Texto    Luiz Otavio Medeiros
Recordar é viverVeja relações em tudoDramatizar o benefício do produtoMétodo DarwinianoE se colocar pimenta?Apaixone-se
Se conselho fosse bom não secolocava em slides
PropagandaConhecimento específico sobre o produto+Conhecimento geral sobre a vida e os fatos
Analise propagandas “ao contrário”
Estude o produto“Saia às ruas de Paris e pegue um táxi. O motorista vailhe parecer igual a qualquer outro taxista. Nãoimpo...
Texto
“Se não usamos nem mais títulos, pra quetexto?”                    Algum D.A. da vida
Mas ele está “meio certo”: Ninguém estánem aí para o que você escreveuSe o título é pouco lido, o texto é menosainda.
Os textos não morreramProdutos novosNovas ideias ou conceitosReposicionamentoCampanhas institucionaisTudo que precisar de ...
Há necessidade de texto na sua peça?
Mude seu conceito de texto
Lembram-se da tia Francisca?
Tipos de textoDissertativoDescritivoNarrativo
DissertativoArgumentaçãoDê provas
DescritivoCaracterísticasO leitor faz uma imagem mental do objetoExplore sensaçõesCuidado com o ruído/comunicação ineficaz
NarrativoHistóriaTempo e espaçoEstado inicial de equilíbrio – complicação – estado finalde equilíbrioÉ diferente de relato
O texto publicitárioNão existe puro, temos os três misturadosColoquialLicença publicitáriaPara – pra x você – vc
Nada de texto em outdoors e outras mídiasexternasTalvez um texto mais curto para jornal, doque para revistaTalvez textos m...
Título e Texto
Copy x Texto de Apoio
All type
All type
Forma
“Poucos escrevem como o arquitetoconstrói: primeiro esboçando o projeto econsiderando-o detalhadamente.”                  ...
Primeira parteAmplia o título ou explica o que ele haviadeixado por dizer
Segunda parteFala das características do produto
Terceira parteFecha o texto, voltando para a ideiaprincipalLe gran finale
Como criar?
Cada um tem sua maneira de criar
Texto que só descreve o produto já vem naembalagemFaça mais que isso
Regra n°1: Escreva bemInteligentePersuasivoApaixonadoHonesto
Pense o argumento primeiro“Assim, a primeira regra do bom estilo,uma regra que praticamente se bastasozinha, é que se tenh...
Quando tiver dito o que precisavadizer, pareA arte do reducionismoQuando acabar, corte um terço do seutexto
Seja visual no textoEle deve suscitar imagens no leitor
Textos também têm viradas
Não procure ser engraçado,procure ser interessante
Tente não parecer umapropaganda
Aumente a aceitabilidade do seutextoDiga a verdadeTransforme suas fraquezas em força
Faça com que o clamor da suapropaganda seja incontestável
“It’s not just what you say that stirspeople. It’s the way you say it.”                              Bill Bernbach
Escreva como você falaRitmo fácilSoe naturalSentenças curtasPegue leve nos adjetivosSeja claro
Escreva como a marca falariaEncontre a “voz” da marca
Finja estar escrevendo uma carta“The best copy feels like a conversation, not aspeech. One person talking to another. Not ...
Leia em voz alta
A ordem dos fatores altera oprodutoChegou a Coca-Cola sabor canela.Chegou o sabor canela da Coca-Cola.
Ritmo textual
Coesão e Coerência
Depois de colocar as sentenças,“cole-as”Use conectivos
Mas não só conectivosO mais importante de um texto é oencadeamento de ideias
Aprendendo ritmo textual comJorge & Mateus“Esquema do show”PS: Ainda não comprovado pela ciência
Dramatização do texto
Transmita sensações com seu texto
Qual humor você quer que seuleitor sinta?
Não diga “sou legal”, seja “legal”“É muito mais impressionante quando os outrosdescobrem suas qualidades sem sua ajuda.”  ...
Cinco regras para um discursoefetivo por Winston Churchill1 Comece forte2 Tenha um tema3 Use linguagem simples4 Deixe uma ...
“The truth isn’t the truth until people believe you, andthey can’t believe you if they don’t know what you aresaying, and ...
Seja
Seja conciso“Por conseguinte, deve-se evitar toda prolixidadee todo entrelaçamento de observações que nãovalem o esforço d...
Seja simpático
Seja informativo
Seja persuasivo
“Oi, quero falar algo importante ou interessanteou útil ou engraçado. É sobre você. Não vaidemorar muito e tem um prêmio s...
Detalhes, apenas detalhes
ContextualizaçãoSeja atraenteEvitar cacofoniaVou-me já /dis-putaUnidadeLinguagem e referências adequadas ao públicoLeia a ...
Mas não desista da vida
Quer escrever bem?Leia“O saber é o princípio e a fonte para seescrever bem.”                                    Horácio
O mito da folha em branco
“Se você quiser ser um redator bem pago, agradeseu cliente. Se você quiser ser um redatorpremiado, agrade a si mesmo. Se v...
Coisas que li, coisas que quero lerTécnica para produção de ideias (James Webb Young)Redação publicitária (Tânia Hoff)Hey ...
Criação na propaganda impressa (João VicenteBertomeu)Introdução à retórica (Olivier Reboul)O slogan (Olivier Reboul)A arte...
Internethttp://www.putasacada.com.br/http://sotitulos.wordpress.com/http://comunicadores.info/http://www.brainstorm9.com.b...
http://adsoftheworld.com/http://www.ibelieveinadv.com/http://ihaveanidea.org/home.phphttp://updateordie.com/blog/http://tw...
Não me bastam 100 títulos e10 slogansManda mais!
Ok, Job!
Duas peçasPágina dupla ou simplesIncentivar as pessoas de 30-40 anos agorasedentárias a voltar a praticar esportes.1 Copy1...
Dúvidas?
Fim.Muito obrigado!
Texto            Luiz Otavio Medeiros luizotavio@doisnovemeia.com.br                  @luizotaviosm                  (61) ...
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Texto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Texto

