Your SlideShare is downloading. ×
Ligações interatômicas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Ligações interatômicas

37,056
views

Published on


0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
37,056
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
338
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. LIGAÇÕES QUÍMICAS Prof. Alessandro BRUTO
  • 2. LIGAÇÕES QUÍMICAS A grande diversidade de substâncias existentes indica que os diferentes átomos podem combinar-se formando moléculas ou aglomerados iônicos, através de ligações químicas . As ligações , por sua vez, são decorrentes dos seguintes fatores: 1. atrações eletrostáticas; 2. tendência de formação de pares eletrônicos.
  • 3. As ligações podem se divididas em dois grupos 1. Interatômicas: - iônicas - metálicas - covalentes 2. Intermoleculares: - pontes de H - forças VDW LIGAÇÕES QUÍMICAS
  • 4. Ligações Interatômicas LIGAÇÕES QUÍMICAS Iônica Metálica Covalente
  • 5. Ligação iônica Ocorre entre um cátion e um ânion sendo o resultado de atração eletrostática ( lei de Coulomb ). Portanto, tal ligação ocorrerá entre elementos muito eletropositivos ( metais alcalino e alcalino-terrosos ) e elementos muito eletronegativos ( calcogênios e halogênios ), principalmente. LIGAÇÕES QUÍMICAS
  • 6. Características dos compostos iônicos 1. Todos são sólidos cristalinos , à T ambiente; 2. Apresentam alto Ponto de Fusão e Ebulição , o que indica uma intensa (forte) ligação; 3. O caráter iônico aumenta com a diferença de eletronegatividade entre os elementos; 4. Não conduzem corrente elétrica no estado sólido mas conduzem em solução aquosa e quando fundidos ; 5. Os íons obedecem ao modelo do octeto . LIGAÇÕES QUÍMICAS
  • 7. Um exemplo típico de composto iônico: NaCl Cada íon assume configuração eletrônica de gás nobre (modelo do octeto). Cristal cúbico LIGAÇÕES QUÍMICAS
  • 8. Ligação metálica Ocorre entre átomos de metais iguais ou metais diferentes ( ligas ). A partir de propriedades dos metais propõe-se um modelo para a ligação: 1.bons condutores de corrente ( indica elétrons semi-livres ). 2.sólidos cristalinos em temperatura ambiente, com alto Ponto de Fusão ( indica forte ligação ); 3.em geral apresentam 1 ou 2 elétrons na camada de valência ( n s 1 ou n s 2 ). LIGAÇÕES QUÍMICAS
  • 9. Exemplos de metais e configurações LIGAÇÕES QUÍMICAS Na (Z = 11): 2 - 8 - 3 s 1 Fe (Z = 26): 2 - 8 - 14 - 4 s 2 Cu (Z = 29): 2 - 8 - 18 - 4 s 1 O átomo metálico pode ser considerado como sendo um “cátion” envolvido por elétrons ns 1 ou ns 2 que formam um orbital de compartilhamento “gigante” , responsável pela adesão dos átomos e justificando a alta condução de corrente elétrica, sob uma diferença de potencial (ddp).
  • 10. Modelo de ligação metálica LIGAÇÕES QUÍMICAS A estrutura é cristalina semelhante aos compostos iônicos Os elétrons ns 1 e ns 2 externos são responsáveis pela ligação e condução de corrente.
  • 11. Ligação covalente ou molecular Ocorre, em geral, entre átomos de não metais onde a diferença de eletronegatividade seja baixa. LIGAÇÕES QUÍMICAS A ligação covalente decorre do compartilhamento de pares de elétrons, com spins opostos ou anti-paralelos, formando moléculas. - se o par de elétrons é constituído por um elétron de cada átomo envolvido, a ligação é dita covalente normal ; - se o par de elétrons é cedido por apenas um dos átomos a ligação é dita covalente dativa ou coordenada .
  • 12. Exemplos (fórmulas de Lewis) LIGAÇÕES QUÍMICAS 1 - Molécula de hidrogênio covalente normal 2 - Molécula de cloro covalente normal
  • 13. Exemplos (fórmulas de Lewis) LIGAÇÕES QUÍMICAS 3 - Molécula de oxigênio 2 covalentes normais 4 - Molécula de nitrogênio 3 covalentes normais
  • 14. Exemplos (fórmulas de Lewis) LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 - Molécula de ácido clorídrico 1 covalente normal 6 - Molécula de gás carbônico 4 covalentes normais
  • 15. Exemplos (fórmulas de Lewis) LIGAÇÕES QUÍMICAS 8 - trióxido de enxofre 7 - dióxido de enxofre ligação dativa
  • 16. Exemplos (fórmulas de Lewis) LIGAÇÕES QUÍMICAS 9 - ânion sulfato (SO 4 -2 ) dativa normal