44
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

44

on

  • 1,224 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,224
Views on SlideShare
1,205
Embed Views
19

Actions

Likes
2
Downloads
55
Comments
0

2 Embeds 19

http://portefliodepsicologiab.blogspot.com 17
http://portefliodepsicologiab.blogspot.pt 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

44 Presentation Transcript

  • 1. PSICOLOGIA B - 12º ano Tema 2: EU Processos emocionais A professora: Antónia Couto Ano letivo: 2011-2012Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 2. Índice Introdução• Distinção entre afeto, sentimento e emoção (D5)• Definição de emoção (D6 e D7)• Estados emocionais: negativos (medo) e positivos (felicidade) (D8)• Tipos de emoções: Emoções primárias, secundárias e de fundo (D9 e D10)• Papel das emoções (D11, D12 e D13)• Valor Adaptativo das Emoções (D14) . SNS e SNP . O medo . memória das emoções• Características das Emoções (D18)• Componentes das Emoções (D19) Conclusão: perspetiva sistémica da emoção Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 3. Introdução• Nós por experiência própria conseguimos perceber quando é que os nossos pais têm conhecimento de uma situação menos agradável em que estamos envolvidos. Porquê? Expressões faciais Entoação da voz Postura do corpoTudo isto denuncia as emoções.Por mais que tentemos, esconder aquilo que sentimos é algo quase impossível ou até mesmo impossível. Todas estas emoções denunciam-nos a nos próprios Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 4. • Engloba • Amizade• tudo o que • Saudade está fora e • Admiração dentro de nós • Estima Afetos • Indignação • Amor • Tristeza • Mais intensas • Esperança e passageiras Sentimentos Emoções Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 5. Definição de EMOÇÃO• Tem origem num acontecimento, objeto, situação ou numa pessoa;• Efeitos: reações corporais específicas e observáveis: – São automáticas e inconscientes.As emoções podem ser negativas oupositivas (polaridade). Existem dois tipos de emoções: primária e secundária. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 6. A emoção implica alterações corporaisAceleração do ritmo circulatórioAceleração do ritmo respiratórioA consciência destas alterações fisiológicas SENTIMENTO Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 7. Estados emocionais: positivos e negativos Emoções básicas ou primárias Calma Timidez SerenidadeApreensão Prazer Pânico Alegria Emoções Terror secundárias Êxtase Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 8. Tipos de emoções Primárias ou universais Secundárias ou Emoções sociais FundoRua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 9. Tipos de emoções Emoções Primárias Secundárias . revelam-se úteis, porque . avaliação cognitiva dospermitem reações automáticas acontecimentos (associaçõesque facilitam, por exemplo, que com determinados estímulos já o indivíduo fuja do perigo. presenciados e com . este tipo de emoções são aprendizagens anteriormente promovidas pelo sistema feitas). A sua ocorrência exige a límbico (amígdala, tálamo, participação do funcionamento hipotálamo, hipocampo). do córtex pré-frontal do lado direito (afetividade). . Ex: a alegria, a tristeza, o medo, a . Ex: a vergonha, a calma, etc. surpresa, etc. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 10. Papel das emoções. As emoções sinalizam estados do organismo,adaptando-o às situações do ambiente.. As emoções constituem um primeiro código de comunicação do organismo com o ambiente. A sobrevivência do indivíduo depende, entre outras coisas, de: Sistemas rápidos de Sinalizações rápidas sobre o comunicação com o estado do organismo em cada ambiente momento Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 11. Qual o papel das emoções? Emoções Indivíduo Espécie Necessidade de Adaptação e comunicação do bebé comunicação da espécieSinais emocionais Valores, ideias,(sorriso, choro, grito, princípios eexpressões faciais). experiencias de vida
  • 12. As emoções são o primeiro método de comunicação do ser humano Asemoções tem um papel fundamental na perspetiva do desenvolvimento da espécie e do desenvolvimento individual
