• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
2012 pl   dispõe sobre atendimento especial às mulheres e crianças vítimas de violência sexual
 

2012 pl dispõe sobre atendimento especial às mulheres e crianças vítimas de violência sexual

on

  • 40 views

 

Statistics

Views

Total Views
40
Views on SlideShare
40
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    2012 pl   dispõe sobre atendimento especial às mulheres e crianças vítimas de violência sexual 2012 pl dispõe sobre atendimento especial às mulheres e crianças vítimas de violência sexual Document Transcript

    • PROJETO DE LEI Nº 073/2012. Em, 19 de Junho de 2012. DISPÕE SOBRE ATENDIMENTO ESPECIAL ÀS MULHERES E CRIANÇAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL. A CÂMARA MUNICIPAL DE CABO FRIO NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, RESOLVE: Art. 1º - Fica instituído o procedimento de atendimento especial e preferencial às mulheres e crianças vítimas de violência sexual. Art. 2º - Os atendimentos especiais e preferenciais da constituição na assistência médico-emergencial e assistência médico-legal, que deverão ser prestadas às vítimas no mesmo hospital e/ou unidade de pronto atendimento da rede pública e privada conveniadas ao Sistema Único de Saúde. Art. 3º - Fica assegurado, ainda, às vítimas de violência sexual, o direito de realizar exames médicos periciais com especialistas do Instituto Médico Legal (IML) no estabelecimento hospitalar de atendimento, bem como o direito de elaborar Boletim de Ocorrência noticiando a violência sofrida. Art. 4º - As vítimas de violência sexual terão à disposição também Psicóloga e Assistentes Social para acompanhamento psicossocial e assistência jurídica para as devidas providências de responsabilização do agressor nas unidades de referência. Art. 5º - As despesas com a execução desta lei correrão por conta das rubricas orçamentárias da Secretária Municipal de Promoção Social podendo ser suplementadas. Artigo 6º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Sala das Sessões, 21 de Junho de 2012. TAYLOR DA COSTA JASMIM JUNIOR Vereador - Autor
    • JUSTIFICATIVA A presente proposta visa dar um atendimento digno e respeitoso às mulheres e criança vítimas de violência sexual. É notório o constrangimento que passam as vítimas pelo tipo de violência e pelas repetidas vezes que têm de se submeter a atendimento em locais diversos. Muitas delas carregam seqüelas que exigem assistência profissional posterior para minimizar os efeitos e para garantir a elas o reequilíbrio. Assim, o procedimento integrado das ações médico-emergencial e médicolegal, a realização da perícia do IML e a elaboração do Boletim de Ocorrência em um único local de atendimento possibilitarão às vítimas desse tipo de violência um menor constrangimento pessoal. Além disso, a possibilidade de contar com psicóloga e assistente social para acompanhamento psicossocial e assistência jurídica para as devidas providências de responsabilização do agressor nas unidades de referência proporcionarão um tratamento mais digno e mais humano. Pelo exposto acima é que apresentamos a presente propositura, na certeza de contar com o beneplácito dos Nobres Vereadores para aprovação deste projeto. Sala das Sessões, 21 de Junho de 2012. TAYLOR DA COSTA JASMIM JUNIOR Vereador - Autor