Aula 05 - Programação Web - Trabalhando com arquivos em PHP

1,764 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,764
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
86
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 05 - Programação Web - Trabalhando com arquivos em PHP

  1. 1. <ul>Programação Web <li>Fatec Ipiranga
  2. 2. Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  3. 3. Aula 05 – Trabalhando com arquivos </li></ul><ul>Dalton Martins </ul><ul>[email_address] </ul><ul>São Paulo, Setembro, 2011 </ul>
  4. 4. Arquivos <ul><li>É uma das formas mais utilizadas para organizarmos informações que serão utilizadas ao longo do tempo;
  5. 5. Permite gravarmos diferentes tipos de informação em vários formatos possíveis;
  6. 6. Normalmente, são utilizados para pequenas quantidades de dados;
  7. 7. Para grandes quantidades, iremos utilizar sistemas de banco de dados -> oferecem melhor tratamento e desempenho na manipulação da informação. </li></ul>
  8. 8. Arquivos e PHP <ul><li>O PHP trata arquivos como recursos a serem tratados pelo sistema operacional. Na prática, estamos lidando com fluxos de dados, que não precisam somente ser oriundos de arquivos em discos, mas podem vir diretamente da placa de rede, do teclado, entre outros...
  9. 9. Existem diversas funções de apoio na manipulação de arquivos. Veremos as mais comuns e úteis no contexto do curso! </li></ul>
  10. 10. Abrindo e fechando um arquivo <ul><li>Os arquivos são gerenciados como um recurso, portanto direcionados apontadores para eles: </li><ul><li>$arquivo = fopen ('usuarios.txt','r');
  11. 11. fclose($arquivo); </li></ul><li>Possuem modos que indicam o que pode ser feito com o recurso: </li><ul><li>R -> somente leitura;
  12. 12. r+ -> ler e escrever. O ponteiro é colocado no começo do arquivo;
  13. 13. W -> somente escrita. Antes de escrever, apaga o conteúdo do arquivo e posiciona o ponteiro no seu começo. Se o arquivo não existe, cria.
  14. 14. w+ -> ler e escrever. Antes de escrever, apaga o conteúdo do arquivo e posiciona o ponteiro no seu começo. Se o arquivo não existe, cria.
  15. 15. A -> somente escrita. O ponteiro é colocado no final do arquivo. Se o arquivo não existe, cria.
  16. 16. a+ -> escrita e leitura. O ponteiro é colocado no final do arquivo. Se o arquivo não existe, cria. </li></ul></ul>
  17. 17. Gravando uma string no arquivo <?php $arquivo = fopen('teste.txt','a'); $nome = &quot;pedro paulo|medico|pedro@gmail.comn&quot;; fwrite($arquivo,$nome); fclose($arquivo); ?>
  18. 18. Integrando formulário com arquivos <?php // Se o botão enviar for pressionado! if (isset($_POST['enviar'])) { $arquivo = fopen('teste.txt','a'); $nome = $_POST['nome'].&quot;|&quot;.$_POST['profissao'].&quot;|&quot;.$_POST['email'].&quot;n&quot;; fwrite($arquivo,$nome); fclose($arquivo); } ?> <form action=&quot;formularioarquivo.php&quot; method=&quot;post&quot;> <p> Nome:<br /> <input type=&quot;text&quot; name=&quot;nome&quot; size=&quot;20&quot; maxlength=&quot;40&quot; value=&quot;&quot; /> </p> <p> Profissao:<br /> <input type=&quot;text&quot; name=&quot;profissao&quot; size=&quot;20&quot; maxlength=&quot;40&quot; value=&quot;&quot; /> </p> <p> Email:<br /> <input type=&quot;text&quot; name=&quot;email&quot; size=&quot;20&quot; maxlength=&quot;40&quot; value=&quot;&quot; /> </p> <input type=&quot;submit&quot; name = &quot;enviar&quot; value=&quot;Enviar&quot; /> </form>
  19. 19. Lendo arquivo e ordenando valores em memória <?php $usuarios = file('usuarios.txt'); // declara o vetor para ser utilizado por todo o código. $vetor = array(); foreach ($usuarios AS $usuario) { // transforma uma linha do arquivo em 3 partes de um vetor $vetortemp=explode('|',$usuario); // insere no fim do vetor os valores de cada linha, formando um vetor único do arquivo. array_push($vetor,$vetortemp); } print_r($vetor); sort($vetor); echo &quot;<br><br><br>&quot;; print_r($vetor); ?> Conteúdo do arquivo usuarios.txt: dario martins|engenheiro|dmartins@gmail.com antonio da silva|professor|antonio@gmail.com aluizio pedrosa|contador|aluizio@gmail.com O comando file lê o arquivo e cria um vetor para cada linha!
  20. 20. Lendo arquivo e formatando saída em HTML <?php $usuarios = file('usuarios.txt'); foreach ($usuarios AS $usuario) { list($nome,$email)=explode(' ',$usuario); $email = trim($email); echo &quot;<a href=&quot;mailto:$email&quot; >$nome</a> <br /> &quot;; } ?> Edgard edgard@fatec.sp.gov.br Andre andre@fatec.sp.gov.br Paulo paulo@fatec.sp.gov.br Conteúdo do arquivo usuarios.txt
  21. 21. Gerando um relatório em tabela <?php $usuarios = file('teste.csv'); echo &quot;<table border=&quot;1&quot; align=&quot;center&quot;>&quot;; echo &quot;<tr><th>Nome</th>&quot;; echo &quot;<th>Telefone</th></tr>&quot;; foreach ($usuarios AS $usuario) { list($nome,$telefone)=explode(',',$usuario); echo &quot;<tr><td>&quot;; echo $nome; echo &quot;</td><td>&quot;; echo $telefone; echo &quot;</td></tr>&quot;; } ?> Conteúdo do teste.csv paulo,123 pedro,456 josé,789 carlos,901 arnaldo,234 mario,567
  22. 22. Formatando arquivos em tabelas <?php $usuarios = file('usuarios.txt'); $vetor = array(); foreach ($usuarios AS $usuario) { $vetortemp=explode('|',$usuario); array_push($vetor,$vetortemp); } sort($vetor); echo &quot;<table border=&quot;1&quot; align=&quot;center&quot;>&quot;; echo &quot;<tr><th>Nome</th>&quot;; echo &quot;<th>Profissao</th>&quot;; echo &quot;<th>Email</th></tr>&quot;; foreach ($vetor AS $usuario) { list($nome,$profissao,$email)=$usuario; echo &quot;<tr><td>&quot;; echo $nome; echo &quot;</td><td>&quot;; echo $profissao; echo &quot;</td><td>&quot;; echo $email; echo &quot;</td></tr>&quot;; } ?> Conteúdo do arquivo usuarios.txt: dario martins|engenheiro|dmartins@gmail.com antonio da silva|professor|antonio@gmail.com aluizio pedrosa|contador|aluizio@gmail.com

×