Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
292
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
21
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Socialismo; Comunismo; Anarquismo; História
  • 2. Socialismo  Do ponto de vista político e econômico, o comunismo seria a etapa final de um sistema que visa a igualdade social e a passagem do poder político e econômico para as mãos da classe trabalhadora.  Para atingir este estágio, deveria-se passar pelo socialismo, uma fase de transição onde o poder estaria nas mãos de uma burocracia, que organizaria a sociedade rumo à igualdade plena, onde os trabalhadores seriam os dirigentes e o Estado não existiria.
  • 3. Socialismo: Característica  Diferentemente do que ocorre no capitalismo, onde as desigualdades sociais são imensas, o socialismo é um modo de organização social no qual existe uma distribuição equilibrada de riquezas e propriedades, com a finalidade de proporcionar a todos um modo de vida mais justo.
  • 4. Socialismo: Característica  Sabe-se que as desigualdades sociais já faziam com que os filósofos pensassem num meio de vida onde as pessoas tivessem situações de igualdade, tanto em seus direitos como em seus deveres; porém, não é possível fixarmos uma data certa para o início do comunismo ou do socialismo na história da humanidade.  Podemos, contudo, afirmar que ele adquiriu maior evidência na Europa, mais precisamente em algumas sociedades de Paris, após o ano de 1840 (Comuna de
  • 5. Publicação da Comuna de París.
  • 6. Tradução  A Comuna de Paris decretou: 1. Conscrição foi abolida 2. Nenhuma força militar, que não seja o guarde nacional, pode entrar na lista de reprodução criada ou introduzida em Paris 3. Todos os cidadãos válidos fazem parte da Guarda Nacional
  • 7. Socialismo: Característica  Na visão do pensador e idealizador do socialismo, Karl Marx, este sistema visa a queda da classe burguesa que lucra com o proletariado desde o momento em que o contrata para trabalhar em suas empresas até a hora de receber o retorno do dinheiro que lhe pagou por seu trabalho.  Segundo ele, somente com a queda da burguesia é que seria possível a
  • 8. Karl Marx
  • 9. Friedrich Engels
  • 10. Socialismo: Característica  A sociedade visada aqui é aquela sem classes, ou seja, onde todas as pessoas tenham as mesmas condições de vida e de desenvolvimento, com os mesmos ganhos e despesas.  Alguns países, como, por exemplo, União Soviética (atual Rússia), China, Cuba e Alemanha Oriental adotaram estas idéias no século XX.  A mais significativa experiência socialista ocorreu após a Revolução Russa de 1917,
  • 11. Símbolo da União da Republica Socialista Soviética (URSS).
  • 12. Vladimir Ilitch Lenin
  • 13. Marcha dos Bolcheviques.
  • 14. Socialismo: Característica  Porém, após algum tempo, e por serem a minoria num mundo voltado ao para o lucro e acúmulo de riquezas, passaram por dificuldades e viram seus sistemas entrarem em colapso.  Foi a União Soviética que iniciou este processo, durante o governo de Mikail Gorbachov (final de década de 1980), que implantou um sistema de abertura econômica e política (Glasnost e Perestroika) em seu país.
  • 15. Mikail Gorbachov
  • 16. Socialismo: Característica  Atualmente, somente Cuba, governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor.  Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a
  • 17. Fidel Castro
  • 18. Socialismo: Característica Existem várias correntes do socialismo, entre elas as principais são: socialismo democrático, socialismo árabe, socialismo africano, comunismo, eco-socialismo, social anarquismo, social democracia, socialismo utópico, socialismo de mercado e socialismo
  • 19. Países atuais que seguem o socialismo e são uni partidários:  República Popular da China;  República Popular Democrática da Coréia (Coréia do Norte);  República de Cuba;  República Socialista do Vietnã;  República Democrática Popular do Laos.
  • 20. Bandeira da República Popular da China.
  • 21. Mapa político da República Popular da China.
  • 22. Ponto Turístico da República Popular da China.
  • 23. Bandeira da República Popular Democrática da Coréia (Coréia do Norte).
  • 24. Mapa político da República Popular Democrática da Coréia (Coréia do Norte).
  • 25. Cidade da República Popular Democrática da Coréia (Coréia do Norte).
  • 26. Bandeira da República de Cuba.
  • 27. Mapa político da República de Cuba.
  • 28. Praia da República de Cuba.
  • 29. Bandeira da República Socialista do Vietnã.
  • 30. Mapa político da República Socialista do Vietnã.
  • 31. Natureza da República Democrática Popular do Laos.
  • 32. Bandeira da República Democrática Popular do Laos.
  • 33. Mapa político da República Democrática Popular do Laos.
  • 34. Natureza da República Democrática Popular do Laos.
  • 35. Comunismo  O comunismo pode ser definido como uma doutrina ou ideologia (propostas sociais, políticas e econômicas) que visa a criação de uma sociedade sem classes sociais.  De acordo com esta ideologia, os meios de produção (fábricas, fazendas, minas, etc) deixariam de ser privados, tornando-se públicos.  No campo político, a ideologia
  • 36. Símbolo do Comunismo.
