Projectos da CRIE

1,185 views
1,115 views

Published on

Projectos da CRIE

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,185
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
87
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projectos da CRIE

  1. 1. Projectos da
  2. 2. A ECRIE : <ul><li>é uma equipa multidisciplinar; </li></ul><ul><li>concebe, desenvolve, concretiza e avalia iniciativas mobilizadoras e integradoras no domínio do uso dos computadores, redes e Internet nas escolas e nos processos de ensino-aprendizagem tendo em conta: </li></ul><ul><li>a) Desenvolvimento do currículo das TIC nos ensinos básico e secundário e respectiva formação de professores; </li></ul><ul><li>b) Apetrechamento e manutenção de equipamentos de TIC nas escolas. </li></ul><ul><li>(...) </li></ul>
  3. 3. Projectos
  4. 4. <ul><li>[email_address] (Competências Básicas em TIC nas EB1) </li></ul><ul><li>  Implementado em 2002 e ainda em vigor; </li></ul><ul><li>Objectivo: </li></ul><ul><li>- promover o uso dos computadores, redes e Internet nas escolas públicas do 1º ciclo do ensino básico (EB1); </li></ul><ul><li>- contribuir para mais e melhor aprendizagem, por parte de todos os alunos, através da integração curricular dos computadores e da Internet. </li></ul>
  5. 5. Formas de organização: <ul><li>Realizam-se sessões de trabalho com alunos e professores em cada escola EB1; </li></ul><ul><li>cada EB1 é visitada 4 vezes (5h por visita), sendo que uma das visitas poderá ser revertida em acção de formação. </li></ul><ul><li>O tempo de visita às Escolas poderá ser distribuído entre o tempo de preparação ou de reflexão com os professores, em horário não lectivo e o apoio ao trabalho na sala de aula. </li></ul>
  6. 6. II. Connect <ul><li>É uma plataforma que permite trabalho colaborativo e suporta os trabalhos de realidade virtual acrescentada; </li></ul><ul><li>É possível aos alunos visitarem museus de ciência e realizarem experiências que esses museus disponibilizam; </li></ul><ul><li>Caberá a Portugal validar a plataforma CONNECT enquanto ferramenta de ensino/aprendizagem a distância. </li></ul>
  7. 7. III. ENIS, a Rede Europeia de Escolas Inovadoras <ul><li>Foi criada em 1999; </li></ul><ul><li>Constituída por quase 400 escolas inovadoras de 20 países europeus que representam &quot;escolas do amanhã&quot; no presente. </li></ul>
  8. 8. Objectivos ENIS: <ul><li>Visa a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem, participando, assim, na sociedade do conhecimento. </li></ul><ul><li>Discutir e difundir boas práticas de acordo com as políticas da Comissão Europeia, nomeadamente no Plano de Acção eLearning; </li></ul><ul><li>Promover projectos colaborativos entre escolas no que respeita ao desenvolvimento das TIC; </li></ul><ul><li>Testar e validar projectos da Comissão ou de outros parceiros, conteúdos e serviços; </li></ul><ul><li>Estimular a inovação e mudança através da interacção com escolas menos desenvolvidas e da implementação de novas soluções a nível organizacional e pedagógico. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>É uma Acção do Programa Life LongLearning da União Europeia; </li></ul><ul><li>Criado em 2004; </li></ul><ul><li>Objectivo : criar redes de trabalho colaborativo entre escolas europeias, desenvolvendo projectos comuns recorrendo à Internet e às TIC. </li></ul>IV.
  10. 10. Resultados Obtidos <ul><li>No site www.etwinning.net , podem encontrar-se os projectos das escolas e os meios necessárias para que uma escola se torne membro oficial da Acção eTwinning . </li></ul>
  11. 11. V. Programa KidSmart Early Learning <ul><li>Desenvolvido entre 2004 até aos dias de hoje; </li></ul><ul><li>São criados Centros de Aprendizagem KidSmart, onde são fornecidos equipamentos informáticos, software educativo e um guia de utilização destes instrumentos de trabalho nos Jardins de Infância para crianças/educadores/professores. </li></ul>
  12. 12. Objectivos <ul><li>Contribuir para o desenvolvimento da Sociedade da Informação e do Conhecimento, através da promoção da info-inclusão. </li></ul><ul><li>Os Jardins de Infância que fazem parte deste programa devem ser responsáveis pela utilização dos equipamentos e software de forma integrada em ambientes de aprendizagem próprios destes níveis etários. </li></ul>
  13. 13. VI. moodle - edu - pt <ul><li>Fundado em 2005; </li></ul><ul><li>Objectivo : </li></ul><ul><li>- Lançar um movimento que promova o processo ensino/aprendizagem on/line por professores e alunos do básico e secundário, através da plataforma moodle ; </li></ul><ul><li>- Tornar a comunidade de utilizadores educativos portugueses cada vez maior; </li></ul><ul><li>- Ser utilizado nas aulas, em acções de formação, em projectos, em trabalho de grupos, etc. </li></ul>
  14. 14. Formas de organização <ul><li>Este projecto apresenta 4 fases: </li></ul><ul><li>Fundação (Julho 2005) – apresentação deste sistema aos parceiros e à comunidade educativa; </li></ul><ul><li>Divulgação (Janeiro 2006) - através da criação de moodles nos Centros de Competência , que possam ser utilizados como espaços de apoio e formação, e da criação de espaços moodle nos centros de formação de professores, das associações de escolas, no âmbito; </li></ul><ul><li>Disseminação (previsto 2º e 3º período 2005/2006) - pela criação voluntária de sistemas por Centros de Formação ou escolas pioneiras, cujo crescimento de utilização  ou interesse de diferenciação  levem à criação de moodles próprios; </li></ul><ul><li>Generalização (prev 2º e 3º período 2006/2007) - com a disponibilização de um serviço moodle para cada escola interessada. </li></ul>
  15. 15. VII. SACAUSEF ( Sistema de Avaliação, Certificação e Apoio à Utilização de Software para a Educação e Formação ) <ul><li>Objectivos : </li></ul><ul><li>Contribuir para a credibilidade e utilização do software educativo como um instrumento de aprendizagem e de trabalho; </li></ul><ul><li>construir uma base de conhecimento científico e pedagógico que esteja acessível a todo o tipo de utilizadores; </li></ul><ul><li>Reconhecer, entre as ofertas disponíveis, os softwares educativos com elevado potencial pedagógico; </li></ul><ul><li>Promover a qualidade na produção de software </li></ul>
  16. 16. VIII. <ul><li>Surge na continuidade de outro projecto, que decorreu entre 2004 e 2006; </li></ul><ul><li>Objectivo : promover uma utilização esclarecida, crítica e segura da Internet </li></ul>
  17. 17. Resultados Obtidos <ul><li>Existe uma rede de 16 nós nacionais coordenados a nível europeu pelo Insafe Safer Internet, da responsabilidade da European Schoolnet; </li></ul><ul><li>Criação do site </li></ul><ul><li>www.seguranet.pt </li></ul>
  18. 18. Trabalho Realizado por: <ul><li>Cláudia Araújo </li></ul><ul><li>Diana Oliveira </li></ul><ul><li>Mariana Faria </li></ul>

×