• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Business Angels e oportunidades de negócio
 

Business Angels e oportunidades de negócio

on

  • 1,225 views

Apresentação feita por Sérgio Póvoas, Federaçao Nacional de Business Angels, durante do DrupalCamp Lisboa 2011.

Apresentação feita por Sérgio Póvoas, Federaçao Nacional de Business Angels, durante do DrupalCamp Lisboa 2011.

Statistics

Views

Total Views
1,225
Views on SlideShare
1,225
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
21
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-NoDerivs LicenseCC Attribution-NonCommercial-NoDerivs LicenseCC Attribution-NonCommercial-NoDerivs License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Business Angels e oportunidades de negócio Business Angels e oportunidades de negócio Presentation Transcript

    • Os Business Angels e Oportunidades de Negócio Sérgio Paulo Póvoas Partner da Gesventure Director do BAC spovoas@gesventure.pt www.fnaba.orgLisboa, 26 de Março 2011
    • RUA DA START-UP O desenvolvim. As 1ª Vendas comercial Solidificação no Prossecução dos Mercado Objectivos Negociação dos Escolha e Parassociais investidores Carta de Sorte Cumpridos Acordos Preparação IPO Objectivos 1º Ano: A ideia é necessária,RUA DA GESVENTURE Uma equipa de gestão forte é RUA DA AFIRMAÇÃO sedução dos fundamental, mas um plano de negócios "mágico" e uma escolha certa dos investidores, é Plano Negócios Elaboração do em Bolsa Entrada vital. Este é o trabalho da comercial e estratégico Apport Cotação em Alta "Transforme a sua ideia num negócio de sucessso" PARTIDA Passagem à Protótipo e Modelo Constituição da IDEIA Acção Negócio Equipa de Gestão RUA DA ESPERANÇA 2
    • Presença da FNABA ASSOCIAÇÕES DE BUSINESS ANGELSMEMBROS» Invicta Angels» Assoc. Investidores Capital Risco Covilhã» Clube de Cascais» Business Angels Club» Assoc. de Business Angels do Algarve» Vima Angels (Guimarães)» Clube de Business Angels do Alentejo» Coimbra – Centro Business Angels» Open BA Marinha Grande» Associação de BA SantarémASSOCIAÇÕES EM CONSTITUIÇÃO» Açores» Madeira 14
    • Introdução e Conceitos
    • Que formas de financiamento existem• Bancos (Empréstimos; Leasings; Factoring; Letras; Livranças…) • Fundos Comunitários (QREN, IEFP,…) • Friends, Family and Fools • Corporate Ventures • Business Angels CAPITAL DE RISCO (Venture Capital) • Socied. Capital de Risco Private Equity Buy Outs Reestruturações Internacionalização Fusões e Aquisições
    • Capital de Risco. O que é e o que não é … • É uma forma de financiamento, via Capital Próprio; • É uma participação minoritária no capital e na gestão da empresa; • É um “casamento” com “divórcio” marcado; • É um financiamento de elevadas alavancagens – “combustível a jacto”; • É a partilha de sucessos e fracassos; • É um poderoso factor de união de ideias, de esforços, de vontades....• Não é um sistema de incentivos (subsídios a fundo perdido, crédito bonificado ou qualquer outraforma de apoio financeiro);• Não é um empréstimo (embora possa contribuir para “mobilizar” empréstimos);• Não é (não deve ser) a última hipótese da salvação da empresa;• Não é um “casamento” imposto (pelas circunstâncias) entre parceiros que se têm que suportar.
    • Características dos Business Angels Business Angel Indivíduo que investe a sua riqueza em negócios em fases iniciais• Procuram um retorno de 10 X o capital investido num prazo de 5 anos• Investe normalmente até 25% do capital que tem disponível• Aliena o seu investimento através de admissão da empresa na Bolsa de Valores, a SCRs , etc.• Tem geralmente elevados conhecimentos de gestão e/ou de uma especialidade técnica• Pode envolver-se ou não no negócio (active Angel/ passive Angel)• Investe habitualmente com outros investidores• Investe entre €50.000 e €100.000
