Genética
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Genética

on

  • 1,259 views

Experimentos mendelianos ...

Experimentos mendelianos
Fundamentos genética
Caracterização e compactação do DNA
Replicação do DNA
Ciclo celular ( INTERFASE E DIVISÃO CELULAR)
Mitose x meiose.

Statistics

Views

Total Views
1,259
Views on SlideShare
1,258
Embed Views
1

Actions

Likes
5
Downloads
41
Comments
0

1 Embed 1

https://www.coursesites.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Genética Genética Presentation Transcript

  • genética ISADORA OLIVEIRA 5 SEMESTRE - BIOLOGIA- UNIJORGE
  • sumário  Experimentos mendelianos  Fundamentos genética  Caracterização e compactação do DNA  Replicação do DNA  Ciclo celular ( INTERFASE E DIVISÃO CELULAR)  Mitose x meiose.
  • Mendel, o iniciador da genética  Os experimentos de Mendel A partir da autopolinização, Mendel produziu e separou diversas linhagens puras de ervilhas para as características que ele pretendia estudar. Por exemplo, para cor de flor, plantas de flores de cor de púrpura sempre produziam como descendentes plantas de flores púrpuras, o mesmo ocorrendo com o cruzamento de plantas cujas flores eram brancas. Mendel estudou sete características nas plantas de ervilhas: cor da flor, posição da flor no caule, cor da semente, aspecto externo da semente, forma da vagem, cor da vagem e altura da planta.
  • ervilheira (Pisum sativum). A ervilheira é uma planta que apresenta características adequadas ao estudo da hereditariedade, uma vez que possui características diferenciadas e contrastantes, fácil cultivo e rápido crescimento, obtenção de várias gerações e elevado número de descendentes num curto período de tempo e flor com estrutura adequada à auto – polinização e ao controlo da fecundação. Mendel começou a sua investigação com a análise da transmissão de um carácter isoladamente (monibridismo). Monibridismo é o cruzamento entre indivíduos em que se considera a transmissão de um só carácter. Para cada uma das características selecionadas e durante dois anos, Mendel tentou isolar linhas puras, ou seja, indivíduos que, cruzados entre si, originam sempre descendência toda igual entre si e igual aos progenitores, para o carácter considerado.
  • Figura 2: Representação de um dos cruzamentos realizados por Mendel com ervilhas, em que foram cruzadas linhagens puras de sementes amarelas com linhagens de sementes verdes (geração P). Na geração F2 são produzidas ervilhas amarelas e verdes aproximadamente em uma proporção 3:1.
  • O que é genoma humano?  A Genética estuda a transferência das características físicas e biológicas de geração para geração. O que é genética?  é o código genético do ser humano  Este código genético está presente em cada uma das nossas células.  O genoma humano apresenta-se por 23 pares de cromossomos que contem interiormente os genes.  Todas as informações são codificadas pelo DNA, o ácido desoxirribonucléico.  Este ácido, que tem um formato de dupla hélice, é formado por quatro bases que se juntam aos pares: adenina com timina e citosina com guanima.
  • Noções de genética. são aquelas cujos cromossomos se organizam em pares de cromossomos homólogos, e assim, para cada característica existem pelo menos dois genes, estando cada um deles localizado em um cromossomo homólogo. Diz-se que estas células possuem 2n cromossomos, onde n é o número de cromossomos característico da espécie em causa, ou "número haploid. São células SOMATICAS são as células que têm apenas um conjunto do número de cromossomos característico da sua espécie, geralmente referido pela letra minúscula n . São células reprodutoras (GAMETAS) cromossomas homólogos são cromossomos iguais entre si (do grego homólogos = igual, semelhante) que juntos formam um par
  • Definições:  Genes: segmentos de moléculas de DNA, existentes na estrutura dos cromossomos, os quais revelam características determinadas pela ordem ou disposição dos nucleotídeos.  loco gênico: também chamado locus (no singular) e loci (no plural). é o lugar certo e inalterável, no cromossomo, aonde situa o gene para determinado caráter. Qualquer deslocamento dos genes, alterando seu loci provoca anamolias hereditárias (mutação)
  • Definições:  genes alelos: São genes que, nas células somáticas, formam um par e possuem genes para os mesmo caracteres.  genes alelos (2): São genes de células somáticas, que formam pares e possuem genes para os mesmos caracteres; situam-se em locais correspondentes mas não necessariamente traduzam a mesma forma de expressão do caráter. exemplo: quando o gene para a cor de olhos azuis é ALELO do gene de olhos castanhos. Ambos respondem pelo mesmo caráter.
