GEO PSC1 - Migração e Dinâmica Urbana na Amazônia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

GEO PSC1 - Migração e Dinâmica Urbana na Amazônia

on

  • 1,403 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,403
Views on SlideShare
1,403
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
35
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

GEO PSC1 - Migração e Dinâmica Urbana na Amazônia GEO PSC1 - Migração e Dinâmica Urbana na Amazônia Presentation Transcript

  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração eDinâmica Urbana Prof. Diego Lopes Morais diegolopes.geo@gmail.com
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana SumárioI – Migração para a Amazônia a) O que é migração? b) Motivo para atrair migrantes e imigrantes para a região c) Principais grupos migratórios na Amazônia d) Impactos ocasionados pela migração no AmazonasII – Dinâmica Urbana em Manaus a) Formação e crescimento da cidade b) A Região Metropolitana de Manaus c) Problemas urbanos enfrentados
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana I – MIGRAÇÃO PARA A AMAZÔNIA O que é Migração?O sentido de migração está em trocar de região,país, estado ou até mesmo domicílio. É algo quejá acontece há muito tempo atrás, desde ocomeço da história da humanidade;Migrar faz parte do direito de ir e vir, que constana constituição;Porém essa questão da migração envolve muita polêmica, que gira emtorno das condições em que ocorrem esses processos migratórios: sede um modo livre, que assim está se exercendo este direito ou se demodo obrigatório, que tende a realizar interesses políticos eeconômicos desumanos. Fonte: VALIM, Ana. Migrações: Da perda da terra à exclusão social. SP: Atual, 1996.
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana Motivos que levam as pessoas a migrar- Guerras- Epidemias- Violência- Melhor qualidade de vida- Ofertas de Emprego- Trabalho- Estudos e oportunidades acadêmicas- Aventura- Nomadismo
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbanab) Motivos para atrair Migrantes e Imigrantes para a Região 1 - Colonização Com a conquista e a colonização abre-se um tempo novo para a Amazônia: “...o encontro de sociedades do Antigo e do Novo Mundo” Potugueses, espanhois, franceses, ingleses, holandeses. 2 – Oferta de Emprego e Qualidade de Vida A promessa de uma região próspera e que gera emprego e uma qualidade de vida adequada; Facilidade dos meios e produtos (alimentação, casa própria, estabilidade); Nordestinos (CE, PB, PE RN, MA, PA) e Interioranos do AM.
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbanac) Principais Grupos Migratórios para a Amazônia 1 - Nordestinos A estagnação econômica, as constantes secas e a prosperidade econômica de outras regiões do Brasil foram fatores determinantes no início do processo migratório nordestino; Com o início do "Primeiro Período da Borracha" em 1879, os nordestinos migraram para a região da Amazônia, fato que se repete com o "Segundo Período da Borracha" durante a Segunda Guerra Mundial. A migração para a Terra da Fartura, foi sempre estimulada com o aval dos governos estaduais nordestinos, porém com os Acordos de Washington assinados por Getúlio Vargas em 1943, esta passou a ser estimulada e organizada pelo Governo Federal. Calcula-se que mais de 60.000 pessoas migraram para a região amazônica para trabalharem como Soldados da Borracha.
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana 2 - EstrangeirosO estado possui a maior população estrangeira na Região Norte. São 6.964habitantes no estado que possuem alguma nacionalidade que não seja abrasileira; Os portugueses e seus descendentes formam os principais colonizadores do Amazonas; Ingleses construiram o porto flutuante e obras monumentais da cidade de Manaus; Os japoneses começaram a se instalar no Amazonas a partir de 1923. Com o fim do ciclo da borracha, desenvolveram novas técnicas de cultivo e a introdução de produtos agrícolas. Hoje são majoritarios ligados ao PIM; Outros grupos: Judeus, Árabes, Turcos, estão ligados ao comércio e chegaram no período da borracha; Haitianos migraram para a região apenas como “rota de entrada” para o suul do Brasil