798

Published on

Luiz Otavio Medeiros (2-2011)

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
798
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Texto

  1. 1. Texto Luiz Otavio Medeiros
  2. 2. Recordar é viverVeja relações em tudoDramatizar o benefício do produtoMétodo DarwinianoE se colocar pimenta?Apaixone-se
  3. 3. Se conselho fosse bom não secolocava em slides
  4. 4. PropagandaConhecimento específico sobre o produto+Conhecimento geral sobre a vida e os fatos
  5. 5. Analise propagandas “ao contrário”
  6. 6. Estude o produto“Saia às ruas de Paris e pegue um táxi. O motorista vailhe parecer igual a qualquer outro taxista. Nãoimporta, estude-o até que você possa descrevê-lo deforma que na sua descrição ele seja uma figuraindividual, diferente de qualquer outro motorista detáxi do mundo.” De Maupassant
  7. 7. Texto
  8. 8. “Se não usamos nem mais títulos, pra quetexto?” Algum D.A. da vida
  9. 9. Mas ele está “meio certo”: Ninguém estánem aí para o que você escreveuSe o título é pouco lido, o texto é menosainda.
  10. 10. Os textos não morreramProdutos novosNovas ideias ou conceitosReposicionamentoCampanhas institucionaisTudo que precisar de informação paracomplementar o título
  11. 11. Há necessidade de texto na sua peça?
  12. 12. Mude seu conceito de texto
  13. 13. Lembram-se da tia Francisca?
  14. 14. Tipos de textoDissertativoDescritivoNarrativo
  15. 15. DissertativoArgumentaçãoDê provas
  16. 16. DescritivoCaracterísticasO leitor faz uma imagem mental do objetoExplore sensaçõesCuidado com o ruído/comunicação ineficaz
  17. 17. NarrativoHistóriaTempo e espaçoEstado inicial de equilíbrio – complicação – estado finalde equilíbrioÉ diferente de relato
  18. 18. O texto publicitárioNão existe puro, temos os três misturadosColoquialLicença publicitáriaPara – pra x você – vc
  19. 19. Nada de texto em outdoors e outras mídiasexternasTalvez um texto mais curto para jornal, doque para revistaTalvez textos maiores em folhetos e malasdireta
  20. 20. Título e Texto
  21. 21. Copy x Texto de Apoio
  22. 22. All type
  23. 23. All type
  24. 24. Forma
  25. 25. “Poucos escrevem como o arquitetoconstrói: primeiro esboçando o projeto econsiderando-o detalhadamente.” Schopenhauer
  26. 26. Primeira parteAmplia o título ou explica o que ele haviadeixado por dizer
  27. 27. Segunda parteFala das características do produto
  28. 28. Terceira parteFecha o texto, voltando para a ideiaprincipalLe gran finale
  29. 29. Como criar?
  30. 30. Cada um tem sua maneira de criar
  31. 31. Texto que só descreve o produto já vem naembalagemFaça mais que isso
  32. 32. Regra n°1: Escreva bemInteligentePersuasivoApaixonadoHonesto
  33. 33. Pense o argumento primeiro“Assim, a primeira regra do bom estilo,uma regra que praticamente se bastasozinha, é que se tenha algo a dizer.” Schopenhauer
  34. 34. Quando tiver dito o que precisavadizer, pareA arte do reducionismoQuando acabar, corte um terço do seutexto
  35. 35. Seja visual no textoEle deve suscitar imagens no leitor
  36. 36. Textos também têm viradas
  37. 37. Não procure ser engraçado,procure ser interessante
  38. 38. Tente não parecer umapropaganda
  39. 39. Aumente a aceitabilidade do seutextoDiga a verdadeTransforme suas fraquezas em força
  40. 40. Faça com que o clamor da suapropaganda seja incontestável
  41. 41. “It’s not just what you say that stirspeople. It’s the way you say it.” Bill Bernbach
  42. 42. Escreva como você falaRitmo fácilSoe naturalSentenças curtasPegue leve nos adjetivosSeja claro
  43. 43. Escreva como a marca falariaEncontre a “voz” da marca
  44. 44. Finja estar escrevendo uma carta“The best copy feels like a conversation, not aspeech. One person talking to another. Not acorporate press release typed in the PRdepartament.” Luke Sullivan