  • Os genes alelos não são necessariamente idênticos.  Quando nas células de um indivíduo os genes alelos para um determinado caráter não são idênticos, o indivíduo é denominado HETEROZIGOTO para o caráter denominado pelo par de genes.  Quando os genes alelos são idênticos, o indivíduo é denominado homozigoto para aquele caráter.
  • Definições:  cromossomos: estrutura celular, formada de DNA e proteína que contém as unidades de hereditariedade, os genes, arranjados linearmente.  cromossomos homólogos: São cromossomos iguais entre si (do grego homologos = igual, semelhante) que juntos formam um par. Esses pares só existem nas células somáticas das espécies diploides. São cromossomos de origem paterna e materna que apresentam genes para as mesmas características. Num par, os dois homólogos possuem genes para os mesmos caracteres. Esses genes têm localização idêntica nos dois cromossomos (genes alelos). Na célula-ovo ou zigoto, um cromossomo vem do espermatozóide e o outro vem do óvulo.
  • Crossing over  A troca de genes entre cromossomos homólogos é conhecida como crossing over. Esta troca de material genético ocorre durante a fase prófase, uma das diferentes fases do processo de meiose ou divisão celular. Ela envolve a troca de alelos do gene de um cromossomo, com o alelo alternativo em um cromossomo homólogo correspondente. Isso resulta em um cromossomo crossover, ou um cromossoma recombinante que contém uma combinação de alelos presentes nos cromossomos original ou pai.
  • Importância biologia da compactação do DNA
  •  processo que precede a divisão celular e através do qual são geradas cópias idênticas das moléculas de DNA presentes na célula mãe, a seguir herdadas pelas duas células - filhas
  •  Há dois tipos de divisão celular: mitose e meiose.  Na mitose, a divisão de uma “célula-mãe” duas “células-filhas” geneticamente idênticas e com o mesmo número cromossômico que existia na célula-mãe. Uma célula n produz duas células n, uma célula 2n produz duas células 2n etc. Trata-se de uma divisão equacional.  Já na meiose, a divisão de uma “célula-mãe” 2n gera “células-filhas” n, geneticamente diferentes. Neste caso, como uma célula 2n produz quatro células n, a divisão é chamada reducional.
  • A interfase – A fase que precede a mitose  A principal atividade da célula, antes de se dividir, refere-se a duplicação de seus arquivos de comando, ou seja, à reprodução de uma cópia fiel dos dirigentes que se encontram no núcleo.  A interfase é o período que precede qualquer divisão celular, sendo de intensa atividade metabólica A interfase e a Duplicação do DNA é nela que se dá a duplicação do DNA, crescimento e síntese. Costuma-se dividir a interfase em três períodos distintos:G1, S e G2. O intervalo de tempo em que ocorre a duplicação do DNA foi denominado de S (síntese) e o período que antecede é conhecido como G1 (G1 provém do inglês gap, que significa “intervalo”). O período que sucede o S é conhecido como G2.
  • Meiose O que é meiose? A meiose é um processo de divisão celular em que uma célula diplóide (2n) forma quatro células haplóides n. A meiose consiste em duas divisões celulares, acompanhadas por uma só duplicação cromossômica. Nosso organismo está sempre realizando divisões celulares. Há dois tipos de divisão celular, a mitose e a meiose, e nós realizamos tanto uma quanto outra, mas em situações diferentes. Para o estudante, é importante saber distinguir cada uma delas
  • Mitose A mitose é um tipo de divisão celular que ocorre desde o surgimento da primeira célula do bebê (célula-ovo ou zigoto) até a nossa morte. Quando ainda estamos sendo gerados, no útero materno, é necessário que ocorra a duplicação das células a fim de formar o novo ser. A partir daí nunca mais paramos de realizar mitoses. Esse processo é de suma importância para continuarmos a nos desenvolver, a crescer, a repor as células perdidas, como, por exemplo, ao sofrermos uma lesão na pele, ou perdermos células sanguíneas (hemácias) a cada 120 dias, etc A divisão da divisão A mitose se inicia com uma célula diplóide (2n), ou seja, com o número total de cromossomos da espécie que no nosso caso são 46. Em seguida há um período denominado intérfase, em que ocorre a duplicação do material genético, para depois começar a divisão propriamente dita.