Peopleware - Projetos e Equipes Produtivas

4,480
-1

Published on

Slides de uma apresentação do livro Peopleware: Productive Projects and Teams, de Tom DeMarco e Timothy Lister, 2ª Edição.

Published in: Business, Career
0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,480
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
231
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Peopleware - Projetos e Equipes Produtivas

  1. 1. Peopleware Projetos e Equipes Produtivas Adriana E. de Oliveira Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Informática
  2. 2. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  3. 3. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  4. 4. Parte I : Gerenciando o recurso humano <ul><li>Pessoas: </li></ul><ul><ul><li>Componentes modulares; </li></ul></ul><ul><ul><li>Caixa-preta (abstração); </li></ul></ul><ul><ul><li>Nova forma de lidar. </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. (Parte I)
  5. 5. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  6. 6. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  7. 7. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  8. 8. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 1 (Parte I)
  9. 9. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando <ul><li>15% dos projetos resultam em ‘nada’; </li></ul><ul><li>Gerente: Questões tecnológicas? </li></ul><ul><li>Funcionário: Política? </li></ul><ul><li>Sociologia! </li></ul><ul><li>Política C Sociologia; </li></ul><ul><li>Pensar em questões tecnológicas: fácil! </li></ul><ul><li>Homem deixa cair a chave em uma rua e procura na outra. </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 1 (Parte I)
  10. 10. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  11. 11. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  12. 12. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 2 (Parte I)
  13. 13. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger <ul><li>Produção ≠ Desenvolvimento; </li></ul><ul><li>Fast-food x Nós; </li></ul><ul><li>Gerência da produção: </li></ul><ul><ul><li>“ chutar o rabo” dos funcionários - desestímulo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ninguém é insubstituível. </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 2 (Parte I)
  14. 14. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger <ul><li>Gerência do desenvolvimento: </li></ul><ul><ul><li>Abordagem para erros: Recomeçar -> Programação defensiva; </li></ul></ul><ul><ul><li>Planejamento (ponha em prática!): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Perca tempo pensando e poupe tempo; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não estamos fazendo cheeseburgers ! </li></ul></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 2 (Parte I)
  15. 15. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  16. 16. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  17. 17. Viena espera por você Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 3 (Parte I)
  18. 18. Viena espera por você <ul><li>Gerência dos dias atuais: </li></ul><ul><ul><li>Convencida por causa das horas extras; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fraude: curto deadline, mais que 40h, problemas pessoais; </li></ul></ul><ul><ul><li>40h: máximo -> compensação dos melhores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os outros: workaholics ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Viena espera por você: itinerário final! </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Percepção pelos workaholics : demitem-se. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Pressão: não se trabalha melhor, apenas mais rápido – sacrificação da satisfação pessoal e qualidade do produto. </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 3 (Parte I)
  19. 19. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  20. 20. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  21. 21. Qualidade – Se o tempo permitir Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 4 (Parte I)
  22. 22. Qualidade – Se o tempo permitir <ul><li>Emoções: ameaça aos valores instintivos; </li></ul><ul><li>No trabalho: ameaça à auto-estima: </li></ul><ul><ul><li>Deadlines inalcançáveis; </li></ul></ul><ul><ul><li>Qualidade é um atributo do produto (Ex.: sorvete com recheio) a escolha do cliente; </li></ul></ul><ul><li>Mais caro? E por que não no Japão? Rotatividade! </li></ul><ul><li>Hewlett Packard: cultura de qualidade (não há idéia de mais tempo ou dinheiro); </li></ul><ul><li>Fujitsu: veto de entrega de produtos. </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 4 (Parte I)
