• Like
  • Save
Carol e maira trabalho de potugues slide
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Carol e maira trabalho de potugues slide

on

  • 547 views

 

Statistics

Views

Total Views
547
Views on SlideShare
546
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Carol e maira trabalho de potugues slide Carol e maira trabalho de potugues slide Presentation Transcript

    • Funções da particula Que O termo “que” pode pertencer a categorias gramaticais diferentes e exerce funções sintáticas diferentes. Vamos ver , separadamente, cada uma das funções do que:
    • Pronome Interrogativo Faz referência a pessoas (substantivo) ou a coisas (adjetivo). Ex: O que ocorreu nessa? Exs: Que tema você escolheu?
    • Pronome Relativo Refere-se a um termo anterior. Deve-se colocá-lo imediatamente após o substantivo repetido, que passará a ser chamado de elemento antecedente. Ex: As crianças que fabricam seus próprios brinquedos se monstram mais criativas no futuro.
    • Pronome Adjetivo Indefinido Tem sentido de ''quanto'' ou ''quantas''. Ex: Que horas são agora?
    • Conjunção coordenadiva aditiva Liga orações e tem valor próximo da conjunção ''e''. Ex:Diz que diz, mas não faz nada!
    • Conjunção Coordenativa Explicativa Valor próximo de ''pois''. Ex: Devemos nos amar, que o ódio consome e destrói a alma.
    • Conjunção Subordinativa Integrante: Introduz oração subordinada substantiva. Ex: Ficou claro que você não vai mais discutir o mesmo assunto.
    • Conjunção Subordinativa Causal Valor próximo de ''porque'' Ex:Corram, que o tornado está próximo da nossa cidade!
    • Conjunção Subordinativa Temporal Valor próximo de “desde que”. Ex: Cinco anos passaram que dali fomos embora.
    • Conjunção Subordinativa Concessiva: Valor próximo de “embora”, “ainda que” Ex: Que não gostem de nosso companheirismo, continuaremos unidos!
    • Conjunção Subordinativa Consecutiva: Exprime conseqüência. Ex: Tanto pediu que foi atendido.
    • Substantivo Quando se refere à própria partícula “que”. Vem acentuado por ser monossílabo tônico, acompanhado ou de artigo ou de palavra com valor de adjetivo. Ex: Este livro tem um quê de instigação e mistério.
    • Interjeição Exprime surpresa, espanto e vem acentuado Ex: Quê! Você foi ao casamento?
    • Particula de Realce Não prejudica a estrutura sintática se retirado. Ex: Que vontade que tenho de conversar com você às vezes.
    • Preposição Substitui a preposição “de” quando acompanhada dos verbos ter e haver. Ex: Tenho que vestir algo apropriado.Há que se perceber o equívoco.