Hoje
                                                                                                                     ...
opinião         2
           apontamento                                                                                  ...
coimbra 3

Familiares criticam decisão
                                                                                   ...
coimbra          4
Exposição itinerante vai percorrer o país                                                              ...
saúde        5
Hospital da Figueira da Foz
                                                                               ...
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
O Despertar – 8282 – 5.03.2004
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

O Despertar – 8282 – 5.03.2004

1,550

Published on

Versão integral da edição n.º 8282 do bi-semanário “O Despertar”, que se publica em Coimbra. Ao tempo dirigido por Artur Almeida e Sousa. Última edição antes da passagem a semanário, que virá a acontecer a 12.03.2004 . Jornal fundado em 1917. 05.03.2004.

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt ,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,550
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Despertar – 8282 – 5.03.2004

  1. 1. Hoje 18 anos da RUC A Rádio Universidade de Coimbra (RUC) comemora hoje o seu 18.º aniversário. Para assinalar esta data, Rua Pedro Roxa, 27 a 31 vai presentear os estudantes com um Director: Artur Almeida e Sousa 3000-330 COIMBRA concerto dos “Wraygunn”, que FUNDADO EM 1917 Tel. 239 85 27 10/11/12 decorre hoje, pelas 21.30 horas, no Fax 239 85 27 19 Teatro Académico Gil Vicente. BI-SEMANÁRIO REPUBLICANO INDEPENDENTE Email: despertar@netc.pt PORTE PAGO Visita à ERSUC Sexta feira • 5 de Março de 2004 • Ano 86 • N.º 8282 – 0,50 A deputada Heloísa Apolónia, acompanhada de outros dirigentes nacionais de “Os Verdes”, vai reunir hoje com a administração da ERSUC. Com este encontro, “Os Verdes” pretendem conhecer as posições da ERSUC sobre a situação em que se encontra actualmente a gestão e tratamento dos resíduos sólidos urbanos neste sistema, bem como as perspectivas para o futuro, precisamente numa altura em que o Governo se prepara para anuir na construção de uma nova incineradora na região centro do país. “Fúria de Aforismos” Na Casa Municipal da Cultura de Coimbra (Sala Polivalente) vai ser apresentado hoje, pelas 18.30 horas, a obra “Fúria de Aforismos”, de Sofia Frank. A apresentação deste livro, editado pela MinervaCoimbra, estará a cargo da Prof. Doutora Maria do Amparo Carvas Monteiro. Bar da JACC Vai ser inaugurado hoje, no primeiro andar da Discoteca Scotch, em Santa Clara, o Bar da JACC – Jazz ao Centro Clube. Na inauguração do espaço vai estar o Quarteto de Jorge Reis. Festival em Montemor Movimento da Lousã Abre hoje, às 18.30 horas, o II Festival do Arroz e da Lampreia. A cerimónia de abertura decorre no edifício dos paços do concelho e vai exige obras no Ramal ser presidida pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Bianchi de Aguiar. “Amor explorado” Páginas 8 e última Na Sala de Conferências da Casa Municipal da Cultura de Coimbra vai ser apresentado hoje, pelas 14.30 horas, o livro “Amor Exporado”, com 35 poesias de Zé-Manel Polido e com prefácio de António Gordo. Este lançamento integra-se no programa Universidade de Coimbra apoia da VI Semana Cultural da Universidade de Coimbra e a “O Despertar não se apresentação da obra estará a cargo publica quarta feira Nobel para Celso Furtado do professor Abílio Hernandez Cardoso. Por razões de profunda rees- Amanhã truturação, “O Despertar” não Ano Carlos Seixas se publica na próxima quarta A Associação Desportiva e Recreativa do Casal da Misarela, Torres do feira, dia 10. Reaparecerá na Mondego, recebe amanhã, pelas 21.30 horas, o Grupo de Instrumentos sexta feira seguinte, dia 12. de Sopro de Coimbra, um concerto E no Editorial que então publi- que se integra na programação do Ano Carlos Seixas. caremos encontrar-se-ão os motivos das alterações intro- Conferência na Lousã No auditório da Biblioteca Municipal duzidas. Há novidades. A pri- da Lousã realiza-se amanhã, pelas 17 horas, uma conferência sobre “O meira das quais é a passagem infante D. Pedro, Duque de Coimbra e Senhor da Lousã, na História de do nosso jornal a semanário – Portugal”. Esta conferência vai ser às sextas feiras. proferida por José Alfredo Pinheiro Marques. Página 3 Debate em Febres No Salão da Junta de Freguesia de Febres, Cantanhede, vai realizar-se Automóveis do Mondego Competição amanhã, pelas 16.30 horas, um debate sobre o “Trabalho Poético de Carlos de Oliveira”. Manuel Gusmão, Gastão no Campeonato Nacional de Ralis Página 9 Cruz, Rosa Maria Martelo e Osvaldo Silvestre participam neste encontro.