  23. 23. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  24. 24. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  25. 25. Revisão da lei de Parkinson Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 5 (Parte I)
  26. 26. Revisão da lei de Parkinson <ul><li>Deadline impossível e otimista; </li></ul><ul><li>Desenvolvedores tão ansiosos quanto gerentes (sem comprometer qualidade); </li></ul><ul><li>Melhor estimativa de esforço (crescente): gerente, desenvolvedor, analista, - ; </li></ul><ul><li>Pressão apenas quando tempo é fator de risco, senão: problema de gerência! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 5 (Parte I)
  27. 27. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  28. 28. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  29. 29. Amigdalina Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 6 (Parte I)
  30. 30. Amigdalina <ul><li>Minas de damasco (líquido incolor); </li></ul><ul><li>Suécia x México: não se enxerga evidências; </li></ul><ul><li>Gerentes compram amigdalina mesmo quando vêem evidências (necessidade); </li></ul><ul><li>Fáceis falsas soluções são mais atrativas que soluções difíceis; </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 6 (Parte I)
  31. 31. Amigdalina <ul><li>Sete falsas esperanças no gerenciamento de software: </li></ul><ul><ul><li>Há algum truque que você perdeu que pode mandar a produtividade para o topo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Outros gerentes estão tendo ganhos de 100%, 200%, ou mais. </li></ul></ul><ul><ul><li>A tecnologia está avançando tão rapidamente que você está ficando para trás. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mudar a linguagem de programação vai lhe dar enormes ganhos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Por causa do trabalho acumulado você precisa duplicar a produtividade imediatamente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Você automatiza tudo; não está na hora de você automatizar seus desenvolvedores de software? </li></ul></ul><ul><ul><li>Seu pessoal vai trabalhar melhor se você os colocar sob muita pressão. </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 6 (Parte I)
  32. 32. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>1. Em algum lugar hoje, um projeto está falhando </li></ul><ul><li>2. Faça um cheeseburger , venda um cheeseburger </li></ul><ul><li>3. Viena espera por você </li></ul><ul><li>4. Qualidade – Se o tempo permitir </li></ul><ul><li>5. Revisão da lei de Parkinson </li></ul><ul><li>6. Amigdalina </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  33. 33. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  34. 34. Parte II : O ambiente de trabalho <ul><li>Telefone toca sem parar, pessoas conversando o tempo todo, chefe pede preenchimento de formulários, telefone novamente: nenhum minuto produtivo sequer! </li></ul><ul><li>Milhões de maneiras de se perder um dia de trabalho X Nenhuma maneira de se ter um dia de trabalho de volta; </li></ul><ul><li>Causas de perda de tempo e caminhos para se criar um ambiente sadio no trabalho. </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. (Parte II)
  35. 35. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  36. 36. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  37. 37. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  38. 38. A polícia da mobília Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 7 (Parte II)
  39. 39. A polícia da mobília <ul><li>Análise de como aproveitar melhor o espaço para obter maior produtividade? </li></ul><ul><li>Uniformidade e só! </li></ul><ul><li>Ambientes de trabalho que parecem prisões: retenção a custo mínimo; </li></ul><ul><li>Empresa com espaço barulhento ( Pager ), improdutivo, indisciplinado: melhorar o ambiente de trabalho! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 7 (Parte II)
  40. 40. A polícia da mobília <ul><li>Janelas? </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 7 (Parte II)
  41. 41. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  42. 42. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  43. 43. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 8 (Parte II)
  44. 44. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 <ul><li>Horas extras - fato da vida para desenvolvedores: </li></ul><ul><ul><li>O trabalho custa mais? </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento da qualidade e não da quantidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhores horários: “de manhã cedo”, “às 6 da tarde”, “3 dias de trabalho em uma noite”. </li></ul></ul><ul><li>Jogos de Guerra de Código: </li></ul><ul><ul><li>Quem produzia mais? </li></ul></ul><ul><ul><li>Os melhores procuram a calma. </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 8 (Parte II)