    • O papel dos Business AngelsCapitais fundos própriosReforço de competências de gestão Funcionais (Marketing, Finanças, Recursos Humanos, etc....) Sectoriais (ligados às características do sector de actividade)Networking Procura de novos clientes Reforço de credibilidade nas relações com a banca Procura de novos fornecedores Procura de novos sócios/parceirosProximidade dos Business Angels O primeiro mercado da empresa é a região onde está implantadaPreparação dos rounds de financiamento seguintes Relacionamento com potenciais investidores institucionais … … e consequente redução do risco do “equity gap” 8
    • “Equity Gap” de uma Start-up… … e o papel dos Business Angels€5040 Mercado Operacional Divida Bancária3020 Equity Tecnologia10+ Cash-Flow Operacional00--10 Management-20 9
    • Alguns números e exemplos…
    • BAS AROUND THE WORLD Business Angels no Mundo (1) Nr of BAs Pos. Country registered 1 United States of America 6.500 2 United Kingdom 5.548 3 France 3.050 4 Netherlands 2.105 5 Sweden 1.772 6 Spain 1.465 7 Germany 1.400 8 Australia 650 9 Canada 550 10 Portugal 525 11 Switzerland 500 12 Finland 400 13 Italy 310 14 Belgium 270 15 Chile 132Fonte: EBAN 8
    • Business Angels: Europa vs EUA 2009 EU US # networks 334 300 For profit 31% 59% Estimated number of 75 k 250 k angels Investment per round 207 k€ 186 k€ Total estimate invested 4 billion€ 20 billion€ annually Summary of industry statisticsFonte: EBAN 10
    • Redes de Business Angels na EuropaCrescimento sustentado do número de redes Redes com um número medio de membros entre 36 e 50 No. of Networks450400350300250200150100 50 0 Source: EBAN Statistics Compendium 2010 13
    • WORLD BUSINESS ANGELS ASSOCIATION Plataforma internacional para a profissionalização dos BA, partilha de boas práticas e promoção do empreendedorismo em todo o mundo. Países fundadores: Portugal, Espanha, Reino Unido, França, Itália, Índia, China, EUA, Chile, Austrália e Emirados Árabes Unidos.1ª Conferência Internacionalde Business AngelsPequim, China5-6, Dez, 09 14
    • … DE ELEVADO CRESCIMENTO VS PMEsEmpresas de elevado crescimento, que são diferentes das pequenas empresas 15
    • EMPRESAS FINANCIADAS POR BUSINESS ANGELS 16
    • Microcápsulas com agentes activos como fragâncias, repelentes de insectos, aloevera e hidrogel2001 Constituição: 5.000€ 2003 Entrada da PME Capital e aumento do INVESTIMENTO TOTAL capital social para 50.000€ InovCapital (5 anos) 2006 Investimento do business angel Business Angel (2 anos) 2003-2008 Investimentos adicionais pelos investidores 1.000.000€ (capital social + suprimentos + prestações acessórias) 2008 Venda de 100% ao grupo Devan Chemicals Mais Valia para os Investidores » 200% 17
    • JULHO/ 2007 Investimento por 3 Business Angels do Business Angels Club Invento multi-funções, universal, Objectivo: com aplicação a fogões de campismo » Permite cozinhar em condições deComercialização de produtos em vento forte (testado com ventos de todas as lojas de outdoor, 30km/h) campismo e montanhismo da Europa e América do Norte » Economia energética do equipamento na ordem dos 50%. » Único forno para utilização em montanha 18
    • Portfólio de Produtos Dez 07 Dez 07 Out 08 19
    • Inovação permanente 20
    • Presente em mais de 20 Países 21
    • Contexto e Oportunidades
    • Mas atenção que o contexto está a mudar rapidamente……O Estado já não é mais o maior e mais estável empregador …e o emprego para a vida terminou. 23
    • Os exemplos demonstram que a solução é outra… …será que poderemos fazer uma excelente carreira em grandes empresas nacionais e multinacionais QUANDO as PME representam 99.6% do tecido empresarial, gerando 75.2% dos empregos Fonte: INE, 2005 24
    • A CRIATIVIDADE HUMANA É O ULTIMO RECURSO ECONÓMICO... Richard Florida 25
    • Um novo Modelo Empresarial…… assente em Inovação radical…“A WalMart necessitou de 12 anos para que osseus supermercados atingissem um volume denegócios de 150 milhões de dólares,…a Amazon.com em 3 anos, e num único pontode venda, atingiu esse valor.” Paul Cook, responsável do Net Fund