  2. 2. opinião 2 apontamento SEGUNDO CARTÓRIO NOTARIAL DE SANTA MARIA DA FEIRA Um Homem da Cidade RECTIFICAÇÃO Manuel Bontempo no amigo dilecto de Miguel Torga um Certifico narrativamente que, por a confinar do norte com António Maria da defensor com a bela intenção pro- escritura de dois de Março de dois mil e Costa, do sul com rua da Azinhaga, do cessual e incessante das aulas no quatro, do livro de notas para escrituras nascente com António Maria da Costa e Ávido de movimento e quase um Inatel, e o teatro chegou ao fulgor diversas número trezentos e setenta e do poente com Cândido Costa e outros. historiador das coisas desta nossa urbe quatro - H, a folhas 148 a cargo do Notário 2:- urbano, composto de rés-do- indispensável pela sua mão, em que Lic.º António Amaral Marques, se chão com quatro divisões, sito no lugar nunca se fechou em casulos ou no criava ele próprio ideias originais encontra exarada uma escritura de de Passal, da freguesia de Trouxemil , do insólito ou no facilitismo duma como fosse um encenador. rectificação de justificação na qual: concelho, de Coimbra, com a área coberta “douceur de vivre”, activo, procurou As forças vivas de Coimbra, mor- ANTÓNIO MARIA DA COSTA, e de cento e noventa e três vírgula cin- os efeitos imediatos, na arte geral, e mente a Câmara Municipal, teve mulher, MARIA DE LURDES RODRIGUES, quenta metros quadrados e descoberta onde o teatro teve papel pre- sempre em tal figura da cidade um casados sob o regime da comunhão ge- de mil duzentos e treze vírgula cinquenta ponderante bem como os agru- grande obreiro, trabalhador, actual nas ral, naturais da freguesia de Trouxemil, metros quadrados, na época omisso na pamentos musicais, as bandas, os formas didácticas, desmistificando a do concelho de Coimbra, onde são resi- respectiva Conservatória, e actualmente ranchos folclóricos. retórica dos bem-pensantes, mas im- dentes no lugar de Trouxemil, titulares dos descrito sob o número duzentos e um, e A bem dizer o criador da Feira B.I. n.os 4278241, de 4-1-1980, e 4378534, inscrito na respectiva matriz, sob o artigo produtivos, numa lição ímpar de de 4-5-1982, ambos vitalícios de Lisboa, 1765, anteriormente inscrito na matriz Medieval de Coimbra ainda hoje sobriedade, onde a sua palavra foi cont. n.os 160 391 717 e 162 299 699 urbana sob o artigo 632, a confinar do mantém a permanência temporal das sempre sugestão como a cidade fosse declaram. norte com Américo da Costa Macedo, do manifestações culturais, as mais o seu pulsar primeiro. Que por escritura de dezasseis de sul com Herdeiros de José Dias Costa, populares, e sem se afastar da orto- Rejeitou o snobismo e o tão Outubro de mil novecentos e oitenta e do nascente com António Pereira e do doxia, vive ardentemente o mundo estafado naturalismo fotográfico. cinco, lavrada no Primeiro Cartório da poente com rua pública. espiritual neste mundo envelhecido A ele, a este Homem da Cidade, secretaria Notarial de Coimbra , iniciada a Que, na mesma escritura alegaram, pelos interesses mercantilistas ou do durante muitos anos, tantos, ficou a folhas setenta e cinco, verso, do livro em resumo, todos os elementos indis- êxito fácil sem as genealogias cidade a dever-lhe os melhores quarenta e seis - D, cuja fotocópia me foi pensáveis à sua aquisição, por usuca- literárias, como fosse um verdadeiro exibida, declaram ser donos e legítimos pião.. espectáculos, a valorização dum raro possuidores, com exclusão de outrém, Que os prédios naquela escritura afilhado de Miguel Torga, seu amigo conteúdo temático que ainda hoje este além de outros, dos seguintes prédios: justificados, foram na altura, incorrecta- de peito, este homem da cidade, ser excepcional mostra a sua expe- 1:- urbano, composto de rés-do- mente identificados, quanto à sua área, a renova, converte, estende a sua riência, o seu cuidado, a sua cultura, chão, que se destina a adega, sito no qual relativamente a cada um deles é influência pela periferia, aldeias e num maravilhoso simbolismo que lugar de Passal / Trouxemil, da freguesia aquela que acima se menciona. vilas, numa louvável preocupação de Feira Medieval bem merecia, todos pensam assim, de Trouxemil, do concelho, de Coimbra, actualização pedagógica. Contemporâneo de muitos uma distinção de mérito. com a área coberta de cinquenta e oito Está conforme com o original. Todos o conhecem. Afável, de nomes respeitáveis na sociedade Um Homem da Cidade. Essen- metros quadrados e descoberta de cento Santa Maria da Feira, aos dois de palavra fácil, culto, viajado, denuncia portuguesa, nomeadamente, de cialmente uma personagem de e trinta e três metros quadrados, na época Março de dois mil e quatro. em si as ciências humanas, os omisso na respectiva Conservatória, e Coimbra com quem conviveu possui Coimbra com um amor que trans- actualmente descrito sob o número cento O NOTÁRIO; parentescos com o povo, e rejeita, os em si os processos de renovação e de cende em muito o afecto acrisolado e noventa e nove e inscrito na respectiva (Lic.º António Amaral Marques) passatempos inteligíveis. representação que criaram grandes que é comum ver na essência do matriz, sob o artigo 1753, anteriormente Prático por tendência. É es- momentos na cidade num esforço bairrismo. inscrito na matriz sob o artigo rústico1274, “O Despertar” N.