Sumário - Introdução: contextualizar dentro da Web 2.0 - Parte 1: o que é e como se usa. - Parte 2: aplicativos e um mundo...
INTRODUÇÃO - A Web 2.0 e seus 4 pilares: 1. Redes Sociais 2. Conteúdo gerado pelo usuário 3. Organização social e intelige...
INTRODUÇÃO 1. Redes Sociais As redes sociais, para a estudiosa Danah M. Boyd, tem três características em relação ao indiv...
INTRODUÇÃO 2. Conteúdo gerado pelo usuário Jornalismo participativo Blogosfera Comentários em notícias de grandes portais ...
INTRODUÇÃO 3. Organização social e inteligente da informação Mais do que apenas produzir conteúdo o usuário tem  consciênc...
INTRODUÇÃO 4. Aplicações e serviços:  mashups . O software livre permite uma cultura da reinvenção, do  aperfeiçoamento, d...
 
PARTE 1: O que é e como se usa? - Twitter: Origens. 1. A ideia existe há 17 anos, mas se concretizou em agosto de  2006. 2...
* SUAS CARACTERÍSTICAS DE USO 1. Responder à pergunta “O que você está fazendo” em até 140 caracteres (menos que uma mensa...
* SUAS CARACTERÍSTICAS DE USO 3. Poder enviar respostas diretas (replies) às pessoas que você segue, mesmo que elas não lh...
* COMO PODERÍAMOS DEFINÍ-LO? - O problema do termo “microblog” “ Embora a ferramenta seja comumente referida como “microbl...
1. REDE SOCIAL – As características que o atestam como tal. *Um perfil público ou semipúblico dentro de um sistema limitad...
*Ver e percorrer em sua lista de conexões e aquelas criadas por outros usuários dentro do sistema. 1. REDE SOCIAL – As car...
2. CONTEÚDO PRODUZIDO PELO USUÁRIO (RECUERO & ZAGO, 2009)‏
3. ORGANIZAÇÃO SOCIAL E INTELIGENTE DA INFORMAÇÃO - Hashtags (#)‏ - Tendências
PARTE 2: APLICATIVOS E UM MUNDO DE POSSIBILIDADES - MASHUPS
PARTE 2: APLICATIVOS E UM MUNDO DE POSSIBILIDADES - MASHUPS - Tweetdeck: Twitter direto no  desktop com funções extras. - ...
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS Mobilidade:  integração com sistemas SMS e apps para celular com 3G ou wi-fi.
Permite a informação sobre os espaços públicos de uma maneira nova, possibilitando novos encontros e sugestões sobre ambie...
“ No caminho, aproveitava os sinais fechados e os engarrafamento para atualizar o Twitter sobre o que via por onde passava...
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas. Redação do jornal Britânico “Tel...
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Porém, o código livre também gera ruídos.
APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Porém, o código livre também gera ruídos.
CONCLUSÃO - O que a ferramenta propôs e em quê ela está se tornando. “ O Twitter é uma ferramenta de micromensagens, lança...
BIBLIOGRAFIA RECUERO, Raquel e ZAGO, Gabriela.  Em busca das redes que importam - Redes Sociais e Capital Social no Twitte...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Um Passarinho Me Contou - Twitter:características e possibilidades

4,974 views

Published on

Seminário apresentado na disciplina "Estudos avançados das culturas midiáticas audiovisuais", do prof. Ed Porto no mestrado em comunicação da UFPB, por Ricardo Oliveira.

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,974
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
706
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Um Passarinho Me Contou - Twitter:características e possibilidades