  45. 45. Leia em voz alta
  46. 46. A ordem dos fatores altera oprodutoChegou a Coca-Cola sabor canela.Chegou o sabor canela da Coca-Cola.
  47. 47. Ritmo textual
  48. 48. Coesão e Coerência
  49. 49. Depois de colocar as sentenças,“cole-as”Use conectivos
  50. 50. Mas não só conectivosO mais importante de um texto é oencadeamento de ideias
  51. 51. Aprendendo ritmo textual comJorge & Mateus“Esquema do show”PS: Ainda não comprovado pela ciência
  52. 52. Dramatização do texto
  53. 53. Transmita sensações com seu texto
  54. 54. Qual humor você quer que seuleitor sinta?
  55. 55. Não diga “sou legal”, seja “legal”“É muito mais impressionante quando os outrosdescobrem suas qualidades sem sua ajuda.” Miss Mannershttp://www.youtube.com/watch?v=kLoFbNmFEzc
  56. 56. Cinco regras para um discursoefetivo por Winston Churchill1 Comece forte2 Tenha um tema3 Use linguagem simples4 Deixe uma imagem na mente do ouvinte5 Termine dramaticamente
  57. 57. “The truth isn’t the truth until people believe you, andthey can’t believe you if they don’t know what you aresaying, and they can’t know what you are saying if theydon’t listen to you, and they won’t listen to you if youare not interesting, and you won’t be interesting unlessyou say things imaginatively, originally, freshly.” Berbach’s paradigm
  58. 58. Seja
  59. 59. Seja conciso“Por conseguinte, deve-se evitar toda prolixidadee todo entrelaçamento de observações que nãovalem o esforço da leitura. É preciso sereconômico com o tempo, a dedicação e apaciência do leitor.” Schopenhauer
  60. 60. Seja simpático
  61. 61. Seja informativo
  62. 62. Seja persuasivo
  63. 63. “Oi, quero falar algo importante ou interessanteou útil ou engraçado. É sobre você. Não vaidemorar muito e tem um prêmio se você ficar atéo final.” Paul Keye
  64. 64. Detalhes, apenas detalhes
  65. 65. ContextualizaçãoSeja atraenteEvitar cacofoniaVou-me já /dis-putaUnidadeLinguagem e referências adequadas ao públicoLeia a revista/o jornal onde sua peça será veiculada
  66. 66. Mas não desista da vida
  67. 67. Quer escrever bem?Leia“O saber é o princípio e a fonte para seescrever bem.” Horácio
  68. 68. O mito da folha em branco
  69. 69. “Se você quiser ser um redator bem pago, agradeseu cliente. Se você quiser ser um redatorpremiado, agrade a si mesmo. Se você quiser serum grande redator, agrade seu leitor.” Steve Hayden
  70. 70. Coisas que li, coisas que quero lerTécnica para produção de ideias (James Webb Young)Redação publicitária (Tânia Hoff)Hey whipple, squeeze this (Luke Sullivan)Redação publicitária: a prática na prática (Zeca Martins)Redação publicitária: sedução pela palavra (CelsoFigueiredo)Raciocínio criativo na publicidade (Stalimir Vieira)
  71. 71. Criação na propaganda impressa (João VicenteBertomeu)Introdução à retórica (Olivier Reboul)O slogan (Olivier Reboul)A arte de escrever (Arthur Schopenhauer)A arte da ficção (David Lodge)Manual do estagiário (Eugênio Mohallem)Razões para bater num sujeito de óculos (EugênioMohallem)
  72. 72. Internethttp://www.putasacada.com.br/http://sotitulos.wordpress.com/http://comunicadores.info/http://www.brainstorm9.com.br/http://ccsp.com.br/
  73. 73. http://adsoftheworld.com/http://www.ibelieveinadv.com/http://ihaveanidea.org/home.phphttp://updateordie.com/blog/http://twitter.com/alltypeadshttp://twitter.com/baitatitulo
  74. 74. Não me bastam 100 títulos e10 slogansManda mais!
  75. 75. Ok, Job!
  76. 76. Duas peçasPágina dupla ou simplesIncentivar as pessoas de 30-40 anos agorasedentárias a voltar a praticar esportes.1 Copy1 Texto de Apoio
  77. 77. Dúvidas?
  78. 78. Fim.Muito obrigado!
  79. 79. Texto Luiz Otavio Medeiros luizotavio@doisnovemeia.com.br @luizotaviosm (61) 8430 8530
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×