º 8282, de 04/03/5 truturalista com as vantagens de determinado que actualizaram a urbre João Fernandes, homem da refrescar os encontros, os diálogos, e citadina – e não só – a uma atmosfera cidade, delegado do Inatel há muito com os outros busca as formas tangí- universal, com os Coros Russos, que entrou nas consciências judi- veis, reais, apropriando cada coisa ao seu lugar, às circunstâncias que devem Bailados, as Orquestras, os diferentes sectores da arte numa época onde o cativas de todos os conimbricenses. A ele deve a cidade de Coimbra CARTÓRIO NOTARIAL DE PENACOVA ser úteis no tempo e no espaço. marasmo parecia tomar conta de nós, momentos de glória que somente os Psicólogo por vocação. Tem dos dos utentes, desta gente sensível e que pequeninos de alma, ou os roídos de JUSTIFICAÇÃO outros a realidade singular, de co- teve o seu modo representativo neste inveja ou incompetência, não querem CERTIFICO, para efeitos de publi- Que em meados de mil novecentos nhecer, de estimar o valor, juntando o Homem da Cidade. ver. cação que por escritura de hoje, exarada e sessenta e dois, ajustou contrato verbal homem com a natureza. O movimento dos artistas teve Mas isso é outra história! a folhas sessenta e três e seguintes e de compra e por isso não titulado, com seguintes do livro de notas para Manuel Cortesão, solteiro, maior, já escrituras diversas número duzentos e falecido, residente que foi no Brasil, cujo setenta - D, deste Cartório a cargo da objecto foi o imóvel supra-identificado. Notária Lic. Maria Alexandra Canotilho Que possui o referido prédio, sem Teixeira Ribeiro, compareceram como qualquer interrupção, à vista de toda a Paróquia de S. José outorgantes: ANTÓNIO CORTESÃO SALGADO (NF: 137 475 080; BI.7606483 de 15/04/ gente, sem qualquer oposição, culti- vando-o, preparando e lavrando a terra, semeando-a, retirando dela os respec- 1998 - SIC de Coimbra) solteiro, maior, tivos produtos e frutos, pagando as con- Conferências Quaresmais natural da freguesia de S. Silvestre, concelho de Coimbra, onde reside no lugar de Zouparria. tribuições e impostos respeitantes, posse que assim exerceu como verdadeiro proprietário que sempre se julgou, era e é Que é dono e legítimo possuidor, do dito imóvel, pelo que o adquiriu por Joaquim Fonseca Pedagógico Nacional do CNE; Dia 1 jovens de França). com exclusão de outrém, do seguinte usucapião, fundada nessa posse, que de Abril “Movimentos Juvenis: Leigos “(...) Um mundo sem Deus imóvel sito na freguesia de S. Sil- exerceu em seu próprio nome, de boa fé, Dando continuação ao que, com para o Desenvolvimento”, orador: constrói-se mais tarde ou mais cedo vestre, concelho de Coimbra, inscrito de modo pacífico, contínua e publica- enorme êxito, tem acontecido nos anos padre Carlos Carneiro, SJ, assistente na matriz em nome do justificante, ainda mente, por período superior a vinte anos, contra o homem... (Idem).” por descrever na competente Conser- estando ele justificante impossibilitado de anteriores, onde estão empenhadas as nacional do Movimento Leigos para “Ao estabelecer prioridades para vatória: Prédio rústico, composto de comprovar pelos meios extrajudiciais Paróquias de Coimbra (zona urbana) o Desenvolvimento. a acção pastoral da Diocese, tendo em ter-reno de regadio, sito em Lameiras ou normais a aquisição do seu direito sobre Ceira, Nossa Senhora de Lurdes, Santa As Conferências, como habitual- conta a reflexão feita no XII Sínodo Zouparria, com a área de mil novecentos aquele prédio, atento o título de aquisi- Clara, Santa Cruz, Santo António, São mente, terão lugar no Salão Polivalente Diocesano de Coimbra, quer no e noventa metros quadrados, a con- ção. Bartolomeu, São José, Sé Nova, Sé de S. José, às 21,15h, às quintas feiras. Congresso Diocesano dos Leigos, frontar do norte com Manuel Maria Velha e Torres do Mondego, estão a “Que significa ser jovem? Ser definiu-se como grande objectivo Figueiredo, nascente com Maria de Conferido, está conforme. decorrer desde ontem até l de Abril, no jovem significa possuir em si mesmo “Lançar a semente primeiramente em Almeida Santos, sul com Estrada e poente Cartório Notarial de Penacova, vinte Salão Polivalente de S. José, as já uma incessante novidade de espírito, ordem a: Ajudar a família; Evangelizar com Álvaro Salgado Alves, inscrito na e seis de Fevereiro do ano dois mil e tradicionais, e sempre tão participadas, cultivar uma contínua busca do bem, respectiva matriz sob o artigo 2.700, com quatro. os jovens; Servir os que mais sofrem; o valor patrimonial tributável de quinhentos A Ajudante Conferências Quaresmais este ano e perseverar até alcançar o objectivo. Fomentar o diálogo entre fé e a cultu- e trinta euros e oitenta cêntimos. Maria Isabel Bento Batista e Pina subordinadas ao tema; “Os Jovens e o (...). ra (...) Que atribui a este prédio o valor de Futuro”, cujo programa teve início Como jovens, vós olhais o futuro. “Vem ajudar-nos este ano, na SEISCENTOS EUROS. “O Despertar” N.º 8282, de 04/03/5 ontem com o tema: “Que procuram Deveis, por conseguinte, decidir em nossa reflexão, gente de Coimbra, os Jovens?”, orador: prof. dr. José que direcção quereis caminhar... Os ligada à Universidade e à Juventude, Carlos Seabra Pereira, da Faculdade de jovens não amam os ideais medíocres pessoas que não limitam a sua acção AGÊNCIA FUNERÁRIA Letras da Universidade de Coimbra; ...” (João Paulo II, aos jovens do Japão). às aulas curriculares, mas se desdobram Presidente do CADC; Dia 11quot;Jovens e Família: Confiança ou pesadelo?”, “Vós valeis o que vale o vosso coração. Toda a história da huma- em actividades de apoio e colaboração com a “malta”. ADELINO MARTINS, LDA. orador: dr. João Loureiro, da Fa- nidade é a história da necessidade de “Pretendemos dar o nosso O ORGULHO DE BEM SERVIR DESDE 1940 culdade de Direito da Universidade de amar e ser amado. (...) Dar lugar ao impulso para que os jovens sejam, cada Coimbra; Dia 18 “Jovens e Igreja: coração na construção harmoniosa da dia com mais convicção, os agentes da FUNERAIS – FLORES – TRASLADAÇÕES Entendimento ou divórcio?”, orador: vossa personalidade não tem nada a “civilização do amor”, na bela prof. doutor padre Anselmo Borges, da ver com pieguice nem com senti- expressão de Paulo VI. SERVIÇO PERMANENTE Faculdade de Letras da Universidade mentalismo. O coração é a abertura de Contamos com eles. de Coimbra; Dia 25 “Movimentos todo o ser à existência dos outros, à Que eles possam, confiadamente, Telefs. 239 824 825 - 239 820 406 Juvenis: O Escutismo”, orador: eng.° capacidade de os, adivinhar de os contar connosco. Padre João Caste- R. Corpo de Deus, 118-120 3000 COIMBRA João Armando Gonçalves, Director compreender ...” João Paulo II, aos lhano”. Redacção e Administração: Denominação Social: Oficinas Gráficas: Rua Pedro Roxa, 7-1.º ANTÓNIO DE SOUSA (HERDEIROS), LDA. Rua Pedro Roxa, 27 a 31 Composição, Montagem e Tel. 239 85 27 10/11/12 - Fax 239 852 719 Contrib. N.º 502 137 258 - Cap. Social: 7.481,97 Euros Tel. 239 85 27 10/11/12 Impressão nas Oficinas BI-SEMANÁRIO Gerência: Gráficas de “O Despertar” Jornalistas: Fax 239 85 27 19 (Sai às quartas e sextas feiras) Artur Almeida e Sousa; Lúcia Maria Sousa Correia Tiragem média no mês de Artur Almeida e Sousa - CP n.º TE-628 Fevereiro 21.000 Exemplares Número de Registo 100117 Zilda Monteiro - CP n.º 7937 e José Carlos Antunes Email: despertar@netc.pt 05/03/04