  1. 2. Sumário - Introdução: contextualizar dentro da Web 2.0 - Parte 1: o que é e como se usa. - Parte 2: aplicativos e um mundo de possibilidades - Conclusão: o que a ferramenta propôs e em quê ela está se tornando.
  2. 3. INTRODUÇÃO - A Web 2.0 e seus 4 pilares: 1. Redes Sociais 2. Conteúdo gerado pelo usuário 3. Organização social e inteligente da informação 4. Aplicações e serviços: mashups .
  3. 4. INTRODUÇÃO 1. Redes Sociais As redes sociais, para a estudiosa Danah M. Boyd, tem três características em relação ao indivíduo: (a) construir um perfil público ou semipúblico dentro de um sistema limitado (b) articular uma lista de outros usuários com quem eles compartilham uma conexão c) ver e percorrer sua lista de conexões e aquelas criadas por outros usuários dentro do sistema.
  4. 5. INTRODUÇÃO 2. Conteúdo gerado pelo usuário Jornalismo participativo Blogosfera Comentários em notícias de grandes portais Sinais de que o usuário agora tem canais para não depender de “conteúdo enlatado”.
  5. 6. INTRODUÇÃO 3. Organização social e inteligente da informação Mais do que apenas produzir conteúdo o usuário tem consciência de que escreve para alguém e, socialmente, constrói conhecimento. O ciclo pode se reconfigurar, mas agora é infinito. “ Perguntas não respondidas criam tensão...indicando regiões onde é preciso inventar e inovar” (LEVY apud JENKINS, 2008)‏
  6. 7. INTRODUÇÃO 4. Aplicações e serviços: mashups . O software livre permite uma cultura da reinvenção, do aperfeiçoamento, das fusões entre aplicativos.
  7. 9. PARTE 1: O que é e como se usa? - Twitter: Origens. 1. A ideia existe há 17 anos, mas se concretizou em agosto de 2006. 2. Twitter = “childro”, “gorjeio”, canto de um pássaro. 3. Um dos criadores também fundou o Blogger. 4. Foi premiado em 2009 como o “Acontecimento do Ano” no Web Awards.
  8. 10. * SUAS CARACTERÍSTICAS DE USO 1. Responder à pergunta “O que você está fazendo” em até 140 caracteres (menos que uma mensagem em SMS)‏ 2. Seguir pessoas para receber seus “tweets” e ser seguido por pessoas que recebem os seus.
  9. 11. * SUAS CARACTERÍSTICAS DE USO 3. Poder enviar respostas diretas (replies) às pessoas que você segue, mesmo que elas não lhe sigam. 4. Troca de “mensagens diretas” que são privadas. Para isso, o destinatário precisa lhe seguir.
  10. 12. * COMO PODERÍAMOS DEFINÍ-LO? - O problema do termo “microblog” “ Embora a ferramenta seja comumente referida como “microblog”, optou-se por se referir a ela como um “micromensageiro”, por se considerar que as apropriações conferidas ao Twitter fizeram com que ele se afastasse da idéia de um blog”, (RECUERO & ZAGO, 2009). - O Twitter não se enquadra nas características citadas por Orihuela (2007) para que seja visto como uma representação “micro” de um blog. - Interpretando Recuero & Zago (2009), podemos definí-lo como uma redesocial de micromensagens que permite conversação direta, mas opcional, entre os mensageiros.
  11. 13. 1. REDE SOCIAL – As características que o atestam como tal. *Um perfil público ou semipúblico dentro de um sistema limitado *Uma lista de outros usuários com quem eles compartilham uma conexão
  12. 14. *Ver e percorrer em sua lista de conexões e aquelas criadas por outros usuários dentro do sistema. 1. REDE SOCIAL – As características que o atestam como tal.
  13. 15. 2. CONTEÚDO PRODUZIDO PELO USUÁRIO (RECUERO & ZAGO, 2009)‏
  14. 16. 3. ORGANIZAÇÃO SOCIAL E INTELIGENTE DA INFORMAÇÃO - Hashtags (#)‏ - Tendências
  15. 17. PARTE 2: APLICATIVOS E UM MUNDO DE POSSIBILIDADES - MASHUPS
  16. 18. PARTE 2: APLICATIVOS E UM MUNDO DE POSSIBILIDADES - MASHUPS - Tweetdeck: Twitter direto no desktop com funções extras. - TwitterFox: aplicativo para o navegador FireFox que melhora o acesso às mensagens.
  17. 19. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS Mobilidade: integração com sistemas SMS e apps para celular com 3G ou wi-fi.
  18. 20. Permite a informação sobre os espaços públicos de uma maneira nova, possibilitando novos encontros e sugestões sobre ambientes e situações. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS
  19. 21. “ No caminho, aproveitava os sinais fechados e os engarrafamento para atualizar o Twitter sobre o que via por onde passava: os carros quebrados, carros em posições perigosas parados e abandonados na contramão, a inexistência de agentes de trânsito ou policiais, os engarrafamentos...ia escrevendo, dirigindo e lendo os replies que me chegavam. No Twitter, diferente do rádio que continuava a ouvir, várias pessoas me respondiam imediatamente sobre o que eu postava. Eu escrevia: "orla engarrafada. vou pegar a Garibaldi' e rapidamente recebia um reply: "Garibaldi tb engarrafada tb [sic], levei 1 hora para chegar na Tancredo Neves"... E assim foi até que consegui chegar em casa”, (ANDRÉ LEMOS em seu blog). APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS
  20. 22. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
  21. 23. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas. Redação do jornal Britânico “Telegraph” utiliza o aplicativo “TwitterFall”, que agrega tweets que usam um mesmo termo para acompanhar a opinião de usuários sobre determinados assuntos.
  22. 24. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
  23. 25. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
  24. 26. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
  25. 27. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Possibilita que empresas o utilizem de múltiplas formas.
  26. 28. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Porém, o código livre também gera ruídos.
  27. 29. APLICAÇÕES E SERVIÇOS: MASHUPS - Porém, o código livre também gera ruídos.
  28. 30. CONCLUSÃO - O que a ferramenta propôs e em quê ela está se tornando. “ O Twitter é uma ferramenta de micromensagens, lançada em outubro de 2006 e com um rápido crescimento no mundo e no Brasil, na qual, originalmente, os usuários são convidados a responder à pergunta “O que você está fazendo?” em até 140 caracteres” (RECUERO & ZAGO, 2009)‏ “ Apesar de ser uma ferramenta relativamente nova, o Twitter já foi objeto de vários estudos. Vários apontam, por exemplo, que a maior parte das atualizações efetivamente não responde à pergunta-título da ferramenta (MISCHAUD, 2007; HONEYCUTT & HERRING, 2009), mas está focada em apropriações relacionadas ao acesso à informação e ao estabelecimento de conversações entre os atores (JAVA et al., 2007)”. (RECUERO & ZAGO, 2009)‏
  29. 31. BIBLIOGRAFIA RECUERO, Raquel e ZAGO, Gabriela. Em busca das redes que importam - Redes Sociais e Capital Social no Twitter . (2009)‏ JENKINS, Henry. Cultura da Convergência . (2008)‏ KRISHNAMURTHY, Balachander, GILL, Philipa, ARLITT, Martin. A few chirps about Twitter . (2008)‏ COBO ROMANÍ, Cristóbal; PARDO KUKLINSKI,Hugo. P laneta Web 2.0. Inteligencia colectiva o medios fast food. (2007)‏

×