social das famílias paulistas.QUE • Articula ações do GovernoÉ Federal, Estadual e Municipais com os Programas Bolsa Família e Renda Cidadã e programas sociais públicos (municípios) e sociedade civil. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 3. PROGRAMA BANDEIRANTES PÚBLICO-ALVO Destina-se a cerca de 300 mil famílias (ou 1 milhão de pessoas) do Estado de São Paulo, cuja renda não alcança R$ 70,00 per capita mensais. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 4. PROGRAMA BANDEIRANTES OBJETIVO Superar a extrema pobreza no Estado de São Paulo e promover a mobilidade social. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 5. PROGRAMA BANDEIRANTESBUSCA ATIVA Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 6. BUSCA ATIVA• Ação que oferecerá uma fotografia das privaçõessociais da população paulista.• Serão realizadas visitas domiciliares nos locaisindicados pela SEDS, para a aplicação de umquestionário baseado no Índice de PobrezaMultidimensional – IPM. Com as informações dosquestionários, a SEDS irá elaborar o Retrato Social doEstado e o Mapa de Privação Social de cada município. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 7. BUSCA ATIVA• Para definir as cidades para a primeira etapa, a SEDStomou como base as informações do IDH 2000 e doCENSO IBGE 2010.• Permitirá também identificar as principais necessidadesdessas famílias e auxiliará no encaminhamento para osprogramas, projetos e serviços necessários para asuperação da extrema pobreza e da desigualdade social. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 8. O ÍNDICE DE POBREZA MULTIDIMENSIONAL (IPM)• É o indicador do PNUD (Programa das Nações Unidaspara o Desenvolvimento) usado na mensuração daPobreza.• Aponta privações sociais em educação, saúde e padrãode vida, proporcionando um retrato social mais completodo que o oferecido pelos indicadores de renda. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 9. O ÍNDICE DE POBREZA MULTIDIMENSIONAL (IPM)• O IPM se divide em três dimensões: educação, saúde epadrão de vida, subdivididos em dez indicadores.• Cada dimensão tem um peso igual de 33,33%.• Uma família será considerada multidimensionalmentepobre quando sofre privação em pelo menos 30% dosindicadores. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 10. O ÍNDICE DE POBREZA MULTIDIMENSIONAL (IPM)As situações de privação para o IPM: Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 11. PROGRAMA BANDEIRANTES• São Paulo avança com a realização da buscaativa, pois além de localizar as famílias extremamentepobres, proporcionará aos gestores locais maioresesclarecimentos sobre quais são os programas, projetose ações necessárias para que a extrema pobreza sejasuperada. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 12. PROGRAMA BANDEIRANTES Como se faz a Busca Ativa? Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 13. BUSCA ATIVA• É uma ação que oferecerá a fotografia das dificuldadessociais da população paulista, por meio da aplicação deum questionário nos domicílios existentes, em cadamunicípio que aderiu ao Programa.• Utiliza como referencial metodológico o IPM, elaboradopelo PNUD. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 14. PROGRAMA BANDEIRANTES - ETAPAS1) Mobilização do governo local;2) Mobilizar as entidades sociais da cidade;3) Mapear a cidade por territórios;4) Cruzar os dados do IBGE para o trabalho;5) Conveniar com as entidades;6) Divulgar o Programa Bandeirantes na cidade;7) Capacitar os visitadores sociais; Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 15. PROGRAMA BANDEIRANTES - ETAPAS8) Realizar a coleta de dados;9) Receber, contabilizar e validar os questionários;10) Entregar questionário para digitação e tabulação dosdados;11) Realizar seminários para apresentar os dadoscoletados, identificando as principais privaçõeslevantadas;12) Promover, depois da montagem do mapa deprivações reuniões por territórios, apresentando edebatendo os dados. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 16. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Poder Executivo Interlocutor Municipal Interlocutor Municipal Supervisor Coordenador de Área Visitador Social Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 17. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ PAPEL DO PODER EXECUTIVO PoderExecutivo• Assinar o Termo de Adesão à Elaboração do RetratoSocial, compromisso firmado entre município e o Estadopor meio da Busca Ativa. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 18. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Interlocutor Pessoa responsável pela mobilização do poder Municipal municipal, planejamento e execução do Programa. PAPEL DO INTERLOCUTOR MUNICIPAL• Levar o material para o município;• Mobilizar o município;• Organizar as capacitações;• Acompanhamento e monitoramento;• Encaminhar os formulários preenchidos para a regional. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 19. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Interlocutor Municipal SupervisorPAPEL DO INTERLOCUTOR MUNICIPAL SUPERVISOR• Organizar o material para a capacitação dos visitadores sociais;• Ministrar a capacitação para os visitadores socais, com a ajuda dointerlocutor municipal;• Fazer checagem de visitas;• Conduzir e planejar reuniões com as equipes de coordenadores evisitadores;• Trazer mapa do município (especificação das áreas);• Encaminhar os formulários preenchidos. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 20. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Coordenador de Área PAPEL DO COORDENADOR DE ÁREA• Coordenar uma área pré-determinada no município (rural ouurbana);• Acompanhar e monitorar os visitadores sociais;• Distribuir e recolher os questionários do Busca Ativa;• Fazer checagem de visitas;• Sanar as dúvidas dos visitadores sociais;• Validar e encaminhar os questionários preenchidos ao Supervisor. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 21. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Visitador SocialPara trabalhar como Visitador Social é necessário:• Ser maior de 18 anos;• Residir no município;• Ser alfabetizado;• Possuir conhecimento sobre a área a ser pesquisada. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 22. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Visitador SocialO Visitador Social é um ator com muita responsabilidade nesteprograma. Ele visita as casas para aplicar os questionários.Cada Visitador Social terá seu território demarcado e uma metaa ser cumprida durante a execução da Busca Ativa.Seu objetivo é coletar dados e reunir informações quepossibilitem acessos futuros, proporcionados pelo município eoutros programas sociais do Estado. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 23. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Visitador SocialO Visitador Social não invade a privacidade da família. Eleouve, não faz críticas e mantém em sigilo todas as revelaçõesfeitas.Vale lembrar que os visitadores não vão fazer encaminhamentosou prometer algo que não será realizado.Seu trabalho é fundamental. É preciso conversar e explicar omotivo da entrevista, que coletar informações sobre a situaçãode vida das famílias. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 24. PROGRAMA BANDEIRANTES EM JUQUIÁ Visitador SocialO visitador deve ser comunicativo, educado, sem impor suapresença ou ser autoritário.É preciso que reflita e tenha clareza que seu trabalho de coletade dados vai trazer mudanças reais para o seu município. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 25. PROGRAMA BANDEIRANTES Orientações sobre o Questionário Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 26. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 27. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO DATA E MUNICÍPIO• Se você preencher esta informação antes de começaras visitas, vai economizar tempo. NOME DO ENTREVISTADO• Fique atento para preencher o nome corretamente. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 28. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO ENTREVISTADO• Menor de 18 anos: Se não houver morador maior de 18anos no momento da visita, NÃO realize a entrevista. Informe-se em qual horário haverá um adulto na residência;• Chefe do domicílio menor de idade: Entrevistá-lo eescrever ao lado do nome: “ENTREVISTADO PARCIALMENTE CAPAZ” Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 29. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO ENTREVISTADO• Entrevistado não sabe assinar: Na linha destinada aassinatura, escreva: “NÃO ASSINA”• Entrevistado se recusa a assinar: Na linha destinadaa assinatura, escreva: “NÃO ASSINOU” Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 30. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO ENDEREÇO• Fique atento para preencher o endereço corretamente.• Domicílio vago: Significa que não mora ninguém nestaresidência. Nesse caso preencher o endereço no formulário eescrever no campo: “JUSTIFICATIVA: Nº 1”• Morador ausente: Significa que no momento dapesquisa, ninguém estava naquele domicílio. Tente voltar portrês vezes. Após as três tentativas, preencha o endereço einforme: “JUSTIFICATIVA: Nº 2” Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 31. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO ENDEREÇO• Morador não quer responder: Significa que o moradornão aceitou participar da pesquisa. Explique aimportância da pesquisa para tentar convencê-lo. Casoopte em não responder, preencha o endereço e informe:“JUSTIFICATIVA: Nº 3” Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 32. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO ÁREA• Você vai receber o NÚMERO da área que você vaifazer as visitas. Escreva neste espaço. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 33. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO• Deixe claro que trata-se de um dado importante para oGoverno, pois assim será possível disponibilizar documentosa quem não possui. Solicite CPF ou Identidade.• Caso o entrevistado não possua documentação, escrever:“NÃO TEM”• Caso o entrevistado possua documentação mas não querinformar, escrever: “NÃO INFORMOU” Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 34. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO TELEFONE• Pode ser fixo ou celular. Se a pessoa não quiser informar, não insista e siga em frente. QUANTIDADE DE PESSOAS RESIDENTES• Preencher com o número total de pessoas que vivem na residência entrevistada.• Na parte de baixo quando existirem estas pessoas no domicílio, observe a idade correspondente:• IDOSO: pessoas com 60 anos completos ou mais;• CRIANÇA: pessoas com zero a 13 anos, 11 meses e 29 dias;• ADOLESCENTE: pessoas com 14 anos completos a 17 anos, 11 meses e 29 dias;• MULHER COM MAIS DE 40 ANOS: considerar apenas mulheres com idade de 40 anos completos a59 anos, 11 meses e 29 diasATENÇÃO: Pode ser que haja no domicílio uma pessoa que se enquadre em duas opções. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 35. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO PESSOAS DESEMPREGADAS• Desempregado é aquele morador com mais de 16 anosque não tem fonte de renda própria e que estáprocurando emprego. Escrever com número. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 36. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO EDUCAÇÃOAnos de Estudo• Considerar apenas os moradores com mais de 15 anos deidade;• 5 anos de estudos correspondem à conclusão da antiga 5ªsérie ou do atual 6º ano do ensino fundamental.Matrícula das Crianças• Idade escolar entre 6 e 14 anos;• Se não houver criança no domicílio, você deve escrever:“NA (não se aplica)” Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 37. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO EDUCAÇÃO(NA) Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 38. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO SAÚDEMortalidade• Desconsiderar a causa da morte;Nutrição• Se não houver no domicílio a existência de adulto ou criançadesnutrido, escrever: “NA (não se aplica)”OBS: Desnutrição se refere à baixa qualidade da alimentaçãoe ao baixo peso do adulto/criança. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 39. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO PADRÃO DE VIDAEletricidade e Piso• Assinalar a opção no formulário.Sanitários• Considerar sanitário adequado: com vaso, pia e chuveiro.Água• Acesso à água potável significa água encanada tratada ou mina nãocontaminada.Combustível para Cozinhar e Bens Domésticos• Possibilidade de marcar mais de uma resposta. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 40. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO DOCUMENTO DO IMÓVEL• O imóvel possui documento oficial, ou seja, escritura deimóvel lavrada em cartório de registro de imóveis. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 41. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO RODAPÉ DO FORMULÁRIOAssinatura do entrevistadoDados do entrevistador:• Nome legível;• Assinatura;• Documento de identificação (CPF ou Identidade).Sem estas informações, o formulário NÃO poderá servalidado. Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 42. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO FONTEMaterial disponibilizado pela SEDS – Secretaria Estadualde Desenvolvimento Social www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 43. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO LEITURAS RECOMENDADAS• Estatuto da Criança e do Adolescente• Estatuto do Idoso• LOAS – Lei Orgânica de Assistência Social• SUAS – Sistema Único de Assistência Social Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim
  • 44. ORIENTAÇÕES SOBRE O QUESTIONÁRIO BLOGwww.projetobandeirantesjuquia.blogspot.com Por: Ducine de Oliveira Lima Fadim

×