  3. 3. coimbra 3 Familiares criticam decisão cativa na casa onde viveu Sousa Recusada atribuição de nome Mendes, na Alta, quando es- tudava na Universidade. O historiador João Gou- de Aristides Sousa Mendes a rua da cidade veia Monteiro, que integra a CT em representação da Univer- sidade de Coimbra, disse à Lusa pelo historiador Luís Reis diplomata oriundo de Cabanas de Viseu, presidida por Fernan- dente do conselho de admi- que não se recorda de o nome Torgal, na sua qualidade de de Viriato, Carregal do Sal, do Ruas, líder da Associação nistração da Fundação Aristides do cônsul de Bordéus ter sido A Comissão de coordenador científico do Sónia Mendes é presidente do Nacional de Municípios Portu- Sousa Mendes, Álvaro Sousa discutido em reunião da Co- Toponímia (CT) da Centro de Estudos Interdisci- CDS-PP no distrito de Coimbra gueses, deliberou também Mendes, seu neto, afirmou que missão. Câmara de Coimbra plinares do Século XX (CEIS e membro da Assembleia Mu- atribuir este ano o seu nome a a recusa da CT é uma “decisão O pró-reitor da Cultura da 20), da Universidade de Coim- nicipal da Lousã, integrando o uma artéria da cidade. muito estranha”. UC admitiu que possa não ter recusou atribuir o nome bra (UC). seu partido, em Coimbra, a O vereador da Cultura e “Pode ser que as pessoas estado presente na reunião em de Aristides Sousa Contactado pela Lusa, coligação autárquica liderada presidente da Comissão de da Comissão de Toponímia não causa ou ter saído antes do fim. Mendes a uma rua da Reis Torgal confirmou a “res- pelo social-democrata Carlos Topomínia de Coimbra, Mário gostem do nome ou que não “Não tenho ideia dessa cidade, mas familiares do posta negativa” da Comissão Encarnação. Nunes, disse à Lusa que o nome lhes diga nada”, acrescentou proposta. Seria a pessoa menos de Toponímia, presidida pelo Banido da carreira diplo- de Sousa Mendes foi “chum- Álvaro Sousa Mendes, ressal- provável para me opor”, de- antigo cônsul de Portugal vereador da Cultura, Mário mática pelo regime de António bado” por não existirem ruas vando que não conhece ainda clarou João Gouveia Monteiro, em Bordéus (França) Nunes. Salazar, Sousa Mendes morreu disponíveis no município para “os termos da decisão”. realçando o perfil humano de criticaram a decisão. “Não quero entrar em na miséria a 3 de Abril de 1954, todas as solicitações. O presidente da fundação Aristides Sousa Mendes. polémica, de modo nenhum”, no Hospital da Ordem Terceira, “Não há nenhuma rua realçou que o avô concluiu a O advogado comunista “É pena que mesmo disse o catedrático da Facul- sendo o cinquentenário do seu liberta. Como se pode dar uma licenciatura de Direito na Alberto Vilaça, investigador da depois de morto o herói dade de Letras da UC, frisando, desaparecimento evocado com rua se ele não deixou nada na Universidade de Coimbra, mas história da resistência ao Estado incomode tanta gente”, disse à contudo, que a ligação de várias iniciativas, em Portugal cidade, onde apenas tirou o que a família tem outras liga- Novo, que integra igualmente agência Lusa Sónia Sousa Aristides Sousa Mendes à to- e no estrangeiro. curso de Direito?”, questionou, ções à cidade, onde o pai do a CT, alegou que faltou a Mendes, neta do diplomata ponímia local “seria até uma Em cidades de vários por outro lado, Mário Nunes. diplomata, o juiz José Sousa algumas reuniões do órgão, português que, contrariando as honra para Coimbra”. países, designadamente Esta- Reis Torgal adiantou que, Mendes, exerceu a magistratura escusando-se, por isso, a dar a ordens do ditador Salazar, Sónia Mendes considerou dos Unidos, França, Brasil e Is- a seu pedido, Mário Nunes lhe na cidade nos princípios do sua opinião sobre o assunto. salvou da morte 30 mil pessoas, a decisão da CT de Coimbra rael, o antigo cônsul de Bor- deu uma resposta por escrito, século XX. Amanhã, a Câmara de entre as quais 10 mil judeus “caricata” e salientou que o avô déus, França, dá nome a ruas, argumentando que Sousa Entretanto, Mário Nunes, Coimbra atribui a três ruas da perseguidos pelos nazis é um “vulto mundial”, reconhe- avenidas e praças. Mendes é “uma figura com um confirmando o teor de uma cidade os nomes de António alemães, durante a II Guerra cido em diversos países pela sua Em Portugal, sublinhou papel pouco preponderante na notícia do Diário de Coimbra, Bentes (futebolista da Acadé- Mundial. acção humanitária, que “con- Sónia Mendes, o seu nome foi vida da cidade”, onde não é disse que a Câmara concordou mica), Francisco Lucas Pires A proposta de consagra- tinua a elevar o nome de Por- imortalizado nas toponímias de referida a falta de novas artérias com uma outra parte da pro- (antigo líder do CDS) e Egas ção do cônsul na toponímia de tugal no estrangeiro”. Lisboa, Porto e Setúbal, entre para “baptizar”. posta do CEIS 20, assumindo a Moniz (Prémio Nobel da Coimbra foi apresentada à CT Viúva de um neto do outras localidades, e a Câmara Por seu turno, o presi- colocação de uma placa evo- Medicina). Universidade apoia atribuição de Nobel ao brasileiro