Dim. digital senac
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Dim. digital senac

on

  • 430 views

 

Statistics

Views

Total Views
430
Views on SlideShare
430
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Dim. digital senac Dim. digital senac Presentation Transcript

  • DIMENSÃO DIGITAL Denise Inoue Ligia Tavares Marcelo Zlaider Marco Antonio Marco Aurélio Maurício Iocca Thaís Bulgareli Professora Alessandra Di Dio
  • DIMENSÃO DIGITAL
    • O uso do computador, somado a internet, permitiu uma menor despesa em inúmeros processos e maior agilidade;
    • Por ser uma ferramenta tão útil se popularizou e modificou o modo de vida da sociedade;
    • Surgiram várias técnicas e formas de comerciar pela internet.
  • E-COMMERCE
    • E-commerce é uma nova forma de fazer negócios, um novo modo de utilizar a tecnologia e construir empresas.
    • Esta alterando desde o momento da compra até a abordagem do cliente.
    • E-mails e web sites são apenas algumas ferramentas do e-commerce .
    View slide
  • E-COMMERCE
    • O e-commerce desenvolveu uma “segunda fase” de implantação de ERPs (sistemas de gestão integrada). Buscando novos diferenciais como:
    • Supply chain : integração da cadeia produtiva, abrangendo fornecedores
    • CRM : criação de processos mais específicos para gestão das informações sobre clientes; (sua etapas são: pesquisa, planejamento, estímulo, captação, análise, monitoração).
    View slide
  • E-COMMERCE
    • O comércio eletrônico pode ser feito de 5 formas:
    • Business to Business (B2B): é realizado de empresa para empresa. Um exemplo seria o disparo de um pedido de compra diretamente no fornecedor, feito pela empresa cliente.
  • E-COMMERCE
    • Business-to-customer (B2C): venda da empresa produtora, vendedora ou prestadora de serviços ao consumidor final. Compras de livros e CDs são exemplos tradicionais.
  • E-COMMERCE
    • Consumer to Consumer (C2C): Este comércio não envolve produtores e sim consumidor final com consumidor final, sem intermediários. Ex: Sites de leilão eletrônicos.
  • E-COMMERCE
    • Government to Business (G2B): é a relação de negócios pela internet entre governo e empresas. Por exemplo: as compras do Estado através da internet por meio de pregões e licitações, tomada de preços, etc.
  • E-COMMERCE
    • Government to Costumer (G2C): Relação entre o governo e o consumidor. Ex: pagamento via Internet de impostos.
  • E-BUSINESS
    • A era e-business está tornando a troca de informações mais rica em detalhes, mais barata e mais rápida, em constante transformação.
    • Na “economia digital”, qualquer empresa que não se atualizar tecnologicamente não sobreviverá muito tempo.
  • E-SERVICE
    • E-service é dividido em 3 níveis:
    • Serviço de base : são os serviços mínimos necessários, como o bom funcionamento do site e atendimento de pedidos.
    • Serviço centrado no consumidor : o serviço que faz a diferença. Incluem o rastreamento de pedido e customização.
    • Serviço com valor agregado : estes são serviços extras, tais como corretagem dinâmica, reservas on-line e educação on-line.
  • E-MARKETPLACE O e-marketplace são os espaços na web destinados a promover empresas. Um site do estabelecimento ou um anúncio em outro site.
  • CRM
    • O Custumer Relationship Menagement avalia o que o consumidor achou da transação virtual e o que pode ser aprimorado. É uma pesquisa de opinião adaptada a internet.
    • Além de aperfeiçoar serviços, serve para que as empresas possa ter um histórico de compras, contabilizar e analisar os resultados das vendas.
  • MÉTODOS Os métodos de condução de CRM são: os SACs, gestão dos consumidores, gestão de HELPDESK, sistemas centrados nos consumidores, automação da equipe de vendas.
  • NA GASTRONOMIA
    • Estabelecimentos gastronômicos podem usar o e-commerce de várias formas:
    • Para vender produtos prontos diretamente ao consumidor (ex: Habibi´s e o Mc Donald´s);
    • Para comprar produtos de seus fornecedores via internet;
    • Através de sites e e-mails possuir um E-Marketplace e a partir destes realizar o Custumer Relationship Menagement .