  45. 45. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  46. 46. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  47. 47. Economizando dinheiro no espaço Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 9 (Parte II)
  48. 48. Economizando dinheiro no espaço <ul><li>6% - 16% do salário (depende do func.); </li></ul><ul><li>Risco: func. vale 20x o local de trabalho; </li></ul><ul><li>Poluição ambiental: ninguém reclama! </li></ul><ul><li>Pesquisa IBM: 10m ² chão, 3m² mesa, 2m altura; </li></ul><ul><li>Diminuição da produtividade por causa do barulho; </li></ul><ul><li>Costume com o barulho; </li></ul><ul><li>Ambiente frustrante: esconda-se! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 9 (Parte II)
  49. 49. Economizando dinheiro no espaço <ul><li>Efeito DeMarco/ Lister: </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 9 (Parte II) <ul><li>Medida de produtividade: </li></ul><ul><ul><li>Superior a nada! </li></ul></ul><ul><ul><li>Todas as organizações conseguem; </li></ul></ul><ul><ul><li>Muito importante! </li></ul></ul><ul><ul><li>Confidencialidade. </li></ul></ul>
  50. 50. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  51. 51. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  52. 52. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 10 (Parte II)
  53. 53. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo <ul><li>Trabalhador: 30% sozinho, 50% com outro, 20% com +; </li></ul><ul><li>Estado de flow ; </li></ul><ul><li>Como medir o tempo produtivo ( flow )? </li></ul><ul><li>E = h ininterruptas / h de corpo presente = 40%; </li></ul><ul><li>Cérebro fresco toda manhã, só precisa de ambiente pacífico no trabalho! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 10 (Parte II)
  54. 54. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  55. 55. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  56. 56. O telefone Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 11 (Parte II)
  57. 57. O telefone <ul><li>Quebra de flow ; </li></ul><ul><li>Prioridade dada pela maioria; </li></ul><ul><li>Empresa com desvio de chamadas (3) para as secretárias; </li></ul><ul><li>Empresas devem permitir que o funcionário fique indisponível ao telefone; </li></ul><ul><li>Alternativa: e-mail (3x ao dia). </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 11 (Parte II)
  58. 58. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  59. 59. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  60. 60. Traga a porta de volta Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 12 (Parte II)
  61. 61. Traga a porta de volta <ul><li>Ambiente piora com consentimento da vítima; </li></ul><ul><li>Campanha de protesto e 3 contra-argumentos: </li></ul><ul><ul><li>Pessoas não se importam com ambiente espalhafatoso (mudou de assunto); </li></ul></ul><ul><ul><li>Barulho: white noise ou muzak (cérebro); </li></ul></ul><ul><ul><li>Escritório fechado não colabora para ambiente vital! (mais que uma pessoa) </li></ul></ul><ul><li>Pessoas devem organizar seu local; </li></ul><ul><li>Ambiente OK? Vamos pensar no trabalho! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 12 (Parte II)
  62. 62. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  63. 63. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  64. 64. Dando passos chave Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 13 (Parte II)
  65. 65. Dando passos chave <ul><li>Christopher Alexander (arquiteto e filósofo): </li></ul><ul><ul><li>Por que nos sentimos confortáveis nos lugares? </li></ul></ul><ul><ul><li>Espaço novo: contribuição de quem vai ficar lá ao invés de plano mestre uniforme; </li></ul></ul><ul><ul><li>Vários padrões: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Parede atrás e 2,40m sem parede na frente; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>1: Espaço 10m ² também; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>2: Não dá para fazer janelas? Claro que sim! (Dinamarca) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>3: Espaço ao ar livre; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>4: Espaço público, como numa casa; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Geral: Nada de uniformidade! Pessoas devem deixar marcas! </li></ul></ul></ul><ul><li>Arrange um lugar para sua equipe. Infelizmente mas verdade: arranje um lugar para a melhor equipe! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 13 (Parte II)