Celso Furtado nasceu no mundo subdesen- no texto. O Senado da volvido numa tentativa de Celso Furtado nasceu em Universidade de compreender os seus proble- Pombal, no Estado da Paraíba, Coimbra (UC) decidiu mas e de contribuir para a em 26 de Julho de 1920, li- descoberta dos caminhos de cenciou-se em Direito pela associar-se, anteontem, um desenvolvimento autóno- Universidade do Brasil (RJ) e ao movimento que mo e libertador”. doutorou-se em Economia na apoia a atribuição do A proposta conjunta dos Sorbonne. Prémio Nobel da conselhos científicos das Fa- Foi director do Banco culdades de Direito e de Econo- Nacional de Desenvolvimento Economia a Celso mia da Universidade de Coim- Económico, dirigiu a SUDENE Furtado, o cientista bra sublinha ainda que Celso (Superitendência do De- social brasileiro “mais Furtado é um “grande inte- senvolvimento do Nordeste) e lectual da língua portuguesa” foi ministro do Planejamento influente do último e destaca a sua originalidade do governo João Goulart. século”. ao combinar, “como poucos, a Faz parte da “elite de eco- história, o social e a economia nomistas que deu corpo à Caso o Prémio Nobel da para interpretar inovadora- Comissão Económica para a Economia seja outorgado a mente o fenómeno do subde- América Latina (CEPAL) e Celso Furtado - ministro da senvolvimento”. garantiu o prestígio e sobre- Cultura do governo José Sar- Além disso, soube articu- vivência desta agência da ney - será um “gesto de estímu- lar uma “actividade exemplar ONU”, escreve o Senado. lo para a inteligência do ‘Ter- e multifacetada na esfera pú- “Apoia-se uma candida- ceiro Mundo’ que trabalha em- blica - director do Banco Na- tura destas com a noção exacta penhadamente para a liberta- cional de Desenvolvimento de que as hipóteses de não ser ção dos seus povos e será um Económico e Social, ministro vencedora são maiores do que gesto de solidariedade para do Plano, professor em Yale, as de ser vencedora”, afirmou com os povos vítimas de ex- Cambridge e Paris, embaixa- o reitor da UC, Fernando Sea- clusão social”, pode ler-se na dor do Brasil, membro da Co- bra Santos, em declarações aos proposta aprovada na reunião missão Mundial para a Cultura jornalistas no final da reunião. do Senado universitário. e o Desenvolvimento da Segundo Seabra Santos, Constituiria ainda, acres- UNESCO - com a de autor de na ponderação do apoio - que centa o texto, um “acto de verdadeiras ‘master pieces’, julga ser inédito - dado pela justiça para com um dos mais que exerceram a influência de Universidade de Coimbra à cultos, lúcidos e influentes verdadeiros clássicos em outorga do Prémio Nobel a economistas do nosso tempo”. muitas outras construções teó- Celso Furtado pesou o papel ricas reconhecidas”. de relevo da UC no Brasil e O “grande economista nos países da América Latina, brasileiro” Celso Furtado é o A UC, através das suas bem como a importância da cientista social latino-ameri- Faculdades de Direito e de Economia, “não pode também candidatura para o mundo de cano mais lido em todo o língua portuguesa. mundo, com mais de trinta deixar de sublinhar o modo A decisão de a UC se asso- livros publicados em cerca de como o pensamento de Celso ciar ao movimento generali- 20 idiomas. Furtado esteve ligado à própria zado em curso no mundo Segundo o Senado, Celso consolidação do pensamento latino-americano de apoio à Furtado deu uma “contribui- universitário em Portugal, quer candidatura de Celso Furtado ção fundamental para a elabo- na economia, quer no domínio ao Nobel teve votos favoráveis ração da teoria do subdesen- dos estudos sobre o desenvol- de 33 senadores, quatro absten- volvimento, uma teoria que vimento em geral”, lê-se ainda ções e um voto contra. 05/03/04
  4. 4. coimbra 4 Exposição itinerante vai percorrer o país TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DO Escritos inéditos de João de Deus ENTRONCAMENTO Secção Única na Casa Municipal da Cultura De acordo com uma nota divul- ANÚNCIO gada, a Associação de Escolas Móveis 2.ª PUBLICAÇÃO A Associação de Jardins- pelo Método João de Deus, fundada Escola João de Deus, com o em 1882, alfabetizou mais de 28 mil Processo: 471/2002 apoio da Câmara Municipal adultos e crianças, em 38 anos, num Execução Ordinária país onde 80 por cento da população N/Referência: 163887 de Coimbra, vai homenagear era iletrada. Data: 25-02-2004 João de Deus. A exposição O projecto do 1.º Jardim-Escola Exequente: COMPANHIA GE- de homenagem, intitulada João de Deus, da autoria do arquitecto RAL DE CRÉDITO PREDIAL PORTU- Raul Lino, foi apresentado em 1908 GUÊS “Do Desenho à Escrita – à Câmara Municipal de Coimbra que Executado: Ana Maria Carvalho itinerários num Campo de não só o aprovou como cedeu o Varela Junceira A. Dias e outros… Flores...” vai ser inaugurada terreno para a sua construção, paredes- Correm éditos de 20 dias para na terça feira, na Casa meias com o Jardim Botânico. Antó- citação dos credores desconhecidos nio Joyce, então regente do Orfeão que gozem de garantia real sobre os Municipal da Cultura. Académico da Universidade de bens penhorados aos executados Coimbra, angariou cerca de metade acima indicados, para reclamarem o Esta mostra vai ser inaugurada da verba necessária, organizando pagamento dos respectivos créditos na presença do presidente da Asso- espectáculos, um pouco por todo o pelo produto de tais bens, no prazo de ciação de Jardins-Escola e director da país. Inúmeras dádivas de conimbri- 15 dias, findo o dos éditos, que se Escola Superior de Educação João de começará a contar da segunda e última censes tornaram possível, em três publicação do presente anúncio. Deus, António Ponces de Carvalho, anos, a conclusão da obra, a concre- bisneto de João de Deus. tização de um sonho de duas gerações. Bens penhorados: “Do Desenho à Escrita – “Mas este sonho não morreu Fracção autónoma designada pela itinerários num Campo de Flores...” aqui. Deu frutos e propagou-se às duas letra “L” do prédio urbano sito na reúne uma série de desenhos à pena gerações vindouras – Maria da Luz freguesia do Entroncamento, inscrito na da autoria de João de Deus, muitos de Deus Ponces de Carvalho e seu respectiva matriz da referida freguesia deles inéditos, bem como uma das filho António Ponces de Carvalho – sob o art.