  • 13. Valor Adaptativo das Emoções O sistema nervoso autónomo monitoriza processos como os da respiração, digestão, batimento cardíaco, etc. O sistema nervoso autónomo está dividido em: •Sistema Nervoso Simpático •Sistema Nervoso ParassimpáticoRua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 14. Sistemas nervosos: simpático e parassimpático• Responsável pela ativação do organismo: assegura uma resposta rápida a um factor stressante, através de: . Aumento da pressão arterial . Aumento do batimento cardíaco . Aumento do ritmo respiratório . Aumento do fluxo sanguíneo conduzido ao cérebro . Simultaneamente, lentifica ou pára o processo de digestão, por não ser necessário no imediato para a ação•O sistema nervoso parassimpático acalma o corpo, através de: PARASSIMPÁTICO . Diminuição ou regularização da pressão arterial . Diminuição ou regularização do batimento cardíaco . Diminuição ou regularização do ritmo respiratório . Aumenta a actividade do estômago e regulariza a digestão . O sistema nervoso parassimpático promove o relaxamento e a regularização do estado geral do organismo. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 15. • Um circuito direto do tálamo para a amígdala • Um circuito indireto do tálamo, através do córtex sensorial, para a amígdalaO circuito direto não conduz informação detalhada sobre o estímulo, mas tem avantagem de ser extremamente rápido; a rapidez é uma importante caraterísticada informação que permite ao organismo enfrentar uma ameaça e sobreviver.•O circuito indireto conduz impulsos nervosos dos órgãos sensoriais (olhos, porex.) ao tálamo; a partir do tálamo, os impulsos nervosos viajam pelo córtexsensorial respetivo que os envia então para a amígdala. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 16. Memória das emoçõesA amígdala está associada à memória(às memórias emocionais). Estaimportante função da amígdala tem,pelo menos, duas consequências:• Positiva: uma vez sabido que um estímuloé perigoso, não precisamos de aprender denovo a mesma coisa;• Negativa: Aprendemos a ter medos quenão nos servem para nada; muitas pessoastêm medos e ansiedade por razões poucofundamentadas que seria melhor queperdessem, mas não é fácil perder um medo. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 17. Caraterísticas das Emoções• As emoções desenrolam-se no tempo• As emoções variam de intensidade• As emoções refletem-se em alterações corporais• As emoções têm causas e objectos a que se destinam• As emoções são versáteis• As emoções são polares• As emoções são reações específicas a experiênciasespecíficas• As emoções são determinadaspelas interpretações dos factos Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 18. Componentes das emoções• Componente subjetiva – relaciona-se com o que o indivíduo sente a nível emocional, interior a que só ele tem acesso (estado afetivo associado à emoção).• Componente fisiológica – respostas corporais internas, sobretudo as ligadas ao sistema nervoso autónomo.• Componente cognitiva – ocorre quando tomamos conhecimento do facto: se não houver conhecimento deste, não se experimenta qualquer emoção. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 19. Componentes das emoções• Componente expressiva – expressões corporais que permitem mostrar ao outro as nossas emoções.• Componente avaliativa – uma avaliação, agradável ou desagradável, da situação.• Componente comportamental – conjunto de comportamentos que o sujeito poderá ter face à emoção do outro. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 20. Componentes das emoções: exemploAs emoções envolvem um conjunto de componentes que variam no número e na ordem em que são apresentadas.No dia do seu aniversário, oFrancisco recebeu, como prenda dosseus pais, um telemóvel que hámuito desejava. Um dos maioresamigos dos pais, o Manuel, deixou-ocair ao chão partindo o ecrã. OFrancisco ficou furioso.
  • 21. Cognitiva O facto de o Francisco ter presenciado o que aconteceu, ter conhecimento do que aconteceu é que o faz ficar furioso. O Francisco reage à situação em função dos seus interesses, valores e objectivos, ou seja, o telemóvel avaliativa tinha um grande valor para ele, ainda mais por ter sido oferecido pelos pais. fisiológicaComponentes Refere-se às manifestações orgânicas da emoção. Adas Emoções respiração do sujeito ficou mais rápida, a tensão muscular aumentou, o coração começou a bater mais depressa. expressiva Tem uma função social importante, é uma forma de comunicação. Através comportamental do conjunto de expressões corporais é que o Manuel fica a O Francisco tenta controlar-se, o seu conhecer o estado de Francisco. subjetiva estado emocional poderia desencadear um conjunto de comportamentos, que iriam desde a critica verbal à agressão. O Francisco sente-se furioso, o seu estado afetivo é associado à emoção.Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  • 22. Conclusão: perspetiva sistémica da emoção• Os cientistas que estudam as emoções concordamnormalmente com uma perspectiva sistémica naabordagem da emoção.• Consideram, com efeito, que os componentes de umaemoção exercem efeitos recíprocos uns sobre os outros.As questões colocadas pelo investigadores têmsobretudo a ver com a forma como: as respostas do sistema nervoso autónomo, asCrenças e cognições e as expressões faciaisContribuem para a intensidade de uma emoção. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt