• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Trabalho joão almeida e jorge beato
 

Trabalho joão almeida e jorge beato

on

  • 871 views

Trabalho realizado no âmbito da disciplina Ciências Naturais.

Trabalho realizado no âmbito da disciplina Ciências Naturais.

Statistics

Views

Total Views
871
Views on SlideShare
871
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Trabalho joão almeida e jorge beato Trabalho joão almeida e jorge beato Presentation Transcript

    • ESTAÇÃO ESPACIAL
      Escola E.B. 2,3 Teixeira Lopes
      Ciências Naturais
      João Nuno Almeida, nº 11
      Jorge Beato, nº12
      7º 1
    • PARTES DO TRABALHO
      Introdução/Objectivo do trabalho;
      Desenvolvimento;
      Vídeo;
      Conclusão;
      Bibliografia;
      Auto-avaliação.
    • INTRODUÇÃO/OBJECTIVO DO TRABALHO
      Com este trabalho pretendemos saber e fazer saber mais sobre as complexas e cientificamente maravilhosas Estações Espaciais.
      Daremos a conhecer as Estações Espaciais do passado, actuais e de “ficção”.
      Aprofundaremos um pouco mais sobre a Estação Espacial Internacional (''InternationalSpaceStation'' ou simplesmente ISS), o maior projecto de engenharia da humanidade!
      No fim do trabalho teremos/terão a oportunidade de visualizar um filme sobre a ISS.
    • DESENVOLVIMENTO
      Uma Estação Espacial é uma estrutura artificial concebida para a permanência humana no espaço. A distinção entre uma estação espacial e uma nave espacial reside na ausência de sistemas de propulsão ou de aterragem — em vez disso, são necessários outros veículos para transportes de e para a estação. As estações espaciais são desenhadas para suportar a vida em órbita a médio prazo, por períodos de semanas, meses, ou mesmo anos.
      As estações espaciais são utilizadas para estudar os efeitos no corpo humano de longos períodos de permanência no espaço, bem como para proporcionar melhores plataformas para investigação científica, comparativamente a outros veículos espaciais.
      A expressão "estação espacial" foi cunhada pelo alemão HermannOberth em 1923 para descrever uma estrutura que serviria como ponto de partida para viagens à Lua e Marte.
      Estações espaciais do passado e actuais:
      Programa Salyut: Salyut 1, Salyut 4, Salyut 6 e Salyut 7.
      Programa Almar: Salyut 2, Salyut 3 e Salyut 5.
      Skylab.
      Mir.
      Estação Espacial Internacional (ISS).
      Adicionalmente, a BigelowAerospace encontra-se a desenvolver módulos habitacionais insufláveis, destinados à construção de estações espaciais.
      Desde o voo da Soyuz 11 à Salyut 11, todas as missões tripuladas ultrapassaram o seu recorde no embarque com estações espaciais. O recorde actual de 437,7 dias foi estabelecido por ValeriPolyakov na MIR de 1994 a 1995. Em 2000, 3 astronautas completaram missões de mais de um ano de duração, todas na MIR.
      Alguns desenhos de estações espaciais foram propostos como habitats espaciais de longo prazo para grandes quantidades de pessoas, essencialmente “cidades no espaço”, onde as pessoas se instalassem permanentemente. No entanto estas concepções não passam de hipotéticas, e nunca foram consideradas para implementação.
    • Lista de estações espaciais ocupadas:
      Estação espacial / Lançamento / Reentrada / Dias em uso (em órbita e ocupada) / Tripulação total e visitantes / Visitas (tripuladas e não tripuladas) / Massa(Kg)
      Salyut 1 / 19 de Abril de 197101:40:00 UTC 11 de Outubro de 1971 175 24 3 2 0 18,425
      Skylab / 14 de Maio de 197317:30:00 UTC 11 de Julho de 197916:37:00 UTC 2,249 171 9 3 0 77,088
      Salyut 3 / 25 de Junho de 197422:38:00 UTC 24 de Janeiro de 1975 213 15 2 1 0 18,500
      Salyut 4 / 26 de Dezembro de 197404:15:00 UTC 3 de Fevereiro de 1977 770 92 4 2 1 18,500
      Salyut 5 / 22 de Junho de 197618:04:00 UTC 8 de Agosto de 1977 412 67 4 2 0 19,000
      Salyut 6 / 29 de Setembro de 197706:50:00 UTC 29 de Julho de 1982 1,764 683 33 16 14 19,000
      Salyut 7 / 19 de Abril de 198219:45:00 UTC 7 de Fevereiro de 1991 3,216 816 26 12 15 19,000
      Mir / 19 de Fevereiro de 198621:28:23 UTC 23 de Março de 200105:50:00 UTC 5,511 4,594 137 39 68 124,340
      ISS / 20 de Novembro de 199821:28:23 UTC — 3,490 2,777 173 - 47(T) ~126(V) 33 18 254,638
      Na ficção
      A estação espacial DeepSpace 9 é muito conhecida entre os fãs da história do StarTrek. Foi construída pelos Cardassianos em torno de Bajor e posteriormente ocupada pelos técnicos da Federação.
      Babylon 5 é uma série desenrolada numa estação espacial algures no futuro.