º 8152.º, descrito na Con- suas obras mais representativas, que, com o mesmo empenho, conti- servatória do Registo Predial do En- intitulada “Campo de Flores” – última troncamento com o n.º 04907/Entron- nuaram e continuam a lutar em prol camento, Juiz de Direito, edição, comemorativa do 172.º da educação e da cultura em Por- aniversário do poeta. tugal”, realça a mesma nota. Ana Rita Varela Loja O percurso de vida de João de Esta exposição tem carácter Deus tem uma forte ligação a Coimbra itinerante, propondo-se redesenhar o O Oficial de Justiça, já que foi nesta cidade que cursa percurso histórico da fundação dos Vítor Daniel Miguel P. da Gula Direito o onde publica a sua primeira Jardins-Escola João de Deus em composição (Oração, 1851). Em Portugal, com início na cidade de “O Despertar” N.º 8282, de 04/03/5 Coimbra desperta e explana a sua de Quental e Teófilo Braga. que o seu filho mais novo, João de Coimbra, há 93 anos, mais preci- invulgar sensibilidade poética e Embora seja em Lisboa que o Deus Ramos, ele também indisso- samente no dia 3 de Abril de 1911. O deambula o seu apurado sentido mestre inicia as suas reflexões como ciavelmente ligado a esta cidade, próximo passo será Braga, sendo o estético na música, no desenho e no convívio. É nesta cidade que cria pedagogo e publica, depois de sete laboriosos anos de estudo, o seu lança as bases daquela que virá a ser a educação pré-escolar em Portugal, último Lisboa. De realçar ainda que actualmente existem já 34 Jardins- JUÍZOS CÍVEIS Método de Leitura, a “Cartilha Ma- sólidas e profundas amizades com várias personalidades, como Antero ternal” é, sem dúvida, em Coimbra com a construção do 1.º Jardim- Escola João de Deus. Escola João de Deus espalhados por todo o país. DE COIMBRA 5.° Juízo Cível ANÚNCIO “Além do Infinito” estreia amanhã Falta da GNR em Souselas 2.ª PUBLICAÇÃO Escola da Noite leva Assalto a depósito de água Processo: 375/2001 Execução Ordinária N/Referência: 784935 Data: 20-02-2004 Abel Neves à UC reforça preocupação Exequente: BANCO TOTTA & AÇORES, SA Executado: LUIS PIRES FERREIRA e outros… Correm éditos de 20 dias para Um assalto aos depósitos de citação dos credores desconhecidos que A companhia de teatro água da Marmeleira, em gozem de garantia real sobre os bens Escola da Noite estreia Souselas, Coimbra, na noite penhorados ao executado abaixo indicado, para reclamar o pagamento dos amanhã a sua 30.ª de segunda feira, reforçou a respectivos créditos pelo produto de tais produção, escolhendo como preocupação da Junta de bens, no prazo de 15 dias, findo o dos palco o Museu da Física da éditos, que se começará a contar da Freguesia local pela falta de segunda e última publicação do presente Universidade de Coimbra, um posto da GNR, assunto anúncio. para uma nova abordagem que motivou já um abaixo- Bens penhorados: à obra dramatúrgica assinado. TIPO DE BEM: Imóvel REGISTO: 4991 de Abel Neves. ART. MATRICIAL: 2504/241094 O presidente da Junta de Fre- DESCRIÇÃO: Fracção Autónoma “Além do Infinito” é um es- guesia de Souselas, José Figueiredo, “Pedi à GNR para patrulhar esta designada por letra “C” correspondente pectáculo construído a partir de cin- disse à agência Lusa que nas últimas zona durante a próxima noite [terça ao 1.º andar do prédio urbano sito em co quadros da obra de Abel Neves semanas têm ocorrido “vários assaltos feira], porque o objectivo dos assal- Venda da Pedra, freguesia e concelho “Além as Estrelas são a Nossa Casa”, posto por António Jorge, Carlos na freguesia” e considerou “lamen- tantes terá sido o de preparar terreno da Sertã, inscrito na respectiva matriz que já serviu para a concepção de Marques, Margarida Dias, Marta tável funcionar apenas um posto para levarem depois o resto, ou seja, predial urbana. uma outra criação feita no ano 2000 Gorgulho, Ricardo Correia, Sílvia móvel da GNR, que se desloca numa o equipamento de bombear a água”, PENHORADO EM: 20-12-2002 por esta companhia de Coimbra. Brito e Sofia Lobo. carrinha uma vez por semana” àquela disse. 00:00:00 Nesta produção, que se manterá O hall de entrada, o anfiteatro, localidade. José Figueiredo sublinhou que PENHORADO A: em cena até ao dia 27, a Escola da a saída dos lentes e os claustros do “Este governo extinguiu a área a população “não aceita” a inexis- EXECUTADO: LUIS PIRES FERREIRA, Noite escolhe cinco dos 30 curtos Museu da Física são utilizados para territorial (da GNR) criada por decreto tência de um posto da GNR na fre- Identificação fiscal: 196912180, Ende- textos que compõem a obra de Abel a apresentação dos cinco quadros e acabou com a anunciada construção guesia, razão que motivou um abaixo- reço: ZONA INDUSTRIAL, AP.40, 6104- Neves, “Keóps e Bolinhos de Ca- teatrais. de um quartel na freguesia”, declarou assinado, a decorrer desde Dezembro, 909 SERTÃ nela”, “Leitora de Versos”, “O dia Concebido em co-produção o autarca. em defesa da construção de um O Juiz de Direito, Metereologicamente”, “Se estivesse com a Reitoria da Universidade de Na noite de segunda para terça- quartel daquela força policial. Luis Cravo na Pele de um Índio seria uma Coimbra, enquadra-se nas come- feira, os depósitos de água da Mar- O abaixo-assinado a circular Tatuagem” e “Além do Infinito”. morações do 714.º aniversário desta meleira, pertencentes à Junta de entre a população, acrescentou, será O Oficial de Justiça, Partindo de uma criação artís- instituição de ensino e investigação, Freguesia, foram arrombados, tendo enviado para o Ministério da Admi- Eugénio Silva tica colectiva, “Além do Infinito” que começaram na última segunda- os assaltantes levado a porta de nistração Interna, Primeiro-Ministro reúne um elenco de actores com- feira. acesso ao local, em ferro. e Presidente da República. “O Despertar” N.º 8282, de 04/03/5 05/03/04
