• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Projeto Óleo pela Natureza
 

Projeto Óleo pela Natureza

on

  • 9,829 views

Projeto desenvolvido na Escola Estadual José Mamede de Aquino, organizado eplas professoras Diclá Gueiros e Diana Pilatti

Projeto desenvolvido na Escola Estadual José Mamede de Aquino, organizado eplas professoras Diclá Gueiros e Diana Pilatti

Statistics

Views

Total Views
9,829
Views on SlideShare
9,812
Embed Views
17

Actions

Likes
1
Downloads
159
Comments
0

2 Embeds 17

http://escolajosemamede.blogspot.com.br 11
http://escolajosemamede.blogspot.com 6

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Projeto Óleo pela Natureza Projeto Óleo pela Natureza Document Transcript

    • Governo Estadual de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de EducaçãoEscola Estadual José Mamede de Aquino Projeto Reciclagem de Óleo de Cozinha Campo Grande/MS 2011 1
    • DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Estadual José Mamede de Aquino Endereço: Rua Heitor Vieira de Almeida, nº 287, Jardim Aeroporto, CampoGrande, MS – CEP 79.106-053 Telefone: (67) 3314 7058 – Fax: (67) 3314 4066 População alvo: Alunos do 1º ano A (matutino) Professoras Responsáveis Diclá Gueiros – Química / Biologia Diana Pilatti – STE matutino Período de realização: 2º bimestre 2011 Tema do Projeto: Reciclagem do Óleo de Cozinha Eixos Temáticos: Educação Ambiental Temas transversais abordados: meio ambiente e trabalho 2
    • INTRODUÇÃO O Aquífero Guarani é o maior A Água é um recurso natural finito e centro manancial de água docede preocupação de vários segmentos da sociedade. subterrânea transfronteiriço do mundo. Está localizado naA preservação do meio ambiente é tema muito região centro-leste da América do Sul, e ocupa uma área de 1,2discutido, uma vez que, aça cada ano, as reservas milhões de Km², estendendo-se pelo Brasil (840.000l Km²),naturais se esgotam – desmatamento, poluição de Paraguai (58.500 Km²), Uruguaifontes de água, aquecimento global. São temas que (58.500 Km²) e Argentina (255.000 Km²).urgem discussões e, principalmente, soluções, amédio e longo prazo, uma vez os que sofrerão as Sua maior ocorrência se dá emmaiores conseqüências do descaso com a natureza território brasileiro (2/3 da área total), abrangendo ossão as gerações futuras. Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Enquanto vários estados brasileiros já tratam Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.a água como uma questão emergencial, o MatoGrosso do Sul, por sua localização privilegiada nocontexto das reservas subterrâneas de água, ainda“engatinha” em relação à prática deconscientização e preservação das reservas. 3
    • JUSTIFICATIVA Por desconhecimento ou até mesmo por falta de consciência, váriosestabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes e lanchonetes, e residênciasjogam o óleo de cozinha diretamente na rede de esgoto. Essa ação prejudicadiretamente a saúde da água potável disponível para nós, além de prejudicar o solo, o are, consequentemente, a vida de animais e nossa. Pesquisas feitas por especialistas no assunto apontam que cada litro de óleo de cozinha é capaz de contaminar cerca de um milhão de litros de água. Se jogado no solo, devido seu poder impermeabilizante, pode contribuir para enchentes e deslizamentos de terras no período de chuvas. Nos leitos dos riose lagoas, o óleo (por ser mais leve) cria uma fina camada sobre a superfície da água, oque dificulta a entrada da luz e a oxigenação, comprometendo o ecossistema e suacadeia alimentar, causando a morte de peixes e plantas aquáticas. Após um tempo,inicia-se seu processo de decomposição, e o óleo de cozinha libera gás metano, quealém do mau cheiro, contribui para o efeito estufa e o aquecimento global. Diante desse problema entidadesgovernamentais deve fomentar discussões e Biodisel - A transformação doviabilizar recursos para a educação ambiental nas óleo de cozinha em energia renovável começa pela filtragem,escolas, criação de usinas de coleta, refinamento que retira todo o resíduoe reciclagem, bem como a conscientização da deixado pela fritura. Depois é removida toda a água misturadapopulação quanto ao armazenamento do óleo e ao produto. A depender do óleo, ele passará por uma purificaçãoposterior entrega as entidades coletoras. química que irá retirar os últimos resíduos. Esse óleo São muitas as possibilidades de "limpo" recebe então a adição de álcool e de uma substânciareaproveitamento do óleo de cozinha – resina para catalisadora. Colocado no reator e agitado a temperaturastinta, sabão, detergente, glicerina, ração para específicas, ele se transforma em biocombustível e após oanimais e até a produção do biodiesel – este novo refino pode ser usado em motores capacitados para queimá-lo. 4