  66. 66. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>7. A polícia da mobília </li></ul><ul><li>8. Você nunca consegue fazer nada aqui entre as 9 e as 5 </li></ul><ul><li>9. Economizando dinheiro no espaço </li></ul><ul><li>10. Tempo do cérebro VERSUS tempo do corpo </li></ul><ul><li>11. O telefone </li></ul><ul><li>12. Traga a porta de volta </li></ul><ul><li>13. Dando passos chave </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  67. 67. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  68. 68. Parte III : As pessoas certas <ul><li>Freqüentemente gerente: estrategista; </li></ul><ul><li>E os talentos individuais? </li></ul><ul><li>Fórmula: </li></ul><ul><ul><li>Pegue as pessoas certas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Faça-as felizes (não querem partir); </li></ul></ul><ul><ul><li>Dê-las liberdade! </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. (Parte III)
  69. 69. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  70. 70. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  71. 71. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  72. 72. O fator Hornblower Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 14 (Parte III)
  73. 73. O fator Hornblower <ul><li>Pesquisador da marinha inglesa; </li></ul><ul><li>Livro: elaborada estratégia de gerência; </li></ul><ul><li>Reconhecia os competentes e os in; </li></ul><ul><li>Hoje: ninguém é incompetente; todos têm qualidades! </li></ul><ul><li>Pau que nasce torto nunca se endireita! </li></ul><ul><li>As aparências enganam! </li></ul><ul><li>Uniformes... É o exército? Aqui não se fala em outra coisa! A organização está afundando... </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 14 (Parte III)
  74. 74. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  75. 75. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  76. 76. Contratando um malabarista Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 15 (Parte III)
  77. 77. Contratando um malabarista <ul><li>E contratando um cientista da computação? </li></ul><ul><li>Professor canadense e o medo de perder o emprego; </li></ul><ul><li>Testes de aptidão: lado esquerdo do cérebro -> “contrate os outros!” </li></ul><ul><li>Melhor: palestra de 10 a 15 minutos com os possíveis futuros colegas presentes! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 15 (Parte III)
  78. 78. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  79. 79. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  80. 80. Feliz em estar aqui Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 16 (Parte III)
  81. 81. Feliz em estar aqui <ul><li>Média da rotatividade dos funcionários nas organizações: 33% a 80% ao ano; </li></ul><ul><li>Média de meses consecutivos de um trabalhador em uma organização: 15 a 30 meses; </li></ul><ul><li>Há empresas de mesmo ramo com 10% e 100% ou mais de rotatividade; </li></ul><ul><li>Novato só trabalha com 100% da capacidade depois de 5 meses resultando em uma perda de 20% no salário de 2 anos; </li></ul><ul><li>Gerência precoce ocorre em empresas de alta rotatividade que querem segurar os melhores; </li></ul><ul><li>1º nível de gerência em empresas sadias: 10 anos! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 16 (Parte III)
  82. 82. Feliz em estar aqui <ul><li>Rotatividade gera rotatividade; </li></ul><ul><li>Não se deve atender às campanhas em tais empresas; </li></ul><ul><li>Mudança: </li></ul><ul><ul><li>Motivos falsos; </li></ul></ul><ul><ul><li>ESS1, AT&T Bell Labs, 600 pessoas, > França depois da 1ª Guerra! </li></ul></ul><ul><li>Similaridade entre as melhores: ser a melhor! </li></ul><ul><li>Investimento em retreinamento! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 16 (Parte III)
  83. 83. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  84. 84. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  85. 85. O sistema autocurável Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 17 (Parte III)
  86. 86. O sistema autocurável <ul><li>Quer determinismo? Tenha Metodologia! </li></ul><ul><li>Programador de projeto falido que seguia a Metodologia; </li></ul><ul><li>Desmotivação... A tendência é o projeto falhar! </li></ul><ul><li>Tortura para quem faz a M: competentes que não a seguem e quem a segue à risca! </li></ul><ul><li>Documentação volumosa é parte do problema e não da solução! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 17 (Parte III)