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbanad) Impactos Ocasionados pela Migração no Amazonas O grande contingente populacional que migrou à região se obrigou a buscar trabalho mal remunerado, muitas vezes trabalhos como autônomos, o que não oferecem garantias trabalhistas nem previdenciais e sociais; Na cidade de Manaus vários bairros surgiram de invasões de terra causadas por famílias sem moradia e a cidade cresceu, em grande parte, desordenadamente, principalmente nas regiões leste e norte da cidade; Agravou os problemas pela concentração da pobreza em bairros de posseiros, onde incidiu os problemas com alcoolismo, criminalidade e consumo e tráfico de entorpecentes; Para corrigir os problemas oriundos da pobreza o Estado tem que intervir, fazendo chegar aos menos favorecidos os insumos do desenvolvimento, que são a educação básica e o acesso ao ensino superior gratuito.
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica UrbanaDinâmica Urbana em Manaus
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana I – FORMAÇÃO E CRESCIMENTO DA CIDADEa) Breve história da sua origem Antes de os europeus chegarem à Amazônia, os povos indígenas que habitavam a região foram os Manáos, os Barés e os Tarumãs; A primeira tentativa de ocupação da região de Manaus ocorreu em 1657, quando tropas coloniais saíram de São Luís e fixaram-se na foz do rio Tarumã.; O interesse em construir um forte na localidade surgiu apenas em 1668, através do capitão Pedro da Costa Favela; Em 4 de setembro de 1856 recebeu o nome de Cidade de Manaus, em homenagem à nação indígena Manaós. Porém, a data de sua fundação é de 24 de outubro de 1669 (342 anos).
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana b) Crescimento Urbano de Manaus1 - Período da Borracha Nesse período intensificou-se o processo demigração para Manaus, seja de nordestinos e brasileirosde outras regiões e imigrantes estrangeiros, o queobrigou a cidade a passar por mudanças significativas; No governo de Eduardo Ribeiro, a cidadeganhou o serviço de transporte coletivo de bondeselétricos, telefonia, eletricidade e água encanada, alémde um porto flutuante, que passou a receber navios dosmais variados calados e de diversas bandeiras. A “metrópole da borracha” tinha ruas retas elongas, calçadas com granito e pedras importadas dePortugal, praças e jardins bem cuidados, belas fontes emonumentos, um teatro suntuoso, hotéis, cassinos,estabelecimentos bancários e palacetes
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana2 - Implantação da Zona Franca de Manaus Com a consolidação do PIM, muitos empregos são gerados em Manaus sob a responsabilidade das fábricas do Distrito. É também nesta época que se intensifica a migração de moradores oriundos do interior e também de outros estados brasileiros, reflexo do crescimento populacional: - 1960: 321.125 habitantes - 1970: 473.545 habitantes - 1980: 922.477 habitantes - 1990: 1.011.403 habitantes - 2000: 1.347.590 habitantes - 2010: 1.802.525 habitantes FONTE: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (Censos Demográficos) Como a cidade não possui estrutura para abrigar o crescente contingente, este fator será responsável pelo surgimento de várias ocupações nas extremidades da cidade, nas zonas norte e leste, como inclusive na própria área do Distrito Industrial, o que dá certo caráter domiciliar ao bairro.
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana II – A REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUSAbrange os municípios de Manaus (capital),Iranduba, Careiro da Várzea, Manacapuru,Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Novo Airãoe Rio Preto da Eva;A Grande Manaus possui 2.210.825 habitantes[IBGE 2010];A Ponte Rio Negro foi inaugurada em 24 deoutubro de 2011, permitindo uma maiorintegração entre os municípios de Iranduba,Manacapuru e Novo Airão;A Região metropolitana de Manaus é a maioraglomeração urbana do Norte do Brasil e adécima-primeira maior do país.
  • PSC I - Geografia do Amazonas Migração e Dinâmica Urbana III – PROBLEMAS URBANOS ENFRENTADOS EM MANAUSManaus não foi preparada para receber o volume depessoas que aqui chegaram, não realizou o seuplanejamento urbano devido e hoje enfrenta comoconseqüência vários problemas urbanos, em suamaioria de cunho social; Hotel Tropical Jorge Teixeira A cidade enfrenta vários problemas como desemprego, saúde, educação, moradia, mobilidade, violência e desigualdade social; A cada espaço de terra ocupada de forma desordenada (muito em função da busca de moradia), sem planejamento ou infraestrutura mínima adequada para qualquer assentamento, leva cada vez mais às dificuldades de acesso ao saneamento Zona Nobre ambiental, iluminação pública, água potável, transporte público, coleta de lixo, iluminação pública, segurança, ruas pavimentadas etc; Mas as problemáticas urbanas estão presentes nas sociedades de todas as cidades brasileiras e do mundo. Não é um “privilégio” exclusivo de Manaus. Zona Pobre