    • Um contexto mais favorável Programas de financiamento favoráveis aos empreendedores Infra-estruturas de inovação: Ninhos de Empresas, Universidades, Laboratórios, Parques Tecnológicos, IAPMEI… Enquadramento fiscal a caminhar em sentido favorável aos investimentos em projectos de investimento emergentes Melhores competências e qualificações dos empreendedores nacionais Uma economia mais aberta: eliminação de barreiras económicas no espaço europeu, desenvolvimento tecnológico rápido e constante à escala global, menos dependente de restrições nacionais Mutação da economia: da manufactura para o conhecimento Mais opções de desinvestimento a nível nacional e internacional 27
    • Financiamento do COMPETE aos BA Concurso Público iniciado em: 31 de Agosto de 2009 Mecanismo: Programa COMPETE ( Com Fundos Comunitários) Fundos Inicialmente Afectos : 10 Milhões de Euros Fundos Efectivamente Afectos: 28 Milhões de Euros Número de Candidaturas apresentadas: 67 – 52 FNABA Número de Entidades Veículos Criadas : 54 – 46 FNABA Número de Business Angels envolvidos : 200 – 180 FNABA Fundos Aportados pelos Business Angels : 12.5 Milhões de Euros Fundos Aportados pela Caixa Capital : 1.5 Milhões de Euros42 M Euros para investir em Start Ups até Junho 2013!!!!! 28
    • Algumas dicas e lições-chave
    • Da ideia ao negócio algumas interrogações úteis… - Quais as minhas aspirações? - Quais as minhas competências ? - Qual a oportunidade de mercado ? - Qual o meu modelo de negócio ? - Qual a dimensão do empreendimento e a sua sustentabilidade? - A ideia funciona na prática? - De que tipo de parcerias me devo socorrer ? - O produto é melhor do que outros semelhantes? - Conheço os princípios de administração, finanças e contabilidade ? - Existem fundos/apoios que possam apoiar o meu projecto ? - Tenho assegurado pelo menos 1/3 de Capitais Próprios ? - Qual o mercado alvo ? Como segmentá-lo ? - Quais os objectivos estratégicos no Curto, Médio e Longo prazo ? Como pretendo atingi-los ? - Qual a análise SWOT do meu projecto ? - Consigo fasear o meu investimento ? - Qual a localização física do projecto ? - Conheço toda a legislação específica e generalista no âmbito do meu projecto ? - Qual a tolerância para o risco? - Quais vão ser os meus sócios ? A sua escolha leva em conta: Formação complementar, confiança mútua, necessidade comum, valores partilhados, comunicação fluente ? 30
    • VEJAMOS AS EVIDÊNCIAS... StartGame Over 1/5 dos Planos de negócio restantes conduzem a uma 1ª reunião 2/3 dos Planos de com o Negócio são eliminados investidor em 5 minutos Fonte: Ernst & Young 31
    • O que um investidor procura num projecto1. Entusiasmo do Empreendedor2. Credibilidade do Empreendedor3. Potencial de vendas do produto/serviço As qualidades do4. Conhecimentos do Empreendedor Empreendedor são o mais5. Empreendedor agrada ao Business Angel importante6. Potencial de crescimento do mercado7. Qualidade do produto8. Retorno financeiro percebido9. Nicho de Mercado10. CV do Empreendedor 32 Fonte: Harvard Business School
    • Lições-Chave Venda o seu Projecto: Os investidores esperam que o empreendedor...TRAGA uma boa ideia.OFEREÇA plano de negócios consistente.APRESENTE claramente o seu projecto, de forma fundamentada e concisa.DEMONSTRE fascínio pelo sucesso empresarial do seu projecto e paixão pela sua ideia.REVELE-SE humilde, procurando parcerias nas áreas em que não é competente.MANTENHA os pés bem assentes no chão.ESTEJA disposto a prestar contas de cada passo dado pela empresa.VALORIZE a aprendizagem contínua nas áreas de estratégia e de gestão
    • Lições-ChaveA verdade nos negócios é que… “Os investidores andam à procura é de negócios com receitas e clientes, e não apenas tecnologia.” “Os compradores estão à procura de negócios “a sério” e não de 20 engenheiros com uma ideia incrível.” Michael Elias, Kennet Venture Partners
    • Lições-Chave…e a Competitividade uma realidade incontornável ! Todas as manhãs em África, a Gazela acorda. Ela sabe que tem que correr mais depressa que o Leão mais rápido, senão será morta. Todas as manhãs o Leão acorda, ele sabe que tem que correr mais depressa que a Gazela mais lenta, senão morrerá de fome. Não interessa se és o Leão ou a Gazela. Quando o sol se levanta, é melhor que estejas a correr!
    • 36
    • Sérgio Paulo PóvoasPartner da GesventureDirector do BACspovoas@gesventure.ptwww.fnaba.org