    • tipo de combustível está sendo largamente desenvolvido em vários países do mundo. Consciente do seu papel na comunidade, a Escola José Mamede desenvolvecom alunos e professores o Projeto “Óleo pela Natureza”, conscientizando os alunos esuas famílias quando ao bom destino do óleo usado em suas casas. OBJETIVOS O descarte do óleo de cozinha usado é apenas uma pequena parte do grandeproblema relacionado a geração de lixo no mundo, por isso o projeto visa mostrar aosalunos e suas famílias (principalmente conscientizando as donas de casa) a necessidadeda mudança de hábitos e contribuição a preservação de seus recursos naturais para aspróximas gerações. OBJETIVO GERAL • Conscientizar toda a comunidade escolar quanto à importância de pequenaspráticas para de preservação ambiental para o bem estar das gerações futuras. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: • Conscientizar a comunidade escolar José Mamede da importância dapreservação do meio ambiente por meio dos cuidados com a água e o solo; • Fomentar discussões e reflexões quando às medidas possíveis em nossa escola eresidências para favorecer à preservação; • Identificar as nossas reservar e a importância do Aquífero Guarani em MatoGrosso do Sul; • Promover práticas de reaproveitamento do óleo de cozinha, por meio daconfecção do sabão caseiro; • Conscientizar toda a comunidade escolar da importância de práticas diárias queafetam o meio ambiente benefícios a médio e longo prazo; 5
    • • Criar a “consciência ecológica” por meio da interdisciplinaridade e atividadesdiferenciadas na escola. CONTEÚDOS • Preservação Ambiental • Reservas naturais de água • Reciclarem de óleo de cozinha • Efeitos químicos poluentes a médio e longo prazo PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Consoante com o Projeto Político Pedagógico da EscolaJosé Mamede de Aquino, a metodologia que servirá comobase para as atividades a serem desenvolvidas será a sócio-interacionista, ou crítica dos conteúdos, que vê o aluno comomembro ativo de uma sociedade e sua necessidade decrescimento enquanto cidadão crítico e participativo. Ainterdiciplinaridade, a diversidade e os temas transversaistambém estarão presentes durante a elaboração dasestratégias de ensino/aprendizagem. O projeto acontecerá em três etapas: > A primeira de estudos teóricos * em sala de aula – com leitura de texto e debates sobre o meio ambiente e nossaspraticas para preservá-lo. * em sala de tecnologias – onde os alunos pesquisarão texto e imagens e assistirãovídeos sobre a água e o destino do óleo de cozinha. > O segundo momento prático 6
    • * Quando os alunos confeccionarão o sabão caseiro, seguindo roteiro/receita:Materiais5 litros de óleo de cozinha usado2 litros de água200 mililitros de amaciante1 quilo de soda cáustica em escamaPreparoColoque cuidadosamente a soda em escamasno fundo de um balde.Depois, coloque a água fervendo.Mexa até diluir todas as escamas da soda.Adicione o óleo e mexa.Adicione o amaciante e mexa novamente.Jogue a mistura numa fôrma e espere secar.Corte o sabão em barras. Atenção: A soda cáustica pode causar queimaduras na pele. O ideal é usar luvas e utensílios de madeira ou plástico para preparar a mistura. Todo esse processo será fotografado e filmado pelos próprios alunos que usarão osregistros para a última etapa. > O último passo, os alunos retornarão a sala de tecnologia, munidos as imagensregistrada durante e experiência prática, e elaborarão vídeos apresentando àcomunidade o que aprenderam referente a reciclagem do óleo e a preservação d meioambiente. 7
    • CRONOGRAMA Maio Junho Julho AgostoEstudos teóricos sobre o processo o químico do xóleo se exposto ao meio ambienteRecolhimento do óleo de cozinha nas residências x xda comunidadeProdução de vídeos, murais informativos e xfolders entregues a comunidadeCulminância: Exposição e distribuição à xcomunidade das peças de sabão RECURSOS RECURSOS HUMANOS: Toda a comunidade escolar, professores, alunos, família. RECURSOS MATERIAIS: vídeos, computadores, internet, papel sulfite, cartolinas,maquina fotográfica, filmadora, pendriver, para a receita do sabão caseiro: água,amaciante, óleo de cozinha usado, coador de tecido, soda em escamas, luvas e máscaraspara a proteção. AVALIAÇÃO Para que a avaliação seja satisfatória e seguindo as sugestões do ReferencialCurricular, a avaliação dentro deste projeto poderá ser feita em suas quatro esferas: 8
    • Avaliação diagnóstica – em geral, é inicial e tem por objetivo averiguar osconhecimentos que os alunos já possuem adquirido nas etapas anteriores do processo deensino/aprendizagem; Avaliação formativa – no recorrer do processo de ensino, para que o professorvisando conhecer informações para um possível replanejamento, se necessário; Avaliação somativa – ao final do processo e tem como objetivo identificar oconhecimento assimilado pelos alunos, se satisfatório; Auto-avaliação – estimulando a auto-análise e auto-crítica tanto de alunos comode professores. REFERÊNCIASINFORMEDE: O USO DAS TÉCNOLOGIAS. Escola José Mamede de Aquino, Campo Grade –MS, 2010MATO GROSSO DO SUL. Referencial Curricular da Educação Básica para o Ensino Médio.Secretaria de Estado de Educação, MS, 2008.PLANO POLÍTICO PEDAGÓGICO. Escola Estadual José Mamede de Aquino. Campo Grande –MS, 2009.WebReferênciasEco Desenvolvimento. Disponível emhttp://www.ecodesenvolvimento.org.br/voceecod/aprenda-a-reciclar-oleo-de-cozinha,acesso em 02.05.2011.Projeto BioRede http://projetobioredes.blogspot.com/Aquífero Guarani http://www.daaeararaquara.com.br/guarani.htm 9
    • Sugestões de VídeosReportagem sobre a Reciclagem do Óleohttp://www.youtube.com/watch?v=iQeJLsW99vwOs benefícios da Reciclagem do Óleo (parte 1)http://www.youtube.com/watch?v=QsYrbWW9NoM(parte 2) http://www.youtube.com/watch?v=vhqi6GQWxywSabão caseiro http://www.youtube.com/watch?v=H3oRKfiEr8kGlobo Repórter: Bio Combustível http://www.youtube.com/watch?v=r41WLb3insU 10
    • Anexos 11
    • 12
    • 13