  5. 5. saúde 5 Hospital da Figueira da Foz Ministro vai propor Inspecção-Geral da Saúde incentivos para médicos instaura processo a vogal O ministro da Saúde cirurgias, o número de consultas, a acessibilidade, agora vamos ter anunciou na terça feira que incentivos como nunca houve”, e uma acusação de gestão danosa “na Nestes, incluem-se a construção vai apresentar em Abril aos afirmou, sublinhando que os objecti- A Inspecção-Geral da Saúde forma tentada”. de parques de estacionamento, em vos que estarão na base dos incenti- Esta última acusação diz respeito que terá sido decidido, em reunião sindicatos uma proposta de vos visam a população. (IGS) instaurou um a uma alteração nas condições de directiva, iniciar o processo de ava- sistemas de incentivos para Segundo disse, o Ministério da inquérito à actuação de um depósito bancário do capital social liação e estudo “e na manhã seguinte” os profissionais que Saúde está apostado em criar con- vogal do Hospital da do hospital. estarem no local dos trabalhos as má- dições para que os profissionais, trabalham na rede de sobretudo de algumas especiali- Figueira da Foz (HDFF) Segundo o CA, a ter-se verifi- quinas de terraplanagem. cado nas condições defendidas por “Como é que é possível sem que hospitais com gestão dades, se fixem fora dos grandes suspeito de ter praticado Vítor Morais, entretanto inviabili- tudo não estivesse já combinado, mais empresarial, que serão centros. irregularidades enquanto zadas pela direcção, teria representado uma vez à margem do conselho de “Não podemos obrigá-los, por depois alargados isso temos que criar condições de elemento do conselho de “graves prejuízos (estimados em administração?”, lê-se no documento. perdas de 100 mil euros em juros) para Vítor Morais é ainda criticado gradualmente. trabalho” e incentivos, o que “de- administração, disse na terça a instituição, a configurar muito pro- por ter, alegadamente, assinado um mora algum tempo”, afirmou, justi- feira à Lusa fonte hospitalar. vavelmente o acto de gestão danosa”. cheque de “mais de 20 mil contos Luís Filipe Pereira disse que a ficando a demora na criação de um Outras situações imputadas ao (100 mil euros)”, em 10 de Dezembro proposta visa dar aos profissionais centro de excelência na área da Uro- O Conselho de Administração do vogal executivo dizem respeito a de 2003, já depois de lhe ter sido “melhores condições”, através de logia, prometido para o Hospital de hospital da Figueira da Foz tinha já quilómetros percorridos por aquele retirada a confiança por parte do CA, incentivos que o sistema nunca teve. Abrantes, um dos três que integram solicitado uma auditoria à gestão do responsável ao serviço do hospital para pagamento à empresa “com a “Aumentámos o número de o Centro Hospitalar do Médio Tejo. vogal, numa exposição enviada ao “com meses de 343 contos e até 502 qual terá contratado as obras do Ministério da Saúde. contos, ou seja em média 257 contos hospital de dia”. O texto, a que a Lusa teve acesso, mês”. O rol de acções imputadas ao relata alegadas irregularidades cometidas pelo administrador Vítor Morais, afastado no passado dia 20 Com estes custos, seria mais económico para o hospital a reali- zação de um contrato de aluguer de administrador e contestadas pela direcção do HDFF, levaram o CA da unidade de saúde a solicitar à tutela Internet tem informação de Fevereiro depois de um diferendo longa duração (ALD) ou de leasing que, em sede de auditoria, “esclareça que opôs aquele responsável à res- tante administração e aos principais responsáveis clínicos da unidade. para disponibilizar uma viatura para o administrador. O vogal é ainda responsa- àcerca do estado em que se encontra a gestão da instituição”, tendo ainda sido requerida uma inspecção aos sobre deficiência As clivagens entre Vítor Morais bilizado por actuações consideradas procedimentos adoptados. Este instrumento permite con- e o restante conselho de admi- pelo Conselho de Administração A indefinição vivida no seio da sultar informação sobre os direitos e nistração (CA) do HDFF levaram como “completamente desenquadra- direcção da unidade de saúde e a falta As pessoas com deficiência deveres das pessoas com deficiência, mesmo a uma retirada de confiança das” da área da Saúde, sendo apontado de respostas da tutela levou em contam, desde terça feira, o que são ajudas técnicas ou como por parte da direcção, em 24 de como exemplo o facto de Vítor Fevereiro a uma tomada de posição com um site na Internet que adaptar um veículo à deficiência do Novembro de 2003, embora o vogal Morais “ter submetido” à aprovação de 20 dos 24 directores de serviço e condutor. se tenha mantido em funções. do projecto Saúde XXI, financiado chefes de departamento hospitalares, disponibiliza informação Uma rede de contactos está Em meados de Dezembro de pelo Fundo Social Europeu, “uma que ameaçaram demitir-se dos cargos, sobre legislação, direitos e igualmente disponível “on-line”, 2003 o CA formulou o pedido de candidatura individual para frequên- caso o presidente do conselho de deveres, bem como os bem como informações específicas auditoria à tutela, cujo processo se cia do curso de Defesa Nacional”. administração e o director clínico eventos que interessam aos como os regimes fiscais e os apoios encontra a decorrer. O administrador é igualmente fossem demitidos. na habitação. No pedido de auditoria, a que a acusado de ter procedido à dispensa Os accionistas maioritários (os mais de 650 mil portugueses Além de fornecer um conjunto agência Lusa teve acesso, são re- de um médico na ausência do pre- ministérios da Saúde e das Finanças) nesta situação. de dados sobre os eventos