    • A Estação Espacial Internacional (''InternationalSpaceStation'' ou simplesmente ISS) é um laboratório espacial actualmente em construção. A montagem em órbita da EEI começou em 1998 e a estação encontra-se em uma órbita baixa (entre 340 km e 353 km) que possibilita ser vista da Terra a olho nu. Viajando a uma velocidade média de 27.700 km/h, a Estação completa 15,77 órbitas por dia. Na continuidade das operações da Mir russa, do Skylab dos Estados Unidos, e do planejado Columbus europeu, a Estação Espacial Internacional representa a permanência humana no espaço e tem sido mantida com tripulações de número não inferior a dois elementos desde 2 de Novembro de 2000. A cada rendição da tripulação, a estação comporta ambas equipes (em andamento e a próxima), bem como um ou mais visitantes.
      A ISS envolve diversos programas espaciais, sendo um projecto conjunto da Agência Espacial Canadense (CSA/ASC), Agência Espacial Europeia (ESA), Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (宇宙航空研究,, ou JAXA), Agência Espacial Federal Russa (ROSKOSMOS) e Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos da América.
      A estação espacial encontra-se em órbita em torno da Terra a uma altitude de aproximadamente 360 quilómetros, uma órbita tipicamente designada de órbita terrestre baixa (na verdade, a altitude varia ao longo do tempo em vários quilómetros devido ao arrastamento atmosférico e reposição). A estação perde, em média, 100 metros de altitude por dia e orbita a Terra num período de cerca de 92 minutos. Em 27 de Junho de 2008 (às 01:01 UTC) completou 55.000 órbitas desde o lançamento do módulo Zarya.
      A estação é atendida principalmente pelo vaivém espacial e pelas naves Soyuz e Progress. Ainda se encontra em construção, embora já seja utilizada continuamente para realização de experiências científicas. Actualmente a estação já está pronta para suportar tripulações de seis elementos. Até Julho de 2006, todos os membros da tripulação permanente provinham dos programas espaciais russos ou norte-americanos. No entanto a partir dessa data a ISS tem recebido tripulantes das Agências Espaciais Europeia, Canadense e Japonesa. A Estação Espacial também já foi visitada por muitos astronautas de outros países e por turistas espaciais. É comum a confusão que se faz com "gravidade zero", o que não ocorre no local. A gravidade aproximada do local, tendo em conta um raio de 6.378,1 Km terrestre é de 8,3 m/s² - 8,4m/s², pela igualdade da Lei da Gravitação Universal (LGU) e o Peso, o que é considerável. O efeito "gravidade zero" ocorre porque a estação está “a cair eternamente" por causa da curva ocasionada pela "força centrípeta".
    • Estação Espacial Internacional em foto de Componentes da Estação Espacial Interna-
      17 de Abril de 2010 após desacoplamento cional em Fevereiro de 2010.
      ao final da missão STS-131.
    • Estação Espacial Internacional (estatísticas):
      Tripulação: 6
      Gravidade Terrestre: ~ 8,3760683 m/s²Lei da Gravidade
      Altitude média: 340,5 km
      Período Orbital: 91,34 minutos
      Inclinação: 51,64 graus
      Órbitas por dia: 15,70
      Desvio médio diário em altitude: ~88 m
      Lançamento Zarya:20 de Novembro de 1998 06:40:27 GMT
      Data de ocupação (Expedição 1):1 de Novembro de 2000 09:21 GMT
      Velocidade média: 7,69 km/s - 27,685.7 km/h
      Massa actual: 303.663 kg (28 de Março de 2009)
      Volume da área de circulação: 358 m³
      Pressão:~ 757 mmHg (100 kPa)
      Oxigénio:~ 162.4 mmHg (22 kPa)
      Dióxido de carbono:~ 4.8 mmHg (640 Pa)
      Temperatura:~ 26,9 °C Estação Espacial Internacional
    • Vídeo da Estação Espacial Internacional
      http://pt.euronews.net/2010/03/04/isso-maior-projecto-de-engenharia-da-humanidade/
      A cada 92 minutos, voa sobre as nossas cabeças, o projecto mais complexo alguma vez feito pela humanidade. Uma estrela brilhante que podemos observar a olho nu. Falamos da Estação Espacial Internacional, uma estrutura que flutua a 400 quilómetros da Terra.
    • CONCLUSÃO
      Com este trabalho ficámos a conhecer as Estações Espaciais que já existiram, as que actualmente existem e até as que são retratadas somente em filmes.
      Ficámos ainda a conhecer mais pormenorizadamente a Estação Espacial Internacional (ISS).
    • BIBLIOGRAFIA
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Esta%C3%A7%C3%A3o_espacial
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Esta%C3%A7%C3%A3o_Espacial_Internacional
      http://www.youtube.com/watch?v=wsQENN2wt9Q (som de fundo)
      http://pt.euronews.net/2010/03/04/isso-maior-projecto-de-engenharia-da-humanidade/(vídeo)
    • AUTO-AVALIAÇÃO
      Análise crítica do trabalho:
      Não sentimos dificuldades em fazer este trabalho e gostámos muito do tema escolhido, mas tivemos pena de não o ter podido desenvolver mais, pois tínhamos como limite máximo 5 páginas para o seu desenvolvimento.
      Abordámos bastantes aspectos interessantes de que não tínhamos qualquer conhecimento.
    • Esperamos que tenham aprendido algo de novo e gostado deste trabalho!