• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
2012 pl   autoriza o poder executivo a criar o programa de apoio à mãe estudante nas escolas da rede municipal de ensino e dá outras providências
 

2012 pl autoriza o poder executivo a criar o programa de apoio à mãe estudante nas escolas da rede municipal de ensino e dá outras providências

on

  • 47 views

 

Statistics

Views

Total Views
47
Views on SlideShare
47
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    2012 pl   autoriza o poder executivo a criar o programa de apoio à mãe estudante nas escolas da rede municipal de ensino e dá outras providências 2012 pl autoriza o poder executivo a criar o programa de apoio à mãe estudante nas escolas da rede municipal de ensino e dá outras providências Document Transcript

    • PROJETO DE LEI Nº 071/2012 DE 19 DE JUNHO DE 2012. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CRIAR O PROGRAMA DE APOIO À MÃE ESTUDANTE NAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE CABO FRIO NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, RESOLVE: Art. 1° - Fica o Poder Executivo autorizado a criar o PROGRAMA DE APOIO À MÃE ESTUDANTE - PAME, no âmbito da rede Municipal de Ensino, com o objetivo de facilitar o acesso à sala de aula das mães que não tenham com quem deixar seus filhos menores. Parágrafo único - O Poder Executivo definirá as unidades da rede Municipal que integrarão o Programa, que deverão contar com, no mínimo, um berçário, brinquedos, jogos educacionais e instrumentos ou acessórios necessários ao desenvolvimento das crianças atendidas, e, pelo menos, uma atendente com conhecimentos de enfermagem, Pedagogia ou Psicologia. Art. 2º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Sala das Sessões, 19 de junho de 2012. TAYLOR DA COSTA JASMIM JÚNIOR JUSTIFICATIVA Os meios de comunicação vêm chamando a atenção da sociedade para a quantidade alarmante de jovens mães que deixam a escola por causa da gravidez, já se tornando a principal causa de evasão escolar nas meninas de 15 a 17 anos.
    • A escola tem que se constituir em instrumento de proteção para todos os jovens e, mais particularmente, para as jovens que estão grávidas ou que já tiveram filhos, pois freqüentando a escola, ela continua a integrar o seu grupo e a manter seus valores, com todo apoio da escola, da família e da sociedade para que ela tenha segurança para continuar os estudos e garantir o seu futuro dentro da sociedade, contribuindo ainda para melhorar seu relacionamento social. A gravidez precoce é causada pelas crises pelas quais passam a sociedade e, em particular, as famílias. Essas jovens são vítimas do liberalismo sexual praticamente imposto no cotidiano, em particular pelos meios de comunicação. Não raro, são, ainda, vítimas de uniões irresponsáveis que as liberam para atos pelos quais ainda não sabem e não podem responder. Na maioria dos casos, estas jovens estão órfãs de valores e de formação familiar e esperamos com este Projeto de Lei proporcionar instrumentos para que recuperem ao menos um pouco do que lhes foi tirado pela sociedade. Deve ser ressaltado que a educação é direito de todos e que o Estado deve garantir políticas sociais que se regem pelos princípios da universidade e da igualdade de acesso às ações e serviços que as promovem, protegem e recuperam.