relacio- latados um rol de situações cuja sidente do CA e do director clínico, optaram por reconduzir o presidente nados com as pessoas com defi- responsabilidade é imputada a Vítor sem o aval destes, sendo igualmente do conselho de administração no Segundo o Censos de 2001, ciência, este site permite uma con- Morais, e que incluem assinaturas em contestada a sua metodologia de cargo, afastando Vítor Morais, decisão existem em Portugal 634.408 pes- sulta pelos vários programas de falta na contratação de pessoal, actuação em processos de obras, sem anunciada a 20 de Fevereiro, embora soas com deficiência (333.911 ho- apoio. pedidos de material clínico e em notas conhecimento da restante adminis- permaneça desconhecida a identida- mens e 300.497 mulheres). No site do Secretariado Nacio- de encomenda na farmácia hospitalar tração. de do novo administrador. O site do Secretariado Nacional nal para a Reabilitação de Pessoas para a Reabilitação de Pessoas com com Deficiência é igualmente Deficiência (www.snripd.pt) foi possível consultar dados estatísticos, apresentado em Lisboa, na presença como o número de pessoas com do secretário de Estado do Trabalho, deficiência em Portugal e as cara- Cientistas desvendam um dos mais Luís Pais Antunes. cterísticas dessas deficiências. antigos enigmas sobre a tuberculose Portugal acolhe em 2005 A equipa portuguesa quis saber da BCG, mas o nosso modelo ma- a razão porque a vacina contra a Um grupo de cientistas portugueses desvendou, através de um modelo tuberculose tem uma eficácia tão variável consoante a região geográ- temático aponta essencialmente para os factores sócio-económicos como os grandes responsáveis por estas encontro sobre a Sida fica. Por exemplo: a vacina de Bacille diferenças”, adiantou a matemática, rência internacional de Dublin, que matemático, um dos maiores Calmette-Guérin (BCG) tem uma também formada em biologia. Portugal vai acolher, em decorreu a 23 e 24 de Fevereiro e reu- enigmas sobre a tuberculose, eficácia de 80 por cento no Reino Segundo Gabriela Gomes, a niu naquela cidade irlandesa repre- Unido e de zero por cento na Índia. descoberta dos cientistas portugueses Maio de 2005, uma sentantes de 55 países da Europa e interpretando a diferente Há mais de 30 anos que a co- irá ser muito importante para prevenir conferência internacional Ásia Central. eficácia da vacina no munidade científica debate o papel a tuberculose, uma vez que os sobre a Sida vocacionada O Presidente da República, Jorge mundo, o que poderá de factores socio-económicos, laboratórios poderão produzir o Sampaio, foi o único chefe de Estado genéticos e ambientais nesta varia- produto adaptado às populações em para a Europa e a África e que participou no evento, tendo conduzir a uma maior bilidade. que será administrado. com especial enfoque nos proposto a criação de uma agência protecção contra a doença. Os cientistas portugueses conse- Isto significa que a vacina que Países Africanos de Língua europeia de acompanhamento da guiram, através de um modelo ma- irá ser administrada na população Sida para que a prevenção e o com- A tuberculose afecta todo o temático, interpretar a eficácia da indiana será diferente da que irão Oficial Portuguesa (PALOP), bate à doença ocupem um lugar planeta, estimando-se que um terço vacina consoante os factores sócio- receber os britânicos. disse à Lusa fonte oficial. cimeiro nas agendas políticas nacio- da população mundial tenha sido já económicos que afectam a propa- A descoberta dos cientistas portu- nais e comunitárias. infectada. Portugal é o país da União gação dos agentes infecciosos: gueses surge numa altura em que Fonte do gabinete do ministro No discurso que proferiu na Europeia com maior incidência da densidade populacional, acesso a “vários laboratórios estão a trabalhar da Saúde, Luís Filipe Pereira, revelou sessão de abertura da conferência, doença (47 casos por 100 mil ha- cuidados de saúde, higiene e nutrição. na produção de novas vacinas contra à agência Lusa que este encontro organizada pela presidência irlandesa bitantes). A coordenadora do grupo de a tuberculose”, adiantou a especialista. internacional foi decidido pelo da União Europeia, Jorge Sampaio Os investigadores do Grupo de Epidemiologia Teórica do Instituto A tuberculose é uma doença governo e o Presidente da República insistiu que o problema “deve ocupar Epidemiologia Teórica do Instituto Gulbenkian de Ciência, Gabriela considerada preocupante em Por- portugueses e já recebeu o acordo do um lugar cimeiro nas agendas polí- Gulbenkian de Ciência - em cola- Gomes, explicou à agência Lusa a tugal. Os últimos dados disponíveis presidente do director do programa ticas nacionais e comunitárias”. boração com colegas das Univer- importância desta descoberta, uma indicam que, em 2002, registaram-se das Nações Unidas para a Sida “A União Europeia deve criar, a sidades de Lisboa e de Warwick (Reino vez que desvenda um enigma de 39,5 novos casos de tuberculose por (Onusida), Peter Piot. exemplo do que decidiu em 1993 para Unido) - trabalharam sobre uma das décadas. 100 mil habitantes, mais dois por A decisão de reunir em Lisboa a droga e as toxicodependências, uma mais antigas dúvidas relacionadas “Durante anos foram apresen- cento do que no ano anterior. vários ministros da Saúde da União agência própria que constitua um com a tuberculose e interpretaram a tados vários factores - da genética ao Anualmente são administradas Europeia, bem como organizações elemento técnico e político, capaz de diferente eficácia da vacina contra a clima - como responsáveis por esta em Portugal cerca de 100 mil vacinas não governamentais ligadas à proble- estabelecer políticas comunitárias doença. tão grande variabilidade da eficácia de BCG às crianças. mática da Sida, surge após a confe- consistentes nesta matéria”, defendeu. 05/03/04
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×