  87. 87. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>14. O fator Hornblower </li></ul><ul><li>15. Contratando um malabarista </li></ul><ul><li>16. Feliz em estar aqui </li></ul><ul><li>17. O sistema autocurável </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  88. 88. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  89. 89. Parte IV : Cultivando equipes produtivas <ul><li>Lembrança de um momento feliz; </li></ul><ul><li>Desafio; </li></ul><ul><li>Desafio? Apenas no plano de fundo! </li></ul><ul><li>Lembranças: senso de união e interação entre os membros da equipe. </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. (Parte IV)
  90. 90. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  91. 91. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  92. 92. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  93. 93. O todo é melhor do que a soma das partes Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 18 (Parte IV)
  94. 94. O todo é melhor do que a soma das partes <ul><li>Equipe não é qualquer grupo de pessoas! </li></ul><ul><li>Equipe gelatina: 1 por todos e todos por 1! </li></ul><ul><li>Não quero receber mais! Quero continuar aqui!!! </li></ul><ul><li>Ter objetivos não é o suficiente! </li></ul><ul><li>Equipe gelatina x Parceria = Prazer x Ameaça! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 18 (Parte IV)
  95. 95. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  96. 96. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  97. 97. The Black Team Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 19 (Parte IV)
  98. 98. The Black Team <ul><li>Empresa em Nova Iorque que vendia computadores azuis; </li></ul><ul><li>Também fazia sistemas para esses computadores; </li></ul><ul><li>Bugs : Treinamento do pessoal; </li></ul><ul><li>E os bugs continuam... </li></ul><ul><li>Vamos corrigir os bugs !!! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 19 (Parte IV)
  99. 99. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  100. 100. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  101. 101. Timecídio Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 20 (Parte IV)
  102. 102. Timecídio <ul><li>Tentativa de listar 6 coisas que deve fazer para se ter uma equipe gelatina falha; </li></ul><ul><li>Vamos listar 6 coisas que NÃO se deve fazer: </li></ul><ul><ul><li>Gerenciamento defensivo (mostrar que confia nas pessoas e deixá-las errar um pouco); </li></ul></ul><ul><ul><li>Burocracia (muita documentação); </li></ul></ul><ul><ul><li>Separação física (menos barulho também); </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução da qualidade (o mercado pede); </li></ul></ul><ul><ul><li>Falsos deadlines (apertados, mas possíveis); </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle de parceria (dispersão quando a equipe acaba também). </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 20 (Parte IV)
  103. 103. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  104. 104. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  105. 105. Um jantar de espaguete Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 21 (Parte IV)
  106. 106. Um jantar de espaguete <ul><li>Estória; </li></ul><ul><li>Primeiro sucesso como equipe, mesmo antes de começar o primeiro dia de trabalho no projeto; </li></ul><ul><li>O melhor gerente gerencia sem que as pessoas percebam que estão sendo gerenciadas. Parece tão fácil que ninguém acredita que ele está gerenciando. </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 21 (Parte IV)
  107. 107. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  108. 108. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  109. 109. Jogo limpo Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 22 (Parte IV)
  110. 110. Jogo limpo <ul><li>Ninguém consegue fazer equipe gelatina; </li></ul><ul><li>Chefe deve mostrar que confia em seus subordinados; </li></ul><ul><li>Deixar os empregados em paz, de vez em quando longe: o trabalho terá de voltar feito; </li></ul><ul><li>Acredita no projeto? Faça, nem que seja escondido! </li></ul><ul><li>Exemplo do quiosque; </li></ul><ul><li>Confiança e jogo limpo: grande chances de virar gelatina! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 22 (Parte IV)
  111. 111. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  112. 112. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  113. 113. Química para formação da equipe Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 23 (Parte IV)
