Projeto Sem Higiene Não Há SaúDe

  • 49,361 views
Uploaded on

PROJETO: SEM HIGIENE NÃO HÁ SAÚDE …

PROJETO: SEM HIGIENE NÃO HÁ SAÚDE

Maria da Glória Silva Viana
Diana Pilatti Onofre
Escola Estadual José Mamede de Aquino
NTE Campo Grande

Partindo do princípio de que uma boa saúde contribui para o desenvolvimento e o aprendizado das nossas crianças, o Projeto “Sem Higiene não há Saúde”, busca estimular hábitos saudáveis entre alunos da Classe Especial e Sala de Recursos. Esta idéia também surgiu da constatação de um problema comum entre alunos da primeira etapa do Ensino Fundamental: o descuido e/ou desconhecimento com procedimentos simples de higiene rotineiros (na maioria das vezes resultado do descaso dos pais ou fatores socioculturais). Desta forma, o presente projeto objetivou: Conscientizar os alunos de que os hábitos de higiene não trazem somente benefícios estéticos, mas também benefícios à saúde; Identificar doenças causadas por falta de higiene; Estimular para a prática correta de tomar banho, cortar as unha e cabelos, lavar as mãos antes e depois das refeições; Prevenir alunos e pais quanto aos cuidados contra o piolho e doenças adquiridas pela falta de higiene. A metodologia adotada alicerçou-se nos Referenciais Curriculares da Educação Básica, buscando a interdisciplinaridade e a preparação do indivíduo enquanto cidadão consciente e atuante dentro da sua comunidade. Os alunos assistiram vídeos musicais sobre os temas: Lavar as Mãos, Tomar Banho, Escovar os dentes e Prevenção contra o piolho. Sob a orientação da professora, os alunos refletiram sobre seus próprios hábitos de higiene e desenvolveram atividades relacionadas aos conceitos estudados. Ao final do projeto, percebemos que os exercícios despertaram a autoconsciência em vários alunos, no que diz respeito ao seu próprio corpo e os cuidados necessários para com o mesmo. Percebemos também que o tipo de mudança objetivada pelo projeto, está além da sala de aula, uma vez que precisamos também de uma mudança dentro do núcleo familiar, com o apoio dos pais na contribuição para os cuidados da higiene e saúde das crianças.

Palavras Chave: Higiene, Saúde, Classe Especial, Sala de Recursos

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
49,361
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
170
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Professoras Diana Pilatti Onofre Maria da Glória Viane Escola Estadual José Mamede de Aquino
  • 2. Dados de Identificação:
    • Escola Estadual José Mamede de Aquino
    • Campo Grande/MS
    • Projeto elaborado pelas professoras Diana Pilatti (Professora STE) e Glória Viane (Professora Regente), para as turmas do 2º ano da primeira etapa do Ensino Fundamental – Classe Especial – e Sala de Recursos.
  • 3. Justificativa:
    • Partindo do princípio que uma boa saúde contribui para o desenvolvimento e o aprendizado das nossas crianças, o Projeto “Sem Higiene não há Saúde”, busca estimular hábitos saudáveis entre os alunos.
    • Esta ideia também surgiu da constatação de um problema comum entre as primeiras etapas do Ensino Fundamental: um grande descuido e/ou desconhecimento com procedimentos simples de higiene na rotina das crianças (na maioria das vezes resultado do descaso dos pais ou fatores socio-culturais).
  • 4. Objetivos:
    • Levar o aluno a perceber a necessidade de adotar hábitos saudáveis;
    • Conscientizar os alunos de que os hábitos de higiene não trazem somente benefícios estéticos, mas também benefícios á saúde;
    • Identificar doenças causadas por falta de higiene;
    • Estimular para a prática correta de tomar banho, cortar as unha e cabelos, lavar as mãos antes e depois das refeições;
    • Prevenir alunos e pais quanto aos cuidados contra o piolho;
    • Prevenir alunos e pais quanto aos cuidados contra as doenças causadas por ingestão de microorganismos causadores de doenças e verminoses, ingestão esta que se dá quando a criança leva a boca a mão suja ou alimentos manuseados sem a devida higiene.
  • 5. Metodologia:
    • A metodologia adotada foi embasada nos Referenciais Curriculares da Educação Básica, buscando a interdisciplinaridade e a preparação do indivíduo enquanto cidadão consciente e atuante dentro da sua comunidade.
    • Os alunos assistiram a vídeos musicais sobre os temas: Lavar as Mãos, Tomar Banho, Escovar os dentes e Prevenção contra o piolho. Os vídeos foram baixados do youtube e foram elaborados exclusivamente para a orientação (de forma lúdica) quanto a higiene das crianças em faze de alfabetização.
    • Seguindo aos vídeos, a professora levou os alunos a refletirem sobre seus próprios hábitos de higiene.
    • Após as reflexões os alunos desenvolveram atividades para fixar os conceitos estudados.
  • 6. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Como escovar os dentes adequadamente
  • 7. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Importância do banho.
  • 8. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Produção do xampu de ervas para o combate ao piolho
  • 9. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Teatro de fantoches: A Bruxa Fedida e Chapeuzinho: uma forma lúdica de orientar ás crianças quanto aos hábitos de higiene
  • 10. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Atividades envolvendo as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências e Estudos Sociais
  • 11. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Trabalhos com vídeos musicais (recurso midiático: TV e Vídeo)
  • 12. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos...
    • Jogos e brincadeiras digitais (recurso midiático: computador)
  • 13. Conclusão:
    • Ao decorrer da semana do projeto, percebemos que as atividades despertaram a autoconsciência em vários alunos, no que diz respeito ao seu próprio corpo e os cuidados necessários para com o mesmo.
    • Percebemos também que o tipo de mudança objetivada pelo projeto, está além da sala de aula, uma vez que precisamos também de um mudança dentro do núcleo familiar, com o apoio dos pais na contribuição para os cuidados da higiene e saúde das crianças – infelizmente, toda a mudança social e/ou familiar demanda tempo.
    • Independente deste processo, nos sentimos vitoriosas ao perceber a satisfação das crianças no momento do aprender e também nosso próprio crescimento profissional.
  • 14. Sem Higiene não há Saúde
    • Projeto está disponível (na íntegra)no BlogMede
    • http://eejma.blogspot.com/
    • Diana Pilatti
    • [email_address]