  • 37. Comunismo  As idéias do sistema comunista estão presentes na obra "O Capital" de Karl Marx. Nesta, o filósofo alemão propõe a tomada de poder pelos proletários (operários das fábricas) e a adoção de uma economia de forma planejada para acabar com as desigualdades sociais, suprindo, desta forma, todas as necessidades das pessoas.  Outra obra importante, que apresenta esta ideologia, é "O Manifesto do Partido
  • 38. Karl Marx, “Pai” do Comunismo.
  • 39. “O Capital” uma das – se não a - mais importante obra de Karl Marx.
  • 40. O Manifesto do Partido Comunista obra de Karl Marx e Friedrich Engels.
  • 41. Comunismo  O grande marco histórico do comunismo foi a Revolução Russa de 1917. Podemos citar também, neste contexto, a Revolução Cubana que ocorreu em 1 de janeiro de 1959.  Outros importantes teóricos do comunismo foram: Rosa Luxemburgo, Antônio Gramsci e
  • 42. Imagem representando a Revolução Russa.
  • 43. Che Guevara e Fidel Castro imagem representando a Revolução Cubana.
  • 44. Rosa Luxemburgo  Rosa Luxemburgo, em polonês, foi uma filósofa e economista marxista polonesa, alemã.  Nascimento: 5 de março de 1871, Zamosc, Polônia.  Falecimento: 15 de janeiro de 1919, Berlim, Alemanha.  Obra: Reforma ou Revolução?
  • 45. Rosa Luxemburgo
  • 46. "Quem não se movimenta, não sente as correntes que o
  • 47. Antonio Gramsci  Antonio Gramsci foi um filósofo, político, cientista político, comunista e antifascista italiano.  Nascimento: 22 de janeiro de 1891, Ales, Itália  Falecimento: 27 de abril de 1937, Roma, Itália  Obra: A questão meridional, Cartas do cárcere.
  • 48. Antonio Gramsci
  • 49. "Somos criadores de nós mesmos, da nossa vida, do nosso destino e nós queremos saber isto hoje, nas condições de hoje, da vida de hoje e não de uma vida qualquer e de um homem qualquer. "
  • 50. Vladimir Ilitch Lenin  Vladimir Ilitch Lenin ou Lenine foi um revolucionário e chefe de Estado russo, responsável em grande parte pela execução da Revolução Russa de 1917, líder do Partido Comunista.  Nascimento: 22 de abril de 1870, Ulianovsk, Rússia  Falecimento: 21 de janeiro de 1924, Gorki Leninskiye, Rússia  Obra: Imperialismo, fase superior do capitalismo.
  • 51. Vladimir Ilitch Lenin
  • 52. "É preciso sonhar, mas com a condição de crer em nosso sonho, de observar com atenção a vida real, de confrontar a observação com nosso sonho, de realizar escrupulosamente nossas fantasias. Sonhos, acredite neles." Vladimir Ilitch Lenin
  • 53. Anarquismo  Anarquismo pode ser definido como uma doutrina (conjunto de princípios políticos, sociais e culturais) que defende o fim de qualquer forma de autoridade e dominação (política, econômica, social e religiosa).  Em resumo, os anarquistas defendem uma sociedade baseada
  • 54. Anarquismo O anarquismo é contrário a existência de governo, polícia, casamento, escola tradicional e qualquer tipo de instituição que envolva relação de autoridade. Defendem também o fim do sistema capitalista, da propriedade privada e do Estado.
  • 55. Anarquismo  Os anarquistas defendem uma sociedade baseada na liberdade dos indivíduos, solidariedade (apoio mútuo), coexistência harmoniosa, propriedade coletiva, autodisciplina, responsabilidade (individual e coletiva) e forma de governo baseada na autogestão.
  • 56. Anarquismo  O movimento anarquista surgiu na metade do século XIX.  Podemos dizer que um dos principais idealizadores do anarquismo foi o teórico Pierre- Joseph Proudhon, que escreveu a obra "Que é a propriedade?" (1840).
  • 57. Símbolo do Anarquismo
  • 58. Bandeira do Anarquismo.
  • 59. Pierre-Joseph Proudhon  Pierre-Joseph Proudhon foi um filósofo político e econômico francês, foi membro do Parlamento Francês.  Nascimento: 15 de janeiro de 1809, Besançon, França  Falecimento: 19 de janeiro de 1865, Passy, Paris, França  Obra: Filosofia da Miséria.
  • 60. Pierre-Joseph Proudhon
  • 61. "Aquele que botar as mãos sobre mim, para me governar, é um usurpador, um tirano. Eu o declaro meu inimigo!" Pierre-Joseph Proudhon
  • 62. Flicts: A Todo Anarquista  A todo aquele que anda sobre a terra A todo aquele que trava sua guerra A quem não reconhece muros nem prisões A quem não respeita correntes nem grilhões Aos que não esperam que o tempo lhes dê razão Aos que ousam derrubar a moral e a tradição A todo aquele que abraça a deliqüência A todo aquele que vive a inconseqüência  OOOOO A todo anarquista  A todo aquele sem pátria nem bandeira A todo aquele sem hino nem fronteira Aos que se arriscam a peitar autoridade Aos que se arriscam a dançar com a liberdade Aos que não esperam que o tempo lhes dê razão Aos que ousam derrubar a moral e a tradição A todo aquele que abraça a deliqüência A todo aquele que vive a inconseqüência  OOOOO A todo anarquista