  114. 114. Química para formação da equipe <ul><li>Gerente parece não trabalhar: equipe unida é sorte? Não! </li></ul><ul><li>Elementos para construir estratégia de química na organização: </li></ul><ul><ul><li>Culto à qualidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Prover vários desfeches satisfatórios; </li></ul></ul><ul><ul><li>Construir um senso de elite – Xerox; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preservar e proteger equipes de sucesso; </li></ul></ul><ul><ul><li>Permitir e encorajar a heterogeneidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Prover direção estratégica e não tática (rede e não hierarquia: líderes momentâneos); </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 23 (Parte IV)
  115. 115. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>18. O todo é melhor do que a soma das partes </li></ul><ul><li>19. The Black Team </li></ul><ul><li>20. Timecídio </li></ul><ul><li>21. Um jantar de espaguete </li></ul><ul><li>22. Jogo limpo </li></ul><ul><li>23. Química para formação da equipe </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  116. 116. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  117. 117. Parte V : Deveria ser divertido trabalhar aqui <ul><li>Trabalho: </li></ul><ul><ul><li>Oneroso; </li></ul></ul><ul><ul><li>Divertido? Então não é trabalho! </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalho deve ser divertido! </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. (Parte V)
  118. 118. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  119. 119. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  120. 120. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  121. 121. Caos e ordem Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 24 (Parte V)
  122. 122. Caos e ordem <ul><li>O caos nos traz felicidade; </li></ul><ul><li>A tendência é a diminuição do caos: vamos introduzir desordem construtiva! </li></ul><ul><li>Como? </li></ul><ul><ul><li>Projeto piloto (testa nova técnica, Efeito Hawthorne , afinal todos estão mudando); </li></ul></ul><ul><ul><li>Brainstorm (quantidade e não qualidade, idéias bobas = ouro + fonte para outras idéias); </li></ul></ul><ul><ul><li>Conferência, viagem, refeição. </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 24 (Parte V)
  123. 123. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  124. 124. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  125. 125. Elétrons livres Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 25 (Parte V)
  126. 126. Elétrons livres <ul><li>Mercado contratado: pequenas empresas, pessoas individuais ou freelancers ; </li></ul><ul><li>Trabalham quando querem, têm mais tempo para se divertir... E ganham MAIS!!! </li></ul><ul><li>E se meu pessoal se sentir atraído por esse mundo e partir? </li></ul><ul><li>Elétrons livres (Steve McMenamin): </li></ul><ul><ul><li>Mais livres; </li></ul></ul><ul><ul><li>Praticamente definem próprio trabalho; </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Escolhem suas próprias órbitas”; </li></ul></ul><ul><li>Melhor gerente: reconhece o elétron e dá mais liberdade (não se pode dar direções a naturais elétrons livres). </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 25 (Parte V)
  127. 127. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  128. 128. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  129. 129. Holgar Dansk Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 26 (Parte V)
  130. 130. Holgar Dansk <ul><li>Mudança sozinho é exagero: reúna as pessoas que estão na mesma situação que você e apliquem a mudança juntos! </li></ul><ul><li>Holgar Dansk (34 pés): </li></ul><ul><ul><li>Crianças em Copenhagen (Dinamarca); </li></ul></ul><ul><ul><li>Pessoal com paciência esgotada! </li></ul></ul><ul><ul><li>Apenas uma voz: “Isso é inaceitável”; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ex.: telefones mudos no depto, ataque contra paging , etc. </li></ul></ul><ul><li>Trabalhar deve ser produtivo, satisfatório e divertido! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 26 (Parte V)
  131. 131. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>24. Caos e ordem </li></ul><ul><li>25. Elétrons livres </li></ul><ul><li>26. Holgar Dansk </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  132. 132. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  133. 133. Parte VI : Filho do peopleware <ul><li>As primeiras cinco partes: design dos projetos de desenvolvimento e os ambientes onde eles devem prosperar; </li></ul><ul><li>Parte VI: design de organizações inteiras que incluem trabalho de desenvolvimento. </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. (Parte VI)
  134. 134. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul>
  135. 135. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  136. 136. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  137. 137. Revisão do timecídio Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 27 (Parte VI)
  138. 138. Revisão do timecídio <ul><li>Além dos já citados, temos mais dois tipos: </li></ul><ul><ul><li>Acessórios de motivação: insulto aos trabalhadores (Ex.: “Equipe de Trabalho: Combustível que permite pessoas comuns atingirem resultados incomuns...”) ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Horas extras: um dia Ok, toda semana acaba com a equipe gelatina; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mesmo sabendo que muitas horas extras não dão muito crédito aos talentos e habilidades do gerente, alguns deles ainda encorajam... Por quê? -> “Fazemos muitas horas extras para terminar o trabalho a tempo para nos livrar da responsabilidade ou culpa quando o trabalho inevitavelmente não ficar pronto a tempo” (Jerry Weinberg) </li></ul></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 27 (Parte VI)
  139. 139. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  140. 140. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  141. 141. Competição Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 28 (Parte VI)
  142. 142. Competição <ul><li>Pais que estimulam competição interna: desgraça nas famílias! </li></ul><ul><li>Próximo ano só ficarão os melhores: tchau, gelatina! </li></ul><ul><li>Gerente não sabe de tudo: </li></ul><ul><ul><li>Auxilia a quem pode; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os outros se auxiliam entre si: como? </li></ul></ul><ul><li>Qualquer ação que premie membros diferentemente pode fomentar competição! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 28 (Parte VI)
  143. 143. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  144. 144. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  145. 145. Programas de melhora de processo Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 29 (Parte VI)
  146. 146. Programas de melhora de processo <ul><li>CMM ( Capability Maturity Model ): </li></ul><ul><ul><li>Utiliza a soma de “melhores práticas” para diagnóstico e avaliação de maturidade do desenvolvimento de softwares em uma organização; </li></ul></ul><ul><ul><li>Key Process Areas – KPAs : caracterizadas pelas habilidades definidas como progressivamente mais e mais essenciais; </li></ul></ul><ul><ul><li>De acordo com as habilidades KPA, 5 níveis; </li></ul></ul><ul><ul><li>Para se ter um nível é preciso possuir as habilidades KPA dos níveis anteriores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhora do processo é bom, os programas de melhora é que não são! </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumentar o nível aumenta o risco? </li></ul></ul><ul><ul><li>Por favor, não vá para o lado negro da força! </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 29 (Parte VI)
  147. 147. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  148. 148. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  149. 149. Tornando a mudança possível Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 30 (Parte VI)
  150. 150. Tornando a mudança possível <ul><li>As pessoas odeiam mudança; </li></ul><ul><li>Negar é uma resposta emocional e não lógica! </li></ul><ul><li>Por que não mudar? Incerteza quanto ao sucesso: esta é mais constrangedora do que o ganho em potencial! </li></ul><ul><li>Nós (desenvolvedores) trabalhamos com mudança! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 30 (Parte VI)
  151. 151. Tornando a mudança possível <ul><li>Jerry Johnson: padrão para resposta a mudança -> “Continuum da Resistência a Mudança”: </li></ul><ul><li>Cegamente Leais (Não fazem pergunta alguma) </li></ul><ul><li>Acreditadores mas Questionadores </li></ul><ul><ul><li>Céptico (“Mostre-me”) </li></ul></ul><ul><ul><li>Observadores passivos (“O que ele traz para mim?”) </li></ul></ul><ul><ul><li>Em oposição (Medo de mudança) </li></ul></ul><ul><ul><li>Em oposição (Medo da perda de poder) </li></ul></ul><ul><li>Militantemente opostos (Vai afundar e destruir) </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 30 (Parte VI)
  152. 152. Tornando a mudança possível <ul><li>Forma ingênua de pensar na mudança: </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 30 (Parte VI) <ul><li>Forma de pensar na mudança segundo Virginia Satir: </li></ul>Status quo é uma expressão latina que designa o estado atual das coisas, seja em que momento for.
  153. 153. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  154. 154. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  155. 155. Capital humano Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 31 (Parte VI)
  156. 156. Capital humano <ul><li>Gasto, investimento e capitalização; </li></ul><ul><li>Pagamento e treinamento de funcionário: gasto, segundo contabilidade - ERRO; </li></ul><ul><li>Investimento em funcionário novato: salário e despesas durante 3 meses! (Ex.: História de Louis e Ralph) </li></ul><ul><li>Em projetos mais complexos: U$ 150.000! </li></ul><ul><li>Pense melhor antes de efetuar o downsizing (fracasso da gerência)! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 31 (Parte VI)
  157. 157. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  158. 158. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  159. 159. Aprendizado organizacional Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 32 (Parte VI)
  160. 160. Aprendizado organizacional <ul><li>≠ acúmulo de experiência: qual a garantia de que o aprendizado irá para prática? </li></ul><ul><li>Alta rotatividade? Não dá para colocar nenhum conhecimento novo na empresa! </li></ul><ul><li>O aprendizado tem que se concentrar em algum lugar!!! Onde? </li></ul><ul><li>Downsizing geralmente é no meio... Ihhh... </li></ul><ul><li>Não basta ficar no meio, os gerentes no mesmo nível tem que formar uma equipe! </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 32 (Parte VI)
  161. 161. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  162. 162. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  163. 163. O pecado final do gerenciamento é... Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 33 (Parte VI)
  164. 164. O pecado final do gerenciamento é... <ul><li>Gastar o tempo do pessoal! </li></ul><ul><li>Formas de gastar o tempo: </li></ul><ul><ul><li>Fazer reuniões que são cerimônias e apenas servem para reafirmação de status; (visível) </li></ul></ul><ul><ul><li>Reuniões regulares: grandes chances de serem cerimônias; (visível) </li></ul></ul><ul><ul><li>Alocação de mais pessoas que necessário num projeto; (visível) </li></ul></ul><ul><ul><li>Fragmentação do tempo: mudança de engrenagens o tempo todo! (invisível) </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 33 (Parte VI)
  165. 165. O pecado final do gerenciamento é... <ul><ul><li>Alocação ideal de pessoas para um projeto de acordo com o tempo: </li></ul></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 33 (Parte VI) <ul><ul><li>O capital humano investido na força de trabalho representa uma tonelada de dinheiro. Gastar o tempo desse grande investimento é jogar dinheiro fora. </li></ul></ul>
  166. 166. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  167. 167. Sumário <ul><li>I Gerenciando o recurso humano </li></ul><ul><li>II O ambiente de trabalho </li></ul><ul><li>III As pessoas certas </li></ul><ul><li>IV Cultivando equipes produtivas </li></ul><ul><li>V Deveria ser divertido trabalhar aqui </li></ul><ul><li>VI Filho do peopleware </li></ul><ul><li>27. Revisão do timecídio </li></ul><ul><li>28. Competição </li></ul><ul><li>29. Programas de melhora de processo </li></ul><ul><li>30. Tornando a mudança possível </li></ul><ul><li>31. Capital humano </li></ul><ul><li>32. Aprendizado organizacional </li></ul><ul><li>33. O pecado final do gerenciamento é... </li></ul><ul><li>34. Fazendo comunidade </li></ul>
  168. 168. Fazendo comunidade Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 34 (Parte VI)
  169. 169. Fazendo comunidade <ul><li>Não há mais comunidades mas nós sentimos a necessidade: façamos no trabalho! </li></ul><ul><li>Grandes gerentes fazem comunidade! </li></ul><ul><li>Grande senso de comunidade: ninguém quer partir, e quando tem que ir, tenta ser o menos inconveniente possível; </li></ul><ul><li>Grande gerente envelhece e lembra do passado: seu sucesso é mais valioso do que dinheiro; </li></ul><ul><li>Não há fórmulas, mas há exemplos (crianças). </li></ul>Peopleware – Projetos e equipes produtivas. Cap. 34 (Parte VI)
  170. 170. Obrigada pela atenção!
  171. 171. Bibliografia Preciso dizer?

×