Your SlideShare is downloading. ×
0
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Laringite - causas, sintomas e tratamento
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Laringite - causas, sintomas e tratamento

215,937

Published on

0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
215,937
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
114
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. LaringiteSintomas e tratamentoA laringite é uma inflamação da laringe geralmente causada por umvírus, mas pode ter etiologia bacteriana, fúngica e por protozoários.Essa inflamação pode ainda estar relacionada a doenças como apneumonia, bronquite, gripe ou qualquer outra infecção no aparelhorespiratório e seu tratamento será explicado a seguir.
  • 2. LARINGITE - DIAGNÓSTICO Para identificar os sintomas da laringite o médicodeverá observar os sinais e sintomas da doençae avaliar a garganta e a laringe através de umlaringoscópio ou com o uso de um pequenoespelho na região da garganta pois assim épossível observar a inflamação desta área. Entretanto, quando de trata de uma laringitecrônica o médico poderá solicitar outros examesa fim de identificar o micro-organismo causadorda doença para um melhor tratamento. Examesque também podem ser utilizados para odiagnóstico da laringite podem ser o exame doescarro, radiografia e exame da tireóide.
  • 3. Laringite - DEFINIÇÃO Laringite é o nome que damos àinflamação da laringe, região das viasaéreas onde ficam localizam ascordas vocais. A laringite tem váriascausas, sendo as principais aalergia, infecções, cigarro, refluxogastroesofágico ou uso excessivo davoz. A inflamação da laringe e dascordas vocais pode se manifestar soba forma de laringite aguda ou laringitecrônica.
  • 4. LaringiteAbordaremos O que é LARINGITE CAUSAS SINTOMAS CRUPE ou Laringite Estridulosa TRATAMENTO
  • 5. O que é a LARINGEA laringe é uma curtaestruturacilíndrica, localizada abaixoda faringe e logo acima datraqueia, responsável porabrigar as cordas vocais. Alaringe fica atrás da saliênciacartilaginosa dopescoço, conhecida comopomo-de-adão.Durante o ato de engolir, o acesso à laringe se fecha, impedindo quealimentos cheguem às cordas vocais e à traqueia. O fechamento dalaringe garante que os alimentos sigam o caminho correto em direção aoesôfago. Pela laringe não passam alimentos, somente o ar inspirado eexpirado. As cordas vocais ficam na laringe e, além de permitirem apassagem de ar em direção à traqueia, podem vibrar com a passagemde ar vindo dos pulmões na direção contrária, permitindo-nos emitir sonse falar.
  • 6. Funções principais daLARINGEA laringe, portanto, tem três funções principais:- Canalizar o ar respirado em direção às cordasvocais e à traquéia.- Agir como válvula, fechando a traquéia quandovocê engole, impedindo que alimentos ou líquidosentrem nas suas vias respiratórias.- Permitir a emissão de sons através da vibraçãodas cordas vocais com a passagem de ar vindo dospulmões.Quando a laringe inflama, dizemos que o pacientetem laringite, um quadro caracterizadopredominantemente pela inflamação das cordasvocais, que provoca uma redução na suacapacidade de vibrar, levando à rouquidão ouperda da voz.
  • 7. Causas de LARINGITE A maioria das laringites é aguda eautolimitada, com duração menor que 3semanas. As laringites agudas são habitualmenteprovocadas por infecções virais queacometem as vias áreas superiores. Um quadro de laringite pode viracompanhado de outras infecções, comogripe, resfriado, faringite ou sinusite.Crises de alergia que acometem as viasáreas também podem provocar laringiteaguda. O uso excessivo das cordas vocais é outracausa comum de laringite.
  • 8. Causas de LARINGITECRÔNICA A laringite crônica é aquela que duramais de 3 semanas. Causas comuns de laringite persistente: Cigarro Bebidas Alcoólicas Refluxo Gastroesofágico Sinusite crônica Uso excessivo e constante da voz Uso constante de bombas inalatóriaspara ASMA
  • 9. LARINGITE - SINTOMASOs principais sintomas da laringite são tosse seca erouquidão, mas a laringite pode manifestar-se atravésde outros sintomas como: Febre; Dificuldade para engolir; Dor de garganta; Coceira na garganta; Mal estar; Taquicardia; Perda da voz; Inchaço da laringe; Dificuldade para respirar;Quando causada por uma virose das viasaéreas, sintomas como coriza, espirros ou tosse
  • 10. CRUPE ou LaringiteEstridulosa A laringite estridulosa, tambémchamada de crupe, é o termo usadopara uma inflamação, habitualmentede origem viral, que acometesimultaneamente a laringe, aepiglote e a traquéia.
  • 11.  O crupe é uma infecção viral contagiosa dasvias aéreas superiores e inferiores que causadificuldade respiratória, especialmente nainspiração, que afeta principalmentecrianças com 6 meses a 3 anos de idade. Adoença geralmente é transmitida através dainalação de gotículas que contêm o víruspresentes no ar ou do contato com objetosinfectados. Pode ser causado por vários vírus diferentes,como o parainfluenza. ou mesmo pelo vírusdo sarampo ou por outros vírus comoo vírus sincicial respiratório ou um vírus dagripe.CRUPE ou LaringiteEstridulosa
  • 12.  O crupe comumente inicia com sintomassemelhantes ao de um resfriadocom inflamação do revestimento dasvias aéreas, provocando dificuldaderespiratória que, juntamente com umatosse forte e rouquidão especialmente ànoite. A respiração é rápida e profundae 50% das crianças apresentam febre. Oestado da criança pode melhorar pelamanhã, voltando a piorar à noite.Geralmente, a doença dura 3 a 4 dias.CRUPE ou LaringiteEstridulosa
  • 13.  O crupe recorrente é denominado crupeespasmódico. A alergia pode ser umacausa do crupeespasmódico, mas, habitualmente, elecomeça com uma infecção viral. O diagnóstico é efetuado com base nosintomas característicos apresentados. Pode ser tratado através de umnebulizador, pode ser feita a inalação demedicamentos que dilatam as viasaéreas, para facilitar a respiração dacriança.CRUPE ou LaringiteEstridulosa
  • 14. LARINGITE POR REFLUXO A laringite por refluxo é uma inflamaçãoda laringe causada pelo refluxoconstante, isto é a subida do conteúdogástrico pela laringe, o que é muitocomum em bebês e em indivíduosque estão acamados. Neste caso, otratamento deverá ser voltado parafacilitar a digestão como forma deprevenção do refluxo. Alguns cuidadoscomo não deitar-se depois de comer eter a cabeceira da cama mais alta que aparte dos pés são recomendados.
  • 15. LARINGITE - TRATAMENTO O tratamento para laringite édirecionado para o alívio dos sintomase para a cura das vias áreasinflamadas. A principal técnicautilizada no tratamento da laringite é ainalação de ar umidificado, comoa inalação do vapor do chá deeucalipto que possibilita a melhora dopaciente em poucos dias.
  • 16.  A laringite aguda é um quadro quemelhora espontaneamente, na maioria doscasos com menos de uma semana. Geralmente é indicado o usode medicamentos corticosteróides eos remédios em forma despray, nos casos mais graves pode sernecessário uma cirurgia. Pacientes comlaringite devem beber bastantelíquido, ficar em repouso, não forçar avoz, evitar inalar fumaça ou poeira ediminuir as suas atividades.LARINGITE - TRATAMENTO
  • 17. CRÉDITOS Apresentação e pesquisa